SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
- Introdução.
- O que é a Biodiversidade?
- Espécies vegetais em vias de extinção.
- Localização.
- Espécies animais em vias de extinção.
- Localização.
- Causa da extinção.
- Como evitar a sua extinção?
- Como preservar a biodiversidade ?
- Conclusão.
Neste trabalho vou falar sobre três espécies animais e
vegetais que estão em vias de extinção e que se encontram em
Portugal Continental.
A biodiversidade pode ser definida como
a variedade e números de seres vivos, num
determinado ambiente, em constante alteração
.
Azevinho   Carvalho   Narciso - do - Mondego
Narciso - do - Mondego




                         Carvalho




                         Norte de Portugal
     Azevinho
Águia - real   Coruja - das – torres   Morcego
Águia - real



                                          Morcego




                        Encontram-se de
                        norte a sul do
                        país.
Coruja - das - torres
• Animais:
           A contaminação das águas, a destruição dos habitats, a
   caça regular destes animais e a falta de alimento.
• Plantas:
            Os incêndios e destruição nos seus habitats é cada vez
   maior, a poluição do ar e das águas, a utilização de insecticidas e
   também a mudança de clima.
• Animais:
     - Criar mais reservas naturais;
     - Preservar os seus habitats;
     - Não caçar estes animais;
     - Não depositar esgotos nos rios ou nos mares.
• Plantas:
       - Evitar a utilização de insecticidas;
       - Não depositar esgotos nos rios ou nos mares;
       - Não destruir os seus habitats;
       - Não poluir.
1. Plantar certas árvores para atrair os pássaros                e   insectos.
   Assim, estamos a fornecer-lhes abrigo e alimentação;

2. Plantar variedades tradicionais, mas sem as retirar do meio       natural;

3. No Outono, guardar algumas folhas mortas. Assim, ajudamos certos
insectos a encontrar abrigo no tempo frio;

4. Alimentarmo-nos segundo os produtos de cada estação;

5. Usar minimamente pesticidas e herbicidas para evitar destruir plantas e
insectos úteis.
Com este trabalho aprendi que nós, sem nos
apercebermos, destruímos o nosso próprio ambiente.
         Gostei de realizar este trabalho porque é um tema muito
interessante e também porque enriqueci culturalmente.
• Ana Pinho Nº2 8ºA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Perda de biodiversidade (1)
Perda de biodiversidade (1)Perda de biodiversidade (1)
Perda de biodiversidade (1)alsferreira
 
Sociedade de consumo
Sociedade de consumoSociedade de consumo
Sociedade de consumoAna Sêco
 
Ameaças à Biodiversidade
Ameaças à BiodiversidadeAmeaças à Biodiversidade
Ameaças à BiodiversidadeEdnaldo Monteiro
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade-
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
BiodiversidadeMayjö .
 
causas e consequências da degradação ambiental
causas e consequências da degradação ambientalcausas e consequências da degradação ambiental
causas e consequências da degradação ambientalRoney Gusmão
 
Poluição ambiental
Poluição ambientalPoluição ambiental
Poluição ambientalfefemrc
 
Exploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturaisExploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturaisProf. Francesco Torres
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da ÁguaPetedanis
 
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentveljaneibe
 
Relação Homem-Natureza
Relação Homem-NaturezaRelação Homem-Natureza
Relação Homem-NaturezaProfCidadania1
 
Desenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelDesenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelNiise
 
Slides leis ambientais
Slides leis ambientaisSlides leis ambientais
Slides leis ambientaisderlonpipcbc
 
1 educação ambiental
1 educação ambiental1 educação ambiental
1 educação ambientalPelo Siro
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelMichele Pó
 

Mais procurados (20)

Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Perda de biodiversidade (1)
Perda de biodiversidade (1)Perda de biodiversidade (1)
Perda de biodiversidade (1)
 
Sociedade de consumo
Sociedade de consumoSociedade de consumo
Sociedade de consumo
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Ameaças à Biodiversidade
Ameaças à BiodiversidadeAmeaças à Biodiversidade
Ameaças à Biodiversidade
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
causas e consequências da degradação ambiental
causas e consequências da degradação ambientalcausas e consequências da degradação ambiental
causas e consequências da degradação ambiental
 
Mudanças Climáticas
Mudanças ClimáticasMudanças Climáticas
Mudanças Climáticas
 
Poluição ambiental
Poluição ambientalPoluição ambiental
Poluição ambiental
 
Exploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturaisExploração e conservação de recursos naturais
Exploração e conservação de recursos naturais
 
