SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 79
Baixar para ler offline
Art A2

Consultoria e Projetos
A ART A2 Consultoria e Projetos
nasceu da necessidade de ampliar as opções
de capacitação profissional em áreas até
então pouco exploradas pelo ramo
acadêmico,
tendo como foco o conhecimento em
negócios.
A partir de pesquisas foi detectado o crescimento em alguns
segmentos, intitulados hoje de "Economias Criativas". O
mercado Audiovisual foi
o que se mostrou com maior destaque e carência de
capacitação formal.
Constatou-se que profissionais envolvidos em áreas de
coordenação
e produção executiva de projetos audiovisuais não
encontravam formação acadêmica no país. Uma carreira de
sucesso nesta área era construída com base em experiências
de cada profissional.
Nos seus dez anos de atuação, a ART A2 Consultoria e Projetos
desenvolveu e produziu conteúdos acadêmicos na área da
economia criativa como cinema, TV, moda, gastronomia,
música, editorial, entretenimento, entre outros, destacando-se
pelo programa acadêmico
e pelo seu corpo docente, formado por profissionais de grande
reconhecimento e prestígio. Depois de 12 anos elaborando
conteúdo acadêmico para instituições de peso como a FGV,
PUC e AIC, foi possível identificar as lacunas e compreender
com clareza a relação
da educação com o mercado de trabalho.
Apresentamos o portfólio de cursos já
realizados
sob a coordenação da Art A2:
Cinema e TV
O curso foi lançado em 2003 no Rio de Janeiro em parceria
com a Fundação Getúlio Vargas. Desde então várias
turmas já se formaram. Até o final de 2013 foram mais de
15 turmas, entre Rio e São Paulo.
Film & Television Business – Formação Executiva em
Cinema e TV, é o curso pioneiro na formação executiva em
cinema e TV do país. Dividido em módulos, o curso faz
uma viagem pelas etapas do processo executivo de uma
produção audiovisual, da história do cinema e da TV
brasileira às técnicas de negociação de uma produção.
Além disso, estão no programa do curso: economia do
audiovisual, leis de incentivo, captação de recursos, coproduções internacionais, business plan, direitos autorais,
trabalhistas e digitais, seguros, marketing, distribuição,
festivais, vendas internacionais, novas mídias, o panorama
do mercado e a experiência de pitching.

Coordenação Acadêmica:
Alberto Flaksman
Roteirista, Diretor, Produtor de cinema
e Assessor Internacional da ANCINE

Film & Television Business –
Formação Executiva
em Cinema e TV
As etapas do processo de criação e produção de uma
obra audiovisual são apresentadas neste projeto. O aluno é
levado a compreender o processo de produção de
projetos audiovisuais, desde a ideia inicial até a sua
finalização e comercialização, bem como conhecer os
diferentes elementos artísticos e técnicos envolvidos nas
diversas etapas de realização, com ênfase nas
exigênciasparticulares de cada tipo de projeto audiovisual.

Coordenação Acadêmica:
Alberto Flaksman
Roteirista, Diretor, Produtor de cinema
e Assessor Internacional da ANCINE

Cinema & TV –
Processos de Criaçãoe
Produção
O curso busca entender os conceitos básicos e
fundamentos do documentário; sua história, formatos e
estilos para Cinema e Televisão. As fontes de receita, os
segmentos e tendências do mercado, o processo de
produção, suas formas de exibição e distribuição no Brasil
e no mundo. Discutir leis e técnicas de negociação e
captação de recursos. Estimular novos profissionais no
desenvolvimento e formatação de projetos, preparando-os
para o mercado de trabalho.

Coordenação Acadêmica:
Daniela Capelato
Documentarista e Produtora

O Documentário –
Gestão de Projetos de Cinema
para o Mercado Brasileiro
e Internacional
O curso tem por objetivo proporcionar aos alunos uma
visão abrangente da lógica econômica e dos modelos de
negócios em cinema e televisão, tornando-os profissionais
aptos a atuar como executivos nos diferentes setores da
indústria, como empresas de produção e distribuição
filmes, empresas exibidoras, bem como em emissoras de
TV aberta ou por assinatura.

Coordenação Acadêmica:
Alberto Flaksman
Roteirista, Diretor, Produtor de cinema
e Assessor Internacional da ANCINE

O Negócio do Cinema
História da Animação tem como principal objetivo ampliar
o repertório audiovisual dos alunos. Expandir os
conhecimentos dos estudantes sobre a história social da
animação e sua relevância para a cultura de massa.
Demonstrar e comentar sobre diversas técnicas utilizadas
na animação ao longo da história, e sua evolução até o
advento da computação gráfica.

Coordenação Acadêmica:
Alexandre Juruena
Diretor do Festival Anim!Arte

História da Animação
O curso pretende desmistificar o mundo mágico da
animação, mostrando que esta é mais uma das atividades
produtivas que se enquadram no conceito de Economia
criativa. Não é um curso de fazer animação, mas para
entender o negócio, conhecer e reconhecer o produto
animação (suas técnicas, suas possibilidades), conhecer e
reconhecer o negócio com a animação (seus modelos de
negócio e viabilidades), e conhecer e reconhecer o
mercado de animação (suas oportunidades).

