SlideShare uma empresa Scribd logo

O vôo 380

1 de 30
Baixar para ler offline
O VOÔ A380 Clique só uma vez para avançar José Sebastião Martins
Na sala de embarque do aeroporto, aqui mesmo em minha cidade, enquanto eu aguardava a chamada para o vôo A380, de uma empresa aérea que prefiro não revelar o nome, abri o meu notebook para passar o tempo e verificar a minha agenda.
O vôo estava atrasado, aliás, como sempre; então, eu havia escolhido um lugar mais tranqüilo para conferir os meus compromissos de trabalho.
De repente, ouço uma voz de um rapaz até bem trajado dizendo, senhor posso sentar-me? Ergui a cabeça e disse-lhe, lógico, por favor, sente-se. Ele sentou-se e ficou lendo uma revista e eu continuei ali no meu note.
Daí a pouco iniciou a chamada e todos fomos para a fila, entramos na aeronave e tomamos os nossos assentos e, por coincidência, a poltrona daquele rapaz era vizinha da minha, ou seja, do mesmo lado.
Nos acomodamos e ele repetiu, que coincidência hein!!!. Puxando um assunto ele me perguntou para onde eu estava indo, lhe respondi que era para Buenos Aires e ele me disse que o seu destino era Santiago com escala lá em Buenos Aires.
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aluisio azevedo aos vinte anos
Aluisio azevedo   aos vinte anosAluisio azevedo   aos vinte anos
Aluisio azevedo aos vinte anosTulipa Zoá
 
Misterioso 3 serie selvagem irresistivel
Misterioso 3   serie selvagem irresistivel Misterioso 3   serie selvagem irresistivel
Misterioso 3 serie selvagem irresistivel Nádia Jss
 
Fanfic1 (3)
Fanfic1 (3)Fanfic1 (3)
Fanfic1 (3)mel
 
Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)mel
 
Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)mel
 
Humor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro II
Humor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro IIHumor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro II
Humor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro IIHelio de Sant'Anna
 
1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos
1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos
1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anosAELPB
 
Curso de Como Fazer Humor
Curso de Como Fazer HumorCurso de Como Fazer Humor
Curso de Como Fazer Humormomengtonoticia
 
Tijolo de seguranca carlos heitor cony
Tijolo de seguranca   carlos heitor conyTijolo de seguranca   carlos heitor cony
Tijolo de seguranca carlos heitor conyAriovaldo Cunha
 
Faça Lá Um Poema! 2010
Faça Lá Um Poema! 2010Faça Lá Um Poema! 2010
Faça Lá Um Poema! 2010Isabel DA COSTA
 
DESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANA
DESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANADESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANA
DESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANABLOG's REI
 
Artur azevedo a melhor amiga
Artur azevedo   a melhor amigaArtur azevedo   a melhor amiga
Artur azevedo a melhor amigaTulipa Zoá
 

Mais procurados (19)

Aluisio azevedo aos vinte anos
Aluisio azevedo   aos vinte anosAluisio azevedo   aos vinte anos
Aluisio azevedo aos vinte anos
 
Misterioso 3 serie selvagem irresistivel
Misterioso 3   serie selvagem irresistivel Misterioso 3   serie selvagem irresistivel
Misterioso 3 serie selvagem irresistivel
 
Implacvel destino
Implacvel destinoImplacvel destino
Implacvel destino
 
Fanfic1 (3)
Fanfic1 (3)Fanfic1 (3)
Fanfic1 (3)
 
Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)
 
Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)Fanfic1 (4)
Fanfic1 (4)
 
Simplesmente jake
Simplesmente jakeSimplesmente jake
Simplesmente jake
 
Humor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro II
Humor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro IIHumor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro II
Humor e ensino: Helio Sant'Anna - Professor do Colégio Pedro II
 
1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos
1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos
1 minuto pela leitura pre 1 e 2.anos
 
Curso de Como Fazer Humor
Curso de Como Fazer HumorCurso de Como Fazer Humor
Curso de Como Fazer Humor
 
IEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anos
IEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anosIEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anos
IEL- Caderno de Poemas 7º, 8º e 9º anos
 
