SlideShare uma empresa Scribd logo
Exame Nacional do Ensino Secundário
Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março

Prova Escrita de Matemática A
12.º Ano de Escolaridade
Prova 635/2.ª Fase	

13 Páginas

Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30 minutos.

2011

VERSÃO 1

Prova 635.V1 • Página 1/ 13
–––––—––––––––––—–—–—–—— Página em branco –––––––––—–—–––—–————–-––

Prova 635.V1 • Página 2/ 13
Na folha de respostas, indique de forma legível a versão da prova. A ausência dessa indicação implica a
classificação com zero pontos das respostas aos itens do Grupo I.

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta, excepto nas respostas que impliquem
a elaboração de construções, de desenhos ou de outras representações, que podem ser, primeiramente,
elaborados a lápis, sendo, a seguir, passados a tinta.
Utilize a régua, o compasso, o esquadro, o transferidor e a calculadora gráfica sempre que for necessário.
Não é permitido o uso de corrector. Em caso de engano, deve riscar de forma inequívoca aquilo que pretende
que não seja classificado.
Escreva de forma legível a numeração dos grupos e dos itens, bem como as respectivas respostas. As
respostas ilegíveis ou que não possam ser identificadas são classificadas com zero pontos.
Para cada item, apresente apenas uma resposta. Se escrever mais do que uma resposta a um mesmo item,
apenas é classificada a resposta apresentada em primeiro lugar.

Para responder aos itens de escolha múltipla, escreva, na folha de respostas:

•  o número do item;
•  a letra que identifica a única opção escolhida.
Não apresente cálculos, nem justificações.

A prova inclui, na página 4, um Formulário.
As cotações dos itens encontram-se no final do enunciado da prova.

Prova 635.V1 • Página 3/ 13
Formulário
Comprimento de um arco de circunferência

Probabilidades

a
a r (a –  mplitude, em radianos, do ângulo ao
centro; r – raio )

µ = p1 x1 + f + p n x n

Áreas de figuras planas
Diagonal maior # Diagonal menor
Losango:
2

σ=

p 1 _x1 − µi2 + f + p n _x n − µi2

Se X é N _µ, σi, então:
P_µ − σ 1 X 1 µ + σ i . 0,6827
P_µ − 2 σ 1 X 1 µ + 2 σ i . 0,9545
P_µ − 3 σ 1 X 1 µ + 3 σ i . 0,9973

Trapézio: Base maior + Base menor # Altura

2

Polígono regular: Semiperímetro × Apótema
2
Sector circular: ar
2

(a –  mplitude, em radia­ os, do ângulo ao
a
n
centro; r – raio)

Regras de derivação
_u + v il = u l + v l
_u $ v il = u l $ v + u $ v l

u l ul $ v − u $ vl
av k =
v2
_un il = n $ un − 1 $ u l

_n ! R i

Áreas de superfícies

_sen u il = u l $ cos u

Área lateral de um cone: p r g

_cos u il = − u l $ sen u

(r – raio da base; g – geratriz )

_ tg u il =

Área de uma superfície esférica: 4 p r 2

_eu il = u l $ eu

(r – raio )

ul
cos2 u

_au il = u l $ au $ ln a _a ! R + #1 -i

ul
_ln u il = u

Volumes
Pirâmide: 1 # Área da base # Altura

3

ul
_loga u il = u ln a
$

_a ! R + #1 -i

Cone: 1 # Área da base # Altura

3

Esfera: 4 pr 3 _r - raio i

3

Trigonometria
sen (a + b) = sena . cosb + senb . cosa
cos (a + b) = cosa . cosb - sena . senb
tg a + tg b
tg (a + b) =
1 − tg a $ tg b
Complexos
n

_ρ cis θi = ρ n cis _n θ i
n

ρ cis θ = n ρ cis c θ + 2k π m, k ! #0, f, n − 1 n

Prova 635.V1 • Página 4/ 13

Limites notáveis
n

lim c1 + 1 m = e
n
lim sen x = 1
x
x0
x
lim e − 1 = 1
x
x0

ln _x + 1i
=1
x
lim ln x = 0
x +3 x
lim

x0

x
lim e p = + 3 _ p ! R i
x

x +3
GRUPO I
Na resposta a cada um dos itens deste grupo, seleccione a única opção correcta.
Escreva, na folha de respostas:

•  o número do item;
•  a letra que identifica a única opção escolhida.
Não apresente cálculos, nem justificações.

1.  Os medicamentos produzidos num laboratório são embalados em caixas de igual aspecto exterior
e indistinguíveis ao tacto. Um lote contém dez caixas de um medicamento X e vinte caixas de um
medicamento Y. Desse lote, retiram-se, ao acaso, simultaneamente, quatro caixas para controlo de
qualidade.
Qual é a probabilidade de as caixas retiradas serem todas do medicamento Y?

10C

20C

(A)  30 4 	
C

(B)  30 4 	
C

4

4

(C)  304
C

4

2
3

4

(D)  d n

	

2.  A tabela de distribuição de probabilidades de uma variável aleatória X é a seguinte.

xi

0

1

2

3

4

5

P(X = xi )

2a

a

b

b

b

1
—
10

Sabe-se que:

•  a e b são números reais
•  P (X £ 1) = 3P(X = 5)
Qual é o valor de b ?

