MORFOFISIOLOGI      A    VEGETAL
   Absorção de Água e Sais Minerais• Morfologia da Raiz
Raiz Lateral surgindo do periciclo
   Absorção de ÁguaRetenção e troca de íons
Lixiviação
Como se faz a absorção
Solo > Pêlo > Córtex > Endoderme > Periciclo > Lenho
   Absorção de Sais Minerais
Macronutrientes: N; P; KMicronutrientes: Zn; Fe; Cu
   Diversidade de Raízes    Pneumatóforos
Raízes Escoras
Haustórios / Sugadoras
Tuberosas
   Transporte de Seiva Bruta
Tensão-Coesão     Ou  De Dixon
Pressão de RaizSecção desses vasos não provoca aEntrada de ar no sei interior, massim a saída: Exsudação
   Transporte de Seiva Elaborada    Hipótese de Münch
Cintamento
   Diversidade de Caules                     Tronco
Estipe
Colmo
Haste
Tubérculos
Rizoma
Bulbo
Transpiração    Nos  Vegetais
   Cutícula e Estômatos
Estômato    C02Ácido Málico     Luz  Glicose
   Transpiração Estomática
   Transpiração Cuticular
Movimento HidroativoMovimento Fotoativo
   Diversidade das Folhas
Fotossíntese
Ponto de Compensação Fótico ou Luminoso
Fitormônios
AUXINAS    AIA ou Ácido IndolilacéticoParticularidades:Regulação do crescimento;Pode ser inativado pela luz; Promove o ...
Trabalhos de Frits Went
Raiz: é mais sensível ao AIA do que o caule;Caule: sua dose ótima inibe o desenvolvimento da raiz e de gemas laterais;
Outros hormônios vegetaisGiberelinasCitocininasEtilenoÁcido Abscísico (ABA)Ácido 2,4 Diclorofenoxiacético (2,4 D)
Movimentos Vegetais
TROPISMOSFototropismoGeotropismoTigmotropismoQuimiotropismo
TACTISMOEx: algas euglenófitasEx: anterozóides em direção à oosferaNASTISMOSEx: drósera (insetívora)
Em um experimento, um pesquisador retira um anel da casca de um ramo, comopode ser visto na figura:A área operada é proteg...
Medindo as velocidades de crescimento – em função da concentração deauxinas – de um caule e de uma raiz, que mostram, resp...
Durante o mecanismo de abertura dos estômatos, verifica-se a ocorrência de:a) diminuição da fotossíntese, devido à produçã...
Se no esquema abaixo a planta, durante alguns dias, der lentamente uma voltaem torno de si mesma, a cada minuto e de acord...
Analise o gráfico da influência da intensidade luminosa na taxa de fotossíntese eda respiração de uma planta:Considerando ...
3  morfofisiologia vegetal.bio
3  morfofisiologia vegetal.bio
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3 morfofisiologia vegetal.bio

1.852 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3 morfofisiologia vegetal.bio

