SlideShare uma empresa Scribd logo
BASQUETEBOL
• Para tudo há um tempo:
• Tempo para nascer e tempo para
morrer
• Tempo para chorar e tempo para sorrir
• Tempo para dar abraços e tempo para
apartar-se
• Tempo para ganhar e tempo para
perder
• Tempo para calar e tempo para falar.
Eclesiastes 3
História
• Foi criado em 1891 por James
Naismith nos Estados Unidos.
• Conquistou rapidamente os
americanos;
• Hoje é um dos esportes mais
populares do mundo;
• No novo esporte foram
amarradas duas cestas de
colher pêssegos a uma
altura de 3,05m (até hoje
a altura é a mesma).
• Havia um problema
quando a bola caia na
cesta, ou seja alguém
tinha que subir em uma
escada para retirar a bola.
REGRAS DO BASQUETEBOL
O basquetebol é
composto por oito regras
oficiais divididas em 50
artigos, cada artigo pode
ser subdividido em vários
itens.
REGRAS DO BASQUETEBOL
• 1 – O JOGO – Definições
• 2 – A QUADRA E SEUS EQUIPAMENTOS
• 3 – EQUIPES
• 4 – REGULAMENTAÇÃO DO JOGO
• 5 – VIOLAÇÕES
• 6 – FALTAS
• 7 – DISPPOSIÇÕES GERAIS
• 8 – DEVERES E PODERES DOS OFICIAIS DO
JOGO
Regra 1 -O JOGO (definições)
• BASQUETEBOL = BOLA AO CESTO
• O basquetebol é jogado por duas
equipes com 5 jogadores cada e o
objetivo do jogo é acertar a bola na
cesta do adversário e impedir que este
faça o mesmo na cesta do seu time.
• Somente as mãos podem ser utilizadas e
os jogadores não podem correr
segurando a bola.
Regra 2 – A quadra e seus
equipamentos – A partir de 1º de
Outubro - 2010
Regra 3 - Equipes
• Uma equipe é composta por 5
jogadores titulares, no máximo 7
reservas.
• No máximo 5 acompanhantes
podem ficar no banco de
reservas (médico, treinador,
fisioterapeuta, etc).
• Cada equipe deve possuir no mínimo dois jogos
de uniformes.
• A equipe da casa deve jogar com uniforme de
cor clara e do lado esquerdo da mesa.
Regra 4 – Regulamento do Jogo
• Um jogo de basquete é composto por
quatro períodos de 10 minutos.
• Caso o jogo termine empatado,
tempos extras de 5 minutos serão
adotados até haja um vencedor.
• O jogo começa com um lançamento da
bola ao alto, pelo árbitro, no início do
jogo.
• Posse alternada de bola
Regra 4 – Regulamento do Jogo
• Bola viva e bola morta – Todas as vezes
em que a bola estiver morta o
cronômetro será travado.
• A bola será jogada entre dois
saltadores e não pode ser agarrada por
nenhum deles.
• Os saltadores somente podem saltar
quando a bola atingir seu ponto mais
alto.
• Valor da cesta – Lance livre – 1 ponto,
Dentro da área de 6,75m – 2 pontos e
fora da área de 6,75m – 3 pontos.
• Pedido de tempo debitado – 2
no primeiro tempo 3 no
segundo e 1 a cada tempo extra.
REGRA 5 - VIOLAÇÕES
• É uma infração às regras onde não
há contato físico com o adversário.
Exemplos:
• Jogador fora da quadra, bola fora da
quadra, duplo drible, andar com a
bola, infração à regra dos três, oito,
vinte e quadro ou 5 segundos, volta
de bola etc.
REGRA 6 - FALTAS
• Infração às regras envolvendo contato
pessoal.
• As faltas podem ser pessoais, técnicas,
desqualificante e antidesportiva.
• As faltas pessoais envolvem contatos como
por exemplo: empurrar, agarrar, uso ilegal
das mãos etc.
• Nas faltas técnicas não há contato físico, por
exemplo, xingamentos, grosserias e outras
atitudes contrárias aos princípios de boas
maneiras.
REGRA 7 – DISPOSIÇÕES GERAIS
• Um jogador que cometer 5 faltas pessoais ou
técnicas será excluído e deverá ser
substituído.
• Uma equipe pode cometer até 4 faltas em
cada período de jogo. Da quinta falta em
diante serão concedidos 2 lances livre à
equipe adversária.
REGRA 8 – OS OFICIAIS DO JOGO
• A equipe de arbitragem é composta
por um árbitro, um ou dois fiscais,
os mesários (um apontador, um
assistente de apontador, um
cronometrista e um operador do
cronômetro de vinte e quatro (24)
segundos) e um comissário
(Supervisor dos outros fiscais).
Basquetebol
Basquetebol