1
10

(A)  — 	

4
15

(B)  — 	

7
30

(C)  — 	

1
5

(D)  —

Prova 635.V1 • Página 5/ 13
3.  Seja a um número real positivo e seja X uma variável aleatória com distribuição Normal N (0, 1)
Qual das igualdades seguintes é verdadeira?
 (A) P (X ≤ a ) + P (X ≥ −a ) = 0
 (B) P (X ≤ a ) = P (X ≥ −a )
 (C) P (X ≤ a ) + P (X ≥ −a ) = 1
 (D) P (X ≤ a ) = P (X  a )

4.  Na Figura 1, está representada, num referencial o. n. xOy , parte do gráfico de uma função polinomial f ,
de grau 4.

y
f
O

x

Figura 1

Qual das expressões seguintes pode definir a função f ′′, segunda derivada de f ?
 (A)  – 3)2	
(x
 (B)  + 3)2
(x
 (C)  – x 2
9
 (D)  2 – 9
x

Prova 635.V1 • Página 6/ 13
5.  Para um certo número real positivo, k, a função g definida em  por

 sen x


g (x ) =  3x

ln(k − x )


se

x 0
é contínua.

se

x ≤0

Qual é o valor de k ?
(A)  3 e 	(B) 
e3 	

e
3

(C)  — 	

(D)  3e

6.  Na Figura 2, está representado, num referencial o. n. xOy, o círculo trigonométrico.
y
A

E
)q

O

C

x

D

B

Figura 2

Sabe-se que:

•  C é o ponto de coordenadas (1, 0)
•  os pontos D e E pertencem ao eixo Oy
•  [AB ] é um diâmetro do círculo trigonométrico
•  as rectas EA e BD são paralelas ao eixo Ox
•  q é a amplitude do ângulo COA
 π
•  θ ∈  0, 
 2
Qual das expressões seguintes dá o perímetro da região sombreada na Figura 2?
 (A)  (cos q + senq)
2
 (B)  q + sen q
cos
 (C)  (1 + cos q + sen q )
2
 (D)  + cos q + sen q
1

Prova 635.V1 • Página 7/ 13
7.  Na Figura 3, está representado, no plano complexo, a sombreado, um sector circular.
Sabe-se que:

•  o ponto A é a imagem geométrica do número complexo − 3 + i
•  o ponto B tem abcissa negativa, ordenada nula, e pertence à circunferência de centro na origem do
referencial e raio igual a OA

Im(z )
A

B

O

Re (z )

Figura 3

Qual das condições seguintes define, em  , a região a sombreado, incluindo a fronteira?
(Considere como arg(z ) a determinação que pertence ao intervalo [0, 2p [ )

 (A)  z ≤ 2 ∧

2p
≤ arg(z ) ≤ p
3

 (B)  z ≤ 2 ∧

5p
≤ arg(z ) ≤ p
6

 (C)  z ≤ 4 ∧

2p
≤ arg(z ) ≤ p
3

 (D)  z ≤ 4 ∧

5p
≤ arg(z ) ≤ p
6

Prova 635.V1 • Página 8/ 13
8.  Na Figura 4, estão representadas, no plano complexo, as imagens geométricas de seis números complexos
z 1, z 2, z 3, z 4, z 5 e z 6

Im(z )
z3

z4

z5

O

z2

Re(z )

z1

z6

Figura 4

Qual é o número complexo que pode ser igual a (z 2 + z 4) × i ?
 (A)  1
z
 (B)  3
z
 (C)  5
z
 (D)  6
z

Prova 635.V1 • Página 9/ 13
GRUPO II
Na resposta a cada um dos itens deste grupo, apresente todos os cálculos que tiver de efectuar e todas as
justificações necessárias.
Atenção: quando, para um resultado, não é pedida a aproximação, apresente sempre o valor exacto.

1.  Seja  o conjunto dos números complexos.
Resolva os dois itens seguintes, sem recorrer à calculadora.
4n + 3

z ×i
−b
1.1.  Considere z1 = 1 + 2i e w = 1
, com b ∈ » e n ∈ »
 5p 
2 cis  
 4 

Determine o valor de b para o qual w é um número real.

1.2.  Seja z um número complexo tal que |z | = 1

2

Mostre que 1 + z + 1 − z

2

=4

2.  A MatFinance é uma empresa de consultoria financeira.

2.1.  Dos funcionários da MatFinance, sabe-se que:

•  60% são licenciados;
•   os que são licenciados, 80% têm idade inferior a 40 anos;
d
•   os que não são licenciados, 10% têm idade inferior a 40 anos.
d

Determine a probabilidade de um desses funcionários, escolhido ao acaso, ser licenciado, sabendo
que tem idade não inferior a 40 anos.
Apresente o resultado na forma de fracção irredutível.

