Projeto Reciclagem

100.166 visualizações

Publicada em

Projeto apresentado ao Componente curricular Educação Ambiental na Universidade do Estado da Bahia.

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
8 comentários
61 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
100.166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
130
Comentários
8
Gostaram
61
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Reciclagem

  1. 1. PROJETO RECICLAR É BOM, REUTILIZAR É MELHOR E REDUZIR É MELHOR AINDA.<br />CENTRO EDUCACIONAL EDNEILDA MARQUES<br />Rua Visconde do Rio Branco, 270<br />Senhor do Bonfim, BA<br />Amanda Feitosa de Freitas<br />Eliciene Trindade dos Santos<br />Jacira Ferreira Lola <br />Jeane Ferreira Lola<br />PERÍODO: 2 meses<br />De 01/09 a 03/10<br />PÚBLICO ALVO: Alunos do 5º Ano (4ª série) <br />Na faixa etária de 9 a 10 anos<br />APRESENTAÇÃO:<br />As questões lixo, reciclagem e reutilização vêm sendo consideradas cada vez mais urgentes e importantes na sociedade, pois o futuro da humanidade depende da relação estabelecida entre a natureza e o uso pelo homem dos recursos naturais disponíveis.<br />Neste projeto abordaremos sobre a necessidade de conscientização e mudança de valores e atitudes para que os alunos venham inserir no seu cotidiano. Para tanto utilizaremos uma metodologia interdisciplinar voltada a atingir os objetivos propostos e consequentemente os discentes serão avaliados durante todo o processo de desenvolvimento deste projeto.<br />INTRODUÇÃO:<br />Considerando que o homem faz parte do ambiente em que vive, dele depende para sobreviver e sua influência no mesmo aumentou muito depois da Revolução Industrial, com isso as novas tecnologias possibilitaram progressivamente, melhores condições de vida, mas por outro lado, o progresso acarretou dificuldades. A expansão das indústrias e o crescimento das cidades levaram ao aumento excessivo da quantidade de lixo que se deve ao crescimento do poder aquisitivo e pelo perfil do consumo de uma população. Além disso, quanto mais produtos industrializados, mais lixo é produzido, como embalagens, garrafas, etc.<br />Grande parte do que chamamos de lixo e que formará os chamados “lixões” é composto de materiais que podem ser reciclados utilizando técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (2001): “É preciso fazer considerações sobre o lixo como um importante arsenal de matéria a ser aproveitada, como composto orgênico, ou reciclada, e o problema da produção de materiais não-degradáveis” (p. 59).<br />A indústria de reciclagem brasileira apesar de muito deficiente, emprega milhares de catadores de lixo. O investimento em reciclagem pode ser uma medida que dá oportunidade aos cidadãos de preservarem a natureza de uma forma concreta, tendo mais responsabilidade com o lixo que geram, diminui o desperdício, melhora a limpeza da cidade.<br />O desperdício é uma forma irracional de utilização dos recursos, pois muitos deles podem ser reutilizados antes de serem descartados, podendo ser usados na função original ou na criação de novas formas de utilização. Como exemplo temos: confecção de blocos para rascunhos com papel escrito ou impresso em apenas um dos lados, a reutilização de envelopes, sacos e embalagens plásticas. A reutilização dos restos dos materiais e entulhos que são triturados e podem ser usados em construções simples.<br />Além de reciclar e reutilizar é preciso sensibilizar todos os envolvidos no projeto sobre um método bastante relevante que é reduzir significativamente a quantidade de lixo, e isso só é possível se consumirmos menos e de maneira eficiente, sempre racionalizando o uso de materiais e de produtos em nosso cotidiano. Como afirmou Lavoisier (1743-1749): “Na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma”.