Aler+poesia
Aler+poesiaAler+poesia
Aler+poesia
 
Tijolo de seguranca carlos heitor cony
Tijolo de seguranca   carlos heitor conyTijolo de seguranca   carlos heitor cony
Tijolo de seguranca carlos heitor cony
 
Entre a pedra_e_a_mulher
Entre a pedra_e_a_mulherEntre a pedra_e_a_mulher
Entre a pedra_e_a_mulher
 
As mães de todos nós
As mães de todos nósAs mães de todos nós
As mães de todos nós
 
Faça Lá Um Poema! 2010
Faça Lá Um Poema! 2010Faça Lá Um Poema! 2010
Faça Lá Um Poema! 2010
 
Alexandra ana rita_caroliny_o_branquinho
Alexandra ana rita_caroliny_o_branquinhoAlexandra ana rita_caroliny_o_branquinho
Alexandra ana rita_caroliny_o_branquinho
 
DESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANA
DESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANADESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANA
DESEJO DE UM BOM FINAL DE SEMANA
 
Artur azevedo a melhor amiga
Artur azevedo   a melhor amigaArtur azevedo   a melhor amiga
Artur azevedo a melhor amiga
 

Destaque

Fatos importantes da história de curtibanos parte 1
Fatos importantes da história de curtibanos   parte 1Fatos importantes da história de curtibanos   parte 1
Fatos importantes da história de curtibanos parte 1Sebastião Luiz Alves
 
Pré historia 6° ano
Pré historia 6° anoPré historia 6° ano
Pré historia 6° anozahirmax
 
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)Valéria Shoujofan
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialAlan
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º anoEloy Souza
 

Destaque (7)

Edgar Roquette-Pinto
Edgar Roquette-PintoEdgar Roquette-Pinto
Edgar Roquette-Pinto
 
Fatos importantes da história de curtibanos parte 1
Fatos importantes da história de curtibanos   parte 1Fatos importantes da história de curtibanos   parte 1
Fatos importantes da história de curtibanos parte 1
 
Pré historia 6° ano
Pré historia 6° anoPré historia 6° ano
Pré historia 6° ano
 
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
Primeira Guerra Mundial (1914 1918)
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
O QUE É HISTÓRIA
O QUE É HISTÓRIAO QUE É HISTÓRIA
O QUE É HISTÓRIA
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 

Semelhante a O vôo 380

Neoqeav texto maravilhoso
Neoqeav texto maravilhosoNeoqeav texto maravilhoso
Neoqeav texto maravilhosorosana carvalho
 
Rosa lobat - ana branco e marta
Rosa lobat - ana branco e martaRosa lobat - ana branco e marta
Rosa lobat - ana branco e marta101d1
 
Página de um diário - Leon leyson
Página de um diário -  Leon leysonPágina de um diário -  Leon leyson
Página de um diário - Leon leysonMaria Paredes
 
Desejo Suficiente para você
Desejo Suficiente para você Desejo Suficiente para você
Desejo Suficiente para você Marta Caregnato
 
Desejoosuficienteparavoc
Desejoosuficienteparavoc  Desejoosuficienteparavoc
Desejoosuficienteparavoc Aldo Cioffi
 
Desejoosuficienteparavoc
DesejoosuficienteparavocDesejoosuficienteparavoc
Desejoosuficienteparavoccab3032
 
Desejo O Suficiente Para Você
Desejo O Suficiente Para VocêDesejo O Suficiente Para Você
Desejo O Suficiente Para VocêOsmar Algarte
 
Blog sentimentos intrínsecos proibido chorar
Blog sentimentos intrínsecos   proibido chorarBlog sentimentos intrínsecos   proibido chorar
Blog sentimentos intrínsecos proibido chorarMauricio_Alonso
 
Presente De 15 Anos
Presente De 15 AnosPresente De 15 Anos
Presente De 15 AnosDoni Cia
 
Proibidochorar
ProibidochorarProibidochorar
Proibidochorarsmpc83
 
I NfâNcia2
I NfâNcia2I NfâNcia2
I NfâNcia2veroleal
 
I NfâNcia2
I NfâNcia2I NfâNcia2
I NfâNcia2veroleal
 

Semelhante a O vôo 380 (20)