Prova 635.V1 • Página 10/ 13
2.2.  Considere o problema seguinte.
«Foi pedido a 15 funcionários da MatFinance que se pronunciassem sobre um novo horário de
trabalho.
Desses 15 funcionários, 9 estão a favor do novo horário, 4 estão contra, e os restantes estão indecisos.
Escolhe-se, ao acaso, 3 funcionários de entre os 15 funcionários considerados.
De quantas maneiras diferentes podem ser escolhidos os 3 funcionários, de forma que pelo menos
2 dos funcionários escolhidos estejam a favor do novo horário de trabalho?»
Apresentam-se, em seguida, duas respostas.
Resposta I: 15C 3 − 6C 3

Resposta II: 6 × 9C + 9C
2
3

		

Apenas uma das respostas está correcta.
Elabore uma composição na qual:

•  identifique a resposta correcta;
•  explique um raciocínio que conduza à resposta correcta;
•   roponha uma alteração na expressão correspondente à resposta incorrecta, de modo a torná-la
p
correcta;

•  explique, no contexto do problema, a razão da alteração proposta.
3.  Na estufa de um certo jardim botânico, existem dois lagos aquecidos, o lago A e o lago B .
Às zero horas do dia 1 de Março de 2010, cada lago recebeu uma espécie diferente de nenúfares, a saber,
Victoria amazonica e Victoria cruziana.

N A(t ) é o número aproximado de nenúfares existentes no lago A, t dias após as zero horas do dia 1 de
Março de 2010. Esses nenúfares são da espécie Victoria amazonica e desenvolvem-se segundo o modelo
N A (t ) =

120
1 + 7 × e −0,2t

com t ≥ 0

N B (t ) é o número aproximado de nenúfares existentes no lago B, t dias após as zero horas do dia 1 de

Março de 2010. Esses nenúfares são da espécie Victoria cruziana e desenvolvem-se segundo o modelo

N B (t ) =

150
1 + 50 × e −0,4t

com t ≥ 0

Resolva os dois itens seguintes recorrendo a métodos exclusivamente analíticos.
3.1.  Como foi referido, às zero horas do dia 1 de Março de 2010, o lago A recebeu um certo número de
nenúfares da espécie Victoria amazonica. Decorridos 7 dias, esse número aumentou.
Determine de quanto foi esse aumento.
Apresente o resultado com arredondamento às unidades.
3.2.  Determine quantos dias foram necessários, após as zero horas do dia 1 de Março de 2010, para que
o número de nenúfares existentes no lago A fosse igual ao número de nenúfares existentes no lago B .
Apresente o resultado com arredondamento às unidades.

Prova 635.V1 • Página 11/ 13
4.  Considere a função f, de domínio G0,

2x
2
p
= , definida por f (x ) = e + cos x − 2x
2

Sabe-se que:

•  B é um ponto do gráfico de f
•  a recta de equação y = 8 x é paralela à recta tangente ao gráfico de f no ponto B
Determine, recorrendo à calculadora gráfica, a abcissa do ponto B
Na sua resposta, deve:

•  equacionar o problema;
•   eproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na
r
calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial;

•  indicar a abcissa do ponto B com arredondamento às centésimas.

5.  Considere a função f , de domínio 70, + 37 , definida por

 e2 −x − 1

 x −2

f x =
 x +1

 ln x + 1


se

0≤x 2

se

x ≥2

()

(

)

Resolva os três itens seguintes recorrendo a métodos exclusivamente analíticos.
5.1.  Estude f quanto à existência de assimptotas verticais do seu gráfico.
5.2.  Mostre, sem resolver a equação, que f (x ) = -3 tem, pelo menos, uma solução em F0,
5.3.  Estude f quanto à monotonia em A2, + 37

6.  Para a, b e n , números reais positivos, considere a função f , de domínio R , definida por

f _x i = a cos _n x i + b sen _n x i
Seja f ′′ a segunda derivada da função f
2

Mostre que f ll _x i + n f _x i = 0 , para qualquer número real x

FIM
Prova 635.V1 • Página 12/ 13

1

2
COTAÇÕES
GRUPO I
	.................................................................(8 × 5 pontos).........................	 40 pontos
40 pontos

GRUPO II
1.	
1.1.	 ...................................................................................................	 15 pontos
1.2.	 ...................................................................................................	 15 pontos
2.	
2.1.	 ...................................................................................................	 20 pontos
2.2.	 ...................................................................................................	 15 pontos
3.	
3.1.	 ...................................................................................................	 10 pontos
3.2.	 ...................................................................................................	 15 pontos
4.	............................................................................................................	 15 pontos
5.	
5.1.	 ...................................................................................................	 15 pontos
5.2.	 ...................................................................................................	 10 pontos
5.3.	 ...................................................................................................	 15 pontos
6.	............................................................................................................	 15 pontos
160 pontos

	TOTAL..........................................  200 pontos

Prova 635.V1 • Página 13/ 13

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os Valores
InesTeixeiraDuarte
 
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 AnoResumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
Rui Oliveira
 
Método_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_PopperMétodo_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_Popper
Isabel Moura
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º ano
FilipaFonseca
 
Thomas kuhn
Thomas kuhnThomas kuhn
Thomas kuhn
António Daniel
 
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade CognoscitivaFilosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Rafael Cristino
 
Popper e a Ciência
Popper e a CiênciaPopper e a Ciência
Popper e a Ciência
Jorge Barbosa
 
