BULLYING NA ESCOLACursista: José Honório do Nascimento         Tutora: Micherlane Caldeiras
O projeto teve um foco sobre diferentes aspectos daeducação: a curiosidade, a autoconsciência, a cooperação,o vínculo e o ...
Formaram-se grupos de trabalho nasaulas, estes apresentavamidéias relacionados ao bullying esensibilizavam os colegas da t...
Procuramos, nessa primeira etapa, sensibilizá-los, levando-os a uma reflexão mais profunda sobre atemática, incitando-os a...
Nos dias de hoje percebe-se que crianças, jovens e adultos têm se distanciadodos princípios básicos de convivência na soci...
Sendo assim, a escola que tem como função social formar o cidadãopoderá ser um lugar privilegiado para o exercício da demo...
Registro do resultado do projeto sobre o Bullying
Registro do resultado do projeto sobre o Bullying
Registro do resultado do projeto sobre o Bullying
Registro do resultado do projeto sobre o Bullying
Registro do resultado do projeto sobre o Bullying
Registro do resultado do projeto sobre o Bullying
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Registro do resultado do projeto sobre o Bullying

524 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Registro do resultado do projeto sobre o Bullying

  1. 1. BULLYING NA ESCOLACursista: José Honório do Nascimento Tutora: Micherlane Caldeiras
  2. 2. O projeto teve um foco sobre diferentes aspectos daeducação: a curiosidade, a autoconsciência, a cooperação,o vínculo e o respeito pelas perspectivas de um grupo dejovens do 1º ano do Ensino Médio do turno da manhã.De maneira geral, quisemos mobilizar professores, alunos,para, compreendendo o bullying, buscar respostas eoportunizar ações para combatê-lo, tendo como princípios osvalores a serem promovidos em sala de aula – apreciação,colaboração, igualdade, entre outros – propiciadores de umclima de solidariedade e de respeito mútuo.
  3. 3. Formaram-se grupos de trabalho nasaulas, estes apresentavamidéias relacionados ao bullying esensibilizavam os colegas da turma.Ocorriam debates acalorados nos quaisgeralmente a palavra de ordem era“chega de bullying”.
  4. 4. Procuramos, nessa primeira etapa, sensibilizá-los, levando-os a uma reflexão mais profunda sobre atemática, incitando-os a promover ações de combateao bullying na nossa escola.
  5. 5. Nos dias de hoje percebe-se que crianças, jovens e adultos têm se distanciadodos princípios básicos de convivência na sociedade. Alunos no mundo todosofrem com tipo de violência que vem mascarado na forma de “brincadeira”.Estudos recentes revelam que esse comportamento, que ate há bem pouco tempoera considerado inofensivo e que recebe o nome de BULLYING, pode acarretarserias conseqüências ao desenvolvimento psíquico dos alunos, gerando desdequeda na auto estima ate, em caso mais extremos, o suicídio e outras tragédias eisso não deve ser encarado como brincadeira de criança, adolescente ou adulto.
  6. 6. Sendo assim, a escola que tem como função social formar o cidadãopoderá ser um lugar privilegiado para o exercício da democracia participativae a construção de atitudes, conhecimentos e valores que tornem o estudantesolidário, critico, ético e participativo.Nossa proposta de implantar e executar esse projeto na escola, veio emfunção de termos observado tal fenômeno no ambiente escolar. Após variaspesquisas e buscas de fundamentação teórica acerca do assunto, nosaprofundamos na problemática e sentimos necessidades de divulgar esensibilizar as crianças e adolescentes quanto a este tipo de violência que éo BULLYING.

×