Introdução à Mineralogia
• Propriedades Físicas dos Minerais
Profª: Ana Paula Vieira Silva
• Mineralogia é a ciência que estuda os minerais, o que
são, como são formados e onde ocorrem.
O que são Minerais?
São ele...
E como os minerais se agrupam para a
formação das rochas?
• O Ciclo das Rochas
http://galileu.esamadora.dyndns.org:81/elea...
Propriedades
• Cada espécie mineral é caracterizada por suas propriedades físicas,
químicas e consequentemente morfológica...
Cor
A cor de uma substância depende da absorção seletiva da luz por ele refletida ou
transmitida. A cor dos minerais deve ...
Brilho
É a capacidade de reflexão da luz incidente. Distinguem-se minerais de brilho:
• Metálico: aparência brilhante de m...
Fratura e Clivagem
• A fratura é a superfície de quebra dos minerais, podem ser plana ou concóide (ou
concoidal). Quando a...
Traço
É a cor do pó mineral. Esta propriedade é especialmente
importante em minerais de brilho metálico, visto que em
inúm...
Transparência
Os minerais que não absorvem ou absorvem pouco a luz são ditos
transparentes. Os que absorvem a luz consider...
Dureza
É a resistência que sua superfície lisa oferece ao risco. Em determinações
rápidas para se conhecer a natureza rela...
Hábito
É a forma extrema mais frequente com que se apresentam os
indivíduos de uma mesma espécie mineral. Abaixo alguns
ex...
Densidade Relativa
A densidade depende da dureza das partículas (átomos ou iões) que constituem o
mineral e do tipo de arr...
Então,vamos testar seus
conhecimentos?
• Atividade Prática 1
De posse das amostras
selecionadas,complete a
tabela ao lado....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Propriedade dos Minerais

6.575 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.575
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
95
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Propriedade dos Minerais