Coordenação Acadêmica:
Mauro Garcia
Diretor de Projetos Especiais da TV Cultura

Animação –
Negócio e Mercado
No século XXI, o entretenimento proporcionado pela
indústria audiovisual é o que mais cresce entre todas as
modalidades existentes no planeta. A televisão aberta, a
TV por assinatura, o cinema, o DVD, os vídeos sob
demanda na Internet, as imagens nos telefones celulares,
as televisões exibidas nas empresas, a educação à
distância e todos os outros processos de uma imagem
associada a um som, exigem uma enorme quantidade de
conteúdo audiovisual. Existe hoje uma demanda reprimida,
uma falta de conteúdo audiovisual no mercado
internacional e no mercado brasileiro. Este curso tem como
objetivo proporcionar aos participantes uma visão geral
das principais etapas da produção audiovisual, possibilitar
que cada participante exerça diferentes funções durante
os exercícios práticos e mostrar como desenvolver um
projeto audiovisual da ideia ao produto final.

Coordenação Acadêmica:
José Roberto Sanseverino
Diretor de Conteúdo da BAND Rio
Jorge Espírito Santo
Diretor Artístico e de Conteúdo do GNT

TV –
do Design da Criação
à Produção
O curso é uma introdução ao negócio do cinema,
abordando a economia do audiovisual e a repartição das
receitas entre os agentes econômicos, as diversas fontes
de financiamento e os principais modelos de financiamento
existentes no Brasil, EUA e Europa; o orçamento e as fases
da produção, os custos da obra e o desenvolvimento de
projetos. O conteúdo é totalmente focado nas práticas do
mercado nacional e internacional. O curso orienta os
alunos a entenderem o funcionamento e as práticas
comerciais do mercado cinematográfico nacional e
internacional; a conhecerem os mecanismos de
financiamento existentes; a interagirem com distribuidores,
financiadores e exibidores; a prepararem estratégias e
planos de financiamento; a entenderem as fases da
produção e seus custos e o processo de desenvolvimento
de projetos.

Coordenação Acadêmica:
Leonardo M. Barros
Sócio da Conspiração Filmes

Film Business – Nível 1
O curso é uma imersão no negócio do cinema, abordando
o desenvolvimento de roteiros, a aquisição de direitos, as
negociações de financiamento (Art 3, Funcines, Fundo
Setorial, etc.) e os contratos de distribuição nacional e
internacional (incluindo as pré-vendas) bem como as coproduções internacionais, o marketing internacional e a
participação em festivais e mercados internacionais. O
conteúdo é focado nas práticas do mercado nacional e
internacional.

Coordenação Acadêmica:
Leonardo M. Barros
Sócio da Conspiração Filmes

Film Business – Nível 2
Moda
Fashion Business - O Negócio da Moda tem como objetivo
capacitar profissionais nas áreas de gerência e
administração de um negócio do varejo de moda com total
abrangência em gestão de negócios. O curso abrange
desde fundamentos sobre moda e comportamento,
passando pelo aprendizado da área jurídica e
administrativa de um negócio, abordagens sobre o cenário
econômico, gestão e o posicionamento da marca.

Fashion Business –
O Negócio da Moda

Coordenação Acadêmica:
Paula Acioli
Mestre em Moda, Cultura e Arte pelo Centro
Universitário SENAC – SP, Especialista em Moda
pelo London College of Fashion – UK, Diretora do
P/A Profashional Pesquisa de Moda e do GEM –
Grupo de Estudos de Moda.
A moda é um fenômeno social amplo que precisa ser
estudado em toda a sua complexidade. Além de ser um
dos grandes negócios do século 21, apresentase, no
momento como um dos temas de debate no Brasil, por
conta de uma cada vez maior exposição do país como
potência emergente, frente ao mercado internacional. Com
o crescimento do setor e consequente oferta de cursos
específicos na área de moda, notadamente os de estilismo
e gestão, a proposta é de oferecer um curso diferenciado e
compacto, que provoque reflexões acercada crescente
importância da moda e do seu mercado, levando-se em
consideração sua relevância no atual cenário mundial, bem
como sua interdisciplinaridade.O curso termina com uma
banca composta por profissionais atuantes no mercado,
que analisarão o trabalho final desenvolvido pelos alunos.

1 Ano de Mercado, Negócios
e Cultura de Moda

Coordenação Acadêmica:
Paula Acioli
Mestre em Moda, Cultura e Arte pelo Centro
Universitário SENAC – SP, Especialista em Moda
pelo London College of Fashion – UK, Diretora do
P/A Profashional Pesquisa de Moda e do GEM –
Grupo de Estudos de Moda.
Durante 3 meses, os alunos do curso têm a oportunidade
de trabalhar dentro da marca OESTUDIO, que irá
compartilhar metodologias, processos, matéria prima e
infraestrutura para criar a coleção a ser desfilada no
Fashion Rio, um dos maiores eventos de moda do Brasil.

