Mulheres na TI - Rails Girls SP 2015

558 visualizações

Publicada em

Palestrinha sobre mulheres na TI dada no Rails Girls SP 2015!

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
558
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Mapa mental que fiz pra resumir um pouco do que vou falar. Inclusive mapas mentais são um ótimo jeito de organizar os pensamentos, gerar ideias e por que não, usar de sumário de apresentação, né?
  • Vamos falar um pouquinho de história então. Diz-se tanto que as carreiras em – STEM – Science, Technology, Engineering, Mathematics, ou isso que costumamos chamar de “exatas” é algo que não combina com mulher. Mas a primeira programadora do mundo, bem, foi uma mulher????
    Augusta Ada King, nascida há quase 2 séculos, filha de Lord Byron, o poeta ultrarromântico, é considerada a 1ª pessoa a escrever algo que hoje chamamos de “programa de computador”. Há relatos de que quando Ada nasceu, Lord Byron decepcionou-se por ela ser mulher. Ele e a mãe de Ada, Anne, logo se separaram e Ada não teve mais grande contato com seu pai, que morreu quando ela tinha 8 anos. Anne, com muito medo de que Ada enveredasse pelo caminho da poesia, boêmia e da famosa “perdição”, logo tratou de fornecer a Ada uma educação esmerada mais próxima à lógica e matemática. Em sua juventude, Ada desenvolveu relações de trabalho com o colega matemático britânico, Charles Babbage. O principal trabalho de Babbage ao longo da vida foi sua Máquina Analítica, uma engenhoca capaz de calcular somas e subtrações, que Babbage nunca efetivamente construiu. Em 1843, Ada publicou um artigo sobre a máquina de Babbage que continha a primeira sequência publicada de operações para um computador – UM PROGRAMA DE COMPUTADOR! – era um programa para calcular a “sequência de Bernoulli”. E por isso Ada é considerada a primeira pessoa a escrever um programa de computador. A grande sacada de Ada, uma visionária, foi perceber a máquina analítica como capaz não apenas de representar números, mas entidades genéricas, como palavras e até música, ou mais próximo a nós, representar “variáveis”.
  • Desde então temos o desenvolvimento do que hoje chamamos de ciência da computação. E tivemos sim mulheres envolvidas nessa história, como Grace Hopper, uma matemática e computeira que criou uma linguagem de programação, chamada FLOW-MATIC, que deu origem ao COBOL, amplamente utilizada no contexto de negócios anos atrás (e até hoje em alguns lugares como bancos). Há uma lenda urbana que diz que Grace foi a responsável por originar o termo “bug”, significando erro no código-fonte de um programa, quando ao procurar um problema no computador em que trabalhava, MARK II, em Harvard, descobriu um inseto morto na estrutura física do computador, que àquela época ocupava uma sala...
  • Esta imagem é da revista Cosmopolitan de 1967 e fala sobre como a programação é uma atividade “naturalmente” feminina, já que, segundo as palavras da própria Grace Hopper, “programar é como planejar um jantar”. Mulheres seriam em tese mais naturalmente “aptas” para lidar com atividade que demanda a manipulação de tantos detalhes, como ensinar uma máquina a resolver problemas.
  • Hoje nós sabemos que a maioria das pessoas em cursos de TI é homem. Por que então as mulheres debandaram dessa atividade? Bem, quando algo acontece em massa, nós não podemos simplesmente apontar vontades próprias do indivíduo. além de ocorrer em massa, ocorre durante um período considerável, o que dá pistas de problemas mais profundos e estruturais, como os exemplos citados.
  • Começaram então a surgir as iniciativas “Mulheres na TI”, ou “Women in Technology”, incentivando meninas e mulheres a desenvolverem seus potenciais em tecnologia, sobretudo em programação. Esse movimento vem basicamente pra dizer “opa, TI é lugar de mulher sim”, uma mulher é tão capaz de desempenhar este tipo de atividade quanto um homem
  • Nossa, mas por que mais mulheres na TI? Pra que esse tipo de iniciativa? Pra que essa insistência? Bem, segundo um estudo da Brasscom, do começo de 2015, o aumento esperado de demanda de profissionais para o setor era de 30%! Hoje o Brasil está em crise e tecnologia é a única área cuja demanda só aumenta. Como vamos cumprir essa demanda só com homens? Será que tem homem suficiente no mundo pra isso? Tendo ou não, a melhor forma de aumentar a chance de ter não apenas gente, mas gente qualificada para atender a esta demanda, é ampliar meu público-alvo. Ou seja, do ponto de vista de business, faz sentido aguçar nas mulheres suas habilidades para serem profissionais de TI, já que quanto maior a quantidade de pessoas interessadas, que se capacitarem para ser profissional de TI, maior a probabilidade de termos bons profissionais para preencher essa demanda. Faz sentido, né?
  • Também é necessário que haja mais mulheres na TI porque:
    o Participar do processo de fabricação dos produtos e serviços que se consome
    o Diferentes perspectivas durante o processo de “fabricação”
    o Vivências diferentes
    o Maior gama de resultados
    o Alcance de público mais amplo

