SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Preparação, Acondicionamento e Controle dos Meios de Cultura
Exigências Inerentes pH – apropriado e não ácido Temperatura – antes = frio Pressão Osmótica Grau de Umidade Tensão de Oxigênio – aeróbias, anaeróbias, facultativas e microaerófilas
Exigências Nutritivas  Fonte de Carbono Fonte de Nitrogênio Fonte de Energia Fonte de Sais Minerais Vitaminas e Aminoácidos
Preparo do Meio Sólido – em placa Tubo – (1)horizontal e (2) inclinado  1 2
Classificação dos Meios de Cultura Quanto à Consistência ,[object Object]
Semi-Sólido: Presença de nutrientes e Ágar em [ ] menor que 15g/1000ml;
Sólido: Presença de nutrientes e Ágar em [ ] maior que15g/1000ml.,[object Object]
Seletivos: É aquele que inibe o crescimento de microrganismos, porém permitem o crescimento de outros;,[object Object]
Manutenção: Permite a viabilidade e manutenção de características fisiológicas de um microrganismo.,[object Object]
Semi-Sólido:(SIM -Sulfeto IdolMotilidade)
Sólido: (MSA - Manitol SaltÁgar, AS – Ágar Sangue)Quanto à Função ,[object Object]
Seletivos :(MSA, MC – MacConkey)
Diferenciador: (MC, AS)
Manutenção: (NA- Nutriente Ágar),[object Object]
Peptona
Dextrose
Cloreto e Fosfato de Sódio
Água destilada MC-MacConkey – meio seletivo e sólido em placa ,[object Object]
Peptona
Lactose
Cloreto de Sódio
Ágar
Vermelho Neutro
Cristal Violeta
Água destilada NA– meio de manutenção e sólido em tubo ,[object Object]
Extrato de Carne
Ágar
Água destilada,[object Object]
   		Controle e Armazenamento                      		 Autoclavagem – 121 C por 30 min 		Refrigeração –            contínua
Armazenamento dos Meios Inicialmente devem ser guardados na geladeira dentro de plásticos para evitar a desidratação; Os tubos isolados com rolhas e alumínio na geladeira; Após a inoculação deve ser incubado em estufa a temperatura ambiente; Identificação do conteúdo, data de preparação e vencimento.
Controle de Qualidade  Uma amostra do lote deve ser inoculada e observada para testar  viabilidade dos nutrientes e certeza de resultados. Ex: Estreptococos grupo A em ágar sangue – observar bom crescimento e beta-hemólise.
Crescimento Bacteriano Crescimento Fase Estacionária LOG Declínio LAG Tempo Lag = Latência    Log = Exponencial    Estacionária = Stop     Declínio = Decaímento por competição
Crescimento Bacteriano   Depende de: Exigências Nutritivas Exigências Inerentes
Inoculação
Inoculação Placa   Estriagem   Esgotamento ,[object Object],    - Líquido - Semear 	- Horizontal – picagem 		      profunda (2/3) 	- Inclinado - estriagem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Métodos de extração
Métodos de extraçãoMétodos de extração
Métodos de extraçãovanessaracele
 
Aula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianas
Aula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianasAula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianas
Aula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianasJaqueline Almeida
 
Eventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentosEventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentosProqualis
 
Estudos epidemiológicos
Estudos epidemiológicosEstudos epidemiológicos
Estudos epidemiológicosLene So
 
Aula 4 estudo de caso controle
Aula 4   estudo de caso controleAula 4   estudo de caso controle
Aula 4 estudo de caso controleRicardo Alexandre
 
Aula 04 metodologia de um tcc
Aula 04   metodologia de um tccAula 04   metodologia de um tcc
Aula 04 metodologia de um tccHidematuda
 
Puericultura - Roteiro de Consulta
Puericultura - Roteiro de ConsultaPuericultura - Roteiro de Consulta
Puericultura - Roteiro de Consultablogped1
 
Técnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e Formulário
Técnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e FormulárioTécnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e Formulário
Técnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e FormulárioUniversidade Federal do Ceará
 
Aula 06 - Busca em Base de Dados
Aula 06 - Busca em Base de DadosAula 06 - Busca em Base de Dados
Aula 06 - Busca em Base de DadosGhiordanno Bruno
 
Carta de intenção
Carta de intençãoCarta de intenção
Carta de intençãomaxtematica
 
Introdução a farmacognosia
Introdução a farmacognosiaIntrodução a farmacognosia
Introdução a farmacognosiahenriquetabosa
 
Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013
Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013
Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013Juliana Ledur
 
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagemAs reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagemuniversitária
 