Costurando os Sentidos

Coordenação Acadêmica:
Anne Gaul
Estilista, sócia d’OEstudio, formada pela Cândido
Mendes e pela Accademia Italiana de Florença
Fabrício DaCosta
Mestre em design pela Domus Academy de Milão
e sócio d’OEstudio
Fashion Innovation é o curso de extensão que oferece a
profissionais, estudantes e interessados em moda, a
oportunidade de capacitação através de imersão nos
temas mais relevantes do setor da moda. Disciplinas
criteriosamente selecionadas ministradas por alguns dos
profissionais mais renomados do mercado, são alguns dos
diferenciais desse curso. Um programa completo que
cobre desde as atividades criativas e produtivas até a
gestão empresarial. Um curso completo para profissionais
que querem se destacar no competitivo mercado da moda.
A opção certa para quem quer fazer a diferença.

Fashion Innovation

Coordenação Acadêmica:
Fabrício DaCosta
Mestre em design pela Domus Academy de Milão
e sócio d’OEstudio
Gastronomia
Acompanhando o crescimento do mercado gastronômico
no país, o curso de Bares & Restaurantes, Design e
Negócios tem por objetivo formar profissionais aptos a
atuar nas áreas administrativa e empresarial desse
segmento,
com
competência
para
criação
e
gerenciamento de um empreendimento gastronômico e
todo seu planejamento físico e funcional. O curso
apresentará as características específicas e as exigências
particulares dos diversos tipos de empreendimentos
existentes neste setor: restaurantes, bares, cafeterias,
entre outros.

Bares & Restaurantes,
Design e Negócios

Coordenação Acadêmica:
Carla Riquet
Diretoria de Qualidade e Treinamento do SindRio
José A. S. Aranha
Diretor do Instituto Gênesis da PUC-Rio
O curso aborda a cadeia produtiva da criação de um
produto alimentício sob o ponto de vista do design em
todas as suas etapas. Desde o formato, cor, textura do
produto, à embalagem, apresentação ao consumidor no
ponto de venda e/ou consumo.

Food Design

Coordenação Acadêmica:
Lelena César
Chef de Cozinha, Consultora da Rede Gula Gula
Música
A indústria fonográfica viveu anos de prosperidade e
glamour no século XX, adaptou-se e sobreviveu com
sucesso às inovações tecnológicas como o vinil, fita
cassete e CD. Com o advento da internet, e a possibilidade
de downloads, a pirataria torno-se uma realidade mundial
inegável. O mercado entrou em crise e procura com
urgência novos modelos de negócios para poder
reestruturar-se. O curso, idealizado por André Midani,
consultor das ONGs VIVA RIO e AFRO REGGAE; busca
reunir, em formato de multipainel, profissionais de
diferentes áreas deste mercado para debater, refletir e
analisar quais são as novas tendências e oportunidades
para a indústria fonográfica e todos os envolvidos neste
segmento.

Music Business – Gestão de
Negóciosna Indústria da
Música

Coordenação Acadêmica:
Luiz Carlos Prestes Filho
Autor dos estudos "A Cultura no PIB do Estado do
Rio de Janeiro", "Cadeia Produtiva
da Economia da Música" e "Cadeia Produtiva
da Economia do Carnaval"
Editorial
Os bastidores da indústria do livro, da escolha de títulos à
comercialização, integram o conteúdo do Publishing
Management, primeiro curso de formação executiva
exclusivo para este mercado. O curso sinaliza os novos
tempos do mercado editorial brasileiro, que, ultrapassando
o antigo modelo das empresas familiares, começa a
implantar gestões profissionais e abrir espaço para a
contratação de executivos especializados.

Coordenação Acadêmica:
Carlos Carrenho
Economista formado pela FEA-USP e
especializado em Editoração na Universidade de
Harvard. É editor do PublishNews.

Publishing Management
Na cadeia de produção do livro, uma das áreas mais
complexas é a que diz respeito à parte gráfica – da criação
ao acabamento. Neste curso, o aluno aprenderá como
trabalham os profissionais da área de criação e produção
em uma editora e suas diferentes atribuições: a criação da
identidade visual para um selo, a realização de projetos
bem-sucedidos de capa e miolo e o acompanhamento
para que sua execução seja perfeita. O aluno conhecerá
ainda os processos de produção de diferentes gêneros
editoriais, como livros de arte e ilustrados, e as novas
tendências de mercado, como as novas tecnologias de
diagramação e as impressões sob demanda.

Coordenação Acadêmica:
José Jardim
Gerente geral de produção do Grupo Editorial
Record

Design do Livro
Na cadeia de produção de produtos promocionais e
editoriais, uma das áreas mais complexas é a que diz
respeito à parte gráfica, que abrange desde a criação do
projeto até a produção física e acabamento dos produtos.
Esse curso tem como objetivo oferecer uma formação
especializada a quem quer se dedicar ao design
promocional e à produção gráfica editorial, fornecendo
aulas teóricas e práticas com alguns dos maiores
especialistas. Apresentar os conceitos fundamentais do
processo de produção gráfica, da criação ao
acabamento,demonstrando as diversas etapas do
processo industrial e apresentando seus recursos.