Neoqeav
NeoqeavNeoqeav
Neoqeav
 
Neoqeav
NeoqeavNeoqeav
Neoqeav
 
Neoqeav texto maravilhoso
Neoqeav texto maravilhosoNeoqeav texto maravilhoso
Neoqeav texto maravilhoso
 
Neoqeav
NeoqeavNeoqeav
Neoqeav
 
The Dead Zone
The Dead ZoneThe Dead Zone
The Dead Zone
 
Músicas
MúsicasMúsicas
Músicas
 
Visita de um amigo
Visita de um amigoVisita de um amigo
Visita de um amigo
 
Rosa lobat - ana branco e marta
Rosa lobat - ana branco e martaRosa lobat - ana branco e marta
Rosa lobat - ana branco e marta
 
Página de um diário - Leon leyson
Página de um diário -  Leon leysonPágina de um diário -  Leon leyson
Página de um diário - Leon leyson
 
Desejo Suficiente para você
Desejo Suficiente para você Desejo Suficiente para você
Desejo Suficiente para você
 
Desejoosuficienteparavoc
Desejoosuficienteparavoc  Desejoosuficienteparavoc
Desejoosuficienteparavoc
 
Desejoosuficienteparavoc
DesejoosuficienteparavocDesejoosuficienteparavoc
Desejoosuficienteparavoc
 
Desejo O Suficiente Para Você
Desejo O Suficiente Para VocêDesejo O Suficiente Para Você
Desejo O Suficiente Para Você
 
Vinícius+de+moraes
Vinícius+de+moraesVinícius+de+moraes
Vinícius+de+moraes
 
Blog sentimentos intrínsecos proibido chorar
Blog sentimentos intrínsecos   proibido chorarBlog sentimentos intrínsecos   proibido chorar
Blog sentimentos intrínsecos proibido chorar
 
Presente De 15 Anos
Presente De 15 AnosPresente De 15 Anos
Presente De 15 Anos
 
Proibidochorar
ProibidochorarProibidochorar
Proibidochorar
 
Proibido chorar
Proibido chorarProibido chorar
Proibido chorar
 
I NfâNcia2
I NfâNcia2I NfâNcia2
I NfâNcia2
 
I NfâNcia2
I NfâNcia2I NfâNcia2
I NfâNcia2
 

Mais de Amadeu Wolff

Aos filhos o que posso
Aos filhos o que possoAos filhos o que posso
Aos filhos o que possoAmadeu Wolff
 
Apresentacoes em telas e poesias
Apresentacoes em telas e poesiasApresentacoes em telas e poesias
Apresentacoes em telas e poesiasAmadeu Wolff
 
Mulheres com mais de 40
Mulheres com mais de 40Mulheres com mais de 40
Mulheres com mais de 40Amadeu Wolff
 
Museu das capelas medici
Museu das capelas mediciMuseu das capelas medici
Museu das capelas mediciAmadeu Wolff
 
Porcelana de coleccion
Porcelana de coleccionPorcelana de coleccion
Porcelana de coleccionAmadeu Wolff
 
Porcelana de coleccion 2
Porcelana de coleccion 2Porcelana de coleccion 2
Porcelana de coleccion 2Amadeu Wolff
 
Israel ou Palestina
Israel ou PalestinaIsrael ou Palestina
Israel ou PalestinaAmadeu Wolff
 
Navidad en las canteras
Navidad en las canterasNavidad en las canteras
Navidad en las canterasAmadeu Wolff
 
Arte foto de gerard hourdin
Arte foto de gerard  hourdinArte foto de gerard  hourdin
Arte foto de gerard hourdinAmadeu Wolff
 

Mais de Amadeu Wolff (20)

Italie la nuit
Italie la nuitItalie la nuit
Italie la nuit
 
Aos filhos o que posso
Aos filhos o que possoAos filhos o que posso
Aos filhos o que posso
 
Apresentacoes em telas e poesias
Apresentacoes em telas e poesiasApresentacoes em telas e poesias
Apresentacoes em telas e poesias
 
George petty
George pettyGeorge petty
George petty
 
Mulheres com mais de 40
Mulheres com mais de 40Mulheres com mais de 40
Mulheres com mais de 40
 
Museo tiflologico
Museo tiflologicoMuseo tiflologico
Museo tiflologico
 
Museu das capelas medici
Museu das capelas mediciMuseu das capelas medici
Museu das capelas medici
 
