SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
Baixar para ler offline
AUDIÊNCIA PÚBLICA – YAMANA
      GOLD JACOBINA


            ACIJA

   JACOBINA(BA) 17/03/2010
EMPRESA
Yamana Gold Inc., fundada em 2003
Sede:Toronto – Canadá
Unidades no Brasil:
Bahia
a) Jacobina: Jacobina Mineração e Comércio
   Ltda.,
b) Teofilândia: Fazenda Brasileiro;
c) Pindobaçu: Yamanna Gold.
Mato Grosso - Serra da Borda Mineração e
  Metalurgia;
Goiás - Mineração Maracá Indústria e Comércio.
UNIDADES NO MUNDO
a) Argentina - MASA – Minas Argentinas

b) Honduras - MINOSA – Minerarales de
   Occidente

c) Chile - EL PEÑÓN – Minera Meridian

d) Flórida – MINERA
DADOS DE 2007
4.002 colaboradores

5.483 terceirizados

Vendas recordes de US$ 93 milhões para o
 exterior em 2007, conquistando, com isto, uma
 posição de destaque entre os maiores
 exportadores do estado.

            Centro Internacional de Negócios da Bahia (PROMO).
HISTÓRICO
A mina da Jacobina Mineração e Comércio Ltda., do
  grupo financeiro Yamana Gold Inc., fica lozalizada a
  12 Km da cidade de Jacobina, estado da Bahia, que
  tem a latitude 11º 15’ sul e 40º 31’ oeste, na
  localidade conhecida como Canavieiras, secular
  garimpo explorado desde os tempos das Entradas e
  Bandeiras pelos Bandeirantes que ao subirem o Rio
  São Francisco (Rio dos Currais), chegaram até a foz
  do Rio Salitre nos anos 1625, através de expedição
  organizada pela Casa da Ponte de Garcia D’ávila,
  detentor destas terras, a procura das nossas
  riquezas minerais.
HISTÓRICO II

Mina subterrânea de ouro, localizada na
 cidade de Jacobina no estado da Bahia,
 compreendendo      5.996  hectares   em
 concessões minerais, 129.572 hectares de
 concessões para exploração e 6.012
 hectares de títulos de exploração. É um
 complexo de cinco minas: Canavieiras,
 Itapicuru, João Belo, Morro do Vento e
 Basal, com uma planta de beneficiamento
 em comum.
PROCESSO INDUSTRIAL
O ouro está presente no minério em associação com arsenopirita. O
  processo de moagem, hidratação e oxidação da arsenopirita
  libera ouro, arsênio e ácido sulfúrico. A Yamana Gold minera a
  arsenopirita, retira o ouro para o mercado mundial e devolve o
  arsênio e o ácido sulfúrico para os jacobinenses.
O ouro é extraído com a adição de cianureto ou simplesmente
  conhecido como cianeto, que a toxicidade do íon cianeto (HCN) é
  conhecida há mais de dois séculos, porém, os compostos que
  contém cianeto são tóxicos somente se liberarem HCN numa
  reação. Sem dúvida alguma, o ácido cianídrico ou ácido
  prússico é o veneno de ação mais rápida que se conhece.

Por ingestão, a dose é capaz de provocar a morte entre 3 e 4
  minutos.
CONTAMINAÇÃO POR ARSÊNIO
Paracatu e Nova Lima (MG) são as cidades brasileiras
  mais contaminadas por arsênio, em decorrência da
  mineração de ouro nestas cidades.
Enquanto países como Canadá não permitem
  contaminação dos solos por arsênio acima de 5 ppm,
  em alguns bairros de Paracatu e Nova Lima a
  concentração de arsênio nos solos chega a 13000
  ppm. Em Paracatu, a responsável pela contaminação
  é a empresa canadense RPM – Rio Paracatu
  Mineração/Kinross, que conta com o apoio de um
  punhado de autoridades governamentais brasileiras.
EFEITOS DA EXPOSIÇÃO CRÔNICA AO ARSÊNIO SOBRE
  A SAÚDE: REVISÃO DA LITERATURA E PERSPECTIVAS
                  PARA O FUTURO
O arsênio e seus compostos são altamente tóxicos quando inalados, ingeridos
   ou absorvidos. As doenças ligadas ao envenenamento crônico por arsênio
   incluem desde lesões de pele até diabetes, insuficiência renal e câncer,
   entre outras;
Um estudo demonstrou um aumento de mais de 10 x (dez vezes) no risco de
   câncer em uma população exposta aos solos e águas contaminados por
   arsênio, nas vizinhanças de uma mina abandonada de ouro e prata;
A contaminação ambiental pelo arsênio da mineração a céu aberto pode
   ocorrer de várias formas. O arsênio pode ser liberado próximo à superfície
   das áreas lavradas e dos rejeitos de mineração, carregado pela poeira a
   grandes distâncias e depois lavado para a profundidade.
A poeira tóxica que se forma na área desnuda da lavra e os elementos
   solubilizados dos rejeitos, ao atingem povoados e cursos d'água,
   impactam negativamente áreas localizadas a centenas de quilômetros da
   mineração.

