Sustentabilidade - 05

47 visualizações

Publicada em

Sustentabilidade

Publicada em: Aperfeiçoamento pessoal
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
47
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sustentabilidade - 05

  1. 1. CADERNOS PEDAGÓGICOS DE FORMAÇÃO GERAL TRABALHABILIDADE REITOR Arody Cordeiro Herdy PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO ACADÊMICA Carlos de Oliveira Varella PRÓ-REITOR DE GRADUAÇÃO Fernando Malheiros PRÓ-REITOR DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO Emilio Antonio Francischetti PRÓ-REITORA COMUNITÁRIA E DE EXTENSÃO Sônia Regina Mendes PRÓ-REITOR DE DESENVOLVIMENTO José Luiz Rosa Lordello INOVA NÚCLEO INOVADOR Unigranrio – INOVA Coordenadora: Maria Rita Resende Martins da Costa Braz P á g i n a |1
  2. 2. ESCOLA DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS, LETRAS, ARTES E HUMANIDADES Diretora: Haydéa Maria Marino de Sant anna Reis ESCOLA DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS Diretor: Carlos Cesar Ferreira Vargas ESCOLA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Diretor: Herbert Gomes Martins ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Diretora: Hulda Cordeiro Herdy Ramin INSTITUTO DE ESTUDOS FUNDAMENTAIS I Diretora: Lúcia Inês Kronemberger Andrade NÚCLEO ALÉM DA SALA DE AULA Benjamin Salgado Quintans Frederico Adolfo Schiffer Junior Haydéa Maria Marino de Sant’anna Reis Herbert Gomes Martins Hulda Cordeiro Herdy Ramin José Luiz Rosa Lordello Sonia Regina Mendes NÚCLEO DE APOIO METODOLÓGICO - NAM Anna Paula Soares Lemos Carlos de Oliveira Varella José Luiz Rosa Lordello Lúcia Inês Kronemberger Andrade Maria Rita Resende Martins da Costa Braz P á g i n a |2
  3. 3. NÚCLEO DE FORMAÇÃO GERAL Anna Paula Soares Lemos Joaquim Humberto Coelho de Oliveira Lucimar Levenhagen Alarcon da Fonseca Tania Maria da Silva Amaro de Almeida NÚCLEO DE MEMÓRIA E DOCUMENTAÇÃO INSTITUCIONAL Tania Maria da Silva Amaro de Almeida NÚCLEO DE PRÁTICAS INCLUSIVAS Lucimar Levenhagen Alarcon da Fonseca ORGANIZAÇÃO / REVISÃO / DIAGRAMAÇÃO DESTE MATERIAL: NÚCLEO DE FORMAÇÃO GERAL e MZ – AGÊNCIA MARCO ZERO Professores (as): Anna Paula Lemos Joaquim Humberto Coelho de Oliveira Lucimar Levenhagen Alarcon da Fonseca Tania Maria da Silva Amaro de Almeida P á g i n a |3
  4. 4. FICHA DE UNIDADE DE APRENDIZAGEM Atividade: TAI 003 Unidade: Unidade Oito Título: “A união faz a força!” Tema: O multiprofissional. Tópicos Abordados: - Trabalho em equipe - O multiprofissional... - As 4 áreas; diferenciação entre licenciaturas, bacharelados, tecnólogos - Os cursos das 4 Escolas da Unigranrio. P á g i n a |4
  5. 5. EM FOCO: A MULTIQUALIFICAÇÃO As Características do Profissional Multiqualificado Fonte: Adaptado de Blazius. O Novo Trabalho, disponível em http://rblazius.wordpress.com acesso em Dezembro de 2013. P á g i n a |5
  6. 6. SAIBA MAIS SOBRE A MULTIQUALIFICAÇÃO! Em SAIBA MAIS! desta unidade, você encontra o texto do professor Rafael Deolindo Pereira, do curso de Logística da Unigranrio, dando mais detalhes sobre o que é o profissional MULTIQUALIFICADO. E uma das características do profissional multiqualificado é que ele tem variadas formações e sabe trabalhar em grupo! Trabalhar em grupo, não é fácil, mas seguem algumas dicas. DICAS PARA TRABALHAR BEM EM EQUIPE: (IN: http://www.rhportal.com.br/artigos/rh.php?idc_cad=4279qaok0 Acesso em: 09/02/2014.) Seja paciente: Não é fácil conciliar opiniões. Exponha seu ponto de vista com moderação. Nem sempre sua opinião será a correta ou a melhor. Esteja aberto para novas ideias: Aceitar o novo e a ideia de outras pessoas são passos importantíssimos para o alcance de bons resultados e aprendizados. Saiba dividir: Compartilhar ideias, responsabilidades e informações faz com que a tarefa seja mais fácil de ser resolvida. Seja participativo: A solidariedade, a ajuda, a generosidade, o interesse pela necessidade do outro aquece as relações e dá força nos momentos que tudo parece difícil. Respeite e aprenda com as diferenças: Cada pessoa é única, singular, trazendo consigo experiências, talentos e valores que quando compartilhados ampliam o conhecimento. P á g i n a |6
  7. 7. Dialogue: Ninguém tem “bola de cristal” para adivinhar o que você pensa ou precisa. Diga o que você sente, exponha com clareza suas necessidades. Cuidado com a crítica. Mesmo que necessária, geralmente provoca desastres irreparáveis. As críticas devem ser feitas no campo das ideias de maneira tornar o ambiente mais construtivo oportunizando o crescimento do outro. Avalie e avalie-se: Não aja precipitadamente. Avalie as possibilidades. Não faça pré-julgamentos. Reconheça seus pontos fortes, identifique os pontos frágeis. Veja no que precisa melhorar, aprimorar. Se necessário, recomeçar. A UNIGRANRIO E O TRABALHO ACADÊMICO INTEGRADOR EM FOCO A UNIGRANRIO e suas Escolas trabalham em equipe. Com conteúdos preparados por cada curso de formação específica da UNIGRANRIO, o TAI 003 reúne dicas, história, contextualização e preparação específica para cada área de formação. Assim, as características do mundo do trabalho e a trabalhabilidade estão sendo discutidas pelas Escolas e seus cursos. Na Escola de Ciências Sociais Aplicadas, a discussão será entre: Administração Ciências Contábeis Design Gráfico Direito Eventos Gestão Comercial Gestão de Recursos Humanos P á g i n a |7
  8. 8. Gestão Financeira Jornalismo Logística Marketing Moda Publicidade Secretariado Executivo Serviço Social Na Escola de Ciência e Tecnologia: Análise e Desenvolvimento de Sistemas Arquitetura Construção Civil Desenho Industrial Engenharia Ambiental Engenharia Civil Engenharia de Petróleo e Gás Engenharia de Produção Engenharia Química Informática Petróleo e Gás Produção Industrial Química Redes de Computadores Sistemas de Informação Sistemas de Telecomunicações P á g i n a |8
  9. 9. Na Escola de Ciências, Educação, Letras, Artes e Humanidades, a discussão será entre: Artes Visuais História Letras Matemática Pedagogia Teologia As formações especificas da UNIGRANRIO serão contempladas com suas características individuais orientadas pelos próprios cursos. BONS ESTUDOS! BOAS PRÁTICAS! QUER SABER MAIS? [criar hipertexto com o conteúdo abaixo] NOVAS FORMAS DE TRABALHO MULTIQUALIFICADO Autoria: P á g i n a |9
  10. 10. Rafael Deolindo Pereira Sílvio Meira, Cientista Chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R) é um dos maiores especialistas em tecnologia e conhecimento do país. Em seu trabalho Os 6 Cs do futuro do trabalho ele afirma que há mudanças intensas no mundo do trabalho que ainda não foram compreendidas pelas empresas e pela sociedade, que seguem adotando modelos de trabalho há muito superados. Acesse e confira: http://www.youtube.com/watch?v=JWIyW2DeWPE Como observamos o surgimento de novas tecnologias e as mudanças nos meios de produção levaram a necessidade de mudanças no universo do trabalho e no perfil do trabalhador que hoje precisa, antes de qualquer coisa, possuir a competência necessária para se reinventar profissionalmente sempre que necessário em face das contates e velozes mudanças que ocorrem em sua atividade, no ramo de atuação de sua empresa e nas preferências do mercado consumidor. Essas mudanças levam a necessidade de um modelo de trabalho multiqualificado, onde o profissional adquire competências P á g i n a |10
