Agrupamento de Escolas de Boliqueime<br />O Modelo de Auto-Avaliação <br />da Biblioteca Escolar <br />no Contexto de Esco...
A Biblioteca Escolar na Escola/Agrupamento <br />    A ligação entre  a biblioteca escolar, a escola e o sucesso educativo...
Auto-Avaliação na Escola/Agrupamento <br />A BE enquanto elemento fundamental de contribuição para as aprendizagens dos al...
Auto-Avaliação da BE <br />Para:<br />Ter um documento orientador que possibilite avaliar, de forma objectiva,  o trabalho...
Auto-Avaliação da BE<br />Para:<br />Contribuir para o reconhecimento do papel da BE no seio da Escola/Agrupamento<br />Id...
O          Modelo de Auto-Avaliação da RBE<br />É um instrumento de regulação e de melhoria contínua<br />Não é uma ameaça...
            Organização do Modelo - Domínios<br />A - Apoio ao desenvolvimento curricular<br />B - Leitura e Literacias (1...
Organização do Modelo - Subdomínios<br />A - Apoio ao Desenvolvimento Curricular<br /><ul><li>A1. Articulação curricular d...
A2. Desenvolvimento da Literacia da Informação</li></ul>B – Leitura e Literacia<br />C- Projectos, Parcerias e Actividades...
C2. Projectos e Parcerias</li></ul>D – Gestão da BE<br /><ul><li>D1. Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e...
D2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços.
D3. Gestão da Colecção</li></li></ul><li>    As Etapas do Processo<br />Estabelecimento do Perfil da BE<br />Selecção do d...
Recolha de Evidências <br />Através de:<br />Documentos reguladores da actividade da escola (PEE, PCE, PCT e RI);<br />Doc...
Intervenientes<br />A equipa da B deve estar bem <br />informada e motivada para o processo.<br />Equipa da BE<br />Profes...
Tendo por referência:<br />Níveis<br />o perfil de desempenho<br /> a concretização das actividades<br /> o seu impacto na...
Impactos da BE<br />Preparação<br />para a <br />aprendizagem ao<br />longo da vida <br />Alunos<br />Melhoria das<br />ap...
Impactos da BE<br />Professores<br />Maior colaboração<br /> com a BE<br />Mudança nas <br />práticas educativas <br />com...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Powerpoint Modelo De Auto Avaliação Da B E

506 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Powerpoint Modelo De Auto Avaliação Da B E

  1. 1. Agrupamento de Escolas de Boliqueime<br />O Modelo de Auto-Avaliação <br />da Biblioteca Escolar <br />no Contexto de Escola/Agrupamento<br />
  2. 2. A Biblioteca Escolar na Escola/Agrupamento <br /> A ligação entre a biblioteca escolar, a escola e o sucesso educativo é hoje um facto assumido por Organizações e Associações Internacionais que a definem como um núcleo de trabalho e de aprendizagem ao serviço da escola.<br />
  3. 3. Auto-Avaliação na Escola/Agrupamento <br />A BE enquanto elemento fundamental de contribuição para as aprendizagens dos alunos e para o seu sucesso educativo deve focalizar a sua missão em função da Escola/Agrupamento onde está inserida, por isso deve integrar-se nos documentos que a regem: <br />Projecto Educativo, Regulamento Interno e Projecto Curricular<br />É dever da Escola/Agrupamento questionar que impacto qualitativo tem a Biblioteca Escolar junto dos seus utilizadores privilegiados – os alunos.<br />
  4. 4. Auto-Avaliação da BE <br />Para:<br />Ter um documento orientador que possibilite avaliar, de forma objectiva, o trabalho da BE<br />Objectivar o trabalho da BE, de modo a aferir qual o seu contributo nas aprendizagens, no sucesso educativo, nas atitudes, valores e na construção da aprendizagem ao longo da vida <br />Conhecer o impacto que as actividades realizadas pela e com a BE, vão tendo no processo de ensino – aprendizagem, bem como o grau de eficiência dos serviços prestados e a satisfação dos seus utilizadores<br />
  5. 5. Auto-Avaliação da BE<br />Para:<br />Contribuir para o reconhecimento do papel da BE no seio da Escola/Agrupamento<br />Identificar os pontos fracos da acção da BE de forma a traçar planos de melhoria<br />Traçar um Plano de Acção eficaz para a BE: <br />O que estamos fazer? O que precisamos fazer? <br /> Como vamos fazer?<br />
  6. 6. O Modelo de Auto-Avaliação da RBE<br />É um instrumento de regulação e de melhoria contínua<br />Não é uma ameaça, é uma oportunidade de melhorar a qualidade dos serviços<br />Investiga os resultados da acção da BE, demonstrando o sucesso e o impacto dos seus serviços<br />Permite a tomada de decisões baseada em evidências<br />Deve mobilizar toda a escola<br />Conduz à reflexão e origina a mudança<br />
  7. 7. Organização do Modelo - Domínios<br />A - Apoio ao desenvolvimento curricular<br />B - Leitura e Literacias (1ºano - domínio escolhido)<br />C – Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à comunidade<br />D - Gestão da BE <br />Os quatro domínios a avaliar representam áreas essenciais para que a BE cumpra a sua missão e os seus objectivos. Estes domínios serão avaliados num período de quatro anos.<br />
  8. 8. Organização do Modelo - Subdomínios<br />A - Apoio ao Desenvolvimento Curricular<br /><ul><li>A1. Articulação curricular da BE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes
  9. 9. A2. Desenvolvimento da Literacia da Informação</li></ul>B – Leitura e Literacia<br />C- Projectos, Parcerias e Actividades Livres de Abertura à Comunidade<br /><ul><li>C1. Apoio a Actividades Livres, Extra-Curriculares e de Enriquecimento Curricular
  10. 10. C2. Projectos e Parcerias</li></ul>D – Gestão da BE<br /><ul><li>D1. Articulação da BE com a Escola/ Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE
  11. 11. D2. Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços.
  12. 12. D3. Gestão da Colecção</li></li></ul><li> As Etapas do Processo<br />Estabelecimento do Perfil da BE<br />Selecção do domínio e justificação<br />Divulgação à comunidade<br />Escolha da amostra<br /> Recolha de evidências<br />Tratamento da informação recolhida e identificação do perfil de desempenho<br />Registo da auto-avaliação<br />Apresentação dos resultados<br />Elaboração do Plano de melhoria<br />Recolha de novas evidências<br />
  13. 13. Recolha de Evidências <br />Através de:<br />Documentos reguladores da actividade da escola (PEE, PCE, PCT e RI);<br />Documentos da BE (Plano de Acção, PAA, Regimento Interno;<br />Registos diversos: actas, relatórios, …<br />Materiais produzidos pela BE (Planificações, guiões, planos de sessões da BE, …)<br />Trabalhos produzidos pelos alunos na BE ou em colaboração com os docentes;<br />Instrumentos construídos para o efeito (constantes do Modelo de Auto-avaliação ou outros)<br />
  14. 14. Intervenientes<br />A equipa da B deve estar bem <br />informada e motivada para o processo.<br />Equipa da BE<br />Professores<br /> e alunos<br />Professores e alunos participam e <br />Colaboram respondendo a questionários e <br />Outras solicitações<br /> Direcção Executiva<br />Apoia e colabora na implementação do<br /> processo.<br />Analisa o relatório sobre os resultados <br />da avaliação e emite parecer com<br /> sugestões de melhoria<br />Conselho<br />Pedagógico<br />
  15. 15. Tendo por referência:<br />Níveis<br />o perfil de desempenho<br /> a concretização das actividades<br /> o seu impacto nas aprendizagens<br />a qualidade de ensino<br />aqualidade dos serviços prestados…<br />Proceder-se-á ao posicionamento da BE <br />em termos de nível de desempenho.<br />4 (Excelente)<br />3 (Bom)<br />2 (Satisfatório)<br />1 (Fraco)<br />Perfis de Desempenho<br />
  16. 16. Impactos da BE<br />Preparação<br />para a <br />aprendizagem ao<br />longo da vida <br />Alunos<br />Melhoria das<br />aprendizagens<br />Desenvolvimento <br />de<br /> competências ao<br /> nível das literacias<br />Desenvolvimento <br />de atitudes <br />e valores<br />
  17. 17. Impactos da BE<br />Professores<br />Maior colaboração<br /> com a BE<br />Mudança nas <br />práticas educativas <br />com inclusão dos<br /> recursos da BE<br />Reconhecimento <br />do papel fulcral <br />da BE para o <br />sucesso educativo<br />
  18. 18. Desafios para a BE<br />Melhorar o desempenho da BE ao nível da:<br /> Informação, Transformação e Formação<br /> Mostrar à comunidade educativa o valor da BE e qual o seu verdadeiro papel no processo de ensino/aprendizagem<br />Desenvolver uma cultura de avaliação, saber elaborar, aplicar e recolher evidências no sentido de avaliar os pontos fortes e fracos. Tentar manter e melhorar as boas práticas e alterar o que está menos ajustado<br />Saber gerir a mudança<br />
  19. 19. Bibliografia:<br />Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares.”Modelo de Auto-avaliação das bibliotecas escolares” (2008)<br />Jonhson, Doug (2005) “GettingtheMostfromyourSchoolLibrary Media Program, Principal.” Jan/Fev 2005<br />Texto da Sessão 3 – O Modelo de Auto-Avaliação no Contexto Escola/Agrupamento<br />Todd, Ross(2002)”Schoollibrarian as teachers:learningoutcomesandevidence-basedpratice”.68th IFLA Counciland General ConferenceAugust.<br />
  20. 20. A BE de Todos Nós…<br />Neste Processo de Auto-Avaliação <br /> somos todos importantes<br />contamos por isso com a vossa colaboração !!!<br />Obrigada pela atenção!<br />

×