Successfully reported this slideshow.
1
SMO
NEOCLASSICISMO
Historicismo:
1775 – Rousseau publica Discurso Sobre a Origem
da Desigualdade Entre os Homens.
1777 –...
2
Portão de Brandemburgo – Alemenha
Teatro da Paz – Belém do Pará
Escultura Neoclássica
A escultura neoclássica também bus...
3
e que chegou a ser diretor da própria academia.
Augusto Muller importante pintor retratista e
paisagista e Agostinho Jos...
4
EXERCÍCIO NEOCLASSICISMO
Questão 01 – “De acordo com a tendência
neoclássica, uma obra de arte só seria
perfeitamente be...
5
como “luzes” capazes de clarear a mente das
pessoas e de eliminar a escuridão da
ignorância e da miséria humana. Assim, ...
6
ROMANTISMO
Historicismo:
1793 – Morre Marat, jornalista republicano francês.
1795 – Revolução Industrial.
1806 – Ocupaçã...
7
numa comitiva francesa, para documentar os
hábitos e costumes locais. A visão que trouxe em
seus quadros é de um realism...
8
Ópera de Paris, de Jean-Louis C. Garnier
A INFLUÊNCIA DO ROMANTISMO EUROPEU
NO BRASIL
A pintura realizada pelos artistas...
9
O REALISMO
Historicismo:
1866 – Tocador de Pífaro, de Manet.
1870 – Unificação da Itália.
1876 – Invenção do telefone, p...
10
O pensador – Rodin
O beijo – Rodin
Os Burgueses de Calais (1895) – Rodin
A pintura realista
A pintura realista caracter...
11
Moças Peneirando Trigo – Coubert
Manet (1832-1883): O precursor do impressionismo
Édouard Manet pertencia a uma família...
12
EXERCÍCIO ROMANTISMO
Questão 01 – Sobre a Arte no Romantismo,
julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E)
ERRADOS:
1....
13
1. ( ) A arte Romântica se caracterizou por
sua estreita relação com a literatura e a poesia.
2. ( ) O Romantismo foi u...
14
EXERCÍCIO REALISMO
Questão 01 – Entre 1850 e 1900 surgiu nas
artes européias, sobretudo na pintura francesa,
uma nova t...
15
QUESTÃO 07 – No período romântico, muitos
artistas discordaram dele. Estes artistas
ficaram conhecidos como Realistas. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

arte no século XVIII e XIX

14.781 visualizações

Publicada em

História da arte

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

arte no século XVIII e XIX

  1. 1. 1 SMO NEOCLASSICISMO Historicismo: 1775 – Rousseau publica Discurso Sobre a Origem da Desigualdade Entre os Homens. 1777 – Goya pinta O Guarda-Chuva. 1789 – Início da Revolução Francesa. 1807 – França invade Portugal. 1760- Escavações arqueológicas descobrem as cidades de Pompéia e Herculano. 1822 – Independência do Brasil. 1826 – Fundação da Academia de Belas-Artes no Brasil. 1829 – Debret organiza a primeira exposição de arte no Brasil. 1859 – Darwin desenvolve a teoria da seleção natural das espécies. A partir das duas últimas décadas do século XVIII, uma nova tendência estética predominou nas criações dos artistas europeus. Denominado Neoclassicismo, esse estilo surgiu como reação ao Barroco e ao Rococó e se caracterizou pelo desejo de recriar as formas artísticas da Antiguidade greco-romana. A afirmação do Neoclassicismo deve-se em parte à curiosidade pelo passado desencadeada pelas escavações arqueológicas de Pompéia e Herculano, cidades romanas soterradas pela lava do vulcão Vesúvio em 79 d.C. Os artistas, influenciados pelas idéias iluministas (filosofia que pregava a razão, o senso moral e o equilíbrio em oposição à emoção) e inspirados na pintura renascentista, sobretudo em Rafael, substituíram as linhas diagonais e curvas do Barroco pelas retas firmes e equilibradas. Os neoclássicos queriam expressar as virtudes cívicas, o dever, a honestidade e a austeridade, temas que se opunham diretamente à futilidade da aristocracia retratada no período anterior. Buscavam expressar, ainda, os valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia que assumiu a direção da sociedade européia após a Revolução Francesa e, principalmente, com o império de Napoleão. Para tal, retomaram-se os princípios da arte da Antiguidade greco-romana, tornando tais princípios, conceitos básicos para o ensino das artes nas academias mantidas pelos governos europeus. Daí o Neoclassicismo também ter sido denominado Academicismo. Um estilo suave, mas rigoroso De acordo com esta tendência, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos e os renascentistas italianos já haviam criado. E esse trabalho de imitação só seria possível através de um cuidadoso aprendizado das técnicas e convenções da arte clássica. Por isso, o convencionalismo e o tecnicismo reinaram nas academias de belas-artes, até serem questionados pela arte moderna. Arquitetura Neoclássica. Tanto nas construções civis quanto nas religiosas, a arquitetura neoclássica seguiu o modelo dos templos greco-romanos ou das edificações renascentistas italianas. Caracterizou- se pelo uso de fachadas sóbrias, nas quais colunas dóricas ou jônicas sustentam frontões triangulares. Esquema básico de uma fachada neoclássica: 1) Frontão; 2) colunas dóricas ou jônicas; 3) escadaria. Exemplos dessa arquitetura são a igreja de Santa Genoveva, em Paris (transformada depois em Panteão Nacional, onde passaram a ser abrigados os restos mortais de importantes personagens da história francesa) e a Porta de Brandemburgo, em Berlim. T.A ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUND. E MÉDIO PROFº TEMÍSTOCLES DE ARAUJO DIRETOR: JEEDIR GOMES DISCIPLINA: ARTES / ALUNO (A): PROFESSOR: ALCIR COSTA TURMAS: 2R1, 2R2, 2R3 – TEMPO INTEGRAL
  2. 2. 2 Portão de Brandemburgo – Alemenha Teatro da Paz – Belém do Pará Escultura Neoclássica A escultura neoclássica também buscou inspiração na Antiguidade greco-romana. Utilizando materiais nobres como mármore e granito negro, foi aplicada basicamente de forma decorativa em fontes e mausoléus. O maior nome da estatuária neoclássica foi o italiano Antonio Canova (1757- 1822). Estátua da deusa Hebe, de Canova. Missão Artística Francesa no Rio de Janeiro O início do século XIX no Brasil é marcado pela chegada da família real portuguesa, acompanhada por uma comitiva de 15 000 pessoas, fugindo do conflito entre a França napoleônica e a Inglaterra. No Rio de Janeiro, o soberano português começou uma série de reformas administrativas e culturais, para adaptar a cidade às cidades da corte. Assim, foram criadas as primeiras fábricas e fundadas instituições como o Banco do Brasil, a Biblioteca Real, o Museu Real e a Imprensa Régia. A partir de então, o Brasil recebe forte influência da cultura européia. Oito anos mais tarde, a tendência europeizante da cultura da colônia se afirma ainda mais com a chegada da Missão Artística Francesa. A Missão chegou ao Brasil chefiada por Joachin Lebreton e dela faziam parte Nicolas- Antoine Taunay, Jean-Baptiste Debret e Auguste Jean de Montigny. Esse grupo organizou, ainda em 1816, a Real Escola das Ciências, Artes e Ofícios, mais tarde Imperial Academia e Escola de Belas- Artes. Taunay (1755-1830), uma das mais importantes figuras da Missão, participou de várias exposições na corte de Napoleão e nos cinco anos que permaneceu no Brasil produziu cerca de trinta paisagens do Rio de Janeiro e regiões próximas. Debret (1768-1848) é o artista da Missão mais conhecido pelos brasileiros, pois seus trabalhos documentam a vida do Brasil no século XIX e estão reproduzidos nos livros escolares. Já muito premiado na Europa, realizou no Brasil, até sua partida em 1831, imensa obra: retratos da família real, cenários para o Teatro São João, ornamentações para festas públicas e oficiais e foi professor de pintura histórica na Academia de Belas-Artes, onde realizou a primeira exposição de arte no Brasil, em dezembro de 1829. Seu trabalho mais importante e conhecido é uma obra em três volumes denominada Viagem Pitoresca e Histórica ao Brasil, com 150 ilustrações que documentam os usos e costumes indígenas, a sociedade e as paisagens do Rio de Janeiro, plantas e florestas brasileiras. Suas obras ilustram ainda hoje os livros de história do Brasil. Montigny (1772-1850) foi o principal arquiteto responsável pela alteração na arte de construir, fazendo o Brasil abandonar os princípios barrocos e desenvolver o estilo neoclássico. Montigny projetou o prédio da Academia de Belas- Artes, a Casa da Moeda e o Palácio do Itamaraty no Rio de Janeiro. A Academia e Escola de Belas-Artes formaram grandes artistas nesse período, a se destacar Manuel de Araújo Porto Alegre, pintor, paisagista e caricaturista, poeta, escritor, teatrólogo
  3. 3. 3 e que chegou a ser diretor da própria academia. Augusto Muller importante pintor retratista e paisagista e Agostinho José da Mota, famoso pintor de paisagens e naturezas-mortas e o primeiro artista brasileiro a obter um prêmio internacional, na França. Além dos artistas da Missão Francesa, vieram para o Brasil, no século XIX, outros pintores europeus, motivados pela paisagem tropical e pela existência de uma burguesia rica e desejosa de ser retratada. Dentre eles, o mais famoso foi Johann- Moritz Rugendas (1802-1868), de origem alemã que esteve no Brasil entre 1821 e 1825. Desse tempo, deixou um livro, Viagem Pitoresca através do Brasil, com cem ilustrações retratando o dia-a- dia do império, além de retratos a óleo da família imperial. 2. O ESTILO QUE VEIO SUBSTITUIR O ROCOCÓ O estilo que veio substituir o Rococó Nas duas últimas décadas do século XVIII e nas três primeiras do século XIX, uma nova tendência estética predominou nas criações dos artistas europeus. Trata-se do Academicismo ou Neoclassicismo, que expressou os valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia, que assumiu a direção da sociedade européia após a Revolução Francesa e principalmente com o império de Napoleão. Esse estilo chamou-se Neoclassicismo porque retomou os princípios da arte da Antiguidade Greco-romana. A outra denominação - Academicismo - deveu-se ao fato de que as concepções artísticas do mundo greco-romano tornaram-se os conceitos básicos para o ensino das artes nas academias mantidas pelos governos europeus. De acordo com a tendência neoclássica, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos e os renascentistas italianos já haviam criado. E esse trabalho de imitação só era possível através de um cuidadoso aprendizado das técnicas e convenções da arte clássica. Por isso, o convencionalismo e o tecnicismo reinaram nas academias de belas-artes, até serem questionados pela arte moderna. A Morte de Marat (1793), de Jacques Louis David. A pintura do neoclassicismo A pintura desse período foi inspirada principalmente na escultura clássica grega e na pintura renascentista italiana. O maior representante da pintura neoclássica é, sem dúvida, Jacques Louis David (1748-1825). Ele nasceu em Paris e foi considerado o pintor da Revolução Francesa; mais tarde, tornou- se o pintor oficial do Império de Napoleão. David, sem dúvida, exerceu uma grande influência na pintura de seu tempo. Suas obras geralmente expressam um vibrante realismo, mas algumas delas exprimem fortes emoções, como é o caso do quadro que retrata a morte de seu amigo Marat. Banhista de Valpinçon (1808) Já no século XIX, quando outras tendências artísticas marcavam fortemente os pintores da época, Jean Auguste Dominique Ingres (1780- 1867) conservava uma acentuada influência neoclássica, herdada de seus mestres, sobretudo de David, cujo ateliê freqüentou em 1797. Sua obra abrange, além de composições mitológicas e literárias, nus, retratos e paisagens, mas a crítica moderna vê nos retratos e nus o seu trabalho mais admirável. Ingres soube registrar a fisionomia da classe burguesa do seu tempo, principalmente no seu gosto pelo poder e na sua confiança na individualidade. Por outro lado, Ingres revela um inegável apuro técnico na pintura do nu. Sua célebre tela Banhista de Valpinçon é um testemunho disso. Nessa obra fica evidente o domínio dos tons claros e translúcidos para a representação da pele e o domínio do desenho, uma das características mais fortes de Ingres.
  4. 4. 4 EXERCÍCIO NEOCLASSICISMO Questão 01 – “De acordo com a tendência neoclássica, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos e os renascentistas italianos já haviam criado.” Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa: I. ( ) É o academicismo o grande opositor no decorrer do processo, pois expressou os valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia. II. ( ) Tais determinações geraram uma introdução nas academias de artes que se convencionaram quanto ao estilo de fazer arte. III. ( ) Isto só seria possível com um trabalho de pesquisa e aprendizado das técnicas de convenções da arte clássica, o que em decorrência da decadência política da época não acontecerá. a) ( ) Apenas o item II está correto. b) ( ) Todos os itens estão errados. c) ( ) Apenas o item I está errado. d) ( ) Todos os itens estão corretos. Questão 02 – A pintura do neoclassicismo tem sua inspiração principalmente na escultura clássica grega. Analise os itens sobre a pintura neoclássica e marque uma ÚNICA alternativa: I. ( ) O maior dos representantes da escultura clássica grega é Rafael. II. ( ) Um dos maiores representante deste período é, sem dúvida William Goya, autor de A carroça de Feno. III. ( ) Durante o governo de Napoleão, seus atos históricos foram registrados com maestria por Dalí. a) ( )Todos os itens estão corretos. b) ( )Todos os itens estão errados. c) ( )Apenas o item I está errado. d) ( )Apenas o item III está correto. TEXTO I O Neoclassicismo foi um movimento artístico que se desenvolveu especialmente na arquitetura e nas artes decorativas. Floresceu na França e na Inglaterra, por volta de 1750, sob a influência do arquiteto Palladio (palladianismo), e estendeu-se para o resto dos países europeus, chegando ao apogeu em 1830. Inspirado nas formas Greco-romanas, renunciou às formas do barroco (que não tinha tido grande repercussão na França e na Inglaterra) revivendo os princípios estéticos da antiguidade clássica. Enquanto os artistas neoclássicos se preocupavam em imitar a arte greco-romana e os mestres do renascimento italiano, os artistas românticos procuraram se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão da personalidade do artista. Questão 03 - Sobre o Neoclassicismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) Caracterizou-se pelo desejo de recriar as formas artísticas da antiguidade greco-romana. 2. ( ) Os neoclássicos queriam expressar as virtudes cívicas, o poder, a honestidade e o cristianismo. 3. ( ) Os neoclássicos queriam romper com a herança artística e cultural que vinha da Grécia antiga. 4. ( ) A arquitetura se caracterizou pelo uso de fachadas sóbrias, nas quais colunas dóricas ou jônicas sustentavam frontões hexagonais. TEXTO II O filósofo Voltaire (1694-1778) foi o grande defensor da liberdade de pensamento e da tolerância. Com seu estilo irônico e vibrante, criticou a monarquia absolutista de direito divino, a Igreja Católica, o clero, a intolerância religiosa e o fanatismo. Afirmava ser necessária uma monarquia respeitadora das liberdades individuais e governada por um soberano esclarecido pela filosofia das luzes. “ Posso não concordar com nenhuma das palavras que dizeis, mas defenderei até a morte vosso direito de dize-la.” “ Não é aos homens que me dirijo, é a ti, Deus de todos os seres, de todos os homens e de todos os tempos (...). Que as pequenas diferenças entre as vestimentas que cobrem nossos fracos corpos, entre nossos costumes ridículos, entre todas as nossas leis imperfeitas, entre todas as nossas opiniões insensatas (...) que todas essas pequenas nuances que distinguem os átomos chamados homens não sejam motivos de perseguição.” Voltaire, Tratado sobre a Tolerância, 1763, in Histore, 3º. Collection J. Monnier, Paris: F. Nathan, 1966. Em meados do século XVII, pensadores europeus exaltaram a razão e o espírito crítico
  5. 5. 5 como “luzes” capazes de clarear a mente das pessoas e de eliminar a escuridão da ignorância e da miséria humana. Assim, o Neoclassicismo expressou os valores próprios de uma nova e fortalecida burguesia, que assumia a direção da sociedade européia após a Revolução Francesa e principalmente com o império de Napoleão. Questão 04 – Marque (C) CERTO ou (E) ERRADO: 1. ( ) A arte neoclássica trazia um tom calmo e completamente racional, enfatizando o desenho com linhas, sem que se percebesse vestígios das pinceladas e tinha temas contra a arte grega. 2. ( ) “Agora se quer heroísmo e virtudes cívicas”, assinalou o escritor alemão Goethe. A arte neoclássica era séria, ilustrando temas da história antiga ou da mitologia nórdica, em vez das frívolas cenas de festa rococó. 3. ( ) A linha mestra do estilo neoclássico era dada por figuras severas, desenhadas com exatidão. 4. ( ) O neoclassicismo foi um fenômeno francês. Esse estilo derivou da ruptura de seus antecessores. Os neoclássicos queriam que a arte fosse mais substancial, não inteiramente delicada a captar um momento passageiro. Sua principal temática era a vida noturna, naturezas-mortas e auto retratos. Questão 05 – Marque (C) CERTO ou (E) ERRADO: 1. ( ) Valores como ordem, intuição e emoção não fazem parte da estética neoclássica. 2. ( ) Sendo a cultura neoclássica uma cultura teocêntrica pode-se afirmar que a arte dessa época é, na sua maior parte, uma arte com função religiosa. 3. ( ) Segundo o pensamento neoclássico, o belo é praticamente inatingível, pois não está na natureza, mas sim no espírito do homem. 4. ( ) A estética neoclássica retomou as técnicas barrocas: iluminação, diagonal, cores intensas e temática mitológica. Questão 06 – A partir das duas últimas décadas do século XVIII uma nova tendência estética predominou nas criações dos artistas europeus, - o Neoclassicismo. Quanto às características marcantes do Neoclassicismo analise os itens abaixo e julgue-os em certo (C) ou (E) errado: 1. ( ) Este estilo surgiu como uma reação ao Barroco e ao Rococó. 2. ( ) Sua maior característica foi expressa pelo desejo de recriar as formas artísticas da antiguidade greco-romana. 3. ( ) É o neoclassicismo o responsável pelo total rompimento da razão e da ciência com a arte. 4. ( ) As fontes de inspiração do neoclassicismo foram as obras do período Bizantino. Questão 07 - A afirmação do Neoclassicismo deve-se em parte à curiosidade pelo passado desencadeada pelas escavações arqueológicas de Pompéia e Herculano, cidades soterradas pela lava do vulcão Vesúvio em 79 d.C. Ainda quanto às características do Neoclassicismo analise os itens abaixo e julgue-os em certo (C) ou (E) errado: 1. ( ) As linhas das obras neoclássicas eram firmes e bem equilibradas.. 2. ( ) Seus temas buscavam retratar as virtudes cívicas e pré-históricas. 3. ( ) Seus temas também expressavam os valores de uma nova e fortalecida burguesia. 4. ( ) O neoclassicismo foi também conhecido como Academicismo. QUESTÃO 08 - A respeito do Neoclassicismo, julgue os itens com ( C) para correto e ( E) para errado: 01 ( ) Os artistas negavam toda influência greco-romana. 02 ( ) Foi formulada uma arte com base nos princípios da racionalidade, proporção, medida, simetria e nitidez. 03 ( ) Os neoclássicos queriam expressar contornos nítidos. 04 ( ) O neoclassicismo o estudo nas escolas de belas artes. QUESTÃO 09 – Sobre o Neoclassicismo marque a alternativa correta: 1. ( ) Qualquer pessoa com talento nato era considerado artista. 2. ( ) A pintura era diferente da escultura grega. 3. ( ) Foi uma arte que procurou imitar os padrões greco-romanos. 4. ( ) Foi muito semelhante com o Rococó. QUESTÃO 10 – A arte neoclássica era: 1. ( ) Voltada para a religião. 2. ( ) Voltada para a população de classe baixa. 3. ( ) Uma arte acadêmica. 4. ( ) Uma arte que buscava a fuga das regras
  6. 6. 6 ROMANTISMO Historicismo: 1793 – Morre Marat, jornalista republicano francês. 1795 – Revolução Industrial. 1806 – Ocupação da França pelo exército de Napoleão. 1808 – Goya pinta Os Fuzilamentos de 3 de maio. 1830 – Delacroix pinta sua obra prima A Liberdade Guiando o Povo. 1844 – W. Turner publica o estudo Chuva, Vapor, Velocidade. O Século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais causadas pela Revolução Industrial e pela Revolução Francesa. Do mesmo modo, a atividade artística tornou-se mais complexa. Pode-se identificar nesse período movimentos artísticos de diferentes concepções e tendências, como o Romantismo, o Realismo, o Impressionismo e pós-impressionismo. De todos, o Romantismo foi o que se caracterizou como a primeira e mais forte reação ao Neoclassicismo, embora tenha durado apenas 30 anos (1820-1850). O artista romântico procurou se libertar de convenções acadêmicas em favor da livre expressão, da valorização dos sentimentos e da imaginação como princípios da criação artística. A estética romântica se compôs ainda de sentimentos como o nacionalismo e a valorização da natureza. A Pintura Romântica Ao negar a estética neoclássica, a pintura romântica aproxima-se das formas barrocas. Pintores românticos como Goya, Delacroix, Turner e Constable, recuperam o dinamismo e o realismo que os neoclássicos haviam negado, introduzindo elementos como a composição em diagonal, a valorização da cor e o reaparecimento dos contrastes claro-escuro, produzindo efeitos de dramaticidade. A pintura romântica se engrandeceu e tornou-se repleta de emoções. Como disse o grande pintor romântico John Constable: "O mundo é grande, não existem dois dias iguais, nem mesmo duas horas, nem duas folhas são iguais entre sí, esta é a finalidade da criação do mundo. Quanto a nós, pintores românticos, cabe captar essa exclusiva sensação e pôr nas telas o sentimento ímpar do viver.” O que se destaca no romantismo é o trabalho de luz, a individualidade de cada personagem. Mostrou a revolta popular contra a opressão. Os Fuzilamentos de 3 de maio de 1808, de Goya Goya (1746-1828): A Luta Pela Liberdade Francisco José Goya y Lucientes trabalhou temas diversos: retratos de personalidades da corte espanhola e de pessoas do povo, os horrores da guerra, a mitologia grega e cenas históricas. Esta última, no século XIX, era considerada um gênero definitivo. Entretanto, Goya soube alterar fundamentalmente o modo de reproduzir o conteúdo histórico, dando-lhe um caráter mais geral. Exemplo disso é o quadro Os Fuzilamentos de 3 de Maio, onde soldados franceses levam à morte por fuzilamento, cidadãos espanhóis contrários à ocupação de seu país por Napoleão. Trata-se de uma composição diagonal, em que a luz é concentrada sobre o homem de camisa branca com braços abertos nos dá a certeza da morte iminente e já vivida pelos companheiros tombados no chão. O artista universaliza o tema da repressão política, acima do fato particular de sua Espanha. Consegue isso acentuando o contraste entre o aspecto pessoal dos que vão morrer (rostos visíveis) e o aspecto anônimo dos soldados que matam (rostos ocultos). Goya, como ninguém, simbolizava a eterna revolta popular contra a opressão. A Liberdade Guia o Povo, de Delacroix. Delacroix ( 1799-1863): A multidão nas ruas Aos 29 anos, Eugène Delacroix viveu uma experiência que mudou sua vida: visitou o Marrocos
  7. 7. 7 numa comitiva francesa, para documentar os hábitos e costumes locais. A visão que trouxe em seus quadros é de um realismo místico. Em A Agitação de Tânger (1828) mostra importantes elementos pictóricos que prenunciam o impressionismo: um céu transparente e uma luz intensa refletida nas casas, em oposição às sombras. O quadro mostra um artista entusiasmado com o movimento da multidão na rua. Tão entusiasmado que repetiu o tema no seu quadro mais conhecido: A liberdade Guiando o Povo (1832), realizado para exaltar a Revolução de 1830. Apesar do forte comprometimento político da obra, o valor estético é assegurado pelo uso das cores e do contraste de luz e sombra. Turner (1775-1851): A máquina ganha espaço na paisagem romântica A pintura paisagística ganhou nova força no período romântico, caracterizando-se pelo seu realismo e pela recriação contínua de cores modificadas pela luz solar. Os paisagistas românticos se anteciparam décadas aos impressionistas franceses. Joseph William Turner representou os grandes movimentos da natureza, procurando, através de estudos da luz refletida pela natureza, reproduzir a “atmosfera” da paisagem, como em O Grande Canal (1835), em que tons como o amarelo e o laranja são mantidos puros, não neutralizados pelo branco. O efeito geral é uma paisagem com tal brilho que suas telas desse período são chamadas de “visões douradas”. Mas foi justamente Turner quem primeiro registrou a presença da máquina na paisagem. Em “Chuva, Vapor e Velocidade” (1844) ele substitui os detalhes pelas formas essenciais de uma locomotiva e dos trilhos. Existe uma preocupação com as cores brilhantes no centro da tela. Parece que o artista toma consciência de que a máquina invadiu o espaço natural e passa a fazer parte do universo da pintura. Chuva, Vapor e Velocidade, de Turner. John Constable (1776-1837): a força da paisagem cotidiana Ao contrário de Turner, a natureza retratada por Constable é serena e profundamente ligada aos lugares da infância. Muitos elementos de suas paisagens – os moinhos de ventos, as barcaças de cereais – faziam parte do cotidiano da juventude do artista. Um exemplo dessa arte é “A carroça de Feno” (1821), na qual, através de uma grande quantidade de cores conseguidas por meio de observação, o artista obtém um efeito de admirável vivacidade. O rio, refletindo a luz solar, dá enorme luminosidade e serenidade à paisagem. A carroça de Feno. John Constable Arquitetura e escultura romântica A escultura romântica foi basicamente de ornamentação e estatuária, decorando mausoléus e fachadas de prédios. Rigorosamente, não se destacou em nenhum aspecto da escultura neoclássica. Já a arquitetura romântica abandonou os ideais clássicos ressurgidos no Neoclassicismo e se inspirou em estilos anteriores como o gótico e o barroco, que exaltavam a emoção e a espiritualidade. Nessa área destacam-se o prédio do Parlamento Inglês, projeto de Sir Charles Barry e a Ópera de Paris, de Charles Garnier, que usa pela primeira vez a iluminação como forma de valorização de uma fachada de prédio público. Parlamento de Londres, de Charles Barry
  8. 8. 8 Ópera de Paris, de Jean-Louis C. Garnier A INFLUÊNCIA DO ROMANTISMO EUROPEU NO BRASIL A pintura realizada pelos artistas que freqüentaram a Academia de Belas-Artes seguiu os padrões estéticos neoclássicos aqui introduzidos pela Missão Francesa. Os nossos artistas acadêmicos passaram a seguir rígidos princípios para o desenho, para o uso das cores e para a escolha dos temas que, de preferência, deveriam ser os assuntos mitológicos, religiosos e históricos. A partir da segunda metade do século XIX, no entanto, essas idéias neoclássicas se tornam menos rígidas. Pintores nacionais que vão à Europa e entram em contato com os movimentos Românticos, Realistas e Impressionistas começam a seguir novas direções. Essa mudança virá de uma forma mais clara com Eliseu Visconti, mas já no final do século, sinais dessa pintura aparecem em obras de Belmiro de Almeida (1858-1935) e Antônio Parreiras (1869-1937). Alunos formados na Academia de Belas-Artes fizeram aprimoramento na Europa, onde se especializaram em temas históricos e paisagens. Belmiro, grande colorista, superou o academicismo com recursos de luz e sombra, como em “Arrufos” (1887) e “Dame à La Rose” (1906), onde se vê até traços de Futurismo. Já Parreiras, tem como obras mais significativas pela criatividade e modernidade, as paisagens esmaecidas e os nus femininos, como “Dolorida” (1902) e “Flor Brasileira” (1911), de temas e iluminação ousados. Arrufos, de Belmiro de Almeida Flor Brasileira, de Antônio Parreiras. Liberalismo e aspirações nacionalistas no Brasil Nesse período, a estrutura sócio-econômica brasileira torna-se complexa. A prosperidade no campo cria uma Aristocracia esclarecida e as primeiras indústrias fazem surgir, nas cidades, uma classe operária. Ganham força as idéias abolicionistas e republicanas que acabam por determinar o fim da Escravidão em 1888 e da Monarquia em 1889. Mas a pintura do período expressa a riqueza e a vida tranqüila, buscando interpretar um liberalismo de idéias e um nacionalismo ufanista baseado nos novos tempos políticos-sociais, sem inquietações temáticas mais profundas. Essa preocupação só viria a ocorrer mais tarde, no século XX, com a explosão do Movimento Modernista. No entanto, as forças capitalistas urbanas, como comerciantes, banqueiros e industriais, unem forças ao lado dos grandes proprietários rurais contra o recém-nascido proletariado urbano, sedento de liberdade e melhorias sociais. Forma-se o terreno no qual vai brotar toda a agitação política e cultural brasileira da primeira metade do século XX.
  9. 9. 9 O REALISMO Historicismo: 1866 – Tocador de Pífaro, de Manet. 1870 – Unificação da Itália. 1876 – Invenção do telefone, por Graham Bell. 1886 – Bartholdi esculpe a Estátua da Liberdade. 1888 – Abolição da Escravatura (Brasil). Entre 1850 e 1900 surge nas artes européias, sobretudo na pintura francesa, uma nova tendência estética chamada Realismo, que se desenvolveu ao lado da crescente industrialização das sociedades. O Realismo repudia a artificialidade romântica, sentindo necessidade de retratar a vida, os costumes e os problemas das classes média e baixa, vindo a ser conhecido na pintura como arte socialista. O movimento teve, ainda, grande expressividade na escultura e na arquitetura, abandonando as visões subjetivas da realidade. Arquitetura realista Com a industrialização, grandes mudanças ocorrem na paisagem urbana da Europa. As igrejas e palácios construídos nos séculos anteriores com requinte e luxo, são substituídos por fábricas, armazéns, escolas, estações ferroviárias e outras construções civis que atendam às necessidades da classe operária e da burguesia desse período. Os arquitetos e engenheiros procuram responder adequadamente às novas necessidades urbanas, utilizando materiais novos surgidos a partir da Revolução Industrial, como o ferro fundido e o concreto armado. As estruturas de ferro passam a ficar mais aparentes, criando formas imponentes como a Torre Eiffel, de 300 metros de altura, ou delicadas, como o Palácio de Cristal Palácio de Cristal, em Londres – obra de Joseph Paxton (185l).. Torre Eiffel, em Paris – obra de Gustave Eiffel (1889). A escultura realista A escultura realista não idealizou a realidade, buscando recriar os seres tais como eles são. Os temas contemporâneos, muitas vezes com assumida intenção política, tinham a preferência dos artistas. Os materiais também tinham um tratamento agressivo, principalmente o ferro e o bronze, que não eram polidos devidamente, deixando transparecer propositadamente as falhas das ligas de metal. Dentre os escultores do período realista, o que mais se destaca é Auguste Rodin (1840 - 1917), cuja produção desperta severas polêmicas. Já o seu primeiro trabalho importante A Idade do Bronze, de 1877, causou grande discussão motivada pelo intenso realismo. Críticos chegaram a acusar o artista de ter feito a escultura a partir de moldes tirados diretamente de modelos vivos. Mas é com Os Burgueses de Calais (1895) que Rodin revela sua característica fundamental: a fixação do momento exato de um gesto humano. Toda a angústia e desesperança do gesto de sacrifício parecem estar estampadas nas figuras da escultura. Outra obra muito conhecida de Rodin é O Pensador (1902), com o qual ele torna a surpreender o homem em suas ações dramaticamente comuns. A obra de Rodin tem classificação controvertida. Alguns a consideram romântica, pela forte emoção que traz. Outros a caracterizam como naturalista. E há aqueles que vêm nas obras um puro Impressionismo, movimento do qual ele foi contemporâneo.
  10. 10. 10 O pensador – Rodin O beijo – Rodin Os Burgueses de Calais (1895) – Rodin A pintura realista A pintura realista caracteriza-se sobretudo pelo princípio de que o artista deve representar a realidade com a mesma objetividade com que um cientista estuda um fenômeno da natureza. Ao artista não cabe “melhorar” a natureza, pois a beleza está na realidade tal qual ela é. Sua função é apenas revelar os aspectos mais expressivos desta realidade. Assim, o realismo abandona os temas mitológicos, bíblicos, históricos e literários, pois o que importa é retratar uma realidade imediata e não imaginada. Isso levou o artista realista para a politização: a industrialização trouxe progresso tecnológico, mas fez surgir uma grande massa de trabalhadores, vivendo nas cidades em condições precárias e trabalhando em situações desumanas. Surge então a “pintura social”, denunciando injustiças e desigualdades sociais. Coubert (1819-1877): Os trabalhadores como tema Gustave Coubert foi o criador do realismo social, procurando retratar nas suas telas, temas da vida cotidiana e das classes populares. Seus quadros denunciavam as diferenças sociais que a burguesia do século XIX preferia ocultar. Orgulhoso de sua origem camponesa e com convicções socialistas, Coubert pregava que todo artista devia se inspirar nas próprias experiências “eu não posso pintar um anjo porque nunca vi nenhum”, disse. Coubert manifesta na pintura simpatia pelos trabalhadores e pelos pobres, em quadros como Os Britadores e Moças Peneirando Trigo. Aqui, a representação é quase fotográfica. Entretanto, o artista busca, na figura da moça de costas, fugir um pouco dessa descrição objetiva e se permite uma representação romântica da exploração do trabalho juvenil. Os Britadores – Coubert
  11. 11. 11 Moças Peneirando Trigo – Coubert Manet (1832-1883): O precursor do impressionismo Édouard Manet pertencia a uma família rica da burguesia parisiense e, ao contrário de Coubert, seu realismo não tem intenções sociais, refletindo mais um ar aristocrático. Sua carreira foi marcada por obras convencionais dentro das normas clássicas da pintura e obras desafiadoras que rompiam com o academicismo. Entre essas, a que provocou maior escândalo foi “Almoço na Relva”, que chegou a ser recusada pelo júri da Exposição Francesa de 1863”. Trata-se da representação de uma mulher nua em companhia de dois homens elegantemente vestidos”. No entanto descobriu-se depois que tratava- se de uma transposição realista de um quadro renascentista, “O Concerto Campestre”, de Ticiano. O quadro é inovador pelo clima de realidade que apresenta, já que os personagens são pessoas conhecidas da sociedade parisiense, e não seres lendários como na obra renascentista: Victorine Meurend (modelo muito famosa à época), Eugene Manet (irmão do pintor) e Ferdinand Leenhoff (escultor parisiense). Além disso, o quadro apresenta uma composição elaborada: ao fundo, saindo da água, está uma figura identificada como Vênus e mais à frente, uma natureza morta. Almoço na Relva, de Manet (1863). O Concerto Campestre, de Ticiano (1510). Neste quadro, o centro de interesse está na luminosidade que a cena ganha com a figura nua da modelo. A obra de Manet foi importante na medida em que inovou a pintura, dando-lhe uma luminosidade mais intensa, tornando-o um precursor do impressionismo. ANOTAÇÕES ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ _______________________________
  12. 12. 12 EXERCÍCIO ROMANTISMO Questão 01 – Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) Foi a primeira e forte reação ao Neoclassicismo. 2. ( ) O romantismo não valorizava a natureza, pois seus artistas acreditavam na tristeza e consideravam a natureza alegre. 3. ( ) Os artistas românticos usavam na pintura uma composição em diagonal, valorizando a cor e o contraste claro-escuro. 4. ( ) O romantismo era composto de sentimentos como o amor e paixões. TEXTO I O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais causadas pela Revolução Industrial e pela Revolução Francesa. Do mesmo modo, a atividade artística tornou-se mais complexa. Podem ser identificados neste período movimentos artísticos de diferentes concepções e tendências como o Romantismo, Realismo, Impressionismo e pósimpressionismo. As questões a seguir são referentes a estes movimentos. Questão 02 – Destes movimentos o Romantismo se destaca como a primeira e mais forte reação ao Neoclassicismo. Quanto às características do Romantismo, analise os itens abaixo e julgue-os em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) O artista romântico procurou se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão. 2. ( ) A valorização dos sentimentos e da imaginação foi um dos princípios da criação romântica. 3. ( ) A estética se opôs radicalmente ao exagero realista. 4. ( ) Ao negar o Neoclassicismo, o Romantismo se aproximou do Renascimento. Questão 03 – Quase simultaneamente ao neoclassicismo surge o romantismo na França. Quanto ao Romantismo analise e julgue os itens abaixo com (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO e em seguida marque a alternativa correspondente à seqüência obtida: I. ( ) Romantismo vem a confirmar as tendências do Neoclássico. II. ( ) O artista romântico está fortemente ligado ao misterioso e ao sobrenatural. III. ( ) A linhas e curvas do Barroco e do Rococó são utilizadas como base para a criação dos desenhos. IV. ( ) Romantismo é o primeiro dos movimentos a se opor ao neoclassicismo. a) F – F – V – V b) V – V – F – F c) F – F – V – F d) F – V – F – V TEXTO II O romantismo é todo um período cultural, artístico e literário que se inicia na Europa no final do século XVIII, espalhando-se pelo mundo até o final do século XIX. O berço do romantismo pode ser considerado três países: Itália, Alemanha e Inglaterra. Porém, na França, o romantismo ganha força como em nenhum outro país e, através dos artistas franceses, os ideais românticos espalham-se pela Europa e pela América. Questão 04 - Segundo a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) Foi a primeira forte ligação ao Neoclassicismo. 2. ( ) O romantismo valorizava a natureza, pois acreditavam na alegria e eles consideravam a natureza triste. 3. ( ) Na pintura, eles usavam composição em vertical, valorização da cor e o contraste claro- escuro. 4. ( ) O romantismo era composto de sentimentos como o dadaísmo e o abstracionismo. TEXTO III Enquanto os artistas neoclássicos se preocupavam em imitar a arte greco-romana e os mestres do renascimento italiano, os artistas românticos procuraram se libertar das convenções acadêmicas em favor da livre expressão da personalidade do artista. Questão 05 - Com base no texto e nos seus conhecimentos sobre o Romantismo julgue os itens abaixo com (C) para os certos e (E) para os errados:
  13. 13. 13 1. ( ) A arte Romântica se caracterizou por sua estreita relação com a literatura e a poesia. 2. ( ) O Romantismo foi um estilo que revalorizou os conceitos de pátria e mitologia. 3.( ) Formas geométricas foram características da arte Romântica. 4. ( ) No Romantismo o amor foi o tema das obras do começo ao fim do movimento. Questão 06 - Ainda com base em seus conhecimentos sobre o romantismo julgue os itens abaixo: 1. ( ) O retorno da natureza como fonte inspiradora da arte é uma das características do Romantismo. 2. ( ) A escultura Romântica foi marcada pela pouca originalidade. 3. ( ) A composição em vertical e horizontal é uma das características da pintura romântica. 4. ( ) Os artistas românticos se preocupavam em valorizar e até copiar a arte greco-romana. QUESTÃO 07 - A respeito do Romantismo julgue os itens com ( C ) para as alternativas corretas e ( E ) para erradas: 01 ( ) Seguia normas impostas para imitar a arte greco-romana. 02( ) Os artistas eram fascinados pelo mistério e o sobrenatural. 03.( ) As obras feitas no romantismo eram repletas de fantasias e o heroísmo acompanhava a emoção. 04( ) O artista romântico retratava a realidade tal qual ela é. QUESTÃO 08 – Quase simultaneamente ao neoclassicismo surge o Romantismo na França. Quanto ao Romantismo julgue os itens em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: a) ( ) O Romantismo vem a negar as tendências do Neoclássico. b) ( ) O artista romântico está fortemente ligado ao real e ao religioso. c) ( ) A linhas e curvas do Renascimento e do Maneirismo são utilizadas como base para a criação dos desenhos. d) ( ) O Romantismo é o primeiro dos movimentos a se unir ao neoclassicismo. QUESTÃO 09 – Marque a alternativa correta: a. ( ) O Romantismo se assemelha ao Renascimento na composição em diagonal. b. ( ) O Romantismo se assemelha ao Barroco no contraste claro-escuro. c. ( ) O Romantismo se assemelha ao Impressionismo no estudo das cores. d. ( ) O Romantismo se assemelha ao Fauvismo no emprego das cores puras. QUESTÃO 10 – Marque a alternativa correta: a. ( ) No Romantismo existe dramaticidade. b. ( ) No Romantismo existem várias obras com temas mitológicos. c. ( ) No Romantismo a amor é o principal tema. d. ( ) No Romantismo os artistas seguiam varias regras. QUESTÃO 11 – Marque a alternativa correta: a. ( ) Cenas históricas não aparecem no Romantismo. b. ( ) Cenas históricas aparecem no Romantismo. c. ( ) Os Artistas Românticos não tinham nenhuma regra. d. ( ) As Regras foram bem aceitas. ANOTAÇÕES ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________ ______________________________________
  14. 14. 14 EXERCÍCIO REALISMO Questão 01 – Entre 1850 e 1900 surgiu nas artes européias, sobretudo na pintura francesa, uma nova tendência estética chamada Realismo, que se desenvolveu ao lado da crescente industrialização da sociedade. Quanto às características do Realismo, analise os itens abaixo e julgue-os em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) O Realismo repudiava a artificialidade Romântica. 2. ( ) O Realismo foi um grande aliado das classes burguesas 3. ( ) Seus temas giravam em torno das personagens da mitologia francesa. 4. ( ) São também representados temas como a natureza morta e fatos heróicos. Questão 02 – O movimento Realista teve ainda grande expressão na escultura e na arquitetura. Sobre esse assunto julgue os itens em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) Os arquitetos realistas procuravam respostas às necessidades urbanas. 2. ( ) Uma das obras arquitetônicas mais famosas do Realismo é a Torre Eiffel. 3. ( ) A escultura fugiu dos princípios que sustentaram o realismo, idealizando seus temas. 4. ( ) Os temas da escultura se opunham aos da pintura, sem o teor político. TEXTO I O termo realismo, de uma maneira geral, é utilizado na História da Arte para designar representações objetivas, sendo utilizado como sinônimo de naturalismo. Normalmente implica numa não idealização dos objetos representados e numa preferência por temas ligados ao homem comum, bem como a existência cotidiana. Questão 03 - Sobre a Arte no Realismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( ) O realismo repudiava a artificialidade romântica. 2. ( ) A principal característica da arquitetura realista é visível na construção de igrejas. 3. ( ) Os materiais tinham um tratamento agressivo, principalmente o ferro e o bronze. 4. ( ) Ao artista realista não cabia “melhorar” a natureza, pois a beleza está na realidade tal qual ela é. Questão 04 – Quanto a pintura Realista analise os itens e marque a alternativa correspondente: I. ( ) A pintura Realista caracteriza-se, sobretudo pelo principio de que o artista deve representar a realidade com a mesma objetividade com que um cientista estuda um fenômeno da natureza. II. ( ) Para os Realistas, não cabia “melhorar” artisticamente a natureza. III. ( ) A sua função seria apenas revelar os aspectos da realidade tal como ela é. a) Todos os itens são falsos. b) Apenas o item I está falso. c) Todos os itens estão corretos. d) Apenas o item III está correto. Questão 05 - Segundo as características do Realismo analise e responda: I. ( ) O contemporâneo é óbvio na pintura realista. II. ( ) O nacionalismo vem a ser abandonado em decorrência da necessidade de crescimento da técnica. III. ( ) Rompem com as convenções acadêmicas a favor da livre expressão da personalidade do artista como nas obras de David. a) ( ) Todos os itens estão corretos. b) ( ) Todos os itens são falsos. c) ( ) Apenas o item I está correto. d) ( ) Apenas o item III está correto. Questão 06 – Havia neste período artistas que viessem a discordar deste movimento criado pelos românticos. Estes artistas ficaram conhecidos como Realistas. Quanto as característica do Realismo analise e julgue os itens abaixo em (V) VERDADEIRO ou (F) FALSO e em seguida marque a alternativa correspondente à seqüência obtida: I. ( ) Os artistas passaram a usar como modelo um estilo clássico reelaborado com base nos princípios de racionalidade e proporção. II. ( ) A simetria e a nitidez das imagens em sua pintura são abandonadas. III. ( ) O artista realista está fortemente ligado ao misterioso e ao sobrenatural. IV. ( ) Realismo é considerado o primeiro dos movimentos a se opor ao neoclassicismo. a) ( ) F – F – F – F b) ( ) V – V – V – V c) ( ) F – F – V – V d) ( ) V – V – F – F
  15. 15. 15 QUESTÃO 07 – No período romântico, muitos artistas discordaram dele. Estes artistas ficaram conhecidos como Realistas. Quanto às características do Realismo julgue os itens em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: a) ( ) Os artistas passaram a usar como modelo um estilo clássico reelaborado com base nos princípios de racionalidade e proporção. b) ( ) A simetria e a nitidez das imagens em sua pintura são abandonadas. c) ( ) O artista realista não está fortemente ligado ao misterioso e ao sobrenatural. d) ( ) O Realismo é considerado o primeiro dos movimentos a se opor ao neoclassicismo. QUESTÃO 08 – Sobre o Realismo marque a alternativa correta: a) ( ) É uma arte Verossimilhante. b) ( ) É uma arte Estilizada. c) ( ) Pode ser abstrato. d) ( ) Pode ser extremamente geométrico. QUESTÃO 09 – Marque a alternativa correta: a) ( ) No Realismo reaparecem temas mitológicos. b) ( ) No Realismo o sobrenatural aparece com freqüência. c) ( ) Nele a beleza não existe totalmente. d) ( ) A realidade é o tema principal. QUESTÃO 10 – Marque a alternativa correta: a) ( ) O cristianismo é valorizado no Realismo. b) ( ) O objeto é valorizado no Realismo. c) ( ) O conceito grego de belo é valorizado no Realismo. d) ( ) Nenhuma das alternativas. ANOTAÇÕES ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ______________________________ ________________________________ _______________________________

×