SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
M E L H O R A N D O A E X P E R I Ê N C I A D E
U S O AT R AV É S D E M I C R O -
I N T E R A Ç Õ E S
# D F X P 1 7
Ana Paula Batista
Co-Founder Sparck
GDE UX/UI
O Q U E S Ã O M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S ?
– D A N S A F F E R
“A micro-interação é um momento dentro do
produto que trabalha com apenas um caso de uso
específico - um pedaço pequeno de uma
funcionalidade que só faz uma coisa. São
pequenos momentos que podem ser idiotas e
passarem despercebidos, ou agradáveis e
engajadores.”
– D O N N O R M A N
“Mas mesmo que a big picture seja feito certa, ao
menos que os detalhes também sejam trabalhados
propriamente, a solução pode falhar: os detalhes
são o que controla a experiência de momento-a-
momento.”
P O R Q U E ?
•Melhorar o produto para que os usuários
gostem de usar mais,
•Criar um impacto emocional positivo no
usuário devido a transições suaves,
•Prover feedback imediato pro usuário
baseados em ações realizadas,
•Guiar o usuário de uma forma mais fluída
e intuitiva,
•Previnir frustrações, irritações e eventuais
desgostos,
•Se destacar dos concorrentes.
D E T E C TA N D O O P O R T U N I D A D E S
D E M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
• É importante saber:
• Quem usa?
• O que está buscando fazer?
• Quais os passos necessários para realizar a tarefa?
• Essencial: empatia
• Observação contínua
A E S T R U T U R A
M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
Feedbacks LoopsRegrasTriggers
T R I G G E R S
M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
B O A S P R ÁT I C A S - T R I G G E R S M A N U A I S
• Reconhecimento
• Consistência
• Inteligência
• Affordance
• Visibilidade
T R I G G E R S A U T O M ÁT I C O S ( D E S I S T E M A )
• Erros,
• Localização,
• Incoming Data,
• Internal Data,
• Outras pessoas.
T R I G G E R S A U T O M ÁT I C O S - R E G R A S
• Qual a freqüência este trigger deve iniciar?
• Quais dados do usuário já são conhecidos? Eu posso utilizar para fazer este
trigger ser mais efetivo, agradável e customizado?
• Tem algum indicativo que o trigger foi iniciado? tem uma mudança visível
do estado quando estiver pra ser iniciado, for iniciado ou foi iniciado?
• O que acontece quando tiver um erro de sistema (falta de internet ou de
dados por exemplo) ? Pára de tentar ou tenta de novo? Se for pra tentar de
novo, até quando?
E X E M P L O D E T R I G G E R
R E G R A S
M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
A S R E G R A S D E T E R M I N A M :
• Respostas;
• Controle;
• Fluxo de interações esperados;
• Dados utilizados (e de onde);
• Configurações e parâmetros;
• Feedbacks;
• Limitações;
• O que acontece quando a micro interação termina.
G E R A N D O A S R E G R A S
• Comece escrevendo o que parece obvio:
• Em uma página de produto o usuário clica no botão “Adicione ao
carrinho”
• O item é adicionado ao carrinho.
• A medida que você vai projetando, as regras vão evoluindo:
• Na página de produto, verifique se o usuário já comprou o item antes.
Caso sim, altere o label do botão para “Adicione novamente ao carrinho.”
• O usuário já tem este produto no carrinho? Altere o label para “Adicione
mais um ao carrinho”
• O usuário clica no botão.
• O produto é adicionado ao carrinho.
B O A S P R ÁT I C A S PA R A A S R E G R A S
• Comece descobrindo onde a principal dificuldade está, então decida qual parte o
usuários poderia gostar de ter, e quando, no processo geral.
• Permita que o sistema realize:
• Cálculos;
• Múltiplas tarefas simultaneamente;
• Relembrar coisas;
• Detectar padrões complexos;
• Buscar por um item particular, dentro de uma grande base de dados.
• Limite as opções ou “preveja” o próximo passo.
• Previna erros.
F E E D B A C K S
M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
B O A S P R ÁT I C A S
• Personalidade;
• Transmitir o que pode ou não;
• Necessidades e objetivos claros;
• Seja visual;
• Use cursor, tooltips, barras de scroll etc
para mensagens de feedback.
Q U A N D O E O Q U E
• Devem ocorrer quando:
• Imediatamente depois de um trigger manual ou durante um ajuste manual
de uma regra;
• Em um trigger automático no qual o estado foi alterado significativamente;
• Sempre que um usuário se aproximar (ou ultrapassar) de uma regra;
• Quando o sistema não pode executar um comando;
• Mostrar o progresso de algo crítico, especialmente se for demorar muito
tempo para executar;
• Diz que: algo aconteceu, você fez algo, um processo foi iniciado, um processo
foi terminado, um processo está em andamento, você não pode fazer isso.
A N I M A Ç Õ E S C O M O F E E D B A C K
• Manter o contexto enquanto vê outros itens (carrossel);
• Explicar o que aconteceu (puff quando apagar);
• Mostrar relacionamento entre objetos;
• Chamar atenção para algo;
• Melhorar a percepção de performance;
• Criar a ilusão de um espaço virtual (slides);
• Encorajar um maior engajamento através de animações interessantes.
L O O P S E M O D E S
M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
L O O P S
• Meta-regras;
• Define ritmo e ciclo de vida de uma micro-interação;
• Garante que uma ação contínua não dure tempo demais;
• Tipos:
• Limitado a um número específico de vezes;
• Controlado por uma condição;
• Delimitado por um sub-set de um universo definido;
• Infinito
• Também podem ser usados para reconhecer comportamentos (do usuário ou do sistema);
• Alterar o comportamento de uma micro-interação baseada no conhecimento do sistema sobre o usuário.
G O O G L E D O C S
Objetivo do usuário: Uma maneira fácil e intuitiva de manter os documentos
organizados.
G O O G L E D O C S
Trigger: Clicar no título do documento. (hover)
G O O G L E D O C S
Regras: Preenche com a primeira linha do documento e deixa o texto
selecionado.
G O O G L E D O C S
Feedback: Altera a cor da borda do input, tornando mais identificável.
G O O G L E D O C S
Loops: Depois de nomeado, ao clicar no título ele não fica inteiro
selecionado.
M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S H U M A N I Z A M
A L G O C O M P U TA D O R I Z A D O .
O B R I G A D @ !
A N A @ S PA R C K . C O M . B R
@ A N A P B TA

