Teoria da expansão oceânica

3.439 visualizações

Publicada em

http://jovenscientistas7.blogspot.pt/
Apresentação de diapositivos sobre a Teoria da expansão oceânica.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.439
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria da expansão oceânica

  1. 1. Expansão Oceânica
  2. 2. Expansão do Fundo Oceânico : A expansão ou alastramento do fundo oceânico está continuamente a ocorrer, conduzindo a um movimento de afastamento (semelhante ao de um tapete rolante) para um e outro lado da dorsal média oceânica, em consequência da convecção na astenosfera. Processasse a uma velocidade que varia de 1 cm/ano a 15 cm/ano. Estas ideias foram propostas, em 1962, por Harry Hess, geólogo da Universidade de Princeton, o que contrastava com as ideias de Wegener que pensava que o fundo dos oceanos permanecia estacionário enquanto os continentes se movimentavam.
  3. 3. A Teoria da expansão oceânica Fatos que comprovavam a teoria da expansão do assoalho oceânico: As rochas nas proximidades da dorsal são muitos jovens, aumentando a sua idade o afastamento da dorsal. A destruição da crosta oceânica mais antiga ocorrida nas chamadas zonas de subdução, que seriam locais onde a crosta oceânica mais densa mergulhava para o interior da Terra até atingir condições de temperatura e pressão para sofrer a fusão e ser incorporada novamente ao manto.
  4. 4. Expansão dos Fundos Oceânicos Isto indica que nesta zona se dá a formação de novas porções de crosta oceânica. Á medida que nova crosta oceânica vai sendo formada a partir do rifte, a crosta oceânica mais antiga vai se afastando simetricamente para um e outro lado da dorsal. A expansão do fundo oceânico é responsável pela alteração das posições dos continentes
  5. 5. Geomagnetismo do Fundo Oceânico As rochas constituintes registam o campo magnético existente no momento da sua formação. Analisando o registo desse campo magnético, verificou-se que este apresentava simetria em relação ao rifte, o que demonstrava a existência de uma expansão dos fundos oceânicos.
  6. 6. Placas Tectônicas A Tectônica de Placas é aceite atualmente de forma quase universal, os seus mecanismos são plausíveis e com bastantes demostrações. Entretanto, muitos detalhes dos mecanismos terão ainda que serem comprovados, e algumas teorias que envolvem vários detalhes da tectônica de placas são bastante questionáveis. Vamos tentar definir alguns dos princípios básicos do mecanismo global, e examinar seu efeito na criação das terras continentais. O que se segue não é um sumário do pensamento atual sobre a tectônica de placas e os seus mecanismos; frequentemente, novas, e provavelmente controversas, idéias são apresentadas à considerações dos cientistas. O que vamos apresentar é uma exposição simples dos princípios básicos que devem reger os movimentos das placas, algumas hipóteses sobre os mecanismos de convexão, o transporte dos continentes e a sua "reciclagem", bem como alguns cenários previstos para os eventos passados e futuros da tectônica de placas.
  7. 7. Resumo (video) : Trabalho Realizado por : Amanda Cadete 7ºD Nº2

×