Parabens a voce
Parabens a voceParabens a voce
Parabens a voce
 
Porcelana de coleccion
Porcelana de coleccionPorcelana de coleccion
Porcelana de coleccion
 
Porcelana de coleccion 2
Porcelana de coleccion 2Porcelana de coleccion 2
Porcelana de coleccion 2
 
Israel ou Palestina
Israel ou PalestinaIsrael ou Palestina
Israel ou Palestina
 
Navidad en las canteras
Navidad en las canterasNavidad en las canteras
Navidad en las canteras
 
L'amour courtois
L'amour courtoisL'amour courtois
L'amour courtois
 
Donald zolan
Donald zolanDonald zolan
Donald zolan
 
Chocolates
ChocolatesChocolates
Chocolates
 
Artista de rua
Artista de ruaArtista de rua
Artista de rua
 
Artesãos hindus
Artesãos hindusArtesãos hindus
Artesãos hindus
 
Arte foto de gerard hourdin
Arte foto de gerard  hourdinArte foto de gerard  hourdin
Arte foto de gerard hourdin
 
Arte em pinturas
Arte em pinturasArte em pinturas
Arte em pinturas
 
A fuga do judeu
A fuga do judeuA fuga do judeu
A fuga do judeu
 

O vôo 380

  • 1. O VOÔ A380 Clique só uma vez para avançar José Sebastião Martins
  • 2. Na sala de embarque do aeroporto, aqui mesmo em minha cidade, enquanto eu aguardava a chamada para o vôo A380, de uma empresa aérea que prefiro não revelar o nome, abri o meu notebook para passar o tempo e verificar a minha agenda.
  • 3. O vôo estava atrasado, aliás, como sempre; então, eu havia escolhido um lugar mais tranqüilo para conferir os meus compromissos de trabalho.
  • 4. De repente, ouço uma voz de um rapaz até bem trajado dizendo, senhor posso sentar-me? Ergui a cabeça e disse-lhe, lógico, por favor, sente-se. Ele sentou-se e ficou lendo uma revista e eu continuei ali no meu note.
  • 5. Daí a pouco iniciou a chamada e todos fomos para a fila, entramos na aeronave e tomamos os nossos assentos e, por coincidência, a poltrona daquele rapaz era vizinha da minha, ou seja, do mesmo lado.
  • 6. Nos acomodamos e ele repetiu, que coincidência hein!!!. Puxando um assunto ele me perguntou para onde eu estava indo, lhe respondi que era para Buenos Aires e ele me disse que o seu destino era Santiago com escala lá em Buenos Aires.
  • 7. Bem, conversa vai, conversa vem, vôo tranqüilo, céu lindo, ele passou a me contar um pouco da sua vida, da sua família, disse que os seus avós deixaram uma lição de vida e uma história linda.
  • 8. Como o vôo era longo, pedi-lhe para me contar; então, passou assim a descrever a história dos seus avós, que disse ser linda.
  • 9. Meus avos já estavam casados ha mais de cinqüenta anos e continuavam jogando um jogo que haviam iniciado quando começaram a namorar.
  • 10. A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra "Neoqeav" num lugar inesperado para o outro encontrar e assim que a encontrasse deveria escrevê-la em outro lugar e assim sucessivamente Neoqeav
  • 11. Eles se revezavam deixando "Neoqeav" escrita por toda a casa, e assim que um a encontrava era sua vez de escondê-la em outro local para o outro achar. Neoqeav
  • 12. Neoqeav Eles escreviam "Neoqeav" com os dedos no açúcar dentro do açucareiro ou no pote de farinha para que o próximo que fosse cozinhar a achasse.
  • 13. Escreviam na janela embaçada pelo sereno que dava para o pátio onde minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho. "Neoqeav" era escrita no vapor deixado no espelho depois de um banho quente, onde a palavra iria reaparecer depois do próximo banho. Neoqeav
  • 14. Uma vez, minha avo até desenrolou um rolo inteiro de papel higiênico para deixar "Neoqeav" na ultima folha e enrolou tudo de novo. Não havia limites para onde "Neoqeav" pudesse surgir. Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav Neoqeav
