P á g i n a | 1
ECONOMIA 1
1- Concepções e Definições sobre Ciências Econômicas:
1.1 - A Economia como uma ciência (MANKIW...
P á g i n a | 2
Para estudar qual o efeito sobre a economia gerado pela emissão de moeda, pode-se formular diferentes
hipó...
P á g i n a | 3
1.6 - Diagrama do Fluxo Circular de Renda
(modelo gráfico)
- Objetivo ⟹ entender como funciona a economia;...
P á g i n a | 4
FLUXO CIRCULAR
RECEITA DESPESA
B e S B e S
vendidos comprados
1.7 - Fronteira de Possibilidade de Produção...
P á g i n a | 5
- Diz-se que há eficiência, quando a economia está produzindo tudo o que for possível, usando recursos
dis...
P á g i n a | 6
- A escassez é o problema central de qualquer sociedade.
- Por que existe escassez?
1º - As necessidades h...
P á g i n a | 7
Bens Finais ⟹ prontos para uso
- Tanto bens de consumo quanto
bens de capital podem ser
Bens Intermediário...
P á g i n a | 8
(são consumidores e proprietários dos fatores de produção)
2º - Empresas ⟹ unidades encarregadas de produz...
P á g i n a | 9
- Como produzir →trata-se de uma questão de eficiência produtiva. Serão utilizados métodos da produção
cap...
P á g i n a | 10
- Se houver excesso de oferta, Formam-se estoques nas empresas.
- ↘ $ =↗de vendas ⟹ até que os estoques s...
P á g i n a | 11
2.1.2 - Funcionamento de uma Economia Centralizada:
- Quem decide?⟹ Órgão Central de Planejamento
- Propr...
P á g i n a | 12
- Mercado competitivo → onde há muitos compradores e muitos vendedores, de modo que, cada um deles
exerce...
P á g i n a | 13
$
2,00
1,00
qtde
0,00 4 8
(Consideremos, agora, o mercado → um grupo de indivíduos comprando e vendendo o...
P á g i n a | 14
2.4 – Oferta: (Comportamento dos vendedores)
- Quantidade oferecida → quantidade que os vendedores estão ...
P á g i n a | 15
Curva de Oferta
$
1,50
1,00
0,50
0 1 2 4 qtde
2.4.3 – Oferta de Mercado:
- É a ∑ das ofertas de todos os ...
P á g i n a | 16
$
qtde
2.4.5 – Equilíbrio:
- Equilíbrio de mercado: ponto em que as curvas se cruzam.
$ Oferta
Preço de E...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Economia 1

21 visualizações

Publicada em

Instrução de Economia para utilização dia a dia.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia 1

  1. 1. P á g i n a | 1 ECONOMIA 1 1- Concepções e Definições sobre Ciências Econômicas: 1.1 - A Economia como uma ciência (MANKIW - 21)1 - A essência da ciência é o Método Científico - Método Científico ⟹ é uma interação entre teoria e observação. (- Teoria ⟹ é um conjunto de "ideias" sobre a realidade) (buscando explicar como a realidade opera) Ex: de Método Científico ↗ de $ ⟹ gera inflação Perg: O que causa esse ↗ de $ ? E daí: O que causa inflação? Resp: A teoria diz: altas inflações ocorrem quando o governo emite moedas demais. Teste da teoria ⟹ verificar países com altas taxas de inflação. Se a correlação se verificar, a teoria está correta. - A questão do experimento. - Vai-se ver o que acontece na história (vê, no passado). 1.2 - Papel das Hipóteses (=como as coisas se comportam) (MANKIW - 21) - As hipóteses facilitam a compreensão das coisas. Ex. Como funciona o Comércio Internacional? . Começa examinando o comércio entre países. . E daí conclui para o conjunto de países - essa é a Hipótese: OBS: Explicar a questão da vantagem comparativa. - A arte do pensamento científico está em decidir quais hipóteses formular. Ex. Aumenta a emissão de moeda pelo governo. O que irá acontecer na economia? . De imediato (observa-se que) ⟹ alguns preços subiram; outros não. . A longo prazo⟹ todos os preços subiram. ⟹ Formula-se hipóteses de como os preços se comportam a curto e a longo prazos. 1ª Hipótese ⟹ a curto prazo ⟹ os preços são rígidos; 2ª Hipótese ⟹ a longo prazo ⟹ os preços são flexíveis.
