Rss -uma_competencia_necessaria

557 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
99
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rss -uma_competencia_necessaria

  1. 1. RSS Uma competência necessária
  2. 2. RSS, solução de que problema?  O que resolve  O que é  Como se usa  Conclusões
  3. 3. RSS: O que resolve  Demasiada Informação  Em Blogues  Em Páginas  Em Notícias
  4. 4. Alguns lugares comuns repetidos  Que nos interessa isso  Como pessoas  gostamos de estar a par do que nos interessa  Como profissionais precisamos de  manter-nos informados do que é relevante  manter os nosso Clientes informados conforme as necessidades deles  Como manter tudo debaixo de olho?
  5. 5. À moda antiga
  6. 6. Uma perda de tempo
  7. 7. Com RSS
  8. 8. O que é RSS Querem mesmo saber?
  9. 9. É XML
  10. 10. Pode ficar complicado
  11. 11. Definição RSS/Atom  Uma família de vocabulários XML que permitem a comunicação de “novidades” entre sítios web e outros programas  Óptimo para situações em que se muda ou edita nova informação com frequência  Para consumo ‘humano’ ou ‘máquina’
  12. 12. História  Em 1997, para a UserLand, Dave Winner, desenvolve ScriptingNews  Em 1999, para myNetscape, é desenvolvido o protocolo RSS 0.90  Em 1999, Dave Winner desenvolve ScriptingNews 2.0  A Netscape actualiza RSS 0.90 para igualar a funcionalidade de ScriptingNews 2.0  UserLand abandona ScriptingNews 2.0 e adopta RSS 0.91
  13. 13. Como se descobre
  14. 14. O que é preciso 1. Um sitio onde lhe entreguem as notícias 2. Sítios produtores de Informação com RSS 3. Ou método de captura de notícias, novidades e modificações para RSS 4. Um sítio onde expor as notícias, novidades e modificações 5. Um sítio onde ir passar férias
  15. 15. Onde ler as Notícias  Serviços Online Sabe usar um navegador?  Agregadores  StartPages  Gadgets & RSS2JS  Programas de email Sabe usar?  Programas específicos para cada Sistema Operativo  NewsGator  Portais  Moodle  Joomla
  16. 16. Serviços Online  Google Reader  Technorati  Bloglines
  17. 17. Ao lado do Email
  18. 18. Ao lado do Email
  19. 19. Exemplo de Serviço web
  20. 20. Caso prático Versão rápida
  21. 21. http://tsf.sapo.pt Cadê o RSS?
  22. 22. Procurar RSS
  23. 23. Ao Vivo http://www.tsf.pt http://reader.google.com
  24. 24. Quem apresenta RSS
  25. 25. Produtores de RSS  Blogs  Serviços de Notícias  Bases de dados científicas (B-ON)  OPAC’s  Motores de pesquisa (google, yahoo, etc)  Mesmo que não haja RSS (page2RSS)
  26. 26. Fontes: Jornais
  27. 27. Fontes: Académicas
  28. 28. Fontes: Académicas
  29. 29. Fontes: Institucionais
  30. 30. Fontes: Institucionais
  31. 31. Bases de dados bibliográficas Na B-ON? Sim, mas nos fornecedores de Informação
  32. 32. B-ON
  33. 33. Science Direct
  34. 34. Via motor de pesquisa  Num motor de pesquisa de Blogues http://blogsearch.google.com/
  35. 35. Via Motor de Pesquisa  Indiferenciado
  36. 36. Via Motor de Pesquisa
  37. 37. Via OPAC
  38. 38. E se não houver nenhum canal E precisamos mesmo! http://page2rss.com/
  39. 39. Navegadores www  Internet Explorer  Firefox  Opera  Safari
  40. 40. Outras maneiras de usar
  41. 41. via StartPages  Serviços web onde se podem agregar diversos serviços de interesse pessoal para funcionarem como ‘home page’ pessoal disponível em todo o lado  NetVibes  iGoogle  My Yahoo
  42. 42. Exemplo de NetVibes http://www.netvibes.com/janjos
  43. 43. NetVibes  Pode-se construir  ‘universo’ pessoal para uso próprio  ‘universo’ publico para uso de qualquer visitante  Pode mesmo funcionar como ‘página de serviços’ de uma biblioteca
  44. 44. Plataformas de eLearning  Moodle  BlackBoard  Várias outras
  45. 45. Ao vivo num Moodle http://moodle.incite.pt EBSCOhost (Versão alt)
  46. 46. Mas não tenho mesmo nada disso!!!  Se não tem um agregador  Se não tem um portal  Se tem de colocar um canal RSS numa página  Para hoje Feed2JS
  47. 47. Se precisa de mais bonito
  48. 48. Conclusões Porque é necessário dominar a tecnologia RSS?
  49. 49. Conclusões  Como consumidores  Muitos serviços de prestação de informação usam RSS para expor dados  A blogosfera é uma fonte de informação pertinente  Podemos criar canais personalizados de RSS por meio de motores de busca
  50. 50.  Como produtores  É uma maneira fácil de fazer difundir informação na INTERNET  Apropriado para informação de actualização frequente  Pode-se fazer “à mão”, por um blogue, por ‘twitter’
  51. 51.  Acrescentando valor  Procurar,  Avaliar,  Seleccionar  Agregar canais para os nosso utilizadores  Expondo em novos ‘meta’-canais  Expondo em portais ( próximo ou incorporados no ‘ponto do necessidade’)
  52. 52. Profissionais de Informação Documentação  Temos de ser a pessoa a quem se vai para resolver estas necessidades  Demonstrem o conhecimento adquirido experimentando:  Universo ‘Netvibes’  Portfólio de canais no ‘Google Reader’  Façam-no parte do vosso CV
  53. 53. Bibliografia  Um blogue sobre uso de RSS em Serviços de Documentação: http://www.rss4lib.com/  Um wiki sobre casos de sucesso de Web 2.0 em bibliotecas http://www.libsuccess.org/index.php?title=RSS  Uma apresentação no SirsiDynix Institute “Free your content! RSS for Libraries” http://www.sirsidynixinstitute.com/seminar_page.php?sid=91

×