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Melhorando a experiência de uso através de micro-interações

Palestra - 9 Regras Que Valem Ouro
Palestra - 9 Regras Que Valem OuroPalestra - 9 Regras Que Valem Ouro
Palestra - 9 Regras Que Valem OuroLuiz Agner
 
Agilidade é para desenvolvedores? Semana da Agilidade
Agilidade é para desenvolvedores? Semana da AgilidadeAgilidade é para desenvolvedores? Semana da Agilidade
Agilidade é para desenvolvedores? Semana da AgilidadeWagner Mendes Voltz Fusca
 
UAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptx
UAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptxUAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptx
UAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptxgetulio24
 
Landing Pages Matadoras - CPBR7
 Landing Pages Matadoras - CPBR7 Landing Pages Matadoras - CPBR7
Landing Pages Matadoras - CPBR7Neue Labs
 
Mobile Analytics - A importância do Tracking
Mobile Analytics - A importância do TrackingMobile Analytics - A importância do Tracking
Mobile Analytics - A importância do TrackingArthur de Castro Araujo
 
Digital Day BH - Microinterações
Digital Day BH - MicrointeraçõesDigital Day BH - Microinterações
Digital Day BH - MicrointeraçõesAnderson Façanha
 
Métodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHCMétodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHCGeorgiaCruz7
 
Agile Testing e outros amendoins
Agile Testing e outros amendoinsAgile Testing e outros amendoins
Agile Testing e outros amendoinsGabriel Moreira
 
Workshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile
Workshop sobre Métricas para Aplicativos MobileWorkshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile
Workshop sobre Métricas para Aplicativos MobileAmure Pinho
 
ALM - Testes Exploratórios
ALM - Testes ExploratóriosALM - Testes Exploratórios
ALM - Testes ExploratóriosAlan Carlos
 
Criando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deploy
Criando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deployCriando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deploy
Criando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deployDevCamp Campinas
 
DevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência Artificial
DevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência ArtificialDevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência Artificial
DevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência ArtificialWeslley Souza Patrocinio
 