Coordenação Acadêmica:
José Jardim
Gerente geral de produção do Grupo Editorial
Record

Design e Produção Gráfica –
da Criação ao Impresso
Entretenimento
O entretenimento moderno envolve meios e veículos de
comunicação e uma ampla gama de serviços voltados à
venda dos produtos culturais. Utiliza-se, ainda, uma
sofisticada infra-estrutura para o suprimento das
necessidades geradas por eventos ou pelos próprios
pontos-de-venda. O curso Gestão do Entretenimento
destina-se à formação de profissionais voltados a gestão
dos diversos segmentos do entretenimento. Divide-se em
seis módulos: Audiovisual, Editorial e Fonográfico,
Eventos,
Turismo,
Comunicações
digitais
e
Desenvolvimento de Projetos, abordando os principais
setores da indústria do entretenimento com uma ampla
discussão sobre casos concretos de sucesso de empresas
ou profissionais de cada setor.

Coordenação Acadêmica:
Luiz Gonzaga de Luca
Diretor-Geral do Grupo Severiano Ribeiro
André Porto Alegre
Diretor Comercial do Circuito Digital

Gestão do Entretenimento
Nos últimos anos, a propriedade intelectual adquiriu
importância nunca antes vista. Com o advento da Internet,
a produção cultural, que durante séculos restringiuseàqueles que dispunham dos escassos e complicados
meios econômicos e técnicos, tornou-se possível a todos.
Naturalmente, a popularização das mídias digitais e o
surgimento de novos meios de negócio tiveram como
consequência uma infinidade de indagações jurídicas.
Dessa forma, este curso tem por objetivo apresentar, de
maneira sucinta e aprofundada, as mais importantes
questões teóricas e práticas relacionadas aos aspectos
jurídicos da produção cultural. Sendo assim, entre outras
matérias, serão analisadas as leis de direitos autorais e as
leis de incentivo fiscal (como a Lei Rouanet e a Lei do
Audiovisual), os modelos de negócio tradicionais e os
modelos de negócio possibilitados pelas novas
tecnologias, bem como aspectos relevantes relacionados
às empresas que produzem bens culturais.

Coordenação Acadêmica:
Sérgio Branco
Líder de Projetos do Centro de Tecnologia
e Sociedade da FGV Direito Rio
Fábio de Sá Cesnik
Sócio-diretor do escritório jurídico especializado
em cultura e esporte Cesnik, Quintino & Salinas

Legislação do Entretenimento
Os principais objetivos deste curso são demonstrar a
complexidade do mercado de entretenimento infantil
através dos conceitos básicos, as fontes de receita, as
diversas plataformas de exibição de conteúdo e o
processo de produção de uma propriedade infantil. Com
um quadro de professores altamente qualificados, o curso
possibilitará ao aluno compartilhar um pouco da
experiência dos grandes executivos do mercado nacional
de entretenimento infantil.

Kids Business
Consultoria
e Projetos
Em parceria com o escritório Cesnik, Quintino e Salinas
prestamos consultoria no enquadramento de projetos em leis
de incentivo,
captação de recursos para financiamento, prestação de contas
e outros serviços para diversas áreas do entretenimento.
Além disso, a ART A2 desenvolve projetos customizados,
complementares ao portfólio de cursos apresentados,
buscando atender empresas com necessidades específicas.
Apresentamos algumas propostas
de projetos especiais e consultorias
que desenvolvemos:
Livro
Film Business –
O Negócio
do Cinema

A ART A2 Consultoria e Projetos em parceria com a Editora
CAMPUS/Elsevier organizou produção do livro Film
Business - O Negócio do Cinema.A ART A2 reuniu grandes
profissionais do mercado audiovisual brasileiro e
professores parceiros do curso Film & Television Business,
para produzir o primeiro livro de referência sobre a
indústria cinematográfica no Brasil. Os autores são Iafa
Britz, Luiz Gonzaga de Luca e Rodrigo Saturnino Braga. O
lançamento aconteceu em outubro de 2010.
Você em
Hollywood

É um programa criado pelo PEC em parceria com a Ana
Maria Bahiana que pretende levar tanto cinéfilos como
profissionais do mercado audiovisual brasileiro para
conhecer e se especializar na capital mundial do cinema e
da TV, Hollywood. O programa divide-se em dois perfis:
Você em Hollywood - Profissional: Programa de
especialização e aperfeiçoamento intensivo dirigido a
profissionais do mercado audiovisual. Você em Hollywood
- Turismo: Programa de lazer e entretenimento dirigido a
pessoas que tenham interesse pelo mundo do cinema.