  2. 2. P á g i n a | 2 Para estudar qual o efeito sobre a economia gerado pela emissão de moeda, pode-se formular diferentes hipóteses para o curto e para o longo prazo. 1.3 - Modelos(MANKIW - 22) Perg: - Como a economia funciona no dia-a-dia? - Como o mundo opera? - Os modelos visam explicar como a economia funciona. - Ponto de partida ⟹ Os modelos são construídos a partir de hipóteses; ou seja: já partem de simplificações. ⟹ Para, a partir daí, explicar como a realidade opera. 1.4 - Métodos de Análise (Os métodos científicos caracterizam-se pelo raciocínio lógico) - Método indutivo ⟹ parte do específico para as condições gerais Ex. O sol se levantou hoje. O sol tem-se levantado todos os dias. Por conseguinte, o sol levantar-se-á amanhã. - Método dedutivo ⟹ parte das condições gerais para os fatos particulares. Ex. Todos os seres humanos são mortais. João é um ser humano. João morrerá. 1.5 - Argumentos Positivos e Argumentos Normativos (M - 28) (NOGAMI - 8) - Argumentos positivos ⟹ procuram explicar os fenômenos como eles realmente são. Ex. S.P. é o primeiro estado na produção industrial no Brasil. - Argumentos normativos ⟹ são pontos de vista influenciados por fatores filosóficos, sociais e culturais. - Dependem de nosso julgamento a respeito do que é certo e do que é errado, do que é bom do que é ruim. - Por envolverem juízo de valor sobre o que deve ser, não podem ser confrontados com fatos objetivos da realidade. Ex. É mais importante combater o desemprego do que a inflação. Teoria Econômica ⟹ argumentos positivos - Questão de Política Econômica ⟹ argumentos normativos (MANKIW - 23) (voltando à questão de modelos. Exemplo de modelo.)
  3. 3. P á g i n a | 3 1.6 - Diagrama do Fluxo Circular de Renda (modelo gráfico) - Objetivo ⟹ entender como funciona a economia; ou como a economia se organiza. famílias - (agentes econômicos) Tomadores de decisão empresas - Famílias ⟹ consomem bens e serviços. - Empresas ⟹ produzem bens e serviços. - E para produzir, as empresas utilizam insumos. - Trabalho (mão-de-obra) - Insumos - Terra (recursos naturais) Fatores de Produção - Capital (prédios, máquinas, ...) (KTL) - Famílias são proprietárias dos fatores de produção, e consomem os bens e serviços produzidos pelas empresas. (Obs: explicar conceito de famílias) - Famílias e Empresas interagem em dois tipos de Mercado - Mercado⟹ encontro de Compradores e Vendedores famílias⟹ compradoras de bens e serviços empresas⟹ vendedoras - Mercados famílias⟹ vendedoras de fatores de produção empresas⟹ compradoras
  4. 4. P á g i n a | 4 FLUXO CIRCULAR RECEITA DESPESA B e S B e S vendidos comprados 1.7 - Fronteira de Possibilidade de Produção automóveis - dois bens Computadores - A fronteira de possibilidade de produção é um gráfico que mostra as várias combinações de produtos que a economia pode produzir, dados os fatores de produção e a tecnologia. computadores •D 3000 2200 C 2000 200 A 100 1000 B E 100 F automóveis 0 300 600 700 900 1000 Terra, trabalho e capital Insumos para a produção MERCADO DE BENS E SERVIÇOS - empresas ⟹ vendem - famílias ⟹ compram MERCADO DE FATORES DE PRODUÇÃO - famílias ⟹ vendem - empresas ⟹ compram EMPRESAS - produzem e vendem B e S - contratam e utilizam fatores de produção FAMÍLIAS - compram e consomem B e S -são proprietários dos fatores de produção e os vendem Salários, aluguéis e lucros Renda