  1. 1. Introdução à Mineralogia • Propriedades Físicas dos Minerais Profª: Ana Paula Vieira Silva
  2. 2. • Mineralogia é a ciência que estuda os minerais, o que são, como são formados e onde ocorrem. O que são Minerais? São elementos ou compostos químicos com composição bem definida dentro de certos limites,cristalizados e formados naturalmente por meio de processos geológicos ou inorgânicos,na terra ou em corpos extraterrestres. São substâncias formadoras das rochas, solos e sedimentos. O que são Rochas? São produtos consolidados,resultantes da união natural de minerais.
  3. 3. E como os minerais se agrupam para a formação das rochas? • O Ciclo das Rochas http://galileu.esamadora.dyndns.org:81/elearning200809/file.php/46/es0602_p02_rockcycle_1_.swf
  4. 4. Propriedades • Cada espécie mineral é caracterizada por suas propriedades físicas, químicas e consequentemente morfológicas. • O exame macroscópico cuidadoso de amostras manuais, permite a caracterização de algumas dessas propriedades e, através delas, a identificação da espécie mineral. • Como os minerais nas rochas aparecem em grãos de tamanho reduzido e estão agregados, algumas das propriedades observadas em indivíduos isolados,só são observadas com grande dificuldade ou não são passíveis de observação. • Peso específico, cor, brilho, cor do traço, clivagem, fratura, hábito e dureza são algumas das propriedades dos minerais mais facilmente observáveis e passíveis de caracterização macroscópica.
  5. 5. Cor A cor de uma substância depende da absorção seletiva da luz por ele refletida ou transmitida. A cor dos minerais deve ser sempre observada em fratura fresca (sem alteração). Quanto a cor os minerais se dividem em: • Idiocromáticos: apresentam cor própria, constante, inerente à composição química; • Alocromáticos: quando puros são incolores e assumem diversas cores em função da presença de impurezas, variações na composição química ou imperfeições no retículo cristalino.
  6. 6. Brilho É a capacidade de reflexão da luz incidente. Distinguem-se minerais de brilho: • Metálico: aparência brilhante de metal; • Submetálico:um brilho metálico mais ou menos intenso; • Não metálico: vítreo, sedoso, gorduroso, resinoso, etc...
  7. 7. Fratura e Clivagem • A fratura é a superfície de quebra dos minerais, podem ser plana ou concóide (ou concoidal). Quando a quebra se dá preferencialmente segundo superfícies planas e que se repetem paralelamente, dizemos que o mineral apresenta clivagem. • Clivagem Traduz a tendência de alguns minerais para se fragmentarem devido a uma aplicação de uma força mecânica. • Fatura Alguns minerais apresentam clivagem visível quando percutidos desagregam-se em fragmentos com superfície mais ou menos irregular.
  8. 8. Traço É a cor do pó mineral. Esta propriedade é especialmente importante em minerais de brilho metálico, visto que em inúmeros casos a cor do pó é bem distinta da cor exibida pela superfície do mineral.
  9. 9. Transparência Os minerais que não absorvem ou absorvem pouco a luz são ditos transparentes. Os que absorvem a luz consideravelmente são translúcidos e dificultam que imagens sejam reconhecidas através deles. Obviamente, estas características dependem da espessura do mineral: a maioria dos minerais translúcidos torna-se transparente quando em lâminas muito finas. Existem, contudo, os elementos nativos metálicos, óxidos e sulfetos que absorvem totalmente a luz, independentemente da espessura. São os minerais opacos. Quartzo - Transparente Obsidiana - Translucida Granada - Opaca
  10. 10. Dureza É a resistência que sua superfície lisa oferece ao risco. Em determinações rápidas para se conhecer a natureza relativa de um exemplar utiliza-se uma escala formada por minerais comuns, conhecida por “Escala de Mohs”, que consta de dez minerais em que cada um pode riscar todos os anteriores Esta escala é relativa, isto é com ela se estabelece a dureza de um mineral em relação a outro(os). Materiais comuns podem servir juntamente com a escala de Mohs para a determinação da dureza dos minerais. Riscam o Vidro
  11. 11. Hábito É a forma extrema mais frequente com que se apresentam os indivíduos de uma mesma espécie mineral. Abaixo alguns exemplos: • Equidimensional: as formas assumidas pelos cristais tendem a apresentar dimensões iguais nas 3 direções espaciais. Incluem-se aqui as formas cúbicas, piramidais, romboédricas, octaédricas, etc..; • Prismático: uma das dimensões predomina sobre as outras duas, resultando formas alongadas; • Acicular: o predomínio exagerado de uma das dimensões confere a forma agulha (prisma muito alongado) aos cristais • Tabular: duas das dimensões predominam sobre uma terceira, configurando formas achatadas; • Placóides: o mineral se apresenta em folhas ou placas. Distingue-se em hábito cristalino (cada indivíduo cristalino se apresenta) e hábito dos agregados cristalinos (formado por muitos indivíduos da mesma espécie, e nos quais, frequentemente, não se consegue a observação de cada indivíduo isoladamente); • Compacto (maciço): massas homogêneas nas quais não se conseguem observar os indivíduos;
  12. 12. Densidade Relativa A densidade depende da dureza das partículas (átomos ou iões) que constituem o mineral e do tipo de arranjo dessas partículas. Um dos métodos possíveis para avaliar a densidade consiste em determinar: • O peso do mineral no ar – P; • O peso do mineral mergulhado na água – P’. A diferença P - P’ dá o valor da impulsão (I), ou seja, o valor do peso de um volume de água igual ao volume do mineral mergulhado. A densidade relativa é calculada através da seguinte fórmula:
  13. 13. Então,vamos testar seus conhecimentos? • Atividade Prática 1 De posse das amostras selecionadas,complete a tabela ao lado. Utilize desse momento para discutir com seus colegas sobre as propriedades supracitadas. Bom trabalho!

×