Sergio Ulhoa Dani – Doutor em Medicina pela MHH (Alemanha), Doutor em Ciências pela
    UFMG e livre-docente em genética pela USP.
(http://www.physics.harvard.edu/~wilson/arsenic/arsenic_project_introduction.html)
DESCARREGAMENTO DE CIANETO NA JACOBINA MINERAÇÃO
BARRAGEM DE REJEITO

A barragem de rejeito da Jacobina Mineração
 e Comércio Ltda., do Grupo Yamana Gold
 Inc., entrou em atividade no ano de 1982, há
 27 anos atrás, quando a empresa era de
 propriedade da Mineração Morro Velho S/A e
 atualmente chegou a sua capacidade
 máxima pela quantidade de material
 armazenado.
A BARRAGEM PARA CONTENÇÃO DOS REJEITOS PROVENIENTES
DAS ATIVIDADES DE BENEFICIAMENTO DA JACOBINA
MINERAÇÃO ESTÁ SENDO CONSTRUÍDA COM O PRÓPRIO
REJEITO, LANÇADO POR UM SISTEMA DE ESPIGOTEAMENTO,
PELO MÉTODO DE MONTANTE (UPSTREAM METHOD). SUA
CAPACIDADE É DE 13 MILHÕES T.

ATUALMENTE, O TALUDE DE JUSANTE DA BARRAGEM
ENCONTRA-SE COM APROXIMADAMENTE 55 M DE ALTURA E O
RESERVATÓRIO DE REJEITOS OCUPA UMA ÁREA COM
APROXIMADAMENTE 34 HA. A BARRAGEM É DOTADA DE UM
SISTEMA DE MONITORAMENTO COMPOSTO POR PIEZÔMETROS
E UM MEDIDOR DE VAZÕES A JUSANTE, ALÉM DE UM CANAL
EXTRAVASOR.
VOTORANTIN MINERAÇÃO – TRÊS MARIAS - MG
RECURSOS HÍDRICOS
BARAGEM DO CALDEIRÃO
DEGRADAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS
RIO ITAPICURUZINHO
ENTORNO DA MINA


Área extremamente impactada, por
 poluição ambiental (água, ar, solo,
 acústica e visual), perdendo toda
 beleza cênica da região causado
 pela mina a céu aberto de João
 Belo.
IMPACTOS DIRETAMENTO NOS MORADORES DO
                 ENTORNO DA MINA


a)   Diarréias;
b)   Silicose;
c)   Infecções respiratórias;
d)   Doenças pulmonares crônicas;
e)   Doenças infantis;
f)   Doenças de pele;
g)   Câncer.
DEFINIÇÃO DE SAÚDE

    “ A situação de perfeito
   bem-estar físico, mental e
     social de um indivíduo”
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE apud SEGRE, FERRAZ, 1997, p. 539
DENÚNCIA DOS MORADORES DO ITAPICURU
PRINCÍPIOS DO DIREITO AMBIENTAL


a)    Não é preciso provar a
      culpa, apenas o dano
      ambiental;
b)    Poluidor/pagador.
PROPOSTAS COMPENSATÓRIAS PARA O MEIO
              AMBIENTE
A)   Desassoreamento do conjunto de Rios do
     entorno da mina até o pontilhão da Canavieira
     de fora;
B)   Recuperação das APPs – Área de Preservação
     Permanente do conjunto de Rios do entorno da
     mina até o pontilhão da Canavieira de fora;
C)   Monitoramento eletrônico dos lançamentos de
     efluentes e criação de comissão de fiscalização;
D)   Produção e distribuição permanente de mudas
     nativas para campanhas escolares e sociais.
PROPOSTAS COMPENSATÓRIAS PARA OS
       MORADORES DO ENTORNO DA MINA
A)   Garantia de cota de 5% do quadro próprio de
     funcionários e do terceirizado para os moradores do
     entorno da mina;
B)   Atendimento médico e dentista semanal para os
     moradores do entorno da mina;
C)   Reforço escolar e merenda para os alunos
     moradores do entorno da mina, nos turnos matutino
     e vespertino;
D)   Assumir responsabilidade de pagamento junto a
     EMBASA de 80% do valor da conta de consumo de
     água no limite de 30 M3, dos moradores do entorno
     da mina, por consumidor.
O QUE É CFEM?
É uma espécie de indenização devida à União pelo
minerador, para compensar os direitos de exploração dos
minérios que esta lhe concedeu sem ônus. É chamada
de COMPENSAÇÃO FINANCEIRA PELA EXPLORAÇÃO
DE RECURSOS MINERAIS (CFEM), e foi criada pela
Constituição Federal de 1988 que introduziu importantes
transformações no arcabouço político-administrativo do
País, assegurando aos Estados, Distrito Federal e
Municípios direitos a esta indenização.

(CF, art. 20 item IX, ¶ único, e art.176.)
A DISTRIBUIÇÃO DA CFEM

a) 12% para a União (R$ 253 mil);

b) 23% para o Estado onde for (R$ 486 mil);

c) 65% para o Município produtor (R$ 1.375
  milhão).
PROPOSTAS COMPENSATÓRIAS (PMJ)
        PARA O MEIO AMBIENTE
a) Que em 10 anos a Prefeitura aplique 70% dos
   recursos recebidos pela CFEM exclusivamente no
   Meio Ambiente do entorno da JMC, para mitigação
   de toda área;
b) A curto prazo, faça o desassoreamento do Rio
   Itapicuru a partir do Pontilhão da Canavieira até o
   bairro de Nazaré;
c) A curto e médio prazo, faça a recuperação das APPs
   do Rio Itapicuru a partir do Pontilhão da Canavieira
   até o bairro de Nazaré;
d) Construção do cais do Bairro de Nazaré que tem
   sido impactado diretamente nas cheias do rio.
BAIRRO DE NAZARÉ
INDICAÇÃO DE LEITURA
Enredos e tramas nas minas de Ouro de Jacobina.

Tese de doutorado da Professora Doutora Sara Oliveira
  Farias, UFPE 2008.

“Sara Farias enfatiza que a obra faz uma denúncia
  política e social sobre as precárias condições de
  trabalho que levaram à morte dezenas de
  trabalhadores acometidos por uma inflamação nos
  pulmões, conhecida como silicose, doença
  ocupacional, letal e sem cura, adquirida nas minas”.
OBRIGADO

                                ALMACKS LUIZ SILVA
Gestor Ambiental (FONASC – Fórum Nacional da Soc. Civil)


                     EQUIPE
                                                    Sheila Fonseca
                    Estudante do Curso Superior em Gestão Ambiental
                                                 Ana Lúcia Teixeira
                                                 Gestora do CEDBC
                                                     Seu Pedrinho
                                      Operário e morador do entorno

                  Telefone: (74)9115-9831
                E-mail: almacks@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Parecer técnico balprensa revisado
Parecer técnico balprensa revisadoParecer técnico balprensa revisado
Parecer técnico balprensa revisadoMarcelo Forest
 
Rio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da Humanidade
Rio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da HumanidadeRio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da Humanidade
Rio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da HumanidadeMarcos Roberto G. F. Saraiva
 
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Prad da nascente e app do córrego do latão
Prad da nascente e app do córrego do latãoPrad da nascente e app do córrego do latão
Prad da nascente e app do córrego do latãoDanielle Rocha
 
Rio de Janeiro - World heritage
Rio de Janeiro - World heritageRio de Janeiro - World heritage
Rio de Janeiro - World heritageLavennder M
 
Parque eólico prad
Parque eólico   pradParque eólico   prad
Parque eólico pradDanilo
 
Apresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerb
Apresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerbApresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerb
Apresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerbConceição Fontolan
 
Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...
Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...
Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...Adriana Coroa
 
Parecer técnico manguezal moveis circular 2
Parecer técnico manguezal moveis circular 2Parecer técnico manguezal moveis circular 2
Parecer técnico manguezal moveis circular 2Marcelo Forest
 
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...Mayara Leão
 
Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.Marina Godoy
 
Aula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo br
Aula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo brAula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo br
Aula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo brGerson Coppes
 
Deputado Beto Mansur - Petróleo no Brasil
Deputado Beto Mansur - Petróleo no BrasilDeputado Beto Mansur - Petróleo no Brasil
Deputado Beto Mansur - Petróleo no BrasilDeputadoBetoMansur1144
 
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMAArine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMACamila Bittar
 

Mais procurados (20)

Parecer técnico balprensa revisado
Parecer técnico balprensa revisadoParecer técnico balprensa revisado
Parecer técnico balprensa revisado
 
Rio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da Humanidade
Rio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da HumanidadeRio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da Humanidade
Rio - World Heritage site - Patrimônio Cultural da Humanidade
 
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
 
Prad da nascente e app do córrego do latão
Prad da nascente e app do córrego do latãoPrad da nascente e app do córrego do latão
Prad da nascente e app do córrego do latão
 
Rio de Janeiro - World heritage
Rio de Janeiro - World heritageRio de Janeiro - World heritage
Rio de Janeiro - World heritage
 
Parque eólico prad
Parque eólico   pradParque eólico   prad
Parque eólico prad
 
Apresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerb
Apresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerbApresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerb
Apresentacao 12 momen_intercamb_joao_batista_cerb
 
Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...
Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...
Espacialização dos Recursos Hídricos e Minerais no Recôncavo Baiano e os Impa...
 
Relatório Geográfico
Relatório GeográficoRelatório Geográfico
Relatório Geográfico
 
Carta _ Dois lados da moeda
Carta _ Dois lados da moeda  Carta _ Dois lados da moeda
Carta _ Dois lados da moeda
 
Parecer técnico manguezal moveis circular 2
Parecer técnico manguezal moveis circular 2Parecer técnico manguezal moveis circular 2
Parecer técnico manguezal moveis circular 2
 
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
Plano de Recuperação da Área Degradada como condicionante da Implantação do H...
 
Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
Impactos Ambientais - Complexo Lagunar da Barra da Tijuca e Jacarepaguá.
 
Aula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo br
Aula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo brAula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo br
Aula 4 - agentes exógenos, minerais, relevo br
 
Deputado Beto Mansur - Petróleo no Brasil
Deputado Beto Mansur - Petróleo no BrasilDeputado Beto Mansur - Petróleo no Brasil
Deputado Beto Mansur - Petróleo no Brasil
 
Lagoas do rio
Lagoas do rioLagoas do rio
Lagoas do rio
 
Meio ambiente e agenda 21
Meio ambiente e agenda 21Meio ambiente e agenda 21
Meio ambiente e agenda 21
 
Meio ambiente e agenda 21
Meio ambiente e agenda 21Meio ambiente e agenda 21
Meio ambiente e agenda 21
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMAArine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
 

Destaque

European Gold Forum - April 2016
European Gold Forum - April 2016European Gold Forum - April 2016
European Gold Forum - April 2016yamanagold2016
 
APRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINA
APRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINAAPRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINA
APRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINAJoão Belo Jacobina
 
Exploração de ouro em Jacobina pela Yamana Gold
Exploração de ouro em Jacobina pela Yamana GoldExploração de ouro em Jacobina pela Yamana Gold
Exploração de ouro em Jacobina pela Yamana Goldalmacks luiz silva
 
RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
RECRUTAMENTO E SELEÇÃORECRUTAMENTO E SELEÇÃO
RECRUTAMENTO E SELEÇÃOHellen Carneiro
 
Pós-Graduação Faculdades SENAI
Pós-Graduação Faculdades SENAIPós-Graduação Faculdades SENAI
Pós-Graduação Faculdades SENAISENAI Bahia
 

Destaque (6)

European Gold Forum - April 2016
European Gold Forum - April 2016European Gold Forum - April 2016
European Gold Forum - April 2016
 
APRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINA
APRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINAAPRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINA
APRESENTAÇÃO DAS COMUNIDADES IMPACTADAS PELA YAMANA GOLD EM JACOBINA
 
Exploração de ouro em Jacobina pela Yamana Gold
Exploração de ouro em Jacobina pela Yamana GoldExploração de ouro em Jacobina pela Yamana Gold
Exploração de ouro em Jacobina pela Yamana Gold
 
RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
RECRUTAMENTO E SELEÇÃORECRUTAMENTO E SELEÇÃO
RECRUTAMENTO E SELEÇÃO
 
subnível-sublevel
subnível-sublevelsubnível-sublevel
subnível-sublevel
 
Pós-Graduação Faculdades SENAI
Pós-Graduação Faculdades SENAIPós-Graduação Faculdades SENAI
Pós-Graduação Faculdades SENAI
 

Semelhante a Audiência pública Yamana Gold discute impactos da mineração em Jacobina

Apresentação curso inea 2010
Apresentação curso inea 2010Apresentação curso inea 2010
Apresentação curso inea 2010Marcia Marques
 
Slides mineração na amazônia
Slides mineração na amazôniaSlides mineração na amazônia
Slides mineração na amazôniaMarlana Sousa
 
Aula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lll
Aula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lllAula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lll
Aula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lllHomero Alves de Lima
 
Recursos do Subsolo-2
Recursos do Subsolo-2Recursos do Subsolo-2
Recursos do Subsolo-2Idalina Leite
 
Apresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do CarvãoApresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do CarvãoIvan Cardoso Martineli
 
Estudos Ambientais de Alexandre Pessoa da Silva
Estudos Ambientais de Alexandre Pessoa da SilvaEstudos Ambientais de Alexandre Pessoa da Silva
Estudos Ambientais de Alexandre Pessoa da Silvareporterdofuturo
 
Slides residuos jd juliana.1 .pptx
Slides residuos jd juliana.1 .pptxSlides residuos jd juliana.1 .pptx
Slides residuos jd juliana.1 .pptxLayara Malvestio
 
Aula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) l
Aula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) lAula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) l
Aula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) lHomero Alves de Lima
 
A morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SST
A morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SSTA morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SST
A morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SSTPaulo Frank
 
Recuperação Ambiental do Rio Doce
Recuperação Ambiental do Rio DoceRecuperação Ambiental do Rio Doce
Recuperação Ambiental do Rio Doceengemausp
 
Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014
Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014
Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014Elizabete Araujo
 
IMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINA
IMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINAIMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINA
IMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINAalmacks luiz silva
 
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal
 
Cubatão – da poluição ao exemplo de controle
Cubatão – da poluição ao exemplo de controleCubatão – da poluição ao exemplo de controle
Cubatão – da poluição ao exemplo de controleRafael Mossolim Moreira
 
9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais
9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais
9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientaisAlexandre Alves
 

Semelhante a Audiência pública Yamana Gold discute impactos da mineração em Jacobina (20)

Apresentação curso inea 2010
Apresentação curso inea 2010Apresentação curso inea 2010
Apresentação curso inea 2010
 
Apresentação curso inea 2010
Apresentação curso inea 2010Apresentação curso inea 2010
Apresentação curso inea 2010
 
Slides mineração na amazônia
Slides mineração na amazôniaSlides mineração na amazônia
Slides mineração na amazônia
 
A1_ARTIGO_02.pdf
A1_ARTIGO_02.pdfA1_ARTIGO_02.pdf
A1_ARTIGO_02.pdf
 
Aula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lll
Aula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lllAula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lll
Aula 09 auxiliar de mineração (métodos de lavra) lll
 
Recursos do Subsolo-2
Recursos do Subsolo-2Recursos do Subsolo-2
Recursos do Subsolo-2
 
Apresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do CarvãoApresentação- Impactos da Mineração do Carvão
Apresentação- Impactos da Mineração do Carvão
 
Petróleo e gás
Petróleo e gásPetróleo e gás
Petróleo e gás
 
Estudos Ambientais de Alexandre Pessoa da Silva
Estudos Ambientais de Alexandre Pessoa da SilvaEstudos Ambientais de Alexandre Pessoa da Silva
Estudos Ambientais de Alexandre Pessoa da Silva
 
Sta 18
Sta 18Sta 18
Sta 18
 
Slides residuos jd juliana.1 .pptx
Slides residuos jd juliana.1 .pptxSlides residuos jd juliana.1 .pptx
Slides residuos jd juliana.1 .pptx
 
Aula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) l
Aula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) lAula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) l
Aula 05 auxiliar de mineração (mineração e meio ambiente) l
 
A morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SST
A morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SSTA morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SST
A morte Dos Oceanos - Apresentação Cap 9 e os Impactos Ambientais para a SST
 
Recuperação Ambiental do Rio Doce
Recuperação Ambiental do Rio DoceRecuperação Ambiental do Rio Doce
Recuperação Ambiental do Rio Doce
 
Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014
Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014
Análise de Metais - Semana Kirimurê 2014
 
IMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINA
IMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINAIMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINA
IMPACTOS DA POSSÍVEL ROTA DA LAMA DA YAMANA GOLD EM JACOBINA
 
AQUÍFEROS : GUARANI E SAGA
AQUÍFEROS : GUARANI E SAGAAQUÍFEROS : GUARANI E SAGA
AQUÍFEROS : GUARANI E SAGA
 
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
Parque Nacional da Serra do Gandarela: uma proposta inédita no Quadrilátero F...
 
Cubatão – da poluição ao exemplo de controle
Cubatão – da poluição ao exemplo de controleCubatão – da poluição ao exemplo de controle
Cubatão – da poluição ao exemplo de controle
 
9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais
9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais
9º ano (cap. 2) Recursos naturais e problemas ambientais
 

Mais de almacks luiz silva

EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.
EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.
EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.almacks luiz silva
 
Por que estou candidato a vice presidente do CBHSF
Por que estou candidato a vice presidente do CBHSFPor que estou candidato a vice presidente do CBHSF
Por que estou candidato a vice presidente do CBHSFalmacks luiz silva
 
Cadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMb
Cadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMbCadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMb
Cadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMbalmacks luiz silva
 
Classificao Barragens Residuos Rejeitos
Classificao Barragens Residuos RejeitosClassificao Barragens Residuos Rejeitos
Classificao Barragens Residuos Rejeitosalmacks luiz silva
 
INEMA - Carta aberta à sociedade
INEMA - Carta aberta à sociedadeINEMA - Carta aberta à sociedade
INEMA - Carta aberta à sociedadealmacks luiz silva
 
Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015
Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015
Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015almacks luiz silva
 
HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...
HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...
HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...almacks luiz silva
 
Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014
Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014
Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014almacks luiz silva
 
Pagamento idenização jacobina fm
Pagamento idenização jacobina fmPagamento idenização jacobina fm
Pagamento idenização jacobina fmalmacks luiz silva
 
14ª convocatória plenária caatinga do moura
14ª convocatória plenária caatinga do moura14ª convocatória plenária caatinga do moura
14ª convocatória plenária caatinga do mouraalmacks luiz silva
 
Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre resolução 92-2013
Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre   resolução 92-2013Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre   resolução 92-2013
Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre resolução 92-2013almacks luiz silva
 
Primeira Lista habilitados itapicuru
Primeira Lista habilitados itapicuru   Primeira Lista habilitados itapicuru
Primeira Lista habilitados itapicuru almacks luiz silva
 
Convite localmaq morro do chapéu
Convite localmaq morro do chapéuConvite localmaq morro do chapéu
Convite localmaq morro do chapéualmacks luiz silva
 
Relação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São Francisco
Relação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São FranciscoRelação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São Francisco
Relação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São Franciscoalmacks luiz silva
 
Atleta de Várzea Nova participa de torneio na Itália
Atleta de Várzea Nova participa de torneio na ItáliaAtleta de Várzea Nova participa de torneio na Itália
Atleta de Várzea Nova participa de torneio na Itáliaalmacks luiz silva
 
Orientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIAL
Orientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIALOrientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIAL
Orientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIALalmacks luiz silva
 
Enquanto isso na sala de injustiça e ilegalidade
Enquanto isso na sala de injustiça e ilegalidadeEnquanto isso na sala de injustiça e ilegalidade
Enquanto isso na sala de injustiça e ilegalidadealmacks luiz silva
 

Mais de almacks luiz silva (20)

EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.
EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.
EXPOSIÇÃO VIRTUAL 40ª FPI IBOTIRAMA - BA.
 
Por que estou candidato a vice presidente do CBHSF
Por que estou candidato a vice presidente do CBHSFPor que estou candidato a vice presidente do CBHSF
Por que estou candidato a vice presidente do CBHSF
 
Cadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMb
Cadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMbCadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMb
Cadastro Nacional Barragens Mineracao Dentro do PMSB - DNPMb
 
Classificao Barragens Residuos Rejeitos
Classificao Barragens Residuos RejeitosClassificao Barragens Residuos Rejeitos
Classificao Barragens Residuos Rejeitos
 
INEMA - Carta aberta à sociedade
INEMA - Carta aberta à sociedadeINEMA - Carta aberta à sociedade
INEMA - Carta aberta à sociedade
 
Hoje 21-07-2015 fico sexy
Hoje 21-07-2015 fico sexyHoje 21-07-2015 fico sexy
Hoje 21-07-2015 fico sexy
 
Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015
Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015
Prorrogação mandatos resolução CONERH nº 99 2015
 
HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...
HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...
HOMOLOGAÇÃO EMPRESA QUE FARÁ O PMSB - PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DA...
 
Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014
Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014
Decreto nº 0551 de 31 de outubro de 2014
 
Pagamento idenização jacobina fm
Pagamento idenização jacobina fmPagamento idenização jacobina fm
Pagamento idenização jacobina fm
 
Decreto extinção pemc 2011
Decreto extinção pemc 2011Decreto extinção pemc 2011
Decreto extinção pemc 2011
 
Estrada Real da Bahia
Estrada Real da BahiaEstrada Real da Bahia
Estrada Real da Bahia
 
14ª convocatória plenária caatinga do moura
14ª convocatória plenária caatinga do moura14ª convocatória plenária caatinga do moura
14ª convocatória plenária caatinga do moura
 
Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre resolução 92-2013
Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre   resolução 92-2013Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre   resolução 92-2013
Prorrogação dos mandatos dos membro do salitre resolução 92-2013
 
Primeira Lista habilitados itapicuru
Primeira Lista habilitados itapicuru   Primeira Lista habilitados itapicuru
Primeira Lista habilitados itapicuru
 
Convite localmaq morro do chapéu
Convite localmaq morro do chapéuConvite localmaq morro do chapéu
Convite localmaq morro do chapéu
 
Relação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São Francisco
Relação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São FranciscoRelação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São Francisco
Relação das entidades habilitadas nas eleições do CBH São Francisco
 
Atleta de Várzea Nova participa de torneio na Itália
Atleta de Várzea Nova participa de torneio na ItáliaAtleta de Várzea Nova participa de torneio na Itália
Atleta de Várzea Nova participa de torneio na Itália
 
Orientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIAL
Orientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIALOrientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIAL
Orientações para uso de taxi no encob - INEMA/CODIS/INTERAÇÃO SOCIAL
 
Enquanto isso na sala de injustiça e ilegalidade
Enquanto isso na sala de injustiça e ilegalidadeEnquanto isso na sala de injustiça e ilegalidade
Enquanto isso na sala de injustiça e ilegalidade
 

Audiência pública Yamana Gold discute impactos da mineração em Jacobina

  • 1. AUDIÊNCIA PÚBLICA – YAMANA GOLD JACOBINA ACIJA JACOBINA(BA) 17/03/2010
  • 2. EMPRESA Yamana Gold Inc., fundada em 2003 Sede:Toronto – Canadá Unidades no Brasil: Bahia a) Jacobina: Jacobina Mineração e Comércio Ltda., b) Teofilândia: Fazenda Brasileiro; c) Pindobaçu: Yamanna Gold. Mato Grosso - Serra da Borda Mineração e Metalurgia; Goiás - Mineração Maracá Indústria e Comércio.
  • 3. UNIDADES NO MUNDO a) Argentina - MASA – Minas Argentinas b) Honduras - MINOSA – Minerarales de Occidente c) Chile - EL PEÑÓN – Minera Meridian d) Flórida – MINERA
  • 4. DADOS DE 2007 4.002 colaboradores 5.483 terceirizados Vendas recordes de US$ 93 milhões para o exterior em 2007, conquistando, com isto, uma posição de destaque entre os maiores exportadores do estado. Centro Internacional de Negócios da Bahia (PROMO).
  • 5.
  • 6. HISTÓRICO A mina da Jacobina Mineração e Comércio Ltda., do grupo financeiro Yamana Gold Inc., fica lozalizada a 12 Km da cidade de Jacobina, estado da Bahia, que tem a latitude 11º 15’ sul e 40º 31’ oeste, na localidade conhecida como Canavieiras, secular garimpo explorado desde os tempos das Entradas e Bandeiras pelos Bandeirantes que ao subirem o Rio São Francisco (Rio dos Currais), chegaram até a foz do Rio Salitre nos anos 1625, através de expedição organizada pela Casa da Ponte de Garcia D’ávila, detentor destas terras, a procura das nossas riquezas minerais.
  • 7. HISTÓRICO II Mina subterrânea de ouro, localizada na cidade de Jacobina no estado da Bahia, compreendendo 5.996 hectares em concessões minerais, 129.572 hectares de concessões para exploração e 6.012 hectares de títulos de exploração. É um complexo de cinco minas: Canavieiras, Itapicuru, João Belo, Morro do Vento e Basal, com uma planta de beneficiamento em comum.
  • 8. PROCESSO INDUSTRIAL O ouro está presente no minério em associação com arsenopirita. O processo de moagem, hidratação e oxidação da arsenopirita libera ouro, arsênio e ácido sulfúrico. A Yamana Gold minera a arsenopirita, retira o ouro para o mercado mundial e devolve o arsênio e o ácido sulfúrico para os jacobinenses. O ouro é extraído com a adição de cianureto ou simplesmente conhecido como cianeto, que a toxicidade do íon cianeto (HCN) é conhecida há mais de dois séculos, porém, os compostos que contém cianeto são tóxicos somente se liberarem HCN numa reação. Sem dúvida alguma, o ácido cianídrico ou ácido prússico é o veneno de ação mais rápida que se conhece. Por ingestão, a dose é capaz de provocar a morte entre 3 e 4 minutos.
  • 9. CONTAMINAÇÃO POR ARSÊNIO Paracatu e Nova Lima (MG) são as cidades brasileiras mais contaminadas por arsênio, em decorrência da mineração de ouro nestas cidades. Enquanto países como Canadá não permitem contaminação dos solos por arsênio acima de 5 ppm, em alguns bairros de Paracatu e Nova Lima a concentração de arsênio nos solos chega a 13000 ppm. Em Paracatu, a responsável pela contaminação é a empresa canadense RPM – Rio Paracatu Mineração/Kinross, que conta com o apoio de um punhado de autoridades governamentais brasileiras.
  • 10. EFEITOS DA EXPOSIÇÃO CRÔNICA AO ARSÊNIO SOBRE A SAÚDE: REVISÃO DA LITERATURA E PERSPECTIVAS PARA O FUTURO O arsênio e seus compostos são altamente tóxicos quando inalados, ingeridos ou absorvidos. As doenças ligadas ao envenenamento crônico por arsênio incluem desde lesões de pele até diabetes, insuficiência renal e câncer, entre outras; Um estudo demonstrou um aumento de mais de 10 x (dez vezes) no risco de câncer em uma população exposta aos solos e águas contaminados por arsênio, nas vizinhanças de uma mina abandonada de ouro e prata; A contaminação ambiental pelo arsênio da mineração a céu aberto pode ocorrer de várias formas. O arsênio pode ser liberado próximo à superfície das áreas lavradas e dos rejeitos de mineração, carregado pela poeira a grandes distâncias e depois lavado para a profundidade. A poeira tóxica que se forma na área desnuda da lavra e os elementos solubilizados dos rejeitos, ao atingem povoados e cursos d'água, impactam negativamente áreas localizadas a centenas de quilômetros da mineração. Sergio Ulhoa Dani – Doutor em Medicina pela MHH (Alemanha), Doutor em Ciências pela UFMG e livre-docente em genética pela USP. (http://www.physics.harvard.edu/~wilson/arsenic/arsenic_project_introduction.html)
  • 11. DESCARREGAMENTO DE CIANETO NA JACOBINA MINERAÇÃO
  • 12. BARRAGEM DE REJEITO A barragem de rejeito da Jacobina Mineração e Comércio Ltda., do Grupo Yamana Gold Inc., entrou em atividade no ano de 1982, há 27 anos atrás, quando a empresa era de propriedade da Mineração Morro Velho S/A e atualmente chegou a sua capacidade máxima pela quantidade de material armazenado.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18. A BARRAGEM PARA CONTENÇÃO DOS REJEITOS PROVENIENTES DAS ATIVIDADES DE BENEFICIAMENTO DA JACOBINA MINERAÇÃO ESTÁ SENDO CONSTRUÍDA COM O PRÓPRIO REJEITO, LANÇADO POR UM SISTEMA DE ESPIGOTEAMENTO, PELO MÉTODO DE MONTANTE (UPSTREAM METHOD). SUA CAPACIDADE É DE 13 MILHÕES T. ATUALMENTE, O TALUDE DE JUSANTE DA BARRAGEM ENCONTRA-SE COM APROXIMADAMENTE 55 M DE ALTURA E O RESERVATÓRIO DE REJEITOS OCUPA UMA ÁREA COM APROXIMADAMENTE 34 HA. A BARRAGEM É DOTADA DE UM SISTEMA DE MONITORAMENTO COMPOSTO POR PIEZÔMETROS E UM MEDIDOR DE VAZÕES A JUSANTE, ALÉM DE UM CANAL EXTRAVASOR.
  • 19.
  • 20.
  • 21. VOTORANTIN MINERAÇÃO – TRÊS MARIAS - MG
  • 22.
  • 27.
  • 28.
  • 29. ENTORNO DA MINA Área extremamente impactada, por poluição ambiental (água, ar, solo, acústica e visual), perdendo toda beleza cênica da região causado pela mina a céu aberto de João Belo.
  • 30.
  • 31.
  • 32. IMPACTOS DIRETAMENTO NOS MORADORES DO ENTORNO DA MINA a) Diarréias; b) Silicose; c) Infecções respiratórias; d) Doenças pulmonares crônicas; e) Doenças infantis; f) Doenças de pele; g) Câncer.
  • 33. DEFINIÇÃO DE SAÚDE “ A situação de perfeito bem-estar físico, mental e social de um indivíduo” ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE apud SEGRE, FERRAZ, 1997, p. 539
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37. DENÚNCIA DOS MORADORES DO ITAPICURU
  • 38.
  • 39. PRINCÍPIOS DO DIREITO AMBIENTAL a) Não é preciso provar a culpa, apenas o dano ambiental; b) Poluidor/pagador.
  • 40. PROPOSTAS COMPENSATÓRIAS PARA O MEIO AMBIENTE A) Desassoreamento do conjunto de Rios do entorno da mina até o pontilhão da Canavieira de fora; B) Recuperação das APPs – Área de Preservação Permanente do conjunto de Rios do entorno da mina até o pontilhão da Canavieira de fora; C) Monitoramento eletrônico dos lançamentos de efluentes e criação de comissão de fiscalização; D) Produção e distribuição permanente de mudas nativas para campanhas escolares e sociais.
  • 41. PROPOSTAS COMPENSATÓRIAS PARA OS MORADORES DO ENTORNO DA MINA A) Garantia de cota de 5% do quadro próprio de funcionários e do terceirizado para os moradores do entorno da mina; B) Atendimento médico e dentista semanal para os moradores do entorno da mina; C) Reforço escolar e merenda para os alunos moradores do entorno da mina, nos turnos matutino e vespertino; D) Assumir responsabilidade de pagamento junto a EMBASA de 80% do valor da conta de consumo de água no limite de 30 M3, dos moradores do entorno da mina, por consumidor.
  • 42. O QUE É CFEM? É uma espécie de indenização devida à União pelo minerador, para compensar os direitos de exploração dos minérios que esta lhe concedeu sem ônus. É chamada de COMPENSAÇÃO FINANCEIRA PELA EXPLORAÇÃO DE RECURSOS MINERAIS (CFEM), e foi criada pela Constituição Federal de 1988 que introduziu importantes transformações no arcabouço político-administrativo do País, assegurando aos Estados, Distrito Federal e Municípios direitos a esta indenização. (CF, art. 20 item IX, ¶ único, e art.176.)
  • 43.
  • 44. A DISTRIBUIÇÃO DA CFEM a) 12% para a União (R$ 253 mil); b) 23% para o Estado onde for (R$ 486 mil); c) 65% para o Município produtor (R$ 1.375 milhão).
  • 45. PROPOSTAS COMPENSATÓRIAS (PMJ) PARA O MEIO AMBIENTE a) Que em 10 anos a Prefeitura aplique 70% dos recursos recebidos pela CFEM exclusivamente no Meio Ambiente do entorno da JMC, para mitigação de toda área; b) A curto prazo, faça o desassoreamento do Rio Itapicuru a partir do Pontilhão da Canavieira até o bairro de Nazaré; c) A curto e médio prazo, faça a recuperação das APPs do Rio Itapicuru a partir do Pontilhão da Canavieira até o bairro de Nazaré; d) Construção do cais do Bairro de Nazaré que tem sido impactado diretamente nas cheias do rio.
  • 47.
  • 48. INDICAÇÃO DE LEITURA Enredos e tramas nas minas de Ouro de Jacobina. Tese de doutorado da Professora Doutora Sara Oliveira Farias, UFPE 2008. “Sara Farias enfatiza que a obra faz uma denúncia política e social sobre as precárias condições de trabalho que levaram à morte dezenas de trabalhadores acometidos por uma inflamação nos pulmões, conhecida como silicose, doença ocupacional, letal e sem cura, adquirida nas minas”.
  • 49. OBRIGADO ALMACKS LUIZ SILVA Gestor Ambiental (FONASC – Fórum Nacional da Soc. Civil) EQUIPE Sheila Fonseca Estudante do Curso Superior em Gestão Ambiental Ana Lúcia Teixeira Gestora do CEDBC Seu Pedrinho Operário e morador do entorno Telefone: (74)9115-9831 E-mail: almacks@gmail.com