<br />JUSTIFICATIVA:<br />Todos os seres da natureza dependem do meio ambiente para viver. Logo os bens da terra são patrimônio de toda humanidade. Seu uso deve estar sujeito a regras de respeito às condições básicas da vida em sociedade, e dentre elas a qualidade de vida dos que dependem desses bens.<br />Propomos com esse projeto, trabalhar com atitudes, com formação de valores e conceitos, buscando sensibilizar os alunos sobre a importância da reciclagem e reutilização a fim de diminuir o acúmulo de lixo, como também para poupar a natureza da extração inesgotável de recursos. Conhecer as formas de fazer a separação do lixo em nossa comunidade, haja vista que a mesma ainda não tem um projeto pronto voltado a esta área, mas é importante salientar também que já está sendo analisada a possibilidade da implantação da coleta seletiva em nossa cidade.<br />Diante deste contexto acreditamos que a escola possui um papel relevante no que diz respeito a desenvolver o senso crítico dos alunos. Como discorre os Parâmetros Curriculares Nacionais (2001):<br />O convívio escolar será um fator determinante para a aprendizagem de valores e atitudes. Considerando a escola como um dos ambientes mais imediatos do aluno, relação a elas se darão a partir do próprio cotidiano da vida escolar do aluno. (p. 50)<br />OBJETIVO GERAL:<br />Sensibilizar os alunos, para se tornarem cidadãos conscientes, aptos para decidirem e atuarem na realidade sócio-ambiental de um modo comprometido com a vida, com o bem estar de cada um e da sociedade por meio de atitudes e cuidados com o meio ambiente através da reutilização, reciclagem e redução do lixo.<br />OBJETIVOS ESPECÍFICOS:<br />- Refletir criticamente sobre o significado e a atuação do ser humano sobre o planeta na formação da cidadania.<br />- Utilizar a linguagem escrita como instrumento de aprendizagem.<br />- Utilizar a leitura como meio de transformação.<br />- Apresentação da proposta de “Coleta seletiva de lixo escolar” no primeiro instante, em um segundo momento tentar estendê-la para a comunidade.<br />- Estabelecer a diferença entre separar, reciclar e reutilizar.<br />- Reconhecer a importância de materiais reutilizáveis.<br />METODOLOGIA:<br />Trabalharemos com atividades que venham possibilitar o desenvolvimento da sensibilidade e senso crítico dos alunos de modo que haja uma mudança de atitude. Como pontua Guimarães (1995):<br />A sensibilização do educando deverá ser conseguida por uma relação prazerosa dele com o processo. Assim sendo, destaca-se na educação ambiental a importância do aspecto lúdico e criativo das atividades e dos procedimentos para envolver integramente o educando, tanto em seu lado racional como emocional – o que deve ser considerado em um plano de ação.<br />Iniciaremos este Projeto com uma dramatização sobre o tema “A Terra pede socorro”, trazendo uma reflexão sobre a sujeira do planeta e as formas de reciclar, reutilizar ou reduzir muitos materiais que são jogados fora de maneira indevida. Após, teremos debate sobre a apresentação, com questões envolvendo essa temática e apresentação de propostas e sugestões de como trabalhar com o lixo na escola. Abordaremos também a questão da coleta seletiva e da sua importância em uma comunidade, pois esse lixo coletado, separado e processado será usado como matéria-prima na manufatura de novos produtos.<br />PORTUGUÊS<br />- Leituras diferenciadas: textos, notícias, poemas, letras de músicas como: “Lilás” (Djavan) e “Planeta Água” (Guilherme Arantes). Poema ecológico: “Separe”.<br />- Leitura do poema “Paraíso”. Dividir a turma em quatro grupos para discutirem cada um desses itens: O que você faria se:<br />Se a rua fosse sua<br />Se a mata fosse sua<br />Se o rio fosse seu<br />Se o mundo fosse seu.<br />Depois cada um irá escrever sua opnião.<br />Procurar em jornais, notícias em que apareçam problemas ambientais que o poema mostra e colar no mural ecológico.