Poluicao atmosferica

662 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poluicao atmosferica

  1. 1. POLUIÇÃO DO AR
  2. 2. A radiação terrestre e as concentrações de gases de efeito estufa resultam na intensificação do efeito que naturalmente já se processa na atmosfera da Terra há bilhões de anos
  3. 3. pela presença de vapor d'água, nitrogênio, oxigênio, dióxido de carbono, monóxido de carbono, metano, óxido nitroso, óxido nítrico e ozônio.
  4. 4. Compostos Sulfurosos Os Compostos sulfurosos são representados em sua maior parte pelo dióxido de enxofre e pelo gás sulfídrico,
  5. 5. encontrado em concentrações variáveis no ar das grandes cidades. O dióxido de enxofre é formado principalmente pela combustão dos derivados de petróleo e do carvão mineral.
  6. 6. O dióxido de enxofre provoca problemas no sistema respiratório e é causa de bronquites e distúrbios graves, como o enfisema pulmonar. No ar o dióxido de enxofre pode ser transformado em trióxido de enxofre, que, para as vias respiratórias, é ainda mais irritante que o primeiro.
  7. 7. Os vegetais são sensíveis aos óxido de enxofre: suas folhas amarelecem e, sob altas concentrações de óxido, eles chegam a morrer.
  8. 8. Compostos Nitrogenados O dióxido de nitrogênio é o poluente produzido pelas descargas dos motores de automóveis, especialmente os movidos a óleo diesel e gasolina.
  9. 9. Os óxido de nitrogênio constituem a névoa seca (smog fotoquímico) que se forma sobre grandes cidades, por ação das radiações solares sobre os gases expelidos pelos veículos automotores.
  10. 10. É tóxico para as vias respiratórias, provocando enfisema pulmonar. Reduz a fotossíntese nas plantas e danificada a pintura de carros e outros objetos, pois altera as tintas.
  11. 11. Poluente: ozônio. Principais fontes de emissão: é formado pela reação dos hidrocarbonetos e óxido de nitrogênio na presença de luz solar.
  12. 12. Danos à saúde: irritações nos olhos e vias respiratórias, diminuição da capacidade pulmonar, envelheciment o precoce e corrosão dos tecidos. Pessoas com asma são mais suscetíveis aos efeitos do ozônio.
  13. 13. Poluente: hidrocarboneto. Principais fontes de emissão: carros a gasolina (53%), veículos a diesel (21%), carros a álcool (19%).
  14. 14. Danos à saúde: os hidrocarbonetos diminuem a capacidade sangüínea de transportar oxigênio e afetam os sistemas cardiovascular e nervoso e os pulmões. Os hidriocarbonetos aromáticos (benzeno, tolueno e xileno) são cancerígeno.
  15. 15. Poluente: dióxido de nitrogênio. Principais fontes de emissão: veículos a diesel (81%), carros a gasolina (10%), carros a álcool (5%).
  16. 16. Danos à saúde: pode penetrar profundamente no sistema respiratório e dar origem a substância mutagênicas e carcinogênicas . É também um irritante podendo conduzir a sintomas que lembram os do enfisema.
  17. 17. Poluente: dióxido de enxofre. Principais fontes de emissão: veículos a diesel (77%), indústrias (15%), carros a gasolina (8%).
  18. 18. Danos à saúde: altas concentrações provocam irritações no sistema respiratório e problemas cardiovascular es. A concentração desse poluente tem se mantido abaixo do níveis aceitáveis nos últimos dez anos.
  19. 19. Destruição da camada de ozônio
  20. 20. O sol produz a chamada radiação ultravioleta, que é perigosa para os seres vivos. O ozônio é um gás que forma, na atmosfera, um filtro natural capaz de impedir a passagem da radiação ultravioleta.
  21. 21. Se a camada de ozônio fosse destruída, a vida da terra estaria seriamente ameaçada.Entre os principais destruidores da camada de ozônio estão os clorofluorcarbon os (CFC), usados em ciclos de refrigeração e nas embalagens do tipo aerossol.
  22. 22. Quem são mais atingidos são, crianças, idosos, indivíduos com problemas respiratório ou cardíacos e pessoas que se exercitam em momentos de pico de poluição (a atividade física aumenta em até cinco vezes o consumo do ar, potencializando os efeitos negativos do ozônio).

×