Teste de Usabilidade e Percurso Cognitivo
Teste de Usabilidade e Percurso CognitivoTeste de Usabilidade e Percurso Cognitivo
Teste de Usabilidade e Percurso CognitivoLaís Berlatto
 
Principles and best practices of Product Design
Principles and best practices of Product DesignPrinciples and best practices of Product Design
Principles and best practices of Product DesignProduct School
 
Interação Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de OliveiraInteração Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de OliveiraWellington Oliveira
 
Requisitos Ágeis um novo mindset
Requisitos Ágeis um novo mindsetRequisitos Ágeis um novo mindset
Requisitos Ágeis um novo mindsetFábio Aguiar
 

Semelhante a Melhorando a experiência de uso através de micro-interações (20)

Palestra - 9 Regras Que Valem Ouro
Palestra - 9 Regras Que Valem OuroPalestra - 9 Regras Que Valem Ouro
Palestra - 9 Regras Que Valem Ouro
 
Agilidade é para desenvolvedores? Semana da Agilidade
Agilidade é para desenvolvedores? Semana da AgilidadeAgilidade é para desenvolvedores? Semana da Agilidade
Agilidade é para desenvolvedores? Semana da Agilidade
 
UAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptx
UAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptxUAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptx
UAI_Semana 5 - Testes de Usabildiade - parte 2.pptx
 
Landing Pages Matadoras - CPBR7
 Landing Pages Matadoras - CPBR7 Landing Pages Matadoras - CPBR7
Landing Pages Matadoras - CPBR7
 
Testes de Usabilidade
Testes de UsabilidadeTestes de Usabilidade
Testes de Usabilidade
 
Aula02
Aula02Aula02
Aula02
 
Mobile Analytics - A importância do Tracking
Mobile Analytics - A importância do TrackingMobile Analytics - A importância do Tracking
Mobile Analytics - A importância do Tracking
 
Digital Day BH - Microinterações
Digital Day BH - MicrointeraçõesDigital Day BH - Microinterações
Digital Day BH - Microinterações
 
Métodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHCMétodos de Avaliação de IHC
Métodos de Avaliação de IHC
 
Agile Testing e outros amendoins
Agile Testing e outros amendoinsAgile Testing e outros amendoins
Agile Testing e outros amendoins
 
Workshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile
Workshop sobre Métricas para Aplicativos MobileWorkshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile
Workshop sobre Métricas para Aplicativos Mobile
 
ALM - Testes Exploratórios
ALM - Testes ExploratóriosALM - Testes Exploratórios
ALM - Testes Exploratórios
 
Criando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deploy
Criando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deployCriando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deploy
Criando produtos de Data Science & AI: da proposta ao deploy
 
DevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência Artificial
DevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência ArtificialDevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência Artificial
DevCamp 2017 - Criando produtos de Data Science e Inteligência Artificial
 
Teste de Usabilidade e Percurso Cognitivo
Teste de Usabilidade e Percurso CognitivoTeste de Usabilidade e Percurso Cognitivo
Teste de Usabilidade e Percurso Cognitivo
 
Usabilidade1
Usabilidade1Usabilidade1
Usabilidade1
 
Principles and best practices of Product Design
Principles and best practices of Product DesignPrinciples and best practices of Product Design
Principles and best practices of Product Design
 
Interação Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de OliveiraInteração Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de Oliveira
Interação Humano Computador Capítulo 10 Avaliação - Wellington Pinto de Oliveira
 
Pesquisas em tempo real
Pesquisas em tempo realPesquisas em tempo real
Pesquisas em tempo real
 
Requisitos Ágeis um novo mindset
Requisitos Ágeis um novo mindsetRequisitos Ágeis um novo mindset
Requisitos Ágeis um novo mindset
 

Mais de Ana Paula Batista

Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimentoConstruindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimentoAna Paula Batista
 
Desconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design SprintDesconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design SprintAna Paula Batista
 
Hack2B - Design Sprint Workshop
Hack2B - Design Sprint WorkshopHack2B - Design Sprint Workshop
Hack2B - Design Sprint WorkshopAna Paula Batista
 
Pesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custo
Pesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custoPesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custo
Pesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custoAna Paula Batista
 
Launchpad Build-BH - Migrando para um mundo material
Launchpad Build-BH - Migrando para um mundo materialLaunchpad Build-BH - Migrando para um mundo material
Launchpad Build-BH - Migrando para um mundo materialAna Paula Batista
 