<br />- Leitura do texto: “Consumir com sabedoria privilegia a qualidade de vida”. Após a leitura, levaremos o aluno a refletir sobre o desperdício de comida, água, etc; deverá elaborar dicas para evitar o desperdício em sua casa e na escola.<br />- Leitura e discussão da letra da música “Planeta Azul” de Chitãozinho e Xororó. Em seguida o aluno deverá elaborar um verso ou poema conscientizando a sociedade a cuidar do meio ambiente. Com a letra desta música trabalharemos substantivos, adjetivos e verbo.<br />- Selecionar palavras com o tema reciclagem, para que os alunos descubram antônimos, sinônimos, coletivos, etc.<br />- Elaboração de paródia, slogans e cartazes, para serem expostos nas dependências da escola.<br />- Estas atividades têm por finalidade desenvolver nos alunos uma sensibilização sobre as “questões ambientais” e principalmente sobre o lixo e as formas de reciclagem, reutilização e redução.<br />CIÊNCIAS<br />- O aluno deverá fazer uma listagem dos impactos ambientais causados pela poluição conforme a música: Planeta Azul de Chitãozinho e Xororó.<br />- Leitura e discussão do texto: Cuidados com o lixo. Em seguida a turma será dividida em grupos para responder algumas questões sobre o texto.<br />- Elaboração de questionário sobre a coleta do lixo, para ser respondido pelos alunos e seus pais em casa. Depois debate na escola sobre os questionários.<br />- Palestras sobre doenças causadas pelo acumulo do lixo.<br />- Amostra de reciclagem de papel feita pelos alunos.<br />GEOGRAFIA<br />- Documentário “Estamira”, uma mulher que vivia no lixão. Em seguida uma produção de texto feita pelos alunos sobre o documentário.<br />- Distribuição de panfletos nas ruas próximas a escola visando conscientizar os moradores da necessidade de separar o lixo para a reutilização e reciclagem.<br />- Passeio ecológico com observação sobre a realidade ambiental.<br />HISTÓRIA<br />- Trabalhar o capítulo VI da Constituição Brasileira sobre o “Meio Ambiente”, fazendo comparações com reportagens de jornais ou revistas sobre a situação atual do meio ambiente.<br />- Reflexão sobre a história: “Vamos reconstruir o mundo”.<br />ARTES<br />- Confeccionar com os alunos um “mural ecológico”. <br />- Oficina de reutilização onde os alunos poderão criar com garrafas pet, caixas, etc.<br />MATEMÁTICA<br />- Pesquisa feita pelos alunos sobre os dados de desperdício em nosso país.<br />- Gráfico feito com os alunos sobre o tempo que a natureza leva para absorver os detritos.<br />CULMINÂNCIA<br />- Exposição dos trabalhos de reutilização, cartazes e gráficos, dramatização feita pelos alunos com a presença das famílias.<br />AVALIAÇÃO<br />Dar-se-á de forma processual visando observar a participação dos alunos na realização das atividades.<br />Utilizaremos também alguns instrumentos de avaliação como questionários, redações, poesia, pesquisa, comentário de filme, produção de textos e confecção de cartazes.<br />CRONOGRAMA:<br />ATIVIDADESPERÍODOAGOSTOSETEMBROOUTUBRONOVEMBROElaboração do ProjetoXRevisão e atualização bibliográficaXXXXDesenvolvimento das atividadesXXExecução do Sistema de Avaliação proposto às EscolasXAnálise dos resultadosX<br />REFERÊNCIAS<br />PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: Meio Ambiente e Saúde. Temas Transversais. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Fundamental. – 3. ed. – Brasília: A secretaria, 2001.<br />GUIMARÂES, M. A dimensão Ambiental na Educação. Campinas, SP: Papirus, 1995.<br />PRADO, M. Estamira. Rio de Janeiro, 2006.<br />DJAVAN. Lilás, 1984.<br />ARANTES, Guilherme. Planeta Água, 1981.<br />XORORÓ. Aldemir, Planeta Azul, 1992<br />PINTO, Gerusa R. LIMA, Regina Célia V. O dia-a-dia do professor. Ed. FAPI. 3ª ed. Vol. 6.