Kant e Stuart Mill
Kant e Stuart MillKant e Stuart Mill
Kant e Stuart Mill
Joana Filipa Rodrigues
 
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientificoConhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
anabelamatosanjos
 
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderadoDeterminismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
António Daniel
 
Crítica ao argumento ontológico
Crítica ao argumento ontológicoCrítica ao argumento ontológico
Crítica ao argumento ontológico
Universidade Católica Portuguesa
 
Determinismo_moderado
Determinismo_moderadoDeterminismo_moderado
Determinismo_moderado
Isabel Moura
 
A teoria ética utilitarista de Stuart Mill
A teoria ética utilitarista de Stuart MillA teoria ética utilitarista de Stuart Mill
A teoria ética utilitarista de Stuart Mill
Otávio Augusto Padilha
 
Funções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programaFunções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programa
Pedro Teixeira
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
António Fernandes
 
Conhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - KuhnConhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - Kuhn
Jorge Barbosa
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
vermar2010
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
Jorge Barbosa
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textual
gracacruz
 

Mais procurados (20)

Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os Valores
 
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 AnoResumo da disciplina de Português - 10 Ano
Resumo da disciplina de Português - 10 Ano
 
Método_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_PopperMétodo_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_Popper
 
Karl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º anoKarl popper - Filosofia 11º ano
Karl popper - Filosofia 11º ano
 
Thomas kuhn
Thomas kuhnThomas kuhn
Thomas kuhn
 
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade CognoscitivaFilosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
Filosofia 11 - Descrição e Interpretação da Atividade Cognoscitiva
 
Popper e a Ciência
Popper e a CiênciaPopper e a Ciência
Popper e a Ciência
 
Kant e Stuart Mill
Kant e Stuart MillKant e Stuart Mill
Kant e Stuart Mill
 
Tipos de conhecimento
Tipos de conhecimentoTipos de conhecimento
Tipos de conhecimento
 
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientificoConhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
 
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderadoDeterminismo, libertismo e determinismo moderado
Determinismo, libertismo e determinismo moderado
 
Crítica ao argumento ontológico
Crítica ao argumento ontológicoCrítica ao argumento ontológico
Crítica ao argumento ontológico
 
Determinismo_moderado
Determinismo_moderadoDeterminismo_moderado
Determinismo_moderado
 
A teoria ética utilitarista de Stuart Mill
A teoria ética utilitarista de Stuart MillA teoria ética utilitarista de Stuart Mill
A teoria ética utilitarista de Stuart Mill
 
Funções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programaFunções 10 - novo programa
Funções 10 - novo programa
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
 
Conhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - KuhnConhecimento Científico - Kuhn
Conhecimento Científico - Kuhn
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
 
Coesão textual
Coesão textualCoesão textual
Coesão textual
 

Destaque

Formulario 12º ano
Formulario 12º anoFormulario 12º ano
Formulario 12º ano
Study With Us
 
Exame de Matemática A_v1_2011
Exame de Matemática A_v1_2011Exame de Matemática A_v1_2011
Exame de Matemática A_v1_2011
David Azevedo
 
Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2
Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2
Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2
Yolanda Acurcio
 
Formulario
FormularioFormulario
Formulario
specialtacuara
 
Resumo Números Complexos | Matemática A 12º Ano
Resumo Números Complexos | Matemática A 12º AnoResumo Números Complexos | Matemática A 12º Ano
Resumo Números Complexos | Matemática A 12º Ano
Instituto Superior Técnico, UTL
 
Funcao exponencial
Funcao exponencialFuncao exponencial
Funcao exponencial
slidericardinho
 
Resumo Probabilidades | Matemática A 12º Ano
Resumo Probabilidades | Matemática A 12º AnoResumo Probabilidades | Matemática A 12º Ano
Resumo Probabilidades | Matemática A 12º Ano
Instituto Superior Técnico, UTL
 
Resumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º Ano
Resumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º AnoResumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º Ano
Resumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º Ano
Instituto Superior Técnico, UTL
 

Destaque (8)

Formulario 12º ano
Formulario 12º anoFormulario 12º ano
Formulario 12º ano
 
Exame de Matemática A_v1_2011
Exame de Matemática A_v1_2011Exame de Matemática A_v1_2011
Exame de Matemática A_v1_2011
 
Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2
Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2
Exame de Matematica A, 11º ano,2016.Versão 2
 
Formulario
FormularioFormulario
Formulario
 
Resumo Números Complexos | Matemática A 12º Ano
Resumo Números Complexos | Matemática A 12º AnoResumo Números Complexos | Matemática A 12º Ano
Resumo Números Complexos | Matemática A 12º Ano
 
Funcao exponencial
Funcao exponencialFuncao exponencial
Funcao exponencial
 
Resumo Probabilidades | Matemática A 12º Ano
Resumo Probabilidades | Matemática A 12º AnoResumo Probabilidades | Matemática A 12º Ano
Resumo Probabilidades | Matemática A 12º Ano
 
Resumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º Ano
Resumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º AnoResumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º Ano
Resumo Exponenciais e Logaritmicas | Matemática A 12º Ano
 

Semelhante a Mat a 635_p2_v1_2011

Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1
Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1
Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1
Yolanda Acurcio
 
