Geminus

580 visualizações

Publicada em

Apresentação

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geminus

  1. 1. LojaGeminus<br />Análise do Ponto de venda<br />Gestão de Distribuição<br />
  2. 2. Índice<br />Introdução <br />1. Tipologia do ponto de venda <br />2. Análise estática do ponto de venda <br />2.1. Localização <br />2.2. Zona de influência <br />2.2.1. Parâmetros comerciais da clientela <br />2.2.2. Parâmetros comerciais da concorrência <br />2.2.3. Parâmetros comerciais do próprio ponto de venda<br />2.3. Custos de implantação <br />2.4. Arquitectura e obras <br />2.5. Mobiliário e equipamentos <br />2.6. Implantação das secções <br />(lay-out) <br />3. Análise dinâmica do ponto de venda <br />3.1. O sortido <br />3.1.1. Noção de sortido <br />3.1.2. Selecção e composição do sortido <br />3.2. O aprovisionamento <br />3.2.1. O stock <br />3.2.2. A previsão das vendas <br />3.3. A política de preços <br />3.4. A fixação dos preços <br />3.4.1. Formação dos preços <br />3.5. Animação da loja <br /> 3.5.1. As promoções <br />Conclusão<br />Bibliografia<br />Gestão de Distribuição<br />
  3. 3. Introdução<br /> O ponto de venda neste trabalho irá recair sobre o vestuário. Como nos foi proposto teríamos que escolher uma loja em Oliveira do Hospital, onde está localizada a nossa escola, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH). A loja escolhida foi a loja “Geminus”, que é uma das lojas mais conhecidas em Oliveira do Hospital, por ser uma das únicas a ter no seu interior uma vasta variedade de marcas, sendo por sua vez, frequentada por gente que se insere numa classe social média-alta. <br /> Vamos apresentar ao longo do trabalho todos os constituintes do ponto de venda e inserindo em si as perguntas e consequentes respostas que conseguimos obter da dona da “nossa” loja, tal como das suas funcionárias.<br />Gestão de Distribuição<br />
  4. 4. 1. Tipologia do ponto de venda<br />As três classes de produtos que Melvin considerou foram:<br /><ul><li>Produtos de comodidade – são os produtos simples e de pouco valor acrescentado;
  5. 5. Produtos de comparação – são os produtos aos quais os consumidores diferenciam marcas e fazem-no em função do seu preço e da sua qualidade;
  6. 6. Produtos de convicção – são os produtos que originam elevados graus de lealdade em relação a certas marcas.</li></ul> <br /> <br />Gestão de Distribuição<br />
  7. 7. 1. Tipologia do ponto de venda<br /><ul><li>A loja escolhida tem por nome “Geminus”
  8. 8. E uma loja de Produtos de comparação
  9. 9. Os clientes que a frequentam escolhem-na por esta ter produtos que se diferenciam pelas marcas e pelos preços praticados.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  10. 10. 2. Análise Estática do ponto de venda<br />2.1. Localização<br /><ul><li>É o primeiro factor de escolha do consumidor em relação à sua habitação e ao seu trabalho
  11. 11. A localização assume uma vantagem competitiva.
  12. 12. No que diz respeito à localização da nossa loja, esta está numa zona comercial não planificada. (significa que existem dois ou mais pontos de venda, através de um processo espontâneo, em que se situam próximos uns dos outros e assim oferecem um conjunto de ofertas variadas para os consumidores).</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  13. 13. Análise Estática do ponto de venda<br />Meio envolvente da loja “Geminus”:<br /><ul><li> Existem mais duas lojas, que mesmo não sendo concorrentes directos vendem produtos das mesmas marcas (sendo apenas uma só marca), mas de referir que uma dessas lojas vende roupa da estilista “Ana Sousa”.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  14. 14. 2. Análise Estática do ponto de venda<br />2.2. Zona de influência<br /><ul><li> É uma zona que pode ser definida como toda a área geográfica que delimitada, contém consumidores ou até mesmo potenciais consumidores de bens e/ou serviços, mas estes tem que ser reportados a um ponto de venda ou a um conjunto de pontos de venda.
  15. 15. A delimitação implica uma relação espaço-tempo que se divide em 3 zonas: primárias, secundárias e terciárias.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  16. 16. Análise Estática do ponto de venda<br />No que diz respeito, à zona primária:<br /><ul><li> A zona envolvente da loja por nós analisada é na sua grande maioria constituída por uma zona habitacional, mas existem ainda nessa rua algumas lojas de vestuário que diferem no estilo e marcas de roupas que abarcam. </li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  17. 17. Análise Estática do ponto de venda<br />Relativamente à zona secundária:<br /><ul><li> No nosso caso, podemos referir as aldeias em redor de Oliveira do Hospital.</li></ul> Essas aldeias são: <br /><ul><li>Aldeia de Nogueira, Vendas de Galizes, Nogueira do Cravo, Senhor das Almas, Vilela, Lagares da Beira, entre outras.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  18. 18. Análise Estática do ponto de venda<br />Por último temos a zona terciária:<br />Refere-se os concelhos situados perto de Oliveira do Hospital, tais como: Tábua, Seia e Arganil.<br />Gestão de Distribuição<br />
  19. 19. 2. Análise Estática do ponto de venda <br />2.2.1. Parâmetros socioeconómicos da clientela<br /> Neste ponto deve-se ter em conta os diferentes tipos de clientes. Os tipos de clientela são: <br /><ul><li>Clientela de proximidade - que corresponde aos residentes na zona de influência primária;
  20. 20. Clientela de atracção – que é constituída por residentes nas zonas secundárias e terciárias;
  21. 21. Deve-se ter em atenção a taxa de transformação que é a relação entre o número de visitantes da loja e os efectivos compradores.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  22. 22. 2. Análise Estática do ponto de venda<br />2.2.2. Parâmetros comerciais da concorrência <br />A concorrência directa:<br /><ul><li> No caso da “nossa” loja, pode-se dizer que esta não tem concorrência directa, pois as lojas que se situam em Oliveira do Hospital não vendem as marcas que a nossa loja vende.</li></ul>( tirando uma ou duas que apenas possuem uma marca idêntica, mas não é muito relevante, e de referir que normalmente a loja “Geminus” é aquela que actualiza mais rapidamente as suas colecções face aos concorrentes que não podemos considerar como directos).<br />A concorrência indirecta:<br /><ul><li>Em relação à “nossa” loja é a loja “Britos”, que apesar de ter uma marca vendida igual a da nossa loja (marca Lois), esta não tem as colecções actualizadas pois, nesta loja as vendas não são feitas pelo próprio fornecedor da marca “Lois”. </li></ul> <br />Gestão de Distribuição<br />
  23. 23. 2. Análise Estática do ponto de venda<br />2.2.3.Parâmetros comerciais do próprio ponto de venda<br /><ul><li>Dimensão:este ponto não podemos analisar porque não realizamos um estudo de mercado;
  24. 24. Forma:a loja “Geminus” é rectangular, sendo que não existem muitos ângulos nem muitas colunas;
  25. 25. Acessibilidade:o grau de facilidade de chegar à loja é relativamente fácil, sendo que, é melhor ir a pé, pois na rua onde se encontra só se circula num único sentido e um ponto de inconveniência é que existem poucos lugares de estacionamento;</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  26. 26. Análise Estática do ponto de venda<br /><ul><li>Visibilidade:este ponto é muito bom em relação a nossa loja, pois quase sempre têm que se passar nesta rua e a loja vê-se perfeitamente;
  27. 27. Insígnia(outra característica deste suporte físico): que mostra que ali se encontra uma loja de roupa, sendo que a insígnia se encontra visível e com um impacto para quem lá passa;
  28. 28. Fachada e montras: na loja por nós escolhida a loja possui várias montras, sendo que todas elas estão viradas para a rua e que dão para ver em vários ângulos das ruas que situam a loja;
  29. 29. A montra: é modificada de três em três semanas para chamar o público a atenção e quando chegam novas colecções expõem logo.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  30. 30. 2. Análise Estática do ponto de venda<br />2.3. Custos de implantação<br /> Quando nos dirigimos a loja “Geminus”, tentamos obter informações que nos ajudassem a responder a este ponto. Tal não pode acontecer porque a informação nos não nos foi concedida por parte dos responsáveis pela loja. <br />2.4. Arquitectura e obras<br /> Na nossa loja a decoração é simples, pois as cores das próprias roupas e a disposição com que são colocados já criam um ambiente agradável e com cores alegres, sendo que há a referir que existe bastante iluminação dentro da mesma e nas montras que dão para a rua.<br />Gestão de Distribuição<br />
  31. 31. 2. Análise Estática do ponto de venda<br />2.5. Mobiliário e equipamentos <br /><ul><li>O mobiliário é um elemento do merchandising da loja e serve essencialmente para captar e reter a atenção dos clientes, sendo que é esta a sua missão principal.
  32. 32. Na loja podemos encontrar expositores especiais, estes que são concedidos especialmente para exposição e venda de determinados artigos, tais como marcas especificas que podemos lá encontrar. Alguns exemplos para este tipo de expositores e que servem para as marcas foram: Salsa JeansWall, Concreto, Levi´s, HilfigerDemin e DOCKERS.</li></ul> <br />Gestão de Distribuição<br />
  33. 33. Análise Estática do ponto de venda<br />2.6. Implantação das secções (lay-out) <br /><ul><li> O lay-out de um estabelecimento comercial refere-se à maneira como as secções dos estabelecimentos são distribuidores na placa de vendas para a orientação e circulação dos clientes.
  34. 34. Na loja “Geminus”, podemos observar que a divisão da loja é feita por secções, e que é feita também consoante as marcas que vende na sua loja.
  35. 35. A loja Geminus enquadra-se no terceiro ponto falado anteriormente, pois na loja as marcas estão separadas, esta situação não acontece só em alturas especiais tais como saldos ou promoções. (A loja encontra-se assim o ano todo, sendo que apenas pode-se verificar uma alteração quando se movem as coisas de um sítio para outro). </li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  36. 36. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.1. O sortido<br /> 3.1.1. Noção de sortido<br /><ul><li>O sortido baseia-se na forma como os consumidores fazem as suas opções de compra, e como já referimos neste trabalho a loja “Geminus”, insere-se nos produtos de compra comparada (shopping goods), em que os consumidores comparam preços, qualidade e assim nos produtos que querem comprar.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  37. 37. Análise dinâmica do ponto de venda<br />A loja “Geminus” tem ainda várias categorias de produtos e que vai utilizando conforme acha conveniente par si e para a rentabilidade da sua loja, mas sem nunca esquece os seus clientes. Essas categorias podem ser definidas como: <br /><ul><li> Categorias de produtos-novidade(fadmerchandise), a loja utiliza isto quando com um determinado produto consegue atingir elevados níveis de venda durante um curto período de tempo e de uma forma activa mas fugás;
  38. 38. Categorias dos produtos básicos, estes são os produtos que suscitam a procura continua, isto é, aqueles produtos que são procurados ao longo do ano não tendo épocas específicas.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  39. 39. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.1.2. Selecção e composição do sortido<br />Este ponto é fundamental para as lojas pois pode ser a arma ideal para se distanciar da concorrência. E é fundamental ainda uma selecção do sortido, pois consegue-se satisfazer alguns sectores da clientela em detrimento de outros. <br />Gestão de Distribuição<br />
  40. 40. Análise dinâmica do ponto de venda<br />O plano de sortido contém dois elementos:<br /><ul><li>Duração– esta deve ser anual, semestral ou trimestral. Para a categoria de produtos básicos deve-se ir fazendo uma revisão constante;
  41. 41. Conteúdo – deve conter, família por família, todos os produtos apresentados e os respectivos preços. Os produtos básicos são os que merecem maior atenção e maior importância, pois são aqueles que são mais vendidos e que dão mais margem de lucro.</li></ul> (Neste ponto foi tudo o que podemos observar, tendo em atenção a loja “Geminus”)<br />Gestão de Distribuição<br />
  42. 42. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.2. O aprovisionamento<br /><ul><li>É necessário ter uma correcta composição de sortido da empresa, no entanto também é necessário administrá-lo de maneira a que o ponto de venda se encontre abastecido conforme se vão realizando as vendas.
  43. 43. Para se ter um bom aprovisionamento da loja, devemos ter em conta os seguintes pontos: Rotação; Stock; e o nível de serviço.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  44. 44. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.2.1. O stock<br />O stock é de uma grande importância no ponto de venda, a preocupação do gestor é mantê-lo equilibrado em relação à quantidade vendida, ou seja, equilibrar o investimento realizado na aquisição de mercadorias perante as vendas.<br />Gestão de Distribuição<br />
  45. 45. Análise dinâmica do ponto de venda<br />Quando se tem em conta o stock de uma loja deve-se ter em conta os seguintes pontos:<br />Cobrir as vendas de um certo período;<br />Permitir apresentação no linear com quantidades suficientes;<br />Cobrir as possíveis oscilações do ritmo de vendas.<br /><ul><li> O stock da nossa loja é gerido juntamente com o stock de uma outra loja que detêm em Seia. Quando uma das lojas não tem algum produto estes entram em contacto com a outra loja para saberem se ainda possuem o produto desejado pelo cliente, caso isso aconteça ou o cliente se desloca à loja ou o produto é entregue na loja que o cliente pretende.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  46. 46. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.2.1. A previsão das vendas:<br />Uma gestão eficaz de stock exige uma previsão muito exacta quando possível das vendas que se realizam durante um determinado tempo para que se constitui o stock.<br /> No que diz respeito ao sistema que a loja “Geminus” faz para a reposição do seu stock é o sistema do ponto de pedido que consiste em efectuar o pedido quando o stock chega a determinado ponto.<br />Gestão de Distribuição<br />
  47. 47. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.3. A política de preços:<br /> A política de preços é um aspecto fundamental na política comercial de uma loja e as decisões deste ponto são cruciais, delicadas e devem ser uma preocupação importante do gestor da loja.<br /> A loja “Geminus” não nos forneceu informação sobre estes pontos, no entanto pode-se verificar que em algumas calças da marca Salsa têm o mesmo preço que é praticado numa loja oficial “Salsa”, mas em outros produtos o preço difere para um preço mais elevado.<br />Gestão de Distribuição<br />
  48. 48. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.4. A fixação dos preços <br />3.4.1. Formação dos preços<br />O preço de compra que o distribuidor está disposto a pagar ao fornecedor para adquirir o produto que pretende comercializar. Para esta situação normalmente usa-se uma fórmula que é:<br />Preço de compra = preço de venda – margem de lucro<br />Gestão de Distribuição<br />
  49. 49. Análise dinâmica do ponto de venda<br />O preço de venda final de um produto: <br /><ul><li>Nem sempre depende apenas dos seus custos ou margens, pois isto não é suficiente.
  50. 50. inclui também custos relacionados com a qualidade dos produtos, mesmo que essas sejam intrínsecas ou raras.
  51. 51. È influenciado pela concorrência directa e a conjuntura económica.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  52. 52. Análise dinâmica do ponto de venda<br />Não nos foi possivel referir o preço de compra, nem a margem de lucro, que a nossa loja possui, pois mesmo que solicitado com muita insistência, não nos foi fornecido, sendo que apenas nos informaram que marcam com uma margem positiva e que a que têm mais margem de lucro é a roupa da marca Salsa, pois é aquela que se vende mais.<br />Gestão de Distribuição<br />
  53. 53. 3. Análise dinâmica do ponto de venda<br />3.5. Animação da loja<br /> 3.5.1. As promoções <br />A promoção é uma actividade da publicidade e da venda, que têm como utilidade ajudar num período de tempo as vendas.<br />Gestão de Distribuição<br />
  54. 54. Análise dinâmica do ponto de venda<br />Os principais objectivos com a actualização das promoções feitas pelos distribuidores são as seguintes:<br />Aumentar as vendas de um produto ou de uma família de produtos;<br />Melhorar o índice de rotação de um stock;<br />Colaborar com o fornecedor na introdução de um novo produto;<br />Reforçar a animação de uma secção ou do conjunto da loja.<br />A loja “Geminus” no final de cada estação se existir stock suficiente das colecções transactas, opta por colocar esse stock em promoção. Assim não fica com produtos por vender mesmo que não obtenha o lucro desejado.<br />Gestão de Distribuição<br />
  55. 55. Conclusão <br /> Então pode-se concluir que o ponto de venda é uma matéria que todas as empresas deveriam ter em conta.<br /> A maneira como diferentes tipos de gestão de empresas de distribuição podem diferenciá-las entre si aos olhos do consumidor, dá-se o nome de plataforma de valor.<br /> No que diz respeito, à loja “Geminus” podemos dizer que é uma das lojas ou senão a única loja que tem a maior variedade de marcas conceituadas em Oliveira do Hospital e é frequentada por clientes de uma classe social média-alta. <br /> Alguns dos pontos do trabalho não foram estruturados pois não possuímos informação necessária para que tal acontecesse. As visitas à loja foram bastante produtivas mas algumas das informações que eram necessárias não nos foram facultadas.<br />Gestão de Distribuição<br />
  56. 56. Bibliografia <br /><ul><li>Rosseau, José António (2008) Manual de Distribuição, 2ª edição, Principia, São João do Estoril;
  57. 57. Mercator XXI – Teoria e prática do marketing 10ª edição.</li></ul>Gestão de Distribuição<br />
  58. 58. Trabalho elaborado por:<br />Ana Catarina Costa Lam 604034<br />Ana Rita Xavier Lam 804023<br />Cândida Costa Lam 604003<br />Cátia de Jesus Lam 604001<br />Sara Fonseca Lam 604010 <br />Gestão de Distribuição<br />

×