  • Do ponto de vista pessoal, as mulheres poderão encontrar outras perspectivas de vida atuando com tecnologia.
  • https://www.womentechmakers.com/communities
  • Mulheres na TI - Rails Girls SP 2015

    1. 1. Mulheres na TI “Lugar de mulher é onde ela quiser!” Ana Carolina B. Silva
    2. 2. ➢ Ana, Carol, Aninha, @carolpepita, “ei, coisinha” ➢ 26 anos ➢ São Caetano do Sul ➢ ETEC Jorge Street - Técnico em Informática ➢ UFABC - Bach. Ciência & Tecnologia (foco em Computação) ➢ ESALQ-USP - MBA Gestão de Negócios (cursando) ➢ Deloitte - Consultora de Estratégia e Arquitetura de TI ➢ ITIL, COBIT, ISO 20000, ISO 27002 ➢ Design Thinking ➢ Feminista!!! Apresentação
    3. 3. História Ada Lovelace, 1815 - 1852 http://www.google.com/doodles/ada-lovelaces-197th-birthday
    4. 4. História Grace Hopper, 1906 - 1992
    5. 5. História 1967 - http://blog.fogcreek.com/girls-go-geek-again/
    6. 6. História ● Revolução tecnológica - carreiras em TI passam a ganhar status ● Formalização do conhecimento e carreiras em TI ● Machismo estrutural: mulheres são mais “sensíveis”, mais compatíveis com carreiras em “humanas”, “biológicas” ● Machismo estrutural: meninas incentivadas desde pequenas a cuidar, serem agradáveis. Brincam “só” de boneca e ajudam nas tarefas domésticas; enquanto meninos jogam video-game, constroem seu próprio carrinho de rolimã e não arrumam nem as próprias camas ● Machismo estrutural: Mulheres menstruam (TPM), mulheres têm filhos e não podem se dar ao luxo de ter uma carreira em detrimento de educar seus filhos ● Círculo vicioso: TI área de atuação de homens, poucas mulheres incentivadas a entrar em TI → poucas mulheres incentivadas a entrar em TI, TI fica com majoritariamente mais homens, TI área de atuação de homens → … ● Etc
    7. 7. História Iniciativas “Mulheres na TI” ou “Women in Technology”
    8. 8. Por que + mulheres na TI??? Segundo um levantamento da Brasscom (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) o setor de tecnologia da informação emprega mais de 1,3 milhão de pessoas e terá um crescimento de 30% até o ano de 2016.* http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/setor-de-ti-apresentara-maior-demanda-e-exigira-mais-dos-profissionais
    9. 9. Por que + mulheres na TI??? Participar do processo de fabricação dos produtos e serviços que se consome Diferentes perspectivas durante o processo de “fabricação” Vivências diferentes Maior gama de resultados > > >
    10. 10. Por que + mulheres na TI??? Mais perspectivas de vida e carreira Desconstrução de estereótipos Programação é skill do profissional do futuro
    11. 11. Como? Cursos formais Autoestudo
    12. 12. Como? https://www.womentechmakers.com/communities
    13. 13. Encerramento Compartilhar conhecimento + Networking Rails Girls 2016? >
    14. 14. Obrigada! @carolpepita /anacarolbarbosasilva Lugar de Mulher é onde ela quiser. . Onde você quer estar?

    ×