<br />ANEXOS<br />Lilás<br />Composição: Djavan<br />Amanhã<br />Outro dia<br />Lua sai<br />Ventania abraça<br />Uma nuvem que passa no ar<br />Beija<br />Brinca<br />E deixa passar<br />E no ar<br />De outro dia<br />Meu olhar<br />Surgia nas pontas<br />De estrelas perdidas no mar<br />Pra chover de emoção<br />Trovejar...<br />Raio se libertou<br />Clareou<br />Muito mais<br />Se encantou<br />Pela cor lilás<br />Prata na luz do amor<br />Céu azul<br />Eu quero ver<br />O pôr do sol<br />Lindo como ele só<br />E gente pra ver<br />E viajar<br />No seu mar<br />De raio.<br />Planeta Água<br />Composição: Guilherme Arantes<br />Água que nasce na fonte<br />Serena do mundo<br />E que abre um<br />Profundo grotão<br />Água que faz inocente<br />Riacho e deságua<br />Na corrente do ribeirão...<br />Águas escuras dos rios<br />Que levam<br />A fertilidade ao sertão<br />Águas que banham aldeias<br />E matam a sede da população...<br />Águas que caem das pedras<br />No véu das cascatas<br />Ronco de trovão<br />E depois dormem tranqüilas<br />No leito dos lagos<br />No leito dos lagos...<br />Água dos igarapés<br />Onde Iara, a mãe d'água<br />É misteriosa canção<br />Água que o sol evapora<br />Pro céu vai embora<br />Virar nuvens de algodão...<br />Gotas de água da chuva<br />Alegre arco-íris<br />Sobre a plantação<br />Gotas de água da chuva<br />Tão tristes, são lágrimas<br />Na inundação...<br />Águas que movem moinhos<br />São as mesmas águas<br />Que encharcam o chão<br />E sempre voltam humildes<br />Pro fundo da terra<br />Pro fundo da terra...<br />Terra! Planeta Água<br />Terra! Planeta Água<br />Terra! Planeta Água...(2x)<br />Planeta Azul<br />Chitãozinho e Xororó<br />Composição: Xororó / Aldemir<br />A vida e a natureza sempre à mercê da poluição<br />se invertem as estações do ano<br />faz calor no inverno e frio no verão<br />os peixes morrendo nos rios<br />estão se extinguindo espécies animais<br />e tudo que se planta, colhe<br />o tempo retribui o mal que a gente faz<br />Onde a chuva caía quase todo dia<br />já não chove nada<br />o sol abrasador rachando o leito dos rios secos<br />sem um pingo d'água<br />quanto ao futuro inseguro<br />será assim de norte a sul<br />a terra nua semelhante à lua<br />O que será desse planeta azul?<br />O que será desse planeta azul?<br />o rio que desse as encostas já quase sem vida<br />parece que chora um triste lamento das águas<br />vão perdendo a estrada, a fauna e a flora<br />é tempo de pensar no verde<br />regar a semente que ainda não nasceu<br />deixar em paz a Amazônia, perpetuar a vida<br />estar de bem com Deus.<br />Separe<br />Autora: Berenice Gehlen Adams<br />  <br />Separe, separe, separe o seu lixo <br />Pois você é cidadão <br />Que respeita o ambiente <br />  <br />Separar é muito fácil <br />Preste muita atenção <br />  <br />Todo lixo que for de plástico <br />Vai para o latão <br />Da cor... <br />Vermelha <br />  <br />Separar é muito fácil <br />Preste muita atenção <br />  <br />Todo lixo que for de papel <br />Vai para o latão <br />Da cor... <br />Azul <br />  <br />Separar é muito fácil <br />Preste muita atenção <br />  <br />Todo lixo que for de vidro <br />Vai para o latão <br />Da cor... <br />Verde <br />  <br />Separar é muito fácil <br />Preste muita atenção <br />  <br />Todos restos de alimento <br />Galhos, folhas naturais <br />Vão para o latão <br />Da cor... <br />Laranja <br />  <br />Separe, separe, separe o seu lixo <br />Pois você é cidadão <br />Que respeita o ambiente. <br />  <br /> Vamos ver se você ainda sabe? <br />  <br />Plástico na lata vermelha <br />Papel na lata azul <br />Vidro na lata verde <br />Metal na lata amarela <br />E na lata laranja vão os <br />restos de alimentos, galhos e folhas <br />  <br />Separe, separe, separe o seu lixo <br />Pois você é cidadão <br />Que respeita o ambiente <br />

×