Ana Maria Bahiana é jornalista e escritora. Ana Maria
cobre Hollywood há duas décadas, incluindo 18 coberturas
do Oscar e 12 coberturas do festival de Cannes. De 1992 a
1995 foi a chefe do escritório de Los Angeles da revista
inglesa de cinema Screen International, e, de 1996 a 2002,
representante,
produtora,
e
correspondente
de
entretenimento da rede Telecine e da Rede Globo em Los
Angeles. Além disso, escreveu para New York Times
Syndicate, Escape e Beat, nos Estados Unidos; Le Film
Français na França; Jornal do Brasil, O Globo, Folha de
São Paulo, Estado de São Paulo, Opinião e Rolling Stone,
no Brasil; Follow Me, HQ e Cinema Papers na Austrália.
Tendo finalizado a edição brasileira de Easy Riders, Raging
Bulls, de Peter Biskind (sobre Hollywood nos anos 70) para
a Editora Intrínseca, atualmente escreve o livro "Como Ver
um Filme".
TVi Paulínea

A ART A2 prestou consultoria de conteúdo, on air look e
grade de programação (além da comunicação à
população) no desenvolvimento do primeiro canal de TV
Digital Interativo do Brasil, situado em Paulínea.
O projeto contou com asseguintes fases:
• Criação (nome, identidade Audivisual, layout,
personagem
garoto-propaganda)
• Programação e Serviços (aquisição e montagem)
• Promoção

Para a escolha do nome do canal levamos em conta o seu
aspecto mais inovador, a interatividade. Sendo assim, foi
batizado de TV iNTERATIVA. Os múltiplos “i”s representam
o poder de escolha do público, suas alternativas. Cada “i”,
composto de cabeça e corpo, simboliza também uma
pessoa diferente, assim o desenho do logo pretende
passar a ideia de uma TV mais democrática contando cada
vez mais com a participação do telespectador e de
produtores independentes.
TVi Paulínea

Foi importante explicar estes conceitos para que
população soubesse quais são os benefícios obtidos ao
receber o sinal da TVi.
Nesta 1ª fase - mês de promoção -, a programação da TVi
teve uma duração de cerca de 60 minutos. A grade
consistiu
em
programas
cedidos
por
realizadores/produtores independentes e de produção
própria o vídeo institucional e as cabeças de vídeo para os
programas com conteúdo cedido. Também foram exibidas
imagens de Paulínia e trechos de filmes filmados e
finalizados em HD para mostrar a diferença da qualidade
da imagem.

Para receber o sinal e usufruir de todos os serviços, o
cidadão
receberá
em
casa:
•
Um
set-top
box
(ou
conversor)
•
Um
controle
remoto
•
Um
teclado
• Um mouse
Com a TVi Paulínia será possível assistir os canais de TV
aberta (e os canais de TV por assinatura para quem
contrata este serviço), e receber, com exclusividade, o
sinal da TVi e os serviços que a interatividade permite.
Photon 3D

Em 2010, Hélio Godoy, sócio da Photon 3D, empresa
vencedora do Prêmio PRIME da FINEP, contratou a
consultoria da ART A2 para a inserção no mercado
audiovisual no eixo Rio-SP posto que a Photon 3D tem a
sua sede em Campo Grande (MS).
Projeto Autoria –
Criando
Multiplicadores

O projeto premiado pelo Ministério da Educação, tem
como objetivo ensinar os alunos a escreverem roteiros a
partir da ferramenta chamada “Autoria”, desenvolvida pela
doutora e escritora Sonia Rodrigues em parceria com a
ART A2.
Programa
Mercosul

O trabalho da ART A2 consistiu em criar um edital de
seleção de empresas educacionais para a reallização de
oficinas e workshops relacionados ao universo audiovisual
no Paraguai.
Além da elaboração do edital, a ART A2 também foi
responsável pela indição dos conteúdos, metodologias e
profissionais de cada um dos programas.
Festival de Bandas

A ART A2 Consultoria e Projetos em parceria com a
FIRJAN, projetou o Festival Matriz de Música
Contemporânea, um evento de capacitação, promoção e
divulgação de bandas de bairro do Rio de Janeiro, que
acontecerá em março de 2012.
Através de chamada pública para inscrição em edital, uma
comissão de curadores selecionará doze bandas em três
categorias. As bandas selecionadas participarão do evento
com oficinas e shows, concorrendo a prêmios em dinheiro
e apresentação posterior no Teatro Odisséia da Lapa.

Para além da busca de novos talentos, o Festival Matriz de
Música
Contemporânea,
pretende
capacitar
os
selecionados para seu lançamento comercial e inserção no
mercado de entretenimento, considerando todas as
mudanças ocorridas no setor com o advento das novas
tecnologias digitais e da forma de se ouvir música
atualmente.
Motivando as bandas de bairro do estado do Rio de
Janeiro a inscreverem-se no concurso, o Festival Matriz
de Música Contemporânea, deseja fortalecer a produção
local e incentivar a criação de novos grupos, além de
promover o intercâmbio entre artistas amadores e
profissionais, troca de informação e aprendizado prático.
Catálogo
para Festivais
Visando um dos principais objetivos da empresa, a
democratização
da cultura, a ART A2 levou fora do eixo RIO-SP oficinas e
seminários
de capacitação audiovisual através de Festivais.
Exemplos das oficinas
e seminários já realizados:
Desenvolvimento
de Projetos
Nesta oficina o aluno aprende quais sãos os passos que
todo projeto deve seguir para desenvolver o conteúdo com
coerência e eficiência. Os professores ensinarão aos
alunos o método de desenvolvimento de projetos e a
ferramenta de venda Pitching, usada em várias indústrias
para expor a possíveis financiadores, o projeto em apenas
7 minutos.