Exame de Matemática A_v2_2011
Exame de Matemática A_v2_2011Exame de Matemática A_v2_2011
Exame de Matemática A_v2_2011
David Azevedo
 
Ex mat a635-f1-2015-v2
Ex mat a635-f1-2015-v2Ex mat a635-f1-2015-v2
Ex mat a635-f1-2015-v2
Yolanda Maria
 
Ex mat a635-f1-2015-v1
Ex mat a635-f1-2015-v1Ex mat a635-f1-2015-v1
Ex mat a635-f1-2015-v1
Yolanda Maria
 
12 m 2019_f1_c1
12 m 2019_f1_c112 m 2019_f1_c1
12 m 2019_f1_c1
SandraSalvador13
 
Expoente 12 prova modelo de exame-enunciado
Expoente 12 prova modelo de exame-enunciadoExpoente 12 prova modelo de exame-enunciado
Expoente 12 prova modelo de exame-enunciado
Susana Figueiredo
 
Prova final mat9 ch2 2013
Prova final mat9 ch2 2013Prova final mat9 ch2 2013
Prova final mat9 ch2 2013
Agrupamento de Escolas de Mortágua
 
Poscomp-Cadernodequestes ano2011
Poscomp-Cadernodequestes ano2011Poscomp-Cadernodequestes ano2011
Poscomp-Cadernodequestes ano2011
Maellson Marques
 
Proposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdf
Proposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdfProposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdf
Proposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdf
madamastor
 
POSCOMP Cadernodequestes ano2011
POSCOMP Cadernodequestes ano2011POSCOMP Cadernodequestes ano2011
POSCOMP Cadernodequestes ano2011
Dri Freitas
 
Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
slidericardinho
 
Propostas de provas-modelo.pdf
Propostas de provas-modelo.pdfPropostas de provas-modelo.pdf
Propostas de provas-modelo.pdf
madamastor
 
Testes 5 + 5.pdf
Testes 5 + 5.pdfTestes 5 + 5.pdf
Testes 5 + 5.pdf
TniaLopes50
 
Integral
IntegralIntegral
Integral
Carlos Campani
 
Lista de exercícios ii 8º ano resolução ii trimestre 2017
Lista de exercícios ii 8º ano resolução   ii trimestre 2017 Lista de exercícios ii 8º ano resolução   ii trimestre 2017
Lista de exercícios ii 8º ano resolução ii trimestre 2017
luisresponde
 
Ita02m
Ita02mIta02m
009_EExame_Trigonometria.pdf
009_EExame_Trigonometria.pdf009_EExame_Trigonometria.pdf
009_EExame_Trigonometria.pdf
soniadomngues
 
Porto editora maximo - 12 ano 2018-19 - 2 teste
Porto editora   maximo - 12 ano 2018-19 - 2 testePorto editora   maximo - 12 ano 2018-19 - 2 teste
Porto editora maximo - 12 ano 2018-19 - 2 teste
SARA MARTINS
 
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
aldobrasilro
 
Cn2008 2009
Cn2008 2009Cn2008 2009
Cn2008 2009
2marrow
 

Semelhante a Mat a 635_p2_v1_2011 (20)

Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1
Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1
Exame de Matematica A, 11º ano,2016 Versão 1
 
Exame de Matemática A_v2_2011
Exame de Matemática A_v2_2011Exame de Matemática A_v2_2011
Exame de Matemática A_v2_2011
 
Ex mat a635-f1-2015-v2
Ex mat a635-f1-2015-v2Ex mat a635-f1-2015-v2
Ex mat a635-f1-2015-v2
 
Ex mat a635-f1-2015-v1
Ex mat a635-f1-2015-v1Ex mat a635-f1-2015-v1
Ex mat a635-f1-2015-v1
 
12 m 2019_f1_c1
12 m 2019_f1_c112 m 2019_f1_c1
12 m 2019_f1_c1
 
Expoente 12 prova modelo de exame-enunciado
Expoente 12 prova modelo de exame-enunciadoExpoente 12 prova modelo de exame-enunciado
Expoente 12 prova modelo de exame-enunciado
 
Prova final mat9 ch2 2013
Prova final mat9 ch2 2013Prova final mat9 ch2 2013
Prova final mat9 ch2 2013
 
Poscomp-Cadernodequestes ano2011
Poscomp-Cadernodequestes ano2011Poscomp-Cadernodequestes ano2011
Poscomp-Cadernodequestes ano2011
 
Proposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdf
Proposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdfProposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdf
Proposta_Prova-modelo_MatemáticaA12_2019.pdf
 
POSCOMP Cadernodequestes ano2011
POSCOMP Cadernodequestes ano2011POSCOMP Cadernodequestes ano2011
POSCOMP Cadernodequestes ano2011
 
Revisao udesc
Revisao udescRevisao udesc
Revisao udesc
 
Propostas de provas-modelo.pdf
Propostas de provas-modelo.pdfPropostas de provas-modelo.pdf
Propostas de provas-modelo.pdf
 