  1. 1. MORFOFISIOLOGI A VEGETAL
  2. 2.  Absorção de Água e Sais Minerais• Morfologia da Raiz
  3. 3. Raiz Lateral surgindo do periciclo
  4. 4.  Absorção de ÁguaRetenção e troca de íons
  5. 5. Lixiviação
  6. 6. Como se faz a absorção
  7. 7. Solo > Pêlo > Córtex > Endoderme > Periciclo > Lenho
  8. 8.  Absorção de Sais Minerais
  9. 9. Macronutrientes: N; P; KMicronutrientes: Zn; Fe; Cu
  10. 10.  Diversidade de Raízes Pneumatóforos
  11. 11. Raízes Escoras
  12. 12. Haustórios / Sugadoras
  13. 13. Tuberosas
  14. 14.  Transporte de Seiva Bruta
  15. 15. Tensão-Coesão Ou De Dixon
  16. 16. Pressão de RaizSecção desses vasos não provoca aEntrada de ar no sei interior, massim a saída: Exsudação
  17. 17.  Transporte de Seiva Elaborada Hipótese de Münch
  18. 18. Cintamento
  19. 19.  Diversidade de Caules Tronco
  20. 20. Estipe
  21. 21. Colmo
  22. 22. Haste
  23. 23. Tubérculos
  24. 24. Rizoma
  25. 25. Bulbo
  26. 26. Transpiração Nos Vegetais
  27. 27.  Cutícula e Estômatos
  28. 28. Estômato C02Ácido Málico Luz Glicose
  29. 29.  Transpiração Estomática
  30. 30.  Transpiração Cuticular
  31. 31. Movimento HidroativoMovimento Fotoativo
  32. 32.  Diversidade das Folhas
  33. 33. Fotossíntese
  34. 34. Ponto de Compensação Fótico ou Luminoso
  35. 35. Fitormônios
  36. 36. AUXINAS AIA ou Ácido IndolilacéticoParticularidades:Regulação do crescimento;Pode ser inativado pela luz; Promove o alongamento celular;Efeitos das auxinas: distensão da parede celular; luminosidade unilateral determina a curvatura da planta em direção à luz; atuam na divisão celular em folhas, caules e raízes; aplicação de AIA nas extremidades cortadas de estacas; promove o desenvolvimento do ovário / partenocarpia; abscisão foliar em folhas senescentes;
  37. 37. Trabalhos de Frits Went
  38. 38. Raiz: é mais sensível ao AIA do que o caule;Caule: sua dose ótima inibe o desenvolvimento da raiz e de gemas laterais;
  39. 39. Outros hormônios vegetaisGiberelinasCitocininasEtilenoÁcido Abscísico (ABA)Ácido 2,4 Diclorofenoxiacético (2,4 D)
  40. 40. Movimentos Vegetais
  41. 41. TROPISMOSFototropismoGeotropismoTigmotropismoQuimiotropismo
  42. 42. TACTISMOEx: algas euglenófitasEx: anterozóides em direção à oosferaNASTISMOSEx: drósera (insetívora)
  43. 43. Em um experimento, um pesquisador retira um anel da casca de um ramo, comopode ser visto na figura:A área operada é protegida com lanolina para evitar ressecamento local. Apósalguns dias, ao ser comparado com o controle (um ramo intacto), verifica-se que arelação peso/área das folhas do ramo experimental é:a) maior, devido ao acúmulo de matéria orgânica.b) maior, devido ao acúmulo de água nos tecidos foliares.c) menor, devido à desidratação dos tecidos foliares.d) menor, devido ao consumo de amido pêlos tecidos foliares.e) maior, devido ao acúmulo de sais minerais nos tecidos foliares. RESPOSTA: “A”
  44. 44. Medindo as velocidades de crescimento – em função da concentração deauxinas – de um caule e de uma raiz, que mostram, respectivamente,fototropismo positivo e negativo, construiu-se o seguinte gráfico:Esses dados permitem concluir que a concentração de auxina:a) ótima para o caule é máxima para a raiz.b) mínima para o caule é máxima para a raiz.c) ótima para a raiz é máxima para o caule. RESPOSTA: “A”d) máxima para o caule é ótima para a raiz.e) mínima para a raiz é ótima para o caule.
  45. 45. Durante o mecanismo de abertura dos estômatos, verifica-se a ocorrência de:a) diminuição da fotossíntese, devido à produção de CO2.b) saída de água do interior das células - guardas.c) entrada de íons K+ no interior das células guardas.d) plasmólise e diminuição da turgescência das células-guardas.e) transformação de açúcares em amido pela fosforilação. RESPOSTA: “C”
  46. 46. Se no esquema abaixo a planta, durante alguns dias, der lentamente uma voltaem torno de si mesma, a cada minuto e de acordo com o sentido da flecha, aofim desse tempo você espera que:m)ela apresente um geotropismo negativo no caule.n)ela apresente um geotropismo positivo no caule.o)não haja modificações na direção ou no sentido do crescimento do caule.p)haja inversão do sentido de crescimento do caule.q)ela cresça em ziguezague. RESPOSTA: “C”
  47. 47. Analise o gráfico da influência da intensidade luminosa na taxa de fotossíntese eda respiração de uma planta:Considerando as condições do ponto indicado pela seta, todas as afirmativasestão teoricamente corretas, exceto:a) A qualidade de CO2 liberado na respiração corresponde à consumida nafotossíntese.b) A quantidade de O2 liberado na fotossíntese corresponde à consumida narespiração.c) Cessa o armazenamento de carboidrato.d) Cessam as trocas gasosas com o ambiente.e) Há condições adequadas para a reprodução da planta. RESPOSTA: “E”

×