  • 15. Esta misteriosa palavra tanto fazia parte da casa de meus avos quanto da mobília. Levou bastante tempo para eu passar a entender completamente e gostar deste jogo que eles jogavam. Meu ceticismo nunca me deixou acreditar em um único e verdadeiro amor, que possa ser realmente puro e duradouro.
  • 16. Porem, eu nunca duvidei do amor entre meus avos. Este amor era profundo. Era mais do que um jogo de diversão, era um modo de vida.
  • 17. Seu relacionamento era baseado em devoção e uma afeição apaixonada, igual as quais nem todo mundo tem a sorte de experimentar. O vovô e a vovó ficavam de mãos dadas sempre que podiam. Roubavam beijos um do outro sempre que se batiam um contra outro naquela cozinha tão pequena. Eles conseguiam terminar a frase incompleta do outro e todo dia resolviam juntos as palavras cruzadas do jornal.
  • 18. Minha avó cochichava para mim dizendo o quanto meu avo era bonito, como ele havia se tornado um velho bonito e charmoso. Ela se gabava de dizer que sabia como pegar os namorados mais bonitos.
  • 19. Mas uma nuvem escura surgiu na vida de meus avos: minha avó tinha câncer de mama. A doença tinha primeiro aparecido dez anos antes. Como sempre, vovô estava com ela a cada momento. Ele a confortava no quarto amarelo deles, que ele havia pintado dessa cor para que ela ficasse sempre rodeada da luz do sol, mesmo quando ela não tivesse forcas para sair.
  • 20. O câncer agora estava de novo atacando seu corpo. Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avo, eles iam a igreja toda manha. E minha avó foi ficando cada vez mais fraca, até que, finalmente, ela não mais podia sair de casa.
  • 21. Por algum tempo, meu avo resolveu ir a igreja sozinho, rezando a Deus para zelar por sua esposa. E então, o que todos nos temíamos aconteceu. Vovó partiu
  • 22. "Neoqeav" foi gravada em amarelo nas fitas cor-de-rosa dos buquês de flores do funeral da vovó. Quando os amigos começaram a ir embora, minhas tias, tios, primos e outras pessoas da família se juntaram e ficaram ao redor da vovó pela ultima vez. Neoqeav
  • 23. Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e, num suspiro bem profundo, começou a cantar para ela. Através de suas lagrimas e pesar, a musica surgiu como uma canção de ninar que vinha bem de dentro de seu ser. Neoqeav
  • 24. Sentindo-me muito triste, nunca vou me esquecer daquele momento. Porque eu sabia que mesmo sem ainda poder entender completamente a profundeza daquele amor, eu tinha tido o privilegio de testemunhar a beleza sem igual que aquilo representava. Neoqeav
  • 25. Daí, ele percebendo que meus os olhos já estavam marejados de lágrimas, arrematou dizendo, aposto que a esta altura você deve estar curioso para saber o que “Neoqeav” significa, não?"
  • 26. Eu lhe respondi prontamente, sim, me diz logo o significado desta palavra que já não agüento mais de tanta curiosidade. Então ele me revelou:
  • 27. N unca E squeça O Q uanto E u A mo V ocê NEOQEAV, era o código deles, que significava o seguinte
  • 28. Olha, aí que chorei mesmo, minha voz ficou embargada, ao mesmo tempo que eu estava triste estava alegre por ter ouvido aquela linda historia de amor.
  • 29. Com isso, o nosso avião já estava para aterrisar, dei-lhe um abraço forte de despedida e lhe disse, a partir de hoje você é o meu AMIGO, porque “NUNCA ESQUEÇA O QUANTO EU AMO VOCÊ” rapaz!!!, E é como um AMIGO ESPECIAL, que, por vontade de DEUS o conheci nesta viagem e não foi por acaso, e que ficará na minha lembrança para sempre como O VÔO A380.
  • 30. N unca E squeça O Q uanto E u A mo V ocê Formatação: José Sebastião Martins Autor do texto: Parte de José Sebastião Martins e parte de um autor Desconhecido Música: Airport Love Theme - vincent bell, Andre Rieu – Facination Imagens: Internet Data da formatação: 10/11/2008 E-mail: [email_address] Clique aqui par sair NEOQEAV, era o código deles, que significava o seguinte