Tecidos vegetais

261 visualizações

Publicada em

Explicações um pouco mais afundo nos tecidos vegetais (Biologia)

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecidos vegetais

  1. 1. Tecidos Vegetais Biologia Ana Carolina de Abreu Thais Patricia de Jesus
  2. 2. Tecido Vegetal é o agrupamento de células vegetais similares destinadas ao exercício de uma determinada função. Podem ser divididos em dois grandes grupos: Tecidos Meristemáticos e Tecidos Adultos.
  3. 3. Tecidos Meristemáticos Os meristemas são tecidos constituídos por células indiferentes com grande capacidade de divisão celular (por mitose). São subdivididas em Meristemáticos Primários e Meristemáticos Secundários.
  4. 4. Meristemas Primários São provenientes do sistema embrionário, se localizam no ápice da raiz e do caule e são responsáveis pelo crescimento longitudinal (em altura) desses órgãos vegetais. São divididos em protoderme, que dá origem à epiderme; meristema fundamental, que origina os tecidos fundamentais e o procâmbio, que dá origem aos tecidos vasculares primários.
  5. 5. Meristemas Primários  Protoderme –Dá origem a EPIDERME, que reveste e protege a planta. Impede a perda excessiva de água e permite a troca de gases.
  6. 6. Meristemas Secundários Estão localizados no cilindro central do caule e da raiz(câmbio) e na região da casca, do caule e da raiz (felogênio), são responsáveis pelo crescimento diametral (em espessura) da raiz e do caule.
  7. 7. Meristemas Secundários  Câmbio- Forma células do Líber ou Floema para o lado externo, e células do Lenho ou Xilema para o lada interno.
  8. 8. Meristema Secundário  Felogênio- Forma Súber ou Cortiça para o lado externo,e células de um Parênquima chamado Feloderme, para o lado interno.
  9. 9. Tecidos Adultos São tecidos que representam funções mais especificas. São divididos em cinco subgrupos: Tecidos de Revestimento, Tecidos de preenchimento, Tecidos de sustentação e Tecidos Vasculares.
  10. 10. Tecidos de Revestimento São responsáveis principalmente pela proteção do vegetal. Nesse grupo há a epiderme, que reveste os órgãos da planta, e além de ter função de proteção é responsável pala absorção de água e sais minerais. O súber é, também, um tecido de revestimento, composto por células mortas, infladas e apresentam paredes celulares dotadas de suberina e é produzido pelo felogênio.
  11. 11. Tecidos de preenchimento (Parênquimas) É dividido em: Parênquimas clorofilados, que possuem células ricas em cloroplastos; Parênquimas de reserva, formado por células de armazenamento de vários tipos de substâncias; Parênquimas de preenchimento, que preenche certas regiões do caule e da raiz; Parênquimas aqüífero, que armazena água; Parênquimas amilíferos, que armazena amido e Parênquimas aerífero, que armazena ar.
  12. 12. Tecidos de Sustentação Dividido em Colênquima e Esclerênquima. O Clorênquima é composto de células vivas, com cloroplastos e ocorre em caules verdes e na pecíolo das folhas. A esclerênquima é formada por células mortas ricas em lignina (substância às vezes presente na parede celular vegetal, que confere dureza e resistência a ela).
  13. 13. Tecidos de Condução(Vasculares) Responsável pelo transporte das seivas bruta e elaborada. O Xilema (ou lenho) é o tecido especializado em transporte de seiva bruta (água e sais minerais).O Floema (ou líber) tem a função de conduzir a seiva elaborada (água e carboidratos).

×