Testes 5 + 5.pdf
Testes 5 + 5.pdfTestes 5 + 5.pdf
Testes 5 + 5.pdf
 
Integral
IntegralIntegral
Integral
 
Lista de exercícios ii 8º ano resolução ii trimestre 2017
Lista de exercícios ii 8º ano resolução   ii trimestre 2017 Lista de exercícios ii 8º ano resolução   ii trimestre 2017
Lista de exercícios ii 8º ano resolução ii trimestre 2017
 
Ita02m
Ita02mIta02m
Ita02m
 
009_EExame_Trigonometria.pdf
009_EExame_Trigonometria.pdf009_EExame_Trigonometria.pdf
009_EExame_Trigonometria.pdf
 
Porto editora maximo - 12 ano 2018-19 - 2 teste
Porto editora   maximo - 12 ano 2018-19 - 2 testePorto editora   maximo - 12 ano 2018-19 - 2 teste
Porto editora maximo - 12 ano 2018-19 - 2 teste
 
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004Apostila de matemática aplicada vol i 2004
Apostila de matemática aplicada vol i 2004
 
Cn2008 2009
Cn2008 2009Cn2008 2009
Cn2008 2009
 

Mat a 635_p2_v1_2011

  • 1. Exame Nacional do Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Matemática A 12.º Ano de Escolaridade Prova 635/2.ª Fase 13 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30 minutos. 2011 VERSÃO 1 Prova 635.V1 • Página 1/ 13
  • 2. –––––—––––––––––—–—–—–—— Página em branco –––––––––—–—–––—–————–-–– Prova 635.V1 • Página 2/ 13
  • 3. Na folha de respostas, indique de forma legível a versão da prova. A ausência dessa indicação implica a classificação com zero pontos das respostas aos itens do Grupo I. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta, excepto nas respostas que impliquem a elaboração de construções, de desenhos ou de outras representações, que podem ser, primeiramente, elaborados a lápis, sendo, a seguir, passados a tinta. Utilize a régua, o compasso, o esquadro, o transferidor e a calculadora gráfica sempre que for necessário. Não é permitido o uso de corrector. Em caso de engano, deve riscar de forma inequívoca aquilo que pretende que não seja classificado. Escreva de forma legível a numeração dos grupos e dos itens, bem como as respectivas respostas. As respostas ilegíveis ou que não possam ser identificadas são classificadas com zero pontos. Para cada item, apresente apenas uma resposta. Se escrever mais do que uma resposta a um mesmo item, apenas é classificada a resposta apresentada em primeiro lugar. Para responder aos itens de escolha múltipla, escreva, na folha de respostas: •  o número do item; •  a letra que identifica a única opção escolhida. Não apresente cálculos, nem justificações. A prova inclui, na página 4, um Formulário. As cotações dos itens encontram-se no final do enunciado da prova. Prova 635.V1 • Página 3/ 13
  • 4. Formulário Comprimento de um arco de circunferência Probabilidades a a r (a – mplitude, em radianos, do ângulo ao centro; r – raio ) µ = p1 x1 + f + p n x n Áreas de figuras planas Diagonal maior # Diagonal menor Losango: 2 σ= p 1 _x1 − µi2 + f + p n _x n − µi2 Se X é N _µ, σi, então: P_µ − σ 1 X 1 µ + σ i . 0,6827 P_µ − 2 σ 1 X 1 µ + 2 σ i . 0,9545 P_µ − 3 σ 1 X 1 µ + 3 σ i . 0,9973 Trapézio: Base maior + Base menor # Altura 2 Polígono regular: Semiperímetro × Apótema 2 Sector circular: ar 2 (a – mplitude, em radia­ os, do ângulo ao a n centro; r – raio) Regras de derivação _u + v il = u l + v l _u $ v il = u l $ v + u $ v l u l ul $ v − u $ vl av k = v2 _un il = n $ un − 1 $ u l _n ! R i Áreas de superfícies _sen u il = u l $ cos u Área lateral de um cone: p r g _cos u il = − u l $ sen u (r – raio da base; g – geratriz ) _ tg u il = Área de uma superfície esférica: 4 p r 2 _eu il = u l $ eu (r – raio ) ul cos2 u _au il = u l $ au $ ln a _a ! R + #1 -i ul _ln u il = u Volumes Pirâmide: 1 # Área da base # Altura 3 ul _loga u il = u ln a $ _a ! R + #1 -i Cone: 1 # Área da base # Altura 3 Esfera: 4 pr 3 _r - raio i 3 Trigonometria sen (a + b) = sena . cosb + senb . cosa cos (a + b) = cosa . cosb - sena . senb tg a + tg b tg (a + b) = 1 − tg a $ tg b Complexos n _ρ cis θi = ρ n cis _n θ i n ρ cis θ = n ρ cis c θ + 2k π m, k ! #0, f, n − 1 n Prova 635.V1 • Página 4/ 13 Limites notáveis n lim c1 + 1 m = e n lim sen x = 1 x x0 x lim e − 1 = 1 x x0 ln _x + 1i =1 x lim ln x = 0 x +3 x lim x0 x lim e p = + 3 _ p ! R i x x +3