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma BrasilModelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma BrasilZara Hoffmann
 

Mais procurados (20)

Métodos de extração
Métodos de extraçãoMétodos de extração
Métodos de extração
 
Aula 3 - M
Aula 3  - MAula 3  - M
Aula 3 - M
 
Aula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianas
Aula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianasAula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianas
Aula de Microbiologia sobre meios de cultura e características bacterianas
 
Eventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentosEventos adversos a medicamentos
Eventos adversos a medicamentos
 
Estudos epidemiológicos
Estudos epidemiológicosEstudos epidemiológicos
Estudos epidemiológicos
 
Aula 4 - M
Aula 4 - MAula 4 - M
Aula 4 - M
 
Aula 4 estudo de caso controle
Aula 4   estudo de caso controleAula 4   estudo de caso controle
Aula 4 estudo de caso controle
 
Aula 04 metodologia de um tcc
Aula 04   metodologia de um tccAula 04   metodologia de um tcc
Aula 04 metodologia de um tcc
 
Evolução de UTI
Evolução de UTIEvolução de UTI
Evolução de UTI
 
Puericultura - Roteiro de Consulta
Puericultura - Roteiro de ConsultaPuericultura - Roteiro de Consulta
Puericultura - Roteiro de Consulta
 
Técnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e Formulário
Técnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e FormulárioTécnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e Formulário
Técnicas de Pesquisa: Entrevista, Questionário e Formulário
 
Aula 06 - Busca em Base de Dados
Aula 06 - Busca em Base de DadosAula 06 - Busca em Base de Dados
Aula 06 - Busca em Base de Dados
 
Carta de intenção
Carta de intençãoCarta de intenção
Carta de intenção
 
Introdução a farmacognosia
Introdução a farmacognosiaIntrodução a farmacognosia
Introdução a farmacognosia
 
Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013
Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013
Sepse e choque séptico em pediatria 11 2013
 
Princípios do diagnóstico microbiológico
Princípios do diagnóstico microbiológicoPrincípios do diagnóstico microbiológico
Princípios do diagnóstico microbiológico
 
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagemAs reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
 
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma BrasilModelo de Como preencher a Plataforma Brasil
Modelo de Como preencher a Plataforma Brasil
 
Saúde do Adolescente
Saúde do AdolescenteSaúde do Adolescente
Saúde do Adolescente
 
Síndrome do desconforto respiratorio
Síndrome do desconforto respiratorioSíndrome do desconforto respiratorio
Síndrome do desconforto respiratorio
 

Destaque

Meios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIA
Meios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIAMeios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIA
Meios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIAHemilly Rayanne
 
Poster meios cultura definitivo
Poster meios cultura definitivoPoster meios cultura definitivo
Poster meios cultura definitivoTCQA_ESAG
 
Os meios de comunicação e o massacre da cultura
Os meios de comunicação e o massacre da culturaOs meios de comunicação e o massacre da cultura
Os meios de comunicação e o massacre da culturaAlanna Alexandre
 
Meios de cultura
Meios de culturaMeios de cultura
Meios de culturaCam J
 
Cultura, Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Cultura, Meio ambiente e Desenvolvimento SustentávelCultura, Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Cultura, Meio ambiente e Desenvolvimento SustentávelElisabeth Dudziak
 
Dos meios às mediações - Jesús Martin-Barbeiro
Dos meios às mediações - Jesús Martin-BarbeiroDos meios às mediações - Jesús Martin-Barbeiro
Dos meios às mediações - Jesús Martin-BarbeiroAndréia Pisco
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homemdinicmax
 
Conceitos Basicos de Microgiologia
Conceitos Basicos de MicrogiologiaConceitos Basicos de Microgiologia
Conceitos Basicos de MicrogiologiaIvson Cassiano
 
Controle dos Microorganismos
Controle dos MicroorganismosControle dos Microorganismos
Controle dos Microorganismostaberado
 
Os Meios de Comunicação e a Cultura de Massa
Os Meios de Comunicação e a Cultura de MassaOs Meios de Comunicação e a Cultura de Massa
Os Meios de Comunicação e a Cultura de MassaJailson Lima
 
Resumo de micro clinica 2
Resumo de micro clinica 2Resumo de micro clinica 2
Resumo de micro clinica 2Tamara Garcia
 
Meios De Cultura E ColoraçãO
Meios De Cultura E ColoraçãOMeios De Cultura E ColoraçãO
Meios De Cultura E ColoraçãOlidypvh
 
Microbiologia: meios de cultura e provas de identificação
Microbiologia: meios de cultura e provas de identificaçãoMicrobiologia: meios de cultura e provas de identificação
Microbiologia: meios de cultura e provas de identificaçãoJoão Marcos
 