Instrutores:
Victor Lopes
Daniela Capelato

Oficina de Desenvolvimento
de Projeto e Pitching
A oficina tem por objetivo oferecer aos alunos as
ferramentas necessárias para a utilização das leis de
incentivo fiscal à produção, distribuição ou exibição de
obras audiovisuais. Os mecanismos de incentivo fiscal ao
audiovisual tornaram-se, ao longo dos últimos 15 anos, o
principal canal de financiamento à indústria e,
recentemente, a criação de novos mecanismos de
incentivo e a ampliação dos mecanismos existentes
alteraram substancialmente este panorama. Abordando a
questão dos pontos de vista prático e teórico, o curso
cobre as questões mais relevantes no dia a dia de todos
aqueles que trabalham ou desejam trabalhar na indústria
audiovisual, possibilitando uma utilização eficiente dos
mecanismos de incentivo existentes.

Instrutores:
José Maurício Fittipaldi
Roberto Jucá

Oficina de Enquadramento
de Projetos Audiovisuais
em Leis de Incentivo
Animação
O Animart nasceu como Festival Estudantil de Animação e
criou subprodutos de capacitação na área de animação.
Ns oficina ANIMART, o aluno aprende as técnicas de
animação Stop Motion e 2D com Zootropo. A oficina pode
ser acompanhada pela mostra Animart de filmes de
animação.

Oficina ANIMART

Instrutores:
Equipe ANIMART
Realização
Na oficina de realização, o aluno passa por todas as
etapas de produção de um filme e tem a possibilidade de
vivenciar o processo criativo em todos os estágios. No final
dos encontros, os filmes dos alunos são exibidos e
analisados em grupo.

Instrutores:Equipe TV Zero

Oficina de Realização Digital
Atuação
O cinema é uma arte coletiva, porém o ator é único que se
expõe 100%: seu corpo, sua voz, tudo nele é visível,
inclusive as emoções. O ator precisa estar preparando e
treinado para saber usá-las na hora certa. Mas, diferente
do teatro, ele não pode se preparar cronologicamente para
isso e nem pode usar o espaço da forma que conhecemos.
Atuar para uma câmera, seja de cinema seja de TV, requer
capacitação prévia para lidar com a câmera, o espaço, a
filmagem fora de cronologia.Esta oficina visa mostrar ao
ator quais são as ferramentas para que ele possa
desempenhar seu trabalho do melhor jeito possível.

Instrutores:
Roberto GervitzNara Sakarê

Oficina de Preparação de
Atores para Cinema e TV
Utilizando a técnica de simulação, a oficina tem como
objetivo treinar atores para a adequação da linguagem ao
meio publicitário.

Instrutora:
Sonaira D'Ávila

Oficina de Atuação
para Publicidade
Com o objetivo de discutir as possibilidades de atuação
nas diversas linguagens audiovisuais, narrativas digital e
estéticas, os participantes da oficina têm a sua disposição
atores convidados para exercitarem a direção de elenco.

Instrutora:
Sonaira D'Ávila

Oficina de Direção de Atores
O curso, voltado para crianças de 8 a 12 anos, tem como
principal objetivo a tríade: o ator, a cena e o espectador.
Através da experimentação desta tríade, passa por
diversos outros conceitos do estudo da interpretação, tais
como: o corpo (gesto, ação e movimento), o espaço
(espaço real, imaginário e corporal), o olhar (foco) e a fala
(texto, respiração). A partir desses norteadores, promove
uma iniciação e uma experimentação do ofício do ator e os
caminhos que este universo compreende, buscando um
estímulo da criatividade e um constante contato com a
sensibilização.

Instrutora:
Marina Monteiro

Oficina de Interpretação
para Crianças
Durante a oficina, o aluno terá a possibilidade de conhecer
a arte da dublagem através do mesmo procedimento
usado nos estúdios de dublagem: assistir a cena proposta,
formatar a versão brasileira e depois inserir sua voz.
Através de noções de impostação vocal, oratória e
respiração, busca-se promover a perfeita dicção – item
essencial para um ator em dublagem e incentivar o aluno a
descobrir muitas possibilidades vocais, criando vozes que
se adéquem melhor aos personagens.

Instrutora:
Mabel Cezar

Oficina de Dublagem
Roteiro
Ao contrário do que se pensa escrever um roteiro para
cinema ou para TV não é igual a escrever um romance, um
conto ou uma peça de teatro. O audiovisual tem como
maior diferencial a manipulação do tempo e espaço
criando assim milhares de possibilidades.Na oficina de
roteiro o aluno aprenderá as técnicas próprias da escritura
de um roteiro e entrará nas especificidades de cada tipo
de produto audiovisual. No documentário serão
aprofundados conteúdos de pesquisa, enfoque e escolha
do tema.