  5. 5. P á g i n a | 5 - Diz-se que há eficiência, quando a economia está produzindo tudo o que for possível, usando recursos disponíveis (ao longo da curva, que é a FRONTEIRA DE POSSIBILIDADES DE PRODUÇÃO). - Pto B ⟹ situação ineficiente. 1.8 - Custo de Oportunidade (M - 25) (é o que se desiste de alguma coisa para adquirir outra) - A fronteira de possibilidades de produção mostra o custo de oportunidade de um bem medido em termos de outro. (vide gráfico) - O custo de oportunidade de automóveis em termos de computadores é de: 2 computadores por 1 automóvel. (Obs: Explicar a convexidade da curva ⟹ são os pontos finais. Utilizando KTL menos adequado para produzir bens) - A fronteira de possibilidades da produção mostra o TRADEOFF (trocas) entre a produção de diferentes bens. Ex. para produzir 1 automóvel a mais ⟹ ponto C - desiste de produzir 2 computadores. - O TRADEOFF pode mudar ao longo do tempo (houve crescimento econômico ⟹ com aumento de produtividade) computadores E A 0 700 750 1000 automóveis 1.9 - Definição de Economia - ECONOMIA ⟹ é a ciência social que estuda a administração dos recursos escassos entre usos alternativos e fins competitivos (Samuelson). - Ciência Social ⟹ repousa sobre atos humanos ⟹ ou seja, como as pessoas e as organizações na sociedade se empenham na produção, troca e consumo. - Recursos Escassos ⟹ Questão de Escassez 2000 2100 4000 3000
  6. 6. P á g i n a | 6 - A escassez é o problema central de qualquer sociedade. - Por que existe escassez? 1º - As necessidades humanas a serem satisfeitas através do consumo dos diversos tipos de bens e serviços são ILIMITADAS. 2º - Os recursos produtivos disponíveis ⟹ máquinas, terras agricultáveis, matérias-primas ⟹ e que são utilizados para a produção de bens e serviços, são insuficientes para produzir todos os bens necessitados. - Da escassez decorre a necessidade de escolha ⟹ ou seja, a sociedade deve decidir quais os bens serão produzidos e quais necessidades serão atendidas. - A escassez é a preocupação básica da Ciência Econômica. 1.10 - Alguns Conceitos Básicos (NOGAMI - 9) 1.10.1 - Necessidades Humanas - Necessidade Humana é a sensação da falta de alguma coisa unida ao desejo de satisfazê-la. (As necessidades são ilimitadas) não econômicas ⟹ bens livres ⟹ não têm preço Necessidades Humanas Econômicas ⟹ bens econômicos ⟹ têm preço 1.10.2 - Bens e Serviços (N - 11) - Tudo o que permite satisfazer as necessidades humanas. - Bens Livres ⟹ sua utilização não implica relações de ordem econômica ⟹ principal característica: não têm preço. - Bens Econômicos ⟹ supõem a ocorrência do esforço humano para serem obtidos ⟹ característica básica: têmpreço. (são relativamente escassos) Bens Materiais ⟹ (bens propriamente ditos) ⟹ bens tangíveis Bens Econômicos Bens Imateriais ou Serviços ⟹ bens intangíveis - Bens Imateriais ⟹ sua prestação e utilização são praticamente instantâneas ⟹ não podem ser estocadas. duráveis Bens de consumo ⟹ satisfazem diretamente necessidades humanas não duráveis - Bens Materiais Bens de Capital ⟹ (bens de produção) ⟹ permitem produzir outros bens
  7. 7. P á g i n a | 7 Bens Finais ⟹ prontos para uso - Tanto bens de consumo quanto bens de capital podem ser Bens Intermediários ⟹ precisam ser transformados - Bens Privados ⟹ produzidos e possuídos privadamente. - Bens Públicos ⟹ fornecidos pelo setor público ⟹ segurança, justiça, transporte, ... 1.10.3 - Recursos Produtivos (N - 13) (Fatores de Produção) - São utilizados na produção dos bens econômicos. 1º - Terra (ou Recursos Naturais). físico. 2º - Trabalho ⟹ esforço humano mental. 3º - Capital (ou Bens de Capital) ⟹ são bens fabricados pelo homem e utilizados no processo de produção de outros bens. Capital Financeiro ⟹ não constitui realmente riqueza: mas simdireito a ela. Ex. dinheiro, ações, certificados bancários 4º - Capacidade Empresarial ⟹ organiza a produção e assume os riscos inerentes à elaboração dos bens e serviços. - Características Básicas dos Recursos Produtivos⟹ são limitados ou escassos. - Remuneração dos Proprietários dos Recursos Produtivos (N-15) -Terra ---------------------------⟹ Aluguel - Trabalho----------------------⟹ Salário - Capital-------------------------⟹ Juros - Capacidade Empresarial --⟹ Lucros 1.10.4 - Agentes Econômicos(N-15) (- São pessoas de natureza física ou jurídica que, através de suas ações, contribuem para o funcionamento do sistema econômico) 1º - Famílias ⟹ são todos os indivíduos ou unidades familiares.