Meio de cultura em microorganismos
Meio de cultura em microorganismosMeio de cultura em microorganismos
Meio de cultura em microorganismosUERGS
 
Microrganismos e Fermentação
Microrganismos e FermentaçãoMicrorganismos e Fermentação
Microrganismos e FermentaçãoIsabel Lopes
 

Destaque (19)

Meios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIA
Meios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIAMeios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIA
Meios de cultura e Técnicas de semeio- MICROBIOLOGIA
 
Poster meios cultura definitivo
Poster meios cultura definitivoPoster meios cultura definitivo
Poster meios cultura definitivo
 
Os meios de comunicação e o massacre da cultura
Os meios de comunicação e o massacre da culturaOs meios de comunicação e o massacre da cultura
Os meios de comunicação e o massacre da cultura
 
Meios de cultura
Meios de culturaMeios de cultura
Meios de cultura
 
Cultura, Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Cultura, Meio ambiente e Desenvolvimento SustentávelCultura, Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Cultura, Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável
 
Dos meios às mediações - Jesús Martin-Barbeiro
Dos meios às mediações - Jesús Martin-BarbeiroDos meios às mediações - Jesús Martin-Barbeiro
Dos meios às mediações - Jesús Martin-Barbeiro
 
A cultura do homem
A cultura do homemA cultura do homem
A cultura do homem
 
Conceitos Basicos de Microgiologia
Conceitos Basicos de MicrogiologiaConceitos Basicos de Microgiologia
Conceitos Basicos de Microgiologia
 
Microbiologia revisão
Microbiologia revisãoMicrobiologia revisão
Microbiologia revisão
 
Controle dos Microorganismos
Controle dos MicroorganismosControle dos Microorganismos
Controle dos Microorganismos
 
Os Meios de Comunicação e a Cultura de Massa
Os Meios de Comunicação e a Cultura de MassaOs Meios de Comunicação e a Cultura de Massa
Os Meios de Comunicação e a Cultura de Massa
 
Resumo de micro clinica 2
Resumo de micro clinica 2Resumo de micro clinica 2
Resumo de micro clinica 2
 
Cultura de Massas
Cultura de MassasCultura de Massas
Cultura de Massas
 
Meios De Cultura E ColoraçãO
Meios De Cultura E ColoraçãOMeios De Cultura E ColoraçãO
Meios De Cultura E ColoraçãO
 
53292193 aula-de-meios-de-cultura
53292193 aula-de-meios-de-cultura53292193 aula-de-meios-de-cultura
53292193 aula-de-meios-de-cultura
 
Microbiologia: meios de cultura e provas de identificação
Microbiologia: meios de cultura e provas de identificaçãoMicrobiologia: meios de cultura e provas de identificação
Microbiologia: meios de cultura e provas de identificação
 
Meio de cultura em microorganismos
Meio de cultura em microorganismosMeio de cultura em microorganismos
Meio de cultura em microorganismos
 
Microrganismos e Fermentação
Microrganismos e FermentaçãoMicrorganismos e Fermentação
Microrganismos e Fermentação
 
Aula de microbiologia ppt
Aula de microbiologia   pptAula de microbiologia   ppt
Aula de microbiologia ppt
 

Semelhante a Preparo e controle de meios de cultura

AULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptx
AULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptxAULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptx
AULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptxKairaEmanuellaSDaSil
 
Crescimento bacteriano
Crescimento bacterianoCrescimento bacteriano
Crescimento bacterianoGildo Crispim
 
Apresentação pós colheita
Apresentação pós colheitaApresentação pós colheita
Apresentação pós colheitaÍtalo Arrais
 
Microbiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos net
Microbiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos netMicrobiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos net
Microbiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos netAna Paula Alves
 
Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01
Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01
Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01Juliana Rose
 
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptxAula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptxJoaraSilva1
 
Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)
Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)
Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)Weysser Felipe
 
Culturas e isolamento de bacterias meios
Culturas e isolamento de bacterias meiosCulturas e isolamento de bacterias meios
Culturas e isolamento de bacterias meiosJosBarros59
 
Capacitação preparadores 2º semestre 2011
Capacitação preparadores 2º semestre 2011Capacitação preparadores 2º semestre 2011
Capacitação preparadores 2º semestre 2011sitedcoeste
 
Factores Q Afectam Crescimento Micro
Factores Q Afectam Crescimento MicroFactores Q Afectam Crescimento Micro
Factores Q Afectam Crescimento Microllillianna
 
Aula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacteriana
Aula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacterianaAula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacteriana
Aula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacterianaJaqueline Almeida
 