Oficina de Roteiro
para Documentário

Instrutores:
Daniela Capelato
Marcelo Gomes
Dando continuidade aos estudos anteriores, na Oficina de
Roteiro para Ficção são abordados conceitos para a
criação de personagens e enredo.

Oficina de Roteiro
para Ficção

Instrutores:
Daniela Capelato
Marcelo Gomes
Já na última oficina, temas como o formato de cada
programa, no ritmo e no gênero do programa recebem
atenção especial.

Oficina de Roteiro para TV

Instrutores:
Daniela Capelato
Marcelo Gomes
Figurino
Iesa Rodrigues levará o aluno por uma viagem no mun do
da Moda e do Cinema. A sutil linha entre a arte imitando a
vida e a vida imitando a arte. Os personagens se vestem
como nós? Ou nós nos vestimos imitando o cinema?

Oficina de Figurino e Moda

Instrutor:
Iesa Rodrigues
Cinema
Neste seminário o aluno conhecerá todas as etapas de um
filme para cinema desde a ideia ao filme sendo exibindo na
televisão. No meio muito trabalho e pessoas se envolvem
neste processo.

Seminário sobre
a Cadeia Produtiva

Mediador:
Alberto Flaksman
Roteirista, Diretor, Produtor de cinema
e Assessor Internacional da ANCINE
O seminário de Formação Executiva busca introduzir no
business do cinema àquela pessoa que fez um filme, mas
não consegue “sair da lata”, se perde na burocracia e
nãosabe lidar com o cinema como negócio. Também
busca unir o administrador nato que tem uma veia artística
forte e quer unir o útil ao agradável. A sétima arte também
é negócio e neste seminário abordaremos o cinema e a TV
como tal mostrando o caminho de como é possível fazer
do seu filme um produto vendável e viável.

Seminário Film & Television
Business – Formação executiva
em Cinema em TV

Mediador:
Alberto Flaksman
Roteirista, Diretor, Produtor de cinema
e Assessor Internacional da ANCINE
Novas Mídias
A era digital já começou e veio pra ficar. O Brasil entra
nesta nova etapa com um sistema próprio (ginga) e precisa
rever e atualizar seu modo de fazer TV e cinema para não
ficar obsoleto. Abrem-se novas portas e oportunidades
principalmente para o produtor independente e o conteúdo
regional é valorizado. Esta oficina visa mostrar como
aproveitar esta nova era para se inserir no mercado com
seu próprio conteúdo.

Oficina de Mídias Digitais
e Vídeo Online

Instrutor:
Fábio Lima
Diretor Executivo da Mobz
Produção Executiva,
Distribuição
e Exibição
Curso intensivo de formação executiva em cinema e TV. O
curso tem por objetivo proporcionar aos alunos uma visão
abrangente da lógica econômica e dos modelos de
negócios em cinema e televisão, tornando-os profissionais
aptos a atuar como executivos nos diferentes setores da
indústria, como empresas de produção e distribuição
filmes, empresas exibidoras, bem como em emissoras de
TV aberta ou por assinatura.

O Negócio do Cinema
e da TV.ZIP

Coordenação Acadêmica:
Alberto Flaksman
Roteirista, Diretor, Produtor de cinema
e Assessor Internacional da ANCINE
Clientes
e Parceiros
Contato
Adriana Dias
(21) 96845 2981
adrianadias@mac.com

Aline Nazato
(41) 87362626
alinenazato@icloud.com
Portfólio art a2

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Portfólio art a2

Produção Publicitária FMU
Produção Publicitária FMUProdução Publicitária FMU
Produção Publicitária FMUFMU - Oficial
 
Agencia jr intercomexpocom
Agencia jr intercomexpocomAgencia jr intercomexpocom
Agencia jr intercomexpocomblogdagraduacao
 
Atendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento PublicitárioAtendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento PublicitárioAtitude Digital
 
Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.
Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.
Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.EXPEDITO SILVA
 
Manual PG em Imagem, Protocolo e Organização de Eventos
Manual PG em Imagem, Protocolo e Organização de EventosManual PG em Imagem, Protocolo e Organização de Eventos
Manual PG em Imagem, Protocolo e Organização de EventosSusana de Salazar Casanova
 
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5casaredondacultural
 
Europass-CV-20150302-OliveiraSimões-PT
Europass-CV-20150302-OliveiraSimões-PTEuropass-CV-20150302-OliveiraSimões-PT
Europass-CV-20150302-OliveiraSimões-PTJorge Sim
 
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfCartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfAnaMoura348809
 
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfCartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfPATRICIA LUNA
 
Ementa: Oficina de financiamento coletivo
Ementa: Oficina de financiamento coletivoEmenta: Oficina de financiamento coletivo
Ementa: Oficina de financiamento coletivoEvoé
 
Oficina multimedia b_programa
Oficina multimedia b_programaOficina multimedia b_programa
Oficina multimedia b_programaFernando Cordeiro
 
