Boas práticas ambientais

2.416 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.416
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boas práticas ambientais

  1. 1. by Ana Kastro
  2. 2. TRABALHO DE PARES Analisar a legislação e, com base na mesma, resolver a Ficha de Trabalho nº 1!by Ana Kastro
  3. 3. Decreto-Lei nº 230/2004, de 10 deDezembro – Regime jurídico para a gestão deresíduos de equipamentos eléctrioos e electrónicos O Decreto–Lei n.º 147/2008, de 29 de Julho - Diploma da Responsabilidade Ambiental http://www.apambiente.pt/Instrumentos/ResponsabilidadeAmbiental/Paginas/default.aspx
  4. 4. Nos termos do definido nos art.º 14º e 15º do Decreto-Lei n.º 147/2008, de 29 de Julho , os operadores que, no âmbito da actividade ocupacional que desenvolvem,verifiquem a ocorrência de uma situação de ameaça iminente de dano ambiental ou de dano ambiental, deverão reportar à Agência Portuguesa do Ambiente as informações relevantes através do preenchimento de um formulário de reporte. As situações a reportar referem-se exclusivamente à ocorrência ou probabilidade suficiente de ocorrência de uma alteração adversa mensurável e significativa nos seguintes níveis: - Águas; - Espécies e habitats naturais protegidos; - Solo (neste caso apenas se considera a existência dos danos ambientais se estes tiverem risco significativo para a saúde humana); by Ana Kastro
  5. 5. No caso de ocorrência de situações dedano ou ameaça iminente de dano para oambiente, deverão adoptar imediatamente todas as medidas de mitigação viáveis para imediatamente controlar, conter, eliminar ou gerir os elementos contaminantes pertinentes e quaisqueroutros factores danosos, comunicando deimediato a ocorrência às forças e serviços necessários à intervenção imediata e ao serviço municipal de protecção civil, caso necessário! by Ana Kastro
  6. 6. Já existem seguradoras que asseguram as responsabilidades ambientais…by Ana Kastro
  7. 7. http://www.youtube.com/watch?v=ghhM85Jgs xc by Ana Kastro
  8. 8. Ficha de Trabalho nº 2by Ana Kastro
  9. 9. by Ana Kastro
  10. 10. by Ana Kastro
  11. 11. by Ana Kastro
  12. 12. O que são resíduos?Os resíduos são todas as substâncias ouobjectos de que o detentor pretende ou éobrigado a desfazer-se.Ex: latas, óleos, papel, maquinaria em fim de vida, plásticos,seringas,Como são classificados?De acordo com a sua origem:- resíduos urbanos,- Resíduos industriais-Resíduos hospitalares- Resíduos agrícolas- outros.De acordo com as suas características:- Resíduos perigosos- Resíduos não perigosos.
  13. 13. A acumulação não controlada de resíduos pode dar origem a : • Contaminação do solo, da água e do ar; • Propagação de doenças contagiosas; • Acidentes ocasionais (explosões, incêndios, etc,…); • Impacte visual. Como impedir estas situações?Adoptar estratégias que visem incentivar a redução da produção dos resíduos(usando produtos e tecnologias mais limpas) e a sua reutilização e reciclagem. REDUZIR, REUTILIZAR, RECICLAR, RECUPERAR …
  14. 14. Responsabilidade do Governo Promover e desenvolver sistemas integrados de recolha, tratamento, valorização e destino final de resíduosby Ana Kastro
  15. 15. Ecopontos e pilhómetroLixo orgânico Óleos alimentares usados
  16. 16. Amalga Incineração http://www.youtube.com/watch?v=AWgRvDzG7dU by Ana Kastro
  17. 17. Vermicompostagem Pneus usados http://www.youtube.com/watch?v=Q3iL59XYhWE Transformação de óleos alimentares usados em biodiesel http://www.youtube.com/watch?v=FMuplvNfA_w
  18. 18. by Ana Kastro
  19. 19. Juntar sonasol verde (contém amoníaco) à lixívia aumenta o poder de desinfecção! Esta mistura explosiva apenas provocará em que o fizer (especialmente se estiver num local mal arejado) graves intoxicações e queimaduras nas vias respiratórias, bem como perda dos sentidos. Durante a mistura libertam.se gases altamente tóxicos! by Ana Kastro
  20. 20. Para além da poluição atmosférica, no exterior dos edifícios, as pessoas passam a maior parte dos seus dias em ambientes interiores: - nas suas casas - em transportes - nos locais de trabalho - em zonas comerciais e de lazer no interior de edifícios, etc. Por vezes, nos espaço interiores a concentração de poluentes poderá igualar ou ser superior à verificada no exterior… PORQUÊ? Nesses espaços interiores o desenvolvimento de microorganismos, o uso de produtos de limpeza, a existência de materiais e equipamentos poluentes, a própria ocupação humana e a deficiente ventilação e renovação do ar, são alguns dos contributos para que tanto o número de poluentes como a sua concentração sejam mais elevados do que no ar exterior…
  21. 21. COMO MELHORAR A QUALIDADE DO AR INTERIOR? utilização de produtos, materiais e equipamentos pouco poluentes; localização correcta das entradas de ar nos edifícios, longe de focos de poluiçãoexterior; proibição de fumar nos espaços interiores; correcto dimensionamento dos sistemas de climatização
  22. 22. http://www.apambiente.pt/ Agência Portuguesa do Ambientehttp://simula-residuos.apambiente.pt/ Simula menos resíduoshttp://www.calculadoracarbono-cgd.com Calcule a pegada ecológica* do seu local de trabalho. Ficha de Trabalho nº 3 * Pegada Ecológica - quantidade estimada de terra e água que é necessária para sustentar o nosso estilo de vida

×