Poluição da Água
Poluição da ÁguaPoluição da Água
Poluição da Água
 
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvelMeio ambiente e desenvolvimento sustentvel
Meio ambiente e desenvolvimento sustentvel
 
Relação Homem-Natureza
Relação Homem-NaturezaRelação Homem-Natureza
Relação Homem-Natureza
 
Desenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVelDesenvolvimento SustentáVel
Desenvolvimento SustentáVel
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Slides leis ambientais
Slides leis ambientaisSlides leis ambientais
Slides leis ambientais
 
1 educação ambiental
1 educação ambiental1 educação ambiental
1 educação ambiental
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
A Industria
A IndustriaA Industria
A Industria
 

Destaque

Perda da biodiversidade
Perda da biodiversidadePerda da biodiversidade
Perda da biodiversidadefranciscaf
 
Perda Da Biodiversidade
Perda Da BiodiversidadePerda Da Biodiversidade
Perda Da Biodiversidadeslbandre
 
Perda De Biodiversidade
Perda De BiodiversidadePerda De Biodiversidade
Perda De Biodiversidadeguest0f0d8
 
Recursos Biológicos - Aconsa
Recursos Biológicos - AconsaRecursos Biológicos - Aconsa
Recursos Biológicos - AconsaAna Carolina
 
Extinçao das especies animais e consequências
Extinçao das especies animais e consequências Extinçao das especies animais e consequências
Extinçao das especies animais e consequências luz_19
 
Recursos BiolóGicos
Recursos BiolóGicosRecursos BiolóGicos
Recursos BiolóGicosNuno Correia
 
Recursos biológicos
Recursos biológicosRecursos biológicos
Recursos biológicosTânia Reis
 
Água e a falta que ela faz
Água e a falta que ela fazÁgua e a falta que ela faz
Água e a falta que ela fazLéo Miranda
 
Powerpoint 2 GestãO SustentáVel De Recursos HíDricos
Powerpoint 2   GestãO SustentáVel De Recursos HíDricosPowerpoint 2   GestãO SustentáVel De Recursos HíDricos
Powerpoint 2 GestãO SustentáVel De Recursos HíDricosNuno Correia
 
Animais em Extinção
Animais em ExtinçãoAnimais em Extinção
Animais em Extinçãokyzinha
 
O desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientaisO desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientaisKevinkr9
 
DesflorestaçãO
DesflorestaçãODesflorestaçãO
DesflorestaçãOzucolandia
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
BiodiversidadeNiise
 
Esgotamento Dos Recursos
Esgotamento Dos RecursosEsgotamento Dos Recursos
Esgotamento Dos Recursoscatarina_iph
 

Destaque (20)

Perda da biodiversidade
Perda da biodiversidadePerda da biodiversidade
Perda da biodiversidade
 
Perda Da Biodiversidade
Perda Da BiodiversidadePerda Da Biodiversidade
Perda Da Biodiversidade
 
Perda De Biodiversidade
Perda De BiodiversidadePerda De Biodiversidade
Perda De Biodiversidade
 
Biodiversidade biologia
Biodiversidade   biologiaBiodiversidade   biologia
Biodiversidade biologia
 
Recursos Biológicos - Aconsa
Recursos Biológicos - AconsaRecursos Biológicos - Aconsa
Recursos Biológicos - Aconsa
 
Extinçao das especies animais e consequências
Extinçao das especies animais e consequências Extinçao das especies animais e consequências
Extinçao das especies animais e consequências
 
ciencias
cienciasciencias
ciencias
 
Recursos BiolóGicos
Recursos BiolóGicosRecursos BiolóGicos
Recursos BiolóGicos
 
Recursos naturais i
Recursos naturais iRecursos naturais i
Recursos naturais i
 
Recursos biológicos
Recursos biológicosRecursos biológicos
Recursos biológicos
 
Desflorestação
DesflorestaçãoDesflorestação
Desflorestação
 
Água e a falta que ela faz
Água e a falta que ela fazÁgua e a falta que ela faz
Água e a falta que ela faz
 
Recursos biológicos
Recursos biológicosRecursos biológicos
Recursos biológicos
 
Powerpoint 2 GestãO SustentáVel De Recursos HíDricos
Powerpoint 2   GestãO SustentáVel De Recursos HíDricosPowerpoint 2   GestãO SustentáVel De Recursos HíDricos
Powerpoint 2 GestãO SustentáVel De Recursos HíDricos
 
Animais em Extinção
Animais em ExtinçãoAnimais em Extinção
Animais em Extinção
 
O desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientaisO desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientais
 
DesflorestaçãO
DesflorestaçãODesflorestaçãO
DesflorestaçãO
 
Biodiversidade
BiodiversidadeBiodiversidade
Biodiversidade
 
GESTÃO DA ÁGUA
 GESTÃO DA ÁGUA GESTÃO DA ÁGUA
GESTÃO DA ÁGUA
 
Esgotamento Dos Recursos
Esgotamento Dos RecursosEsgotamento Dos Recursos
Esgotamento Dos Recursos
 

Semelhante a Espécies em risco em Portugal - 3 plantas e animais ameaçados

Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]Da Costa Dylan
 
I C N B J R A Biodiversidade1
I C N B  J R A  Biodiversidade1I C N B  J R A  Biodiversidade1
I C N B J R A Biodiversidade1SGC
 
A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora. A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora. Gabriela Calixto
 
A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora. A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora. Gabriela Calixto
 
Biodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptx
Biodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptxBiodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptx
Biodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptxRui Magalhães
 
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.pptOs anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.pptCamilaSantana300186
 
A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2Gabriela Calixto
 
Principais causas da extinção de animais e plantas
Principais causas da extinção de animais e plantasPrincipais causas da extinção de animais e plantas
Principais causas da extinção de animais e plantasMariana Rosa
 
Biodiversidade (1).pptx
Biodiversidade (1).pptxBiodiversidade (1).pptx
Biodiversidade (1).pptxkaiquereinaldo
 
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2   a adaptação dos seres vivosCapítulo 2   a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivosDaniel de Oliveira
 
Criando Raízes
Criando RaízesCriando Raízes
Criando RaízesTurma8B
 
Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)
Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)
Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)Maria Teresa Iannaco Grego
 
Animais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºbAnimais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºbhugo alves
 
Apresentação do Trabalho a Campo - Horto Florestal
Apresentação do Trabalho a Campo - Horto FlorestalApresentação do Trabalho a Campo - Horto Florestal
Apresentação do Trabalho a Campo - Horto FlorestalMaria Cristina Marques Mota
 

Semelhante a Espécies em risco em Portugal - 3 plantas e animais ameaçados (20)

Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]Florestas e os seus animais trabalho[1]
Florestas e os seus animais trabalho[1]
 
Flora e fauna
Flora e faunaFlora e fauna
Flora e fauna
 
I C N B J R A Biodiversidade1
I C N B  J R A  Biodiversidade1I C N B  J R A  Biodiversidade1
I C N B J R A Biodiversidade1
 
A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora. A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora.
 
A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora. A biodiversidade da fauna e da flora.
A biodiversidade da fauna e da flora.
 
O Ambiente
O AmbienteO Ambiente
O Ambiente
 
Biodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptx
Biodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptxBiodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptx
Biodiversidade em Portugal_A truta-arco-Íris_Rui e Gonçalo_10D.pptx
 
Espécies exóticas invasoras
Espécies exóticas invasorasEspécies exóticas invasoras
Espécies exóticas invasoras
 
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.pptOs anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
Os anfíbios para o equilíbrio ecológico do ambiente.ppt
 
Projeto trilha2007
Projeto trilha2007Projeto trilha2007
Projeto trilha2007
 
A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2A biodiversidade da fauna e flora 2
A biodiversidade da fauna e flora 2
 
Principais causas da extinção de animais e plantas
Principais causas da extinção de animais e plantasPrincipais causas da extinção de animais e plantas
Principais causas da extinção de animais e plantas
 
Fauna
Fauna Fauna
Fauna
 
Biodiversidade (1).pptx
Biodiversidade (1).pptxBiodiversidade (1).pptx
Biodiversidade (1).pptx
 
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2   a adaptação dos seres vivosCapítulo 2   a adaptação dos seres vivos
Capítulo 2 a adaptação dos seres vivos
 
Criando Raízes
Criando RaízesCriando Raízes
Criando Raízes
 
Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)
Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)
Caça ilegal-de-animais-salvo-automaticamente (2)
 
Animais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºbAnimais em vias de extinção 7ºb
Animais em vias de extinção 7ºb
 
Apresentação do Trabalho a Campo - Horto Florestal
Apresentação do Trabalho a Campo - Horto FlorestalApresentação do Trabalho a Campo - Horto Florestal
Apresentação do Trabalho a Campo - Horto Florestal
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 

Mais de anapaulaoliveira

Mais de anapaulaoliveira (20)

Passeio por S. João da Madeira
Passeio por S. João da MadeiraPasseio por S. João da Madeira
Passeio por S. João da Madeira
 
Resume um livro numa frase
Resume um livro numa fraseResume um livro numa frase
Resume um livro numa frase
 
Notícia
NotíciaNotícia
Notícia
 
Acordo ortográfico
Acordo ortográficoAcordo ortográfico
Acordo ortográfico
 
Semana da leitura
Semana da leituraSemana da leitura
Semana da leitura
 
Dia Europeu das Línguas 2011
Dia Europeu das Línguas 2011Dia Europeu das Línguas 2011
Dia Europeu das Línguas 2011
 
Festa Grande C, Cascais
Festa Grande C, CascaisFesta Grande C, Cascais
Festa Grande C, Cascais
 
Top leitura
Top leituraTop leitura
Top leitura
 
Pesquisar corretamente na internet
Pesquisar corretamente na internetPesquisar corretamente na internet
Pesquisar corretamente na internet
 
Pesquisar no catálogo Winlib
Pesquisar no catálogo WinlibPesquisar no catálogo Winlib
Pesquisar no catálogo Winlib
 
Educar a geração copiar-colar
Educar a geração copiar-colarEducar a geração copiar-colar
Educar a geração copiar-colar
 
Moeda portuguesa
Moeda portuguesaMoeda portuguesa
Moeda portuguesa
 
Ode à Natureza
Ode à NaturezaOde à Natureza
Ode à Natureza
 
Lenda da Lagoa das Sete Cidades
Lenda da Lagoa das Sete Cidades Lenda da Lagoa das Sete Cidades
Lenda da Lagoa das Sete Cidades
 
Álbum de desenhos
Álbum de desenhosÁlbum de desenhos
Álbum de desenhos
 
Feira dos 4 e Capela de Santo Estêvão
Feira dos 4 e Capela de Santo EstêvãoFeira dos 4 e Capela de Santo Estêvão
Feira dos 4 e Capela de Santo Estêvão
 
Rancho S.Martinho de Escapães
Rancho S.Martinho de EscapãesRancho S.Martinho de Escapães
Rancho S.Martinho de Escapães
 
Dia do holocausto
Dia do holocaustoDia do holocausto
Dia do holocausto
 
A importância da leitura
A importância da leituraA importância da leitura
A importância da leitura
 
Da Monarquia à República
Da Monarquia à RepúblicaDa Monarquia à República
Da Monarquia à República
 

Último

CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 

Último (20)

CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 

Espécies em risco em Portugal - 3 plantas e animais ameaçados

  • 1.
  • 2. - Introdução. - O que é a Biodiversidade? - Espécies vegetais em vias de extinção. - Localização. - Espécies animais em vias de extinção. - Localização. - Causa da extinção. - Como evitar a sua extinção? - Como preservar a biodiversidade ? - Conclusão.
  • 3. Neste trabalho vou falar sobre três espécies animais e vegetais que estão em vias de extinção e que se encontram em Portugal Continental.
  • 4. A biodiversidade pode ser definida como a variedade e números de seres vivos, num determinado ambiente, em constante alteração .
  • 5. Azevinho Carvalho Narciso - do - Mondego
  • 6. Narciso - do - Mondego Carvalho Norte de Portugal Azevinho
  • 7. Águia - real Coruja - das – torres Morcego
  • 8. Águia - real Morcego Encontram-se de norte a sul do país. Coruja - das - torres
  • 9. • Animais: A contaminação das águas, a destruição dos habitats, a caça regular destes animais e a falta de alimento.
  • 10. • Plantas: Os incêndios e destruição nos seus habitats é cada vez maior, a poluição do ar e das águas, a utilização de insecticidas e também a mudança de clima.
  • 11. • Animais: - Criar mais reservas naturais; - Preservar os seus habitats; - Não caçar estes animais; - Não depositar esgotos nos rios ou nos mares.
  • 12. • Plantas: - Evitar a utilização de insecticidas; - Não depositar esgotos nos rios ou nos mares; - Não destruir os seus habitats; - Não poluir.
  • 13. 1. Plantar certas árvores para atrair os pássaros e insectos. Assim, estamos a fornecer-lhes abrigo e alimentação; 2. Plantar variedades tradicionais, mas sem as retirar do meio natural; 3. No Outono, guardar algumas folhas mortas. Assim, ajudamos certos insectos a encontrar abrigo no tempo frio; 4. Alimentarmo-nos segundo os produtos de cada estação; 5. Usar minimamente pesticidas e herbicidas para evitar destruir plantas e insectos úteis.
  • 14. Com este trabalho aprendi que nós, sem nos apercebermos, destruímos o nosso próprio ambiente. Gostei de realizar este trabalho porque é um tema muito interessante e também porque enriqueci culturalmente.
  • 15. • Ana Pinho Nº2 8ºA