Proposição

2.207 visualizações

Publicada em

Síntese esquemática da proposição de Os Lusíadas.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.168
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proposição

  1. 1. Proposição
  2. 2. Proposição (< propor) O poeta propõe-se celebrar («Cantando espalharei por toda a parte» - v. 15):Heróis: Qualidades: Obras:•Os guerreiros •Espírito guerreiro •Novas rotas•Os marinheiros •Espírito aventureiro •Descobertas•Os reis •Espírito de sacrifício •Império•Os autores de feitos •Esforço •Dilatação da féextraordinários •Coragem «obras valerosas» (v. 13) «memórias gloriosas» «barões assinalados» (v. 9) (v. 1) IMORTALIDADE
  3. 3. Proposição Divinização do herói Superação Comparações: dos limitesPortugueses – mais do que – a força humana (cf. v. 6) humanos navegadores lendários (Ulisses e Eneias) (cf. v. 16) dos feitosValor – mais alto que – heróis antigos guerreiros históricos antigos (Alexandre e Trajano) (cf. v. 18)
  4. 4. Proposição Divinização do herói Superação Perífrases:«o peito ilustre lusitano» (v. 5)«Se vão da lei da morte libertando» (v. 14) da morte Hipérbole:Neptuno (deus do mar) dos mitos – obedeceram aos Portugueses (cf. v. 22)Marte (deus da guerra) antigos
  5. 5. Proposição Anúncio da estrutura da obra - planos Plano do poeta «Cantando espalharei» (v. 15) Plano da viagem Plano da História «Por mares nunca de «Peito ilustre «Daqueles Reis queantes navegados» (v. 3) Lusitano» foram dilatando» (v. 10) Plano dos deuses «A quem Neptuno e Marte obedeceram» (v. 22)

×