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdfTEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdfHELLEN CRISTINA
 
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO D O ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO D   O ALUNO.pdfTEMPLATE PRATICA ROTEIRO D   O ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO D O ALUNO.pdfHELLEN CRISTINA
 
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdfTEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdfHELLEN CRISTINA
 

Semelhante a Preparo e controle de meios de cultura (20)

AULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptx
AULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptxAULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptx
AULA 5. EXIGÊNCIAS NUTRICIONAIS E CONDIÇÕES FÍSICAS PARA O CULTIVO.pptx
 
Crescimento bacteriano
Crescimento bacterianoCrescimento bacteriano
Crescimento bacteriano
 
Microbiologia do pescado
Microbiologia do pescadoMicrobiologia do pescado
Microbiologia do pescado
 
Apresentação pós colheita
Apresentação pós colheitaApresentação pós colheita
Apresentação pós colheita
 
Microbiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos net
Microbiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos netMicrobiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos net
Microbiologia dos alimentos fatores intrinsecos e extrinsecos net
 
tecnologia alimentos
tecnologia alimentostecnologia alimentos
tecnologia alimentos
 
Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01
Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01
Aula5 crescimentomicrobiano-140505201033-phpapp01
 
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptxAula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
Aula Morfologia e Citologia dos Fungos.pptx
 
Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)
Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)
Caracterização da qualidade do sorvete de umbú (spondias tuberosa, l)
 
Milho conserva 1
Milho conserva 1Milho conserva 1
Milho conserva 1
 
Culturas e isolamento de bacterias meios
Culturas e isolamento de bacterias meiosCulturas e isolamento de bacterias meios
Culturas e isolamento de bacterias meios
 
Relatório bio de micro
Relatório bio de microRelatório bio de micro
Relatório bio de micro
 
Aula pratica 02
Aula pratica 02Aula pratica 02
Aula pratica 02
 
Capacitação preparadores 2º semestre 2011
Capacitação preparadores 2º semestre 2011Capacitação preparadores 2º semestre 2011
Capacitação preparadores 2º semestre 2011
 
Factores Q Afectam Crescimento Micro
Factores Q Afectam Crescimento MicroFactores Q Afectam Crescimento Micro
Factores Q Afectam Crescimento Micro
 
Aula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacteriana
Aula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacterianaAula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacteriana
Aula de Microbiologia Clínica sobre Meios de cultura bacteriana
 
1317 14462-1-pb
1317 14462-1-pb1317 14462-1-pb
1317 14462-1-pb
 
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdfTEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdf
 
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO D O ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO D   O ALUNO.pdfTEMPLATE PRATICA ROTEIRO D   O ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO D O ALUNO.pdf
 
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdfTEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO    ALUNO.pdf
TEMPLATE PRATICA ROTEIRO DO ALUNO.pdf
 

Mais de Ana Claudia Rodrigues (20)

Questões para estudar
Questões para estudarQuestões para estudar
Questões para estudar
 
Atb mecanismos de ação 2
Atb mecanismos de ação   2Atb mecanismos de ação   2
Atb mecanismos de ação 2
 
Aula introdução aos atb 1
Aula introdução aos atb   1Aula introdução aos atb   1
Aula introdução aos atb 1
 
INTERAÇ
INTERAÇINTERAÇ
INTERAÇ
 
Aula 2 prm
Aula 2   prmAula 2   prm
Aula 2 prm
 
Prova microbiologia b2
Prova microbiologia b2Prova microbiologia b2
Prova microbiologia b2
 
Prova microbiologia b1
Prova microbiologia b1Prova microbiologia b1
Prova microbiologia b1
 
CQ
CQCQ
CQ
 
Aula equilíbrio ácido base
Aula equilíbrio ácido baseAula equilíbrio ácido base
Aula equilíbrio ácido base
 
fung
fungfung
fung
 
Manual do antibiograma
Manual do antibiograma Manual do antibiograma
Manual do antibiograma
 
Espiroq
EspiroqEspiroq
Espiroq
 
TSA
TSATSA
TSA
 
TSA
TSATSA
TSA
 
Aula 5 - B
Aula 5 - BAula 5 - B
Aula 5 - B
 
Aula 6 - B
Aula 6 - BAula 6 - B
Aula 6 - B
 
Antibiograma aula
Antibiograma aulaAntibiograma aula
Antibiograma aula
 
Aula 8
Aula 8 Aula 8
Aula 8
 
tsa
tsatsa
tsa
 
Função panc e hepat alunos
Função panc e hepat   alunosFunção panc e hepat   alunos
Função panc e hepat alunos
 

Preparo e controle de meios de cultura