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintEmpreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintAna Paula Batista
 
Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)
Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)
Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)Ana Paula Batista
 
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Ana Paula Batista
 
De Arquiteto a Detetive da Informação
De Arquiteto a Detetive da InformaçãoDe Arquiteto a Detetive da Informação
De Arquiteto a Detetive da InformaçãoAna Paula Batista
 
Moderando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de UsabilidadeModerando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de UsabilidadeAna Paula Batista
 

Mais de Ana Paula Batista (16)

Community Sprint
Community SprintCommunity Sprint
Community Sprint
 
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimentoConstruindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
 
Desconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design SprintDesconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design Sprint
 
Hack2B - Design Sprint Workshop
Hack2B - Design Sprint WorkshopHack2B - Design Sprint Workshop
Hack2B - Design Sprint Workshop
 
Hack2B Startups - UX?
Hack2B Startups - UX?Hack2B Startups - UX?
Hack2B Startups - UX?
 
Pesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custo
Pesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custoPesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custo
Pesquisa de Guerrilha - Entendendo seu usuário com agilidade e baixo custo
 
Launchpad Build-BH - Migrando para um mundo material
Launchpad Build-BH - Migrando para um mundo materialLaunchpad Build-BH - Migrando para um mundo material
Launchpad Build-BH - Migrando para um mundo material
 
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintEmpreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
 
Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)
Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)
Design Sprint - Lecciones Aprendidas (Meetup Lima - Ago/2016)
 
Material Design
Material DesignMaterial Design
Material Design
 
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
 
De Arquiteto a Detetive da Informação
De Arquiteto a Detetive da InformaçãoDe Arquiteto a Detetive da Informação
De Arquiteto a Detetive da Informação
 
UX para Startups
UX para StartupsUX para Startups
UX para Startups
 
Workshop de Surveys
Workshop de SurveysWorkshop de Surveys
Workshop de Surveys
 
Como mimar seus usuários
Como mimar seus usuáriosComo mimar seus usuários
Como mimar seus usuários
 
Moderando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de UsabilidadeModerando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de Usabilidade
 