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ténis de Mesa - Regras de jogo
Ténis de Mesa - Regras de jogoTénis de Mesa - Regras de jogo
Ténis de Mesa - Regras de jogo
Marta Lopes
 
Voleibol na escola
Voleibol na escolaVoleibol na escola
Voleibol na escola
evandrolhp
 
Educação Física - Voleibol
Educação Física - VoleibolEducação Física - Voleibol
Educação Física - Voleibol
antoniavieira
 
Slide de futsal para aula de ed. física
Slide de futsal para aula de ed. físicaSlide de futsal para aula de ed. física
Slide de futsal para aula de ed. física
adnete
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
smigano
 

Mais procurados (20)

Boxe
BoxeBoxe
Boxe
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Ténis de Mesa - Regras de jogo
Ténis de Mesa - Regras de jogoTénis de Mesa - Regras de jogo
Ténis de Mesa - Regras de jogo
 
Voleibol na escola
Voleibol na escolaVoleibol na escola
Voleibol na escola
 
Educação Física - Voleibol
Educação Física - VoleibolEducação Física - Voleibol
Educação Física - Voleibol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Slide de futsal para aula de ed. física
Slide de futsal para aula de ed. físicaSlide de futsal para aula de ed. física
Slide de futsal para aula de ed. física
 
Voleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentosVoleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentos
 
Futsal exercicios treinamento
Futsal   exercicios treinamentoFutsal   exercicios treinamento
Futsal exercicios treinamento
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Regras do Basquete
Regras do BasqueteRegras do Basquete
Regras do Basquete
 
Futsal
FutsalFutsal
Futsal
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Futsal
FutsalFutsal
Futsal
 
Slide futsal
Slide futsalSlide futsal
Slide futsal
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETEEDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
 

Semelhante a Basquetebol

Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1
Cátia Amo-te
 
Basquete.
Basquete.Basquete.
Basquete.
maadalk
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
cappp
 

Semelhante a Basquetebol (20)

Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1Educação física – módulo 1
Educação física – módulo 1
 
Basquete.
Basquete.Basquete.
Basquete.
 
Basquetebol.pptx
Basquetebol.pptxBasquetebol.pptx
Basquetebol.pptx
 
Basquete, regras e fundamentos
Basquete, regras e fundamentosBasquete, regras e fundamentos
Basquete, regras e fundamentos
 
Basquete
BasqueteBasquete
Basquete
 
Regras basquetebol
Regras basquetebolRegras basquetebol
Regras basquetebol
 
Bastebol
BastebolBastebol
Bastebol
 
This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!
 
