O racionalismo

12.266 visualizações

Publicada em

0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.266
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
429
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O racionalismo

  1. 1. A MODERNIDADE E A QUESTÃO DO CONHECIMENTO: O RACIONALISMO.
  2. 2. IDADE MODERNAPensamento Teocêntrico Pensamento antropocêntrico
  3. 3. Qual a origem do Conhecimento? Gnosiologia: condições de origem do conhecimento.Teoria do conhecimento Dogmatismo: conhecimento/crença; ausência de problematização. Ceticismo: nega a possibilidade do conhecimento. Relativismo: não há verdades universais. Pragmatismo: toma como verdade aquilo que tem utilidade.
  4. 4. O QUE É RACIONALISMO? Teoria que defende que o nosso conhecimento deriva darazão; somente a razão é capaz de conhecer verdadeiramenteas coisas; Previlegia a razão como via de acesso aoconhecimento. INATISMO: relativo às ideias Inatas; informação própria da razão; nascem com o indivíduo.CONHECIMENTO que vem primeiro; deriva da razão; não A PRIORI: participa do conhecimento sensível.
  5. 5. O RACIONALISMO CARTESIANO René Descartes (1596 – 1650)
  6. 6. O MÉTODO CARTESIANOConsiderado fundador da Filosofia Moderna, Descartes Procurou construirum sistema cientifico de bases/princípios firmes e indubitáveis. Dúvida MetódicaPENSAMENTO DE ORDEM MATEMÁTICA DEDUTIVO ou Hiperbólica.1. Evidência: a dúvida é criada pelos sentidos: “não aceitar aquilo que me deixa dúvida”.2. Análise: “dividir o objeto analisado em quantas partes possíveis e necessárias”.3. Partir dos objetos mais simples rumo aos mais complexos.4. Enumeração: “revisar todas as etapas do pensamento”.
  7. 7. A CONSTATAÇÃO DO COGITO.Através de seu método, Descartes chega a sua primeira certezao “cogito, ergo sum”, que significa, “Penso, logo existo”. uma coisa que pensaMergulhado em penso, logo existe ao menos dúvidas enquanto pensa.Essa é a verdade indubitável,modelo das ideias claras edistintas para Descartes.
  8. 8. A EXISTÊNCIA DE DEUS.Penso, mas não conheço tudo Sou imperfeito IDÉIA INATA Deus é perfeito Temos portanto a idéia de um ser perfeito, Deus Como só o que é perfeito (Deus) pode ser causa dessa idéia, Descartes conclui que Deus existe.

×