  11. 11. necessária para se reinventar profissionalmente sempre que necessário em face das contates e velozes mudanças que ocorrem em sua atividade, no ramo de atuação de sua empresa e nas preferências do mercado consumidor. Essas mudanças levam a necessidade de um modelo de trabalho multiqualificado, onde o profissional adquire competências necessárias para realizar aquilo que lhe é em tempo demandado. Falar de uma proposta como essa no cenário brasileiro implica na quebra de paradigmas que vão desde aspectos culturais até mesmo legais, passando por institucionalismos e zonas de conforto, num cenário tão amplo que poderia gerar várias páginas de análise. Culturalmente e por questões pessoais óbvias, nenhum colaborador se sente confortável ao executar uma tarefa que julga ser descompatível com sua função ou com seu nível de conhecimento, em alguns casos, isso pode até legalmente caracterizar um desvio de função, ou no caso de uma execução positiva, com o resultado dentro do esperado, fazer com que o indivíduo sofra rejeição do próprio grupo no qual está inserido por causa da sua polivalência. Outro ponto que merece destaque diz respeito às zonas de conforto, aprender é um processo trabalhoso e que demanda interesse e motivação, se o indivíduo não for impulsionado de forma positiva a esse propósito dificilmente irá busca-lo por conta própria. Por segurança, precisamos nesse momento desvincular o conceito de trabalho multiqualificado da imagem do mau trabalhador multitarefa, aquele indivíduo que, por exigência da empresa ou autoafirmação, sabe e faz um pouco de tudo, sem obter resultados expressivos em nada. O trabalho multiqualificado até pode exigir que o indivíduo seja multitarefa, mas isso deve sempre vir acompanhado de um perfil de muticonhecimento diretamente atrelado à resultados eficazes. Em seu artigo O “novo” trabalho, Rafael Blazius afirma que “A competência é a conseqüência da multiqualificação, ou seja, a multiqualificação é o requisito para ser obter a competência”. Ele define ainda as características desse tipo de profissional: P á g i n a |11
  12. 12. Figura 3: As Características do Profissional Multiqualificado Fonte: Adaptado de Blazius. O Novo Trabalho, disponível em http://rblazius.wordpress.com acesso em Dezembro de 2013. P á g i n a |12
  13. 13. A principal característica do modelo de trabalho multiqualificado é a capacidade que o indivíduo possui de aprender, de se capacitar para cumprir às demandas de sua atividade profissional. Especialistas apontam que é essa é uma tendência para o futuro do trabalho, onde as mudanças ocorrerão de maneira tão contate e veloz, que os indivíduos terão de aprender e (desafiadoramente) desaprender a fazer as coisas para acompanhar o ritmo intenso dos mercados e das inovações tecnológicas. É preciso analisar essa questão com base em duas vertentes: a dos empresários que veem no trabalho multiqualificado uma possibilidade de aumento da produtividade e a vertente dos trabalhadores que veem no constante processo de adaptação e requalificação um meio de driblar o desemprego (ou subemprego) desencadeado pela constante reestruturação do mercado de trabalho. Essa tendência já pode ser percebida hoje, muito provavelmente a maneira como estamos aprendendo a realizar as tarefas de nossas atividades hoje, mudará substancialmente nos próximos dez anos, mas a maioria de nós, ainda estará no mercado de trabalho, precisando se capacitar para acompanhar as mudanças. A POTENCIALIDADE DOS HOME OFFICES Trabalhar em casa, com conforto, sem perder tempo com deslocamentos, sem chefe por perto, sem horários definidos, sem pressão, e ainda aumentar a produtividade... Parece um cenário utópico, mas essa é a proposta da adoção de Home Offices. O termo Home Office ou SOHO (Small Office and Home Office) designa o trabalho realizado através de escritório em casa, geralmente utilizado por trabalhadores independentes; Porém mais recentemente algumas empresas veem adotando esse sistema de trabalho para funções nas quais os colabores não precisam ou encontram-se impossibilitados de comparecer ao escritório, ou (com maior raridade) apresentam maior produtividade. Vários especialistas discutem sobre as reais vantagens e desvantagens quanto a utilização de Home Offices, o consenso até então é que não são todas as funções que podem exercidas dentro desse sistema e que não são todos os colaboradores que P á g i n a |13
  14. 14. possuem o perfil para trabalhar em casa e ainda assim manter resultados satisfatórios. Com muito bom humor. Marcelo Tas explica essa tendência e aponta as vantagens e desvantagens de trabalhar em casa. Acesse e confira: http://www.youtube.com/watch?v=bJSRXQdMLdE P á g i n a |14
  15. 15. SAIU NA MÍDIA! SUCESSO E FRACASSO MUNDO S/A. EMPRESAS APRENDEM COM O FRACASSO, DÃO A VOLTA POR CIMA E PASSAM A TER LUCRO. http://globotv.globo.com/globo-news/mundo-sa/v/empresas-aprendem-com-o-fracasso-dao-a-volta-por-cima-e-passam-a-ter- lucro/2964024/ FICA A DICA! “Com talento ganhamos partidas; com trabalho em equipe e inteligência ganhamos campeonatos.” (Michael Jordan) “Em nosso negócio, uma pessoa só não pode fazer nada. Você cria uma equipe a seu redor. Sua responsabilidade é pela integridade do trabalho da equipe. Todos efetivamente tentam realizar o melhor trabalho possível.” (Steve Jobs) INCLUDEPICTURE "http://br.web.img1.acsta.net/r_160_240/b_1_d6d6d6/medias/nmedia/18/87/31/08/19874182.jpg" * P á g i n a |15
  16. 16. Recentemente eleito presidente, Nelson Mandela (Morgan Freeman) tinha consciência que a África do Sul continuava sendo um país racista e economicamente dividido, em decorrência do apartheid. A proximidade da Copa do Mundo de Rúgbi, pela primeira vez realizada no país, fez com que Mandela resolvesse usar o esporte para unir a população. Para tanto chama para uma reunião Francois Pienaar (Matt Damon), capitão da equipe sul-africana, e o incentiva para que a selação nacional seja campeã. IN: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-129694/ DEIXA VER SE ENTENDI! – Atividades. 1. Você se considera um Multiprofissional? Por que? ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________________________ 2. Você trabalha bem em equipe? Cite uma experiência sua em trabalhos com esse formato. ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ P á g i n a |16
  17. 17. _________________________________________________________________________________________________________  Você não entendeu? Então “Quer saber mais?” [para instructional designer: voltar ao link “Quer saber mais?”]  Você entendeu? Complemente seu conhecimento, “Leia mais!”. [para instructional designer: ir ao link “Leia mais!”] LEIA MAIS! LEITURA BÁSICA DIAS, Reinaldo. Introdução à sociologia. 2. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2010. (Biblioteca Virtual Pearson) ROBBINS, Stephen P.; JUDGE, Timothy A.; SOBRAL, Filipe. Comportamento organizacional: teoria e prática no contexto brasileiro. 14. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2010. (Biblioteca Virtual Pearson) BARDUCHI, Ana Lúcia Jankovic (Org.) Empregabilidade: competências pessoais e profissionais. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. (Biblioteca Virtual Pearson) LEITURA COMPLEMENTAR SINGER, Paul. Globalização e desemprego: diagnóstico e alternativas. 8. ed. São Paulo: Contexto, 2012. (Biblioteca Virtual Pearson) P á g i n a |17
  18. 18. BIANCHETTI, Lucídio; FREIRE, Ida Mara (Orgs.). Um olhar sobre a diferença: interação, trabalho e cidadania. 11. ed. Campinas: Papirus, 2010. (Biblioteca Virtual Pearson) PEREIRA, Maria de Fátima Rodrigues. Trabalho e educação: uma perspectiva histórica. Curitiba: IBPEX, 2012. (Biblioteca Virtual Pearson) PÉRSICO, Neide; BAGATINI, Sônia Beatriz. Comportamento humano nas organizações. Curitiba: InterSaberes, 2012. (Biblioteca Virtual Pearson) ZUFFO, João Antonio. A sociedade e a economia no novo milênio: os empregos e as empresas no turbulento alvorecer do século XXI. Barueri: Manole, 2003. 4v (Biblioteca Virtual Pearson) P á g i n a |18

×