  • 5. GRUPO I Na resposta a cada um dos itens deste grupo, seleccione a única opção correcta. Escreva, na folha de respostas: •  o número do item; •  a letra que identifica a única opção escolhida. Não apresente cálculos, nem justificações. 1.  Os medicamentos produzidos num laboratório são embalados em caixas de igual aspecto exterior e indistinguíveis ao tacto. Um lote contém dez caixas de um medicamento X e vinte caixas de um medicamento Y. Desse lote, retiram-se, ao acaso, simultaneamente, quatro caixas para controlo de qualidade. Qual é a probabilidade de as caixas retiradas serem todas do medicamento Y? 10C 20C (A)  30 4 C (B)  30 4 C 4 4 (C)  304 C 4 2 3 4 (D)  d n 2.  A tabela de distribuição de probabilidades de uma variável aleatória X é a seguinte. xi 0 1 2 3 4 5 P(X = xi ) 2a a b b b 1 — 10 Sabe-se que: •  a e b são números reais •  P (X £ 1) = 3P(X = 5) Qual é o valor de b ? 1 10 (A)  — 4 15 (B)  — 7 30 (C)  — 1 5 (D)  — Prova 635.V1 • Página 5/ 13
  • 6. 3.  Seja a um número real positivo e seja X uma variável aleatória com distribuição Normal N (0, 1) Qual das igualdades seguintes é verdadeira?  (A) P (X ≤ a ) + P (X ≥ −a ) = 0  (B) P (X ≤ a ) = P (X ≥ −a )  (C) P (X ≤ a ) + P (X ≥ −a ) = 1  (D) P (X ≤ a ) = P (X a ) 4.  Na Figura 1, está representada, num referencial o. n. xOy , parte do gráfico de uma função polinomial f , de grau 4. y f O x Figura 1 Qual das expressões seguintes pode definir a função f ′′, segunda derivada de f ?  (A)  – 3)2 (x  (B)  + 3)2 (x  (C)  – x 2 9  (D)  2 – 9 x Prova 635.V1 • Página 6/ 13
  • 7. 5.  Para um certo número real positivo, k, a função g definida em  por  sen x   g (x ) =  3x  ln(k − x )  se x 0 é contínua. se x ≤0 Qual é o valor de k ? (A)  3 e (B)  e3 e 3 (C)  — (D)  3e 6.  Na Figura 2, está representado, num referencial o. n. xOy, o círculo trigonométrico. y A E )q O C x D B Figura 2 Sabe-se que: •  C é o ponto de coordenadas (1, 0) •  os pontos D e E pertencem ao eixo Oy •  [AB ] é um diâmetro do círculo trigonométrico •  as rectas EA e BD são paralelas ao eixo Ox •  q é a amplitude do ângulo COA  π •  θ ∈  0,   2 Qual das expressões seguintes dá o perímetro da região sombreada na Figura 2?  (A)  (cos q + senq) 2  (B)  q + sen q cos  (C)  (1 + cos q + sen q ) 2  (D)  + cos q + sen q 1 Prova 635.V1 • Página 7/ 13
  • 8. 7.  Na Figura 3, está representado, no plano complexo, a sombreado, um sector circular. Sabe-se que: •  o ponto A é a imagem geométrica do número complexo − 3 + i •  o ponto B tem abcissa negativa, ordenada nula, e pertence à circunferência de centro na origem do referencial e raio igual a OA Im(z ) A B O Re (z ) Figura 3 Qual das condições seguintes define, em  , a região a sombreado, incluindo a fronteira? (Considere como arg(z ) a determinação que pertence ao intervalo [0, 2p [ )  (A)  z ≤ 2 ∧ 2p ≤ arg(z ) ≤ p 3  (B)  z ≤ 2 ∧ 5p ≤ arg(z ) ≤ p 6  (C)  z ≤ 4 ∧ 2p ≤ arg(z ) ≤ p 3  (D)  z ≤ 4 ∧ 5p ≤ arg(z ) ≤ p 6 Prova 635.V1 • Página 8/ 13
  • 9. 8.  Na Figura 4, estão representadas, no plano complexo, as imagens geométricas de seis números complexos z 1, z 2, z 3, z 4, z 5 e z 6 Im(z ) z3 z4 z5 O z2 Re(z ) z1 z6 Figura 4 Qual é o número complexo que pode ser igual a (z 2 + z 4) × i ?  (A)  1 z  (B)  3 z  (C)  5 z  (D)  6 z Prova 635.V1 • Página 9/ 13
  • 10. GRUPO II Na resposta a cada um dos itens deste grupo, apresente todos os cálculos que tiver de efectuar e todas as justificações necessárias. Atenção: quando, para um resultado, não é pedida a aproximação, apresente sempre o valor exacto. 1.  Seja  o conjunto dos números complexos. Resolva os dois itens seguintes, sem recorrer à calculadora. 4n + 3 z ×i −b 1.1.  Considere z1 = 1 + 2i e w = 1 , com b ∈ » e n ∈ »  5p  2 cis    4  Determine o valor de b para o qual w é um número real. 1.2.  Seja z um número complexo tal que |z | = 1 2 Mostre que 1 + z + 1 − z 2 =4 2.  A MatFinance é uma empresa de consultoria financeira. 2.1.  Dos funcionários da MatFinance, sabe-se que: •  60% são licenciados; •  os que são licenciados, 80% têm idade inferior a 40 anos; d •  os que não são licenciados, 10% têm idade inferior a 40 anos. d Determine a probabilidade de um desses funcionários, escolhido ao acaso, ser licenciado, sabendo que tem idade não inferior a 40 anos. Apresente o resultado na forma de fracção irredutível. Prova 635.V1 • Página 10/ 13