Melhorando a experiência de uso através de micro-interações

  • 1. M E L H O R A N D O A E X P E R I Ê N C I A D E U S O AT R AV É S D E M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S # D F X P 1 7 Ana Paula Batista Co-Founder Sparck GDE UX/UI
  • 2. O Q U E S Ã O M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S ?
  • 3. – D A N S A F F E R “A micro-interação é um momento dentro do produto que trabalha com apenas um caso de uso específico - um pedaço pequeno de uma funcionalidade que só faz uma coisa. São pequenos momentos que podem ser idiotas e passarem despercebidos, ou agradáveis e engajadores.”
  • 4.
  • 5. – D O N N O R M A N “Mas mesmo que a big picture seja feito certa, ao menos que os detalhes também sejam trabalhados propriamente, a solução pode falhar: os detalhes são o que controla a experiência de momento-a- momento.”
  • 6. P O R Q U E ? •Melhorar o produto para que os usuários gostem de usar mais, •Criar um impacto emocional positivo no usuário devido a transições suaves, •Prover feedback imediato pro usuário baseados em ações realizadas, •Guiar o usuário de uma forma mais fluída e intuitiva, •Previnir frustrações, irritações e eventuais desgostos, •Se destacar dos concorrentes.
  • 7. D E T E C TA N D O O P O R T U N I D A D E S D E M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S • É importante saber: • Quem usa? • O que está buscando fazer? • Quais os passos necessários para realizar a tarefa? • Essencial: empatia • Observação contínua
  • 8. A E S T R U T U R A M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S Feedbacks LoopsRegrasTriggers
  • 9. T R I G G E R S M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
  • 10. B O A S P R ÁT I C A S - T R I G G E R S M A N U A I S • Reconhecimento • Consistência • Inteligência • Affordance • Visibilidade
  • 11. T R I G G E R S A U T O M ÁT I C O S ( D E S I S T E M A ) • Erros, • Localização, • Incoming Data, • Internal Data, • Outras pessoas.
  • 12. T R I G G E R S A U T O M ÁT I C O S - R E G R A S • Qual a freqüência este trigger deve iniciar? • Quais dados do usuário já são conhecidos? Eu posso utilizar para fazer este trigger ser mais efetivo, agradável e customizado? • Tem algum indicativo que o trigger foi iniciado? tem uma mudança visível do estado quando estiver pra ser iniciado, for iniciado ou foi iniciado? • O que acontece quando tiver um erro de sistema (falta de internet ou de dados por exemplo) ? Pára de tentar ou tenta de novo? Se for pra tentar de novo, até quando?
  • 13. E X E M P L O D E T R I G G E R
  • 14. R E G R A S M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
  • 15. A S R E G R A S D E T E R M I N A M : • Respostas; • Controle; • Fluxo de interações esperados; • Dados utilizados (e de onde); • Configurações e parâmetros; • Feedbacks; • Limitações; • O que acontece quando a micro interação termina.
  • 16. G E R A N D O A S R E G R A S • Comece escrevendo o que parece obvio: • Em uma página de produto o usuário clica no botão “Adicione ao carrinho” • O item é adicionado ao carrinho. • A medida que você vai projetando, as regras vão evoluindo: • Na página de produto, verifique se o usuário já comprou o item antes. Caso sim, altere o label do botão para “Adicione novamente ao carrinho.” • O usuário já tem este produto no carrinho? Altere o label para “Adicione mais um ao carrinho” • O usuário clica no botão. • O produto é adicionado ao carrinho.
  • 17. B O A S P R ÁT I C A S PA R A A S R E G R A S • Comece descobrindo onde a principal dificuldade está, então decida qual parte o usuários poderia gostar de ter, e quando, no processo geral. • Permita que o sistema realize: • Cálculos; • Múltiplas tarefas simultaneamente; • Relembrar coisas; • Detectar padrões complexos; • Buscar por um item particular, dentro de uma grande base de dados. • Limite as opções ou “preveja” o próximo passo. • Previna erros.
  • 18. F E E D B A C K S M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
  • 19. B O A S P R ÁT I C A S • Personalidade; • Transmitir o que pode ou não; • Necessidades e objetivos claros; • Seja visual; • Use cursor, tooltips, barras de scroll etc para mensagens de feedback.
  • 20. Q U A N D O E O Q U E • Devem ocorrer quando: • Imediatamente depois de um trigger manual ou durante um ajuste manual de uma regra; • Em um trigger automático no qual o estado foi alterado significativamente; • Sempre que um usuário se aproximar (ou ultrapassar) de uma regra; • Quando o sistema não pode executar um comando; • Mostrar o progresso de algo crítico, especialmente se for demorar muito tempo para executar; • Diz que: algo aconteceu, você fez algo, um processo foi iniciado, um processo foi terminado, um processo está em andamento, você não pode fazer isso.
  • 21. A N I M A Ç Õ E S C O M O F E E D B A C K • Manter o contexto enquanto vê outros itens (carrossel); • Explicar o que aconteceu (puff quando apagar); • Mostrar relacionamento entre objetos; • Chamar atenção para algo; • Melhorar a percepção de performance; • Criar a ilusão de um espaço virtual (slides); • Encorajar um maior engajamento através de animações interessantes.
  • 22. L O O P S E M O D E S M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S
  • 23. L O O P S • Meta-regras; • Define ritmo e ciclo de vida de uma micro-interação; • Garante que uma ação contínua não dure tempo demais; • Tipos: • Limitado a um número específico de vezes; • Controlado por uma condição; • Delimitado por um sub-set de um universo definido; • Infinito • Também podem ser usados para reconhecer comportamentos (do usuário ou do sistema); • Alterar o comportamento de uma micro-interação baseada no conhecimento do sistema sobre o usuário.
  • 24. G O O G L E D O C S Objetivo do usuário: Uma maneira fácil e intuitiva de manter os documentos organizados.
  • 25. G O O G L E D O C S Trigger: Clicar no título do documento. (hover)
  • 26. G O O G L E D O C S Regras: Preenche com a primeira linha do documento e deixa o texto selecionado.
  • 27. G O O G L E D O C S Feedback: Altera a cor da borda do input, tornando mais identificável.
  • 28. G O O G L E D O C S Loops: Depois de nomeado, ao clicar no título ele não fica inteiro selecionado.
  • 29. M I C R O - I N T E R A Ç Õ E S H U M A N I Z A M A L G O C O M P U TA D O R I Z A D O .
  • 30. O B R I G A D @ ! A N A @ S PA R C K . C O M . B R @ A N A P B TA