  8. 8. P á g i n a | 8 (são consumidores e proprietários dos fatores de produção) 2º - Empresas ⟹ unidades encarregadas de produzir ou comercializar B e S. (as decisões das empresas quer na aquisição dos R.P, quer na venda dos produtos, são guiadas pelo objetivo de maximizar lucro) 3º - Governo ⟹ organizações direta ou indiretamente sob controle do estado e que intervém no sistema econômico. - produtor - comprador - regulador ⟹ disciplina a conduta dos demais agentes 1.11- Divisão da Economia para fins de estudo: 1.11.1 – Definição de Microeconomia ou Teoria Microeconômica: - Estuda o comportamento das unidades econômicas básicas: consumidores e produtores e o mercado no qual interagem. - Preocupa-se com a determinação dos preços e quantidades em mercados específicos. 1.11.2 – Definição de Macroeconomia ou Teoria Macroeconômica: - Estuda a determinação e o comportamento dos grandes agregados econômicos, como o PIB, consumo nacional, investimento agregado, nível geral de preços, etc. - A macroeconomia, em geral, volta-se para a resolução de questões de curto prazo, tais como, inflação, desemprego. São também chamadas de questões conjunturais. - A macroeconomia também trata de questões de longo prazo. São chamadas questões estruturais. Questões relativas ao crescimento e ao desenvolvimento econômico, etc. - Esse enfoque de longo prazo é chamado de Teoria do Crescimento Econômico e do Desenvolvimento Econômico. - A Ciência Econômica analisa, também, os fluxos comerciais entre os países, a exportação e a importação, e os fluxos financeiros. É a chamada Economia Internacional. - Economia do Trabalho → estuda as variações no mercado de trabalho, as teorias da determinação do trabalho e a influência dos aspectos macroeconômicos no mercado de trabalho. 1.12 – Os problemas econômicos fundamentais:  o que e quanto produzir;  como produzir;  para quem produzir. - O que e quanto produzir → a sociedade deve decidir se produz mais bens de consumo ou bens de capital.
  9. 9. P á g i n a | 9 - Como produzir →trata-se de uma questão de eficiência produtiva. Serão utilizados métodos da produção capital intensivos? Ou mão de obra intensivos? Ou terra intensivos? Essa decisão depende da disponibilidade de recursos produtivos (KTL). - Para quem produzir →a sociedade deve decidir quais os setores que serão beneficiados na distribuição do produto: trabalhadores, capitalistas ou proprietários de terra: mercado interno ou mercado externo, etc. - Trata-se de decidir como será distribuída a renda gerada pela atividade econômica. 2 – Sistemas Econômicos 2.1 – Tipos de Sistemas Econômicos: - Sistemas Econômicos → é a forma como a sociedade se organiza para realizar a produção, distribuição e consumo de bens e serviços, ou seja, é a maneira como as sociedades resolvem os problemas econômicos fundamentais: o que, quanto, como e para quem produzir. - Existem duas formas principais de organização econômica.  economia de mercado (ou descentralizada);  economia planificada (ou centralizada). - Na prática, porém, o que se observa nos dias de hoje, é uma atuação do Governo na economia, seja controlando os excessos criados pelo mercado, e até mesmo atuando na produção de bens e serviços. É a chamada economia mista. 2.1.1 – Economia de Mercado Descentralizada: - As economias de mercado podem ser analisadas por dois sistemas:  sistema de concorrência pura (sem interferência do Governo);  sistema de economia mista (com interferência governamental). 2.1.1.1 – Sistema de Concorrência Pura: - Predomina o “laissez-faire” → produtores e consumidores, sozinhos decidem os problemas econômicos fundamentais:  o que e quanto produzir;  como produzir;  para quem produzir. - Guiados por uma “mão invisível” (sem interferência do Estado). - Opera através do mecanismo de preços. (O mecanismo de preços resolve os problemas econômicos fundamentais e promove o equilíbrio dos vários mercados). Promoção do Equilíbrio dos Mercados:
  10. 10. P á g i n a | 10 - Se houver excesso de oferta, Formam-se estoques nas empresas. - ↘ $ =↗de vendas ⟹ até que os estoques sejam os necessários. - se houver excesso de demanda ⟹ concorrência entre consumidores ⟹↗ de $ ⟹ equilíbrio. - Resolução dos Problemas Fundamentais:  o que e quanto produzir;  como produzir;  para quem produzir. - O que e quanto⟹ os produtores decidem o que e quanto produzir (de acordo com a rentabilidade). - Como⟹ as empresas escolhem as tecnologias, comparando preços das tecnologias com os preços dos recursos disponíveis. - Para quem⟹ (distributiva) ⟹ para quem tiver renda. - É o liberalismo econômico⟹ soberania do mercado (A política econômica se volta para a estabilidade monetária, e o mercado resolve as questões fundamentais). 2.1.1.2 - Sistema de Mercado Misto: - Do final do século XVIII ao final do século XIX, predominou um sistema próximo da concorrência pura. - No século XX, a economia tornou-se mais complexa:  - sindicatos, oligopólios, comércio internacional;  - ocorrência de grandes crises econômicas, não garante o pleno emprego dos recursos. - Função do governo: - distorções alocativas; - eliminar as - distorções distributivas; - melhorar o padrão de vida. - Como o governo atua: - sobre a formação de preços; - complemento da iniciativa privada ⟹ infraestrutura básica; - fornecimento de bens públicos: - justiça; (não são vendidos) - segurança. - comprador de bens e serviços.
  11. 11. P á g i n a | 11 2.1.2 - Funcionamento de uma Economia Centralizada: - Quem decide?⟹ Órgão Central de Planejamento - Proprietário dos meios de produção ⟹ Estado - Meios de sobrevivência (roupas, carros, utensílios domésticos) ⟹ pertencem aos indivíduos. - Características da Economia Centralizada:  - os preços são apenas escriturados contabilmente;  - os preços são determinados pelo governo;  - repartição dos lucros. 2.2 – As Forças de Mercado da Oferta e da Demanda: - Oferta e Demanda → são as forças que movem as economias de mercado; as quantidades produzidas; Determinam e os preços pelos quais os bens são vendidos; (Para saber como um fato específico ou uma política afetarão a economia, precisa pensar, em primeiro lugar, como esse fato ou política afetarão a oferta e a demanda). - Os termos oferta e demanda se referem ao comportamento das pessoas quando interagem nos mercados. 2.2.1- Mercado: - Mercado → é um grupo de compradores e vendedores de um dado bem ou serviço. - Os compradores, em conjunto, determinam a demanda pelo produto; - Os vendedores, em conjunto, determinam a oferta do produto. 2.2.1.1 – Tipos de Mercado: - Mercados com um grande número de compradores e vendedores → são os mercados competitivos; - Mercados com um só vendedor (ele determina o preço) → é o monopólio; - Mercados com poucos vendedores → oligopólio; - Mercados em que os vendedores oferecem produtos ligeiramente diferentes (cada vendedor pode determinar o seu preço de venda) →monopoliticamente competitivos. (Vamos nos deter um pouco mais no mercado competitivo)
  12. 12. P á g i n a | 12 - Mercado competitivo → onde há muitos compradores e muitos vendedores, de modo que, cada um deles exerce pouca ou nenhuma influência sobre os preços. - Há duas características básicas nesse mercado, a saber: 1º. Os bens oferecidos à venda são todos iguais; 2º. Há grande número de compradores e vendedores, de modo que, isoladamente, nenhum deles é capaz de influir no preço de mercado. - Esse é o Mercado de Concorrência Perfeita – (nele os compradores e vendedores são tomadores de preços) - esses mercados são os mais fáceis de analisar; - como algum grau de concorrência está presente na maioria dos mercados, muito do que se aprende estudando o mercado de concorrência perfeita se aplica aos mercados de menor concorrência. (Como se tem que as forças que integram os mercados são as forças de oferta e demanda, vamos começar estudando os mercados através da demanda). 