Basquete_4º bimestre.pptx
Basquete_4º bimestre.pptxBasquete_4º bimestre.pptx
Basquete_4º bimestre.pptx
 
Basquete: História, Regras e Fundamentos
Basquete: História, Regras e FundamentosBasquete: História, Regras e Fundamentos
Basquete: História, Regras e Fundamentos
 
Trabalho de Andebol - Aconsa
Trabalho de Andebol - AconsaTrabalho de Andebol - Aconsa
Trabalho de Andebol - Aconsa
 
213
213213
213
 
222
222222
222
 
Olimpíadas
OlimpíadasOlimpíadas
Olimpíadas
 
O basquete
O basquete O basquete
O basquete
 
A história oficial do basquete
A história oficial do basqueteA história oficial do basquete
A história oficial do basquete
 
Ginástica e basketball
Ginástica e basketballGinástica e basketball
Ginástica e basketball
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Quadro comparativo de modalidades desportivas
Quadro comparativo de modalidades desportivasQuadro comparativo de modalidades desportivas
Quadro comparativo de modalidades desportivas
 

Mais de aluisiobraga (20)

Primeiros socorros 2015
Primeiros socorros  2015Primeiros socorros  2015
Primeiros socorros 2015
 
Doping no Esporte
Doping no EsporteDoping no Esporte
Doping no Esporte
 
Educação postural 2015
Educação postural 2015Educação postural 2015
Educação postural 2015
 
Exercício e saúde
Exercício e saúdeExercício e saúde
Exercício e saúde
 
Lutas
LutasLutas
Lutas
 
Identidades juvenis
Identidades juvenisIdentidades juvenis
Identidades juvenis
 
O corpo e a expressão artística e cultural
O corpo e a expressão artística e culturalO corpo e a expressão artística e cultural
O corpo e a expressão artística e cultural
 
Contfin2013
Contfin2013Contfin2013
Contfin2013
 
Futsal 2013
Futsal 2013Futsal 2013
Futsal 2013
 
Fisiologia do exercício 1º ano
Fisiologia do exercício 1º anoFisiologia do exercício 1º ano
Fisiologia do exercício 1º ano
 
Primeiros socorros 1ºs anos
Primeiros socorros 1ºs anosPrimeiros socorros 1ºs anos
Primeiros socorros 1ºs anos
 
Esteróides anabolizantes 1ºs anos
Esteróides anabolizantes 1ºs anosEsteróides anabolizantes 1ºs anos
Esteróides anabolizantes 1ºs anos
 
Educação postural 2009
Educação postural 2009Educação postural 2009
Educação postural 2009
 
Atletismo multi cópia
Atletismo multi   cópiaAtletismo multi   cópia
Atletismo multi cópia
 
Higiene e saúde cópia
Higiene e saúde   cópiaHigiene e saúde   cópia
Higiene e saúde cópia
 
Alimentação para uma vida saudável cópia
Alimentação para uma vida saudável   cópiaAlimentação para uma vida saudável   cópia
Alimentação para uma vida saudável cópia
 
Obesidade
Obesidade Obesidade
Obesidade
 
Doping no esporte 8ª série
Doping no esporte   8ª sérieDoping no esporte   8ª série
Doping no esporte 8ª série
 
Suplementos alimentares 7ª série
Suplementos alimentares 7ª sérieSuplementos alimentares 7ª série
Suplementos alimentares 7ª série
 
Iniciação ao voleibol 2008
Iniciação ao voleibol   2008Iniciação ao voleibol   2008
Iniciação ao voleibol 2008
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 

Último (20)

Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimentoApresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
Apresentação de vocabulário fundamental em contexto de atendimento
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 

Basquetebol

  • 2. • Para tudo há um tempo: • Tempo para nascer e tempo para morrer • Tempo para chorar e tempo para sorrir • Tempo para dar abraços e tempo para apartar-se • Tempo para ganhar e tempo para perder • Tempo para calar e tempo para falar. Eclesiastes 3
  • 3.
  • 4. História • Foi criado em 1891 por James Naismith nos Estados Unidos. • Conquistou rapidamente os americanos; • Hoje é um dos esportes mais populares do mundo;
  • 5. • No novo esporte foram amarradas duas cestas de colher pêssegos a uma altura de 3,05m (até hoje a altura é a mesma). • Havia um problema quando a bola caia na cesta, ou seja alguém tinha que subir em uma escada para retirar a bola.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. REGRAS DO BASQUETEBOL O basquetebol é composto por oito regras oficiais divididas em 50 artigos, cada artigo pode ser subdividido em vários itens.
  • 10. REGRAS DO BASQUETEBOL • 1 – O JOGO – Definições • 2 – A QUADRA E SEUS EQUIPAMENTOS • 3 – EQUIPES • 4 – REGULAMENTAÇÃO DO JOGO • 5 – VIOLAÇÕES • 6 – FALTAS • 7 – DISPPOSIÇÕES GERAIS • 8 – DEVERES E PODERES DOS OFICIAIS DO JOGO
  • 11. Regra 1 -O JOGO (definições) • BASQUETEBOL = BOLA AO CESTO • O basquetebol é jogado por duas equipes com 5 jogadores cada e o objetivo do jogo é acertar a bola na cesta do adversário e impedir que este faça o mesmo na cesta do seu time. • Somente as mãos podem ser utilizadas e os jogadores não podem correr segurando a bola.
  • 12. Regra 2 – A quadra e seus equipamentos – A partir de 1º de Outubro - 2010
  • 13. Regra 3 - Equipes • Uma equipe é composta por 5 jogadores titulares, no máximo 7 reservas. • No máximo 5 acompanhantes podem ficar no banco de reservas (médico, treinador, fisioterapeuta, etc).
  • 14. • Cada equipe deve possuir no mínimo dois jogos de uniformes. • A equipe da casa deve jogar com uniforme de cor clara e do lado esquerdo da mesa.
  • 15. Regra 4 – Regulamento do Jogo • Um jogo de basquete é composto por quatro períodos de 10 minutos. • Caso o jogo termine empatado, tempos extras de 5 minutos serão adotados até haja um vencedor. • O jogo começa com um lançamento da bola ao alto, pelo árbitro, no início do jogo. • Posse alternada de bola
  • 16. Regra 4 – Regulamento do Jogo • Bola viva e bola morta – Todas as vezes em que a bola estiver morta o cronômetro será travado. • A bola será jogada entre dois saltadores e não pode ser agarrada por nenhum deles. • Os saltadores somente podem saltar quando a bola atingir seu ponto mais alto.
  • 17. • Valor da cesta – Lance livre – 1 ponto, Dentro da área de 6,75m – 2 pontos e fora da área de 6,75m – 3 pontos.
  • 18. • Pedido de tempo debitado – 2 no primeiro tempo 3 no segundo e 1 a cada tempo extra.
  • 19.
  • 20. REGRA 5 - VIOLAÇÕES • É uma infração às regras onde não há contato físico com o adversário. Exemplos: • Jogador fora da quadra, bola fora da quadra, duplo drible, andar com a bola, infração à regra dos três, oito, vinte e quadro ou 5 segundos, volta de bola etc.
  • 21. REGRA 6 - FALTAS • Infração às regras envolvendo contato pessoal. • As faltas podem ser pessoais, técnicas, desqualificante e antidesportiva. • As faltas pessoais envolvem contatos como por exemplo: empurrar, agarrar, uso ilegal das mãos etc. • Nas faltas técnicas não há contato físico, por exemplo, xingamentos, grosserias e outras atitudes contrárias aos princípios de boas maneiras.
  • 22. REGRA 7 – DISPOSIÇÕES GERAIS • Um jogador que cometer 5 faltas pessoais ou técnicas será excluído e deverá ser substituído. • Uma equipe pode cometer até 4 faltas em cada período de jogo. Da quinta falta em diante serão concedidos 2 lances livre à equipe adversária.
  • 23. REGRA 8 – OS OFICIAIS DO JOGO • A equipe de arbitragem é composta por um árbitro, um ou dois fiscais, os mesários (um apontador, um assistente de apontador, um cronometrista e um operador do cronômetro de vinte e quatro (24) segundos) e um comissário (Supervisor dos outros fiscais).