Diferentes sentidos da Arte    através dos tempos  Durante muito tempo, a arte foicompreendida como representação         ...
O Belo, segundo os gregos• O BELO, O BOM E O VERDADEIRO DEVERIAM  ESTAR PRESENTES NAS OBRAS, PARA EDUCAR  OS HOMENS ATRAVÉ...
HERÓIS   CLÁSSICOSOs seres humanoseram vistos comomodelo deperfeição, mas nãoquaisquerhumanos, somenteos valorosos(deuses,...
Na Idade Média, amedida de belezapassa a ser osagrado. O belo éaquilo que agradaa Deus e obedeceao dogma, educana moral cr...
No século XIX, oRomantismo adota osentimento e aimaginação comoprincípio de criaçãoartística. O belodesvincula-se daharmon...
“A musa moderna – afirma Hugo – verámais coisas com um olhar mais elevadoe mais amplo. Sentirá que tudo nacriação não é hu...
Século XX      A arte parte a representar também o movimento, a luz, a interpretação geométrica   das formas existentes, t...
Fuga, Kandinsky, 1914, óleo sobre tela
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Princípios da arte através dos tempos

1.498 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Princípios da arte através dos tempos

  1. 1. Diferentes sentidos da Arte através dos tempos Durante muito tempo, a arte foicompreendida como representação do belo.
  2. 2. O Belo, segundo os gregos• O BELO, O BOM E O VERDADEIRO DEVERIAM ESTAR PRESENTES NAS OBRAS, PARA EDUCAR OS HOMENS ATRAVÉS DOS VALORES MORAIS E LEVÁ-LOS A ALCANÇAR A PERFEIÇÃO E A HARMONIA.
  3. 3. HERÓIS CLÁSSICOSOs seres humanoseram vistos comomodelo deperfeição, mas nãoquaisquerhumanos, somenteos valorosos(deuses, reis,heróis do povo). O Discóbolo de Míron, 405 a.C.
  4. 4. Na Idade Média, amedida de belezapassa a ser osagrado. O belo éaquilo que agradaa Deus e obedeceao dogma, educana moral cristã.Valores cristãos:Pecado, Inferno,Céu, Virtude. Lucas Valdés (1661-1725), A Virgem do Rosário, São Domingos e Santa Catarina de Sena, Museu de Sevilha
  5. 5. No século XIX, oRomantismo adota osentimento e aimaginação comoprincípio de criaçãoartística. O belodesvincula-se daharmonia.Fusão entre o belo e ogrotesco. "A Liberdade Guiando o Povo“, Delacroix, 1830
  6. 6. “A musa moderna – afirma Hugo – verámais coisas com um olhar mais elevadoe mais amplo. Sentirá que tudo nacriação não é humanamente belo, que ofeio existe ao lado do belo, o disformeperto do gracioso, o grotesco no reversodo sublime, o mal com o bem, a sombracom a luz” (Victor Hugo)
  7. 7. Século XX A arte parte a representar também o movimento, a luz, a interpretação geométrica das formas existentes, tenta representar o inconsciente humano.E, principalmente, preocupa-se com a recriaçãoda linguagem, a provocação, constitui-se como espaço de reflexão e de interrogação.
  8. 8. Fuga, Kandinsky, 1914, óleo sobre tela

×