Olhares sobre o Ideb

5.256 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.256
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
311
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Olhares sobre o Ideb

  1. 1. Apresentação:Olhares sobre o IDEB
  2. 2. O Índice de Desenvolvimento da EducaçãoBásica (Ideb) foi criado em 2007 paramedir a qualidade de cada escola e decada rede de ensino.
  3. 3. O Ideb sintetiza dois conceitos igualmenteimportantes para a qualidade daeducação: Aprovação e média de desempenhodos estudantes em língua portuguesa ematemática. O indicador é calculado a partir dosdados sobre aprovação escolar, obtidos noCenso Escolar, e médias de desempenhonas avaliações do Inep.
  4. 4. São dois exames que compõem o sistemade avaliação da educação básica. O Saeb é aplicado aos alunos das redespublicas e privadas do país, matriculadosno 3 ano do ensino médio. A Prova Brasil é aplicada aos alunos dasredes publicas e privadas dopaís, matriculados no 5º e 9º ano.fonte: Inep – Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.
  5. 5. Permitir um mapeamento detalhado daeducação brasileira, com dados porescolas, municípios e estados, além deidentificar quem são os que mais precisamde investimentos e cobrar resultados.
  6. 6. Fonte: Portal do Ideb
  7. 7. O IDEB segue o modelo do PISA(Programme for International StudentAssessment) que é um programainternacional para avaliação deestudantes dirigida a aos alunos comidade de 15 anos.
  8. 8. O programa de avaliação PISA é umainiciativa da OCDE (Organização paraCooperação e DesenvolvimentoEconômico) organização que agrupa aseconomias mais desenvolvidas domercado, esta avaliação mede acompetência dos alunos em três áreas:leitura, ciências e matemática.
  9. 9. O desempenho do Brasil no PISA ésemelhante ao de países como:Trinidad e TobagoMontenegro Jordânia.E na America do Sul ficamos abaixo de:ChileUruguaiColômbia
  10. 10. Fonte: Portal do MEC
  11. 11. “O Estado brasileiro logrou legitimar asua opção por uma regulação avaliativacentralizada, externa aos sistemas e àsescolas, e conduzida segundo princípiospolítico-administrativos e pedagógicos queenfatizaram a administração gerencial,...naperspectiva de uma lógica de mercado”.(FREITAS, 2007, p. 187)
  12. 12. Escola com ... Ideb alto: Ideb baixo:Profissionais motivados Profissionais desmotivadosMais atenção Menos atençãoMais prestígio Menos prestígio
  13. 13. “Parece que a mesma avaliação punitivaque por tanto tempo se aplicou aoestudante passou a ser aplicadatambém à escola”.Professora Benigna Vilas Boas - UnB
  14. 14. Das 9 escolas municipais de Mangaratibaque ministram o primeiro segmento doensino fundamental aferidas em 2009, aspiores notas foram de escolas delocalidades socialmente prejudicadas.
  15. 15. MUNICÍPIO DE MANGARATIBA IDEB REAL IDEB PLANEJADO ESCOLA LOCALIDADE 2007 2009 2007 2009 A CONCEIÇÃO DE JACAREI 2,1 2,7 3,4 3,8 B ALTO MURIQUI 3,7 3,7 4,0 4,4 C CENTRO 3,8 3,9 3,5 3,8 D MURIQUI 3,8 4,0 4,5 4,8 E CENTRO 3,3 4,0 4,3 4,6 F ITACURUÇA 3,7 4,4 4,6 5,0 G CENTRO 4,8 4,9 43 4,6 H PRAIA DO SACO 4,7 5,0 3,7 4,0 I IBICUI 4,9 ** 4,3 **Fonte: Portal do Idebhttp://www.mangaratiba.rj.gov.br/sec_educacao/nossasescolas.html
  16. 16. “A idéia original era que o Ideb servissecomo diagnóstico de problemas eplanejamento de ações para correção.Infelizmente alguns grupos e a mídia estãotransformando o Ideb em mais umaferramenta de exclusão, criando umranking das melhores e piores escolas,contribuindo assim para o aumento dopreconceito e da exclusão.”Professora Benigna Vilas Boas - UnB
  17. 17. Uma boa ferramenta avaliadora deve dar aescola subsídios para se atingir osobjetivos traçados conjuntamente, escola ecomunidade, e neste cenário oconhecimento dos problemas, é umprimeiro passo para a correção dosmesmos.
  18. 18. Fontes: VILLAS-BOAS, Benigna – Virando a Escola do Avesso por Meio da Avaliação –Papirus -Campinas/SP – 2008.FREITAS, Dirce Ney. A avaliação da educação básica no Brasil: dimensão normativa,pedagógica, e educativa. Campinas: Autores Associados, 2007.http://sistemasideb.inep.gov.br/resultado/ acessado em 03/04/2012.

×