Aurélio Pereira da Silva Quintanilha
Aurélio Quintanilha <ul><li>Aurélio Pereira da Silva Quintanilha nasceu em Santa Luzia de Angra no dia 24 de Abril de 1892...
Aurélio Quintanilha <ul><li>Foi um professor universitário, investigador de renome internacional nas áreas da genética, da...
Aurélio Quintanilha <ul><li>(…)  </li></ul><ul><li>Desde cedo opositor ao regime do Estado Novo, foi obrigado a exilar-se,...
Aurélio Quintanilha <ul><li>“ O mal está na falta de convívio entre mestres e estudantes.” </li></ul>
Publicações <ul><li>1940 – &quot;Étude génétique des phénomènes de nanisme chez les hyménomycètes”. </li></ul><ul><li>1943...
Momentos de referência na sua vida <ul><li>1926 – Doutoramento em Coimbra.  </li></ul><ul><li>1937 – Prémio Hansen da Acad...
Trabalho realizado por… <ul><li>Joana Santos </li></ul><ul><li>Nº 12 </li></ul><ul><li>9ºA </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aurélio Quintanilha

883 visualizações

Publicada em

Biografia do cientista Aurélio Quintanilha

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Aurélio Quintanilha

  1. 1. Aurélio Pereira da Silva Quintanilha
  2. 2. Aurélio Quintanilha <ul><li>Aurélio Pereira da Silva Quintanilha nasceu em Santa Luzia de Angra no dia 24 de Abril de 1892 e morreu em Lisboa no dia 27 de Junho de 1987. </li></ul>
  3. 3. Aurélio Quintanilha <ul><li>Foi um professor universitário, investigador de renome internacional nas áreas da genética, da biologia dos fungos e da cultura doa algodoeiro. </li></ul><ul><li>(…) </li></ul>
  4. 4. Aurélio Quintanilha <ul><li>(…) </li></ul><ul><li>Desde cedo opositor ao regime do Estado Novo, foi obrigado a exilar-se, tendo vivido em França e depois em Moçambique, onde durante quase duas décadas se dedicou à investigação da cultura do algodão. </li></ul>
  5. 5. Aurélio Quintanilha <ul><li>“ O mal está na falta de convívio entre mestres e estudantes.” </li></ul>
  6. 6. Publicações <ul><li>1940 – &quot;Étude génétique des phénomènes de nanisme chez les hyménomycètes”. </li></ul><ul><li>1943 – &quot;O Problema da felimitação e origem das espécies do ponto de vista da biologia experimental”. </li></ul><ul><li>1945 – “Os fundamentos científicos da sexualidade”. </li></ul><ul><li>1951 – “D. António Pereira Coutinho, o Mestre, o Botânico e o Homem”. </li></ul><ul><li>1960 – &quot;Michurinismo e Mendelismo”. </li></ul><ul><li>1962 – &quot;Desenvolvimento do botão floral do algodoeiro em função do tempo”. </li></ul><ul><li>1965 – “Gregório Mendel, cem anos depois”. </li></ul><ul><li>1966 – &quot;Homologias cromossómicas do género Gossypium &quot;. </li></ul><ul><li>1966 – &quot;O problema algodoeiro português e a actividade do Centro de Investigação Cientifica Algodoeira”. </li></ul><ul><li>1969 – &quot;Prof. Eng. Joaquim Vieira Natividade - O Investigador, o Agrónomo-Silvicultor e o Homem”. </li></ul><ul><li>1970 – &quot;Progressos recentes da genética de bactérias e vírus“. </li></ul><ul><li>1973 – &quot;Progressos da genética dos fundos e a contribuição dos portugueses”. </li></ul><ul><li>1980 – &quot;Evocando o passado&quot;. </li></ul>
  7. 7. Momentos de referência na sua vida <ul><li>1926 – Doutoramento em Coimbra. </li></ul><ul><li>1937 – Prémio Hansen da Academia Real das Ciências da Dinamarca. </li></ul><ul><li>1941 – Prémio Artur Malheiro da Academia das Ciências de Lisboa. </li></ul><ul><li>1947 – Doutor Honoris Causa pela Universidade de Witwatersrand da África do Sul. </li></ul><ul><li>1958 – Sócio correspondente da Academia das Ciências de Lisboa. </li></ul><ul><li>1972 – Grande oficial da Ordem de Santiago da Espada. </li></ul><ul><li>1974 – Homenagem prestada na última lição na Universidade de Coimbra com afixação de placa comemorativa. </li></ul><ul><li>1974 – Homenagem da Fundação Calouste Gulbenkian. </li></ul><ul><li>1981 – Doutor Honoris Causa pela Universidade de Lisboa. </li></ul><ul><li>1983 – Ordem da Liberdade. </li></ul><ul><li>1992 – Homenagem da Câmara Municipal de Lisboa. </li></ul>
  8. 8. Trabalho realizado por… <ul><li>Joana Santos </li></ul><ul><li>Nº 12 </li></ul><ul><li>9ºA </li></ul>

×