2.3 – Demanda: (Trata do comportamento dos consumidores) - Considere um produto →sorvete, e um consumidor;  Se o $ ↗ qtde comprada ↘ = compra-se menos sorvete.  Se o $ ↘ qtde comprada ↗ = compra-se mais sorvete. - Há uma relação entre o $ e a qtde demandada (ou comprada). - Lei da demanda → tudo o mais constante (coeteris paribus), quando o $ ↗ a quantidade demandada ↘; (vejamos isso concretamente. Considere um indivíduo que vai adquirir um produto. Por exemplo: sorvete) 2.3.1 – Esquema de Demanda e Curva de Demanda Esquema de Demanda Preço ($) Qtde demandada 0,00 12 0,50 10 1,00 8 1,50 6 2,00 4 2,50 2 3,00 0
  13. 13. P á g i n a | 13 $ 2,00 1,00 qtde 0,00 4 8 (Consideremos, agora, o mercado → um grupo de indivíduos comprando e vendendo o produto. Vamos traçar a curva de demanda de mercado). 2.3.2 – Demanda de Mercado: - É o somatório de todas as demandas individuais por um bem ou serviço. $ 2,00 1,00 qtde 0,00 40 80 - Mostra como a quantidade total demandada de um bem varia quando o preço desse bem varia. Deslocamentos da Curva de Demanda: - Quando qualquer fator que afeta a demanda, e que não seja o preço, se altera, a curva de demanda se desloca. $ qtde Redução da demanda Aumento da demanda
  14. 14. P á g i n a | 14 2.4 – Oferta: (Comportamento dos vendedores) - Quantidade oferecida → quantidade que os vendedores estão dispostos a vender e podem vender. 2.4.1 – Determinantes da Oferta Individual: Preço: Se $↗ ⟹ qtde oferecida ↗ Se $ ↘ ⟹ qtde oferecida ↘ - Lei de oferta → tudo o mais constante, quando o preço aumenta a quantidade oferecida aumenta. 2.4.2 – Fatores que afetam a oferta individual: a) Preço → é um dos determinantes da quantidade oferecida → quanto maior o preço, maior a quantidade oferecida do produto. b) Preços dos insumos → (o que se utiliza para produzir um bem) Ex. do sorvete - Insumos: leite, açúcar, essências,... Se o $ dos insumos ↘ ⟹ qtde oferecida ↗e vice-versa c) Tecnologia → Ao reduzir custos, aumenta a quantidade oferecida do produto. d) Expectativas → Ex. espera-se que os preços aumentem em data próxima ⟹ reduz-se a quantidade ofertada do bem, hoje. Esquema de oferta $ qtde ofertada 0,00 0 0,50 1 1,00 2 1,50 3 2,00 4 2,50 5 3,00 6 Variáveis que afetam a quantidade demandada Alterações nessa variável Preço Movimento ao longo da Curva de Demanda Preço de bens relacionados Deslocamento da Curva de Demanda Gostos Deslocamento da Curva de Demanda Número de compradores Deslocamento da Curva de Demanda
  15. 15. P á g i n a | 15 Curva de Oferta $ 1,50 1,00 0,50 0 1 2 4 qtde 2.4.3 – Oferta de Mercado: - É a ∑ das ofertas de todos os vendedores. $ 2,00 1,50 1,00 0,50 0 3 6 9 12 qtde - Mostra como a quantidade total ofertada de um bem varia quando o preço desse bem varia. 2.4.4 – Deslocamento da Curva de Oferta: - Quando qualquer fator determinante da oferta, exceto o preço, muda, a curva de oferta se desloca. Variáveis que afetam a quantidade ofertada Alterações nessa variável Preço Movimento ao longo da Curva de Oferta Preço dos insumos Deslocamento da Curva de Oferta Tecnologia Deslocamento da Curva de Oferta Número de vendedores Deslocamento da Curva de Oferta
  16. 16. P á g i n a | 16 $ qtde 2.4.5 – Equilíbrio: - Equilíbrio de mercado: ponto em que as curvas se cruzam. $ Oferta Preço de Equilíbrio 2,00 Qtde de Demanda Equilíbrio Qtde 0 70 - Preço de Equilíbrio → preço no qual as curvas se cortam. - Qtde de Equilíbrio → qtde na qual as curvas se cortam. - A esse preço (preço de equilíbrio), toda a quantidade oferecida no mercado será adquirida. E toda a quantidade demandada também será ofertada. O mercado estará em equilíbrio. Aumento da oferta Redução da oferta

×