  • 11. 2.2.  Considere o problema seguinte. «Foi pedido a 15 funcionários da MatFinance que se pronunciassem sobre um novo horário de trabalho. Desses 15 funcionários, 9 estão a favor do novo horário, 4 estão contra, e os restantes estão indecisos. Escolhe-se, ao acaso, 3 funcionários de entre os 15 funcionários considerados. De quantas maneiras diferentes podem ser escolhidos os 3 funcionários, de forma que pelo menos 2 dos funcionários escolhidos estejam a favor do novo horário de trabalho?» Apresentam-se, em seguida, duas respostas. Resposta I: 15C 3 − 6C 3 Resposta II: 6 × 9C + 9C 2 3 Apenas uma das respostas está correcta. Elabore uma composição na qual: •  identifique a resposta correcta; •  explique um raciocínio que conduza à resposta correcta; •  roponha uma alteração na expressão correspondente à resposta incorrecta, de modo a torná-la p correcta; •  explique, no contexto do problema, a razão da alteração proposta. 3.  Na estufa de um certo jardim botânico, existem dois lagos aquecidos, o lago A e o lago B . Às zero horas do dia 1 de Março de 2010, cada lago recebeu uma espécie diferente de nenúfares, a saber, Victoria amazonica e Victoria cruziana. N A(t ) é o número aproximado de nenúfares existentes no lago A, t dias após as zero horas do dia 1 de Março de 2010. Esses nenúfares são da espécie Victoria amazonica e desenvolvem-se segundo o modelo N A (t ) = 120 1 + 7 × e −0,2t com t ≥ 0 N B (t ) é o número aproximado de nenúfares existentes no lago B, t dias após as zero horas do dia 1 de Março de 2010. Esses nenúfares são da espécie Victoria cruziana e desenvolvem-se segundo o modelo N B (t ) = 150 1 + 50 × e −0,4t com t ≥ 0 Resolva os dois itens seguintes recorrendo a métodos exclusivamente analíticos. 3.1.  Como foi referido, às zero horas do dia 1 de Março de 2010, o lago A recebeu um certo número de nenúfares da espécie Victoria amazonica. Decorridos 7 dias, esse número aumentou. Determine de quanto foi esse aumento. Apresente o resultado com arredondamento às unidades. 3.2.  Determine quantos dias foram necessários, após as zero horas do dia 1 de Março de 2010, para que o número de nenúfares existentes no lago A fosse igual ao número de nenúfares existentes no lago B . Apresente o resultado com arredondamento às unidades. Prova 635.V1 • Página 11/ 13
  • 12. 4.  Considere a função f, de domínio G0, 2x 2 p = , definida por f (x ) = e + cos x − 2x 2 Sabe-se que: •  B é um ponto do gráfico de f •  a recta de equação y = 8 x é paralela à recta tangente ao gráfico de f no ponto B Determine, recorrendo à calculadora gráfica, a abcissa do ponto B Na sua resposta, deve: •  equacionar o problema; •  eproduzir o gráfico da função ou os gráficos das funções que tiver necessidade de visualizar na r calculadora, devidamente identificado(s), incluindo o referencial; •  indicar a abcissa do ponto B com arredondamento às centésimas. 5.  Considere a função f , de domínio 70, + 37 , definida por  e2 −x − 1   x −2  f x =  x +1   ln x + 1  se 0≤x 2 se x ≥2 () ( ) Resolva os três itens seguintes recorrendo a métodos exclusivamente analíticos. 5.1.  Estude f quanto à existência de assimptotas verticais do seu gráfico. 5.2.  Mostre, sem resolver a equação, que f (x ) = -3 tem, pelo menos, uma solução em F0, 5.3.  Estude f quanto à monotonia em A2, + 37 6.  Para a, b e n , números reais positivos, considere a função f , de domínio R , definida por f _x i = a cos _n x i + b sen _n x i Seja f ′′ a segunda derivada da função f 2 Mostre que f ll _x i + n f _x i = 0 , para qualquer número real x FIM Prova 635.V1 • Página 12/ 13 1 2
  • 13. COTAÇÕES GRUPO I .................................................................(8 × 5 pontos)......................... 40 pontos 40 pontos GRUPO II 1. 1.1. ................................................................................................... 15 pontos 1.2. ................................................................................................... 15 pontos 2. 2.1. ................................................................................................... 20 pontos 2.2. ................................................................................................... 15 pontos 3. 3.1. ................................................................................................... 10 pontos 3.2. ................................................................................................... 15 pontos 4. ............................................................................................................ 15 pontos 5. 5.1. ................................................................................................... 15 pontos 5.2. ................................................................................................... 10 pontos 5.3. ................................................................................................... 15 pontos 6. ............................................................................................................ 15 pontos 160 pontos TOTAL..........................................  200 pontos Prova 635.V1 • Página 13/ 13