Planejamento de Marketing Digital
Planejamento de Marketing Digital Planejamento de Marketing Digital
Planejamento de Marketing Digital doisnos
 
17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação
17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação
17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira ApresentaçãoAndré Aga Rizzo
 

Semelhante a Portfólio art a2 (20)

Produção Publicitária FMU
Produção Publicitária FMUProdução Publicitária FMU
Produção Publicitária FMU
 
Agencia jr intercomexpocom
Agencia jr intercomexpocomAgencia jr intercomexpocom
Agencia jr intercomexpocom
 
TV indoor PUC-RJ (Projeto final IBMEC)
TV indoor PUC-RJ (Projeto final IBMEC)TV indoor PUC-RJ (Projeto final IBMEC)
TV indoor PUC-RJ (Projeto final IBMEC)
 
Atendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento PublicitárioAtendimento e Planejamento Publicitário
Atendimento e Planejamento Publicitário
 
Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.
Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.
Inovando para Competir! Estratégias e Táticas para competir internacionalmente.
 
Eventos FMU
Eventos  FMUEventos  FMU
Eventos FMU
 
Manual PG em Imagem, Protocolo e Organização de Eventos
Manual PG em Imagem, Protocolo e Organização de EventosManual PG em Imagem, Protocolo e Organização de Eventos
Manual PG em Imagem, Protocolo e Organização de Eventos
 
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5
GESTÃO DO EMPREENDIMENTO CULTURAL E CRIATIVO - AULA 5
 
Europass-CV-20150302-OliveiraSimões-PT
Europass-CV-20150302-OliveiraSimões-PTEuropass-CV-20150302-OliveiraSimões-PT
Europass-CV-20150302-OliveiraSimões-PT
 
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfCartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
 
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdfCartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
Cartilha Economia Criativa completa SEBRAE.pdf
 
Ementa: Oficina de financiamento coletivo
Ementa: Oficina de financiamento coletivoEmenta: Oficina de financiamento coletivo
Ementa: Oficina de financiamento coletivo
 
Oficina multimedia b_programa
Oficina multimedia b_programaOficina multimedia b_programa
Oficina multimedia b_programa
 
Caderno de resumos 2ª Mostra PP 20152
Caderno de resumos 2ª Mostra PP 20152Caderno de resumos 2ª Mostra PP 20152
Caderno de resumos 2ª Mostra PP 20152
 
D.A - Aula 1.pdf
D.A - Aula 1.pdfD.A - Aula 1.pdf
D.A - Aula 1.pdf
 
Planejamento de Marketing Digital
Planejamento de Marketing Digital Planejamento de Marketing Digital
Planejamento de Marketing Digital
 
17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação
17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação
17ª SECOM CALCOMUNIC - Primeira Apresentação
 
Informativo Exatas UniNorte #6
Informativo Exatas UniNorte #6Informativo Exatas UniNorte #6
Informativo Exatas UniNorte #6
 
Projeto2010 1 a
Projeto2010 1 aProjeto2010 1 a
Projeto2010 1 a
 
Apresenta��O1
Apresenta��O1Apresenta��O1
Apresenta��O1
 

Portfólio art a2

  • 2. A ART A2 Consultoria e Projetos nasceu da necessidade de ampliar as opções de capacitação profissional em áreas até então pouco exploradas pelo ramo acadêmico, tendo como foco o conhecimento em negócios.
  • 3. A partir de pesquisas foi detectado o crescimento em alguns segmentos, intitulados hoje de "Economias Criativas". O mercado Audiovisual foi o que se mostrou com maior destaque e carência de capacitação formal. Constatou-se que profissionais envolvidos em áreas de coordenação e produção executiva de projetos audiovisuais não encontravam formação acadêmica no país. Uma carreira de sucesso nesta área era construída com base em experiências de cada profissional.
  • 4. Nos seus dez anos de atuação, a ART A2 Consultoria e Projetos desenvolveu e produziu conteúdos acadêmicos na área da economia criativa como cinema, TV, moda, gastronomia, música, editorial, entretenimento, entre outros, destacando-se pelo programa acadêmico e pelo seu corpo docente, formado por profissionais de grande reconhecimento e prestígio. Depois de 12 anos elaborando conteúdo acadêmico para instituições de peso como a FGV, PUC e AIC, foi possível identificar as lacunas e compreender com clareza a relação da educação com o mercado de trabalho.
  • 5. Apresentamos o portfólio de cursos já realizados sob a coordenação da Art A2:
  • 7. O curso foi lançado em 2003 no Rio de Janeiro em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. Desde então várias turmas já se formaram. Até o final de 2013 foram mais de 15 turmas, entre Rio e São Paulo. Film & Television Business – Formação Executiva em Cinema e TV, é o curso pioneiro na formação executiva em cinema e TV do país. Dividido em módulos, o curso faz uma viagem pelas etapas do processo executivo de uma produção audiovisual, da história do cinema e da TV brasileira às técnicas de negociação de uma produção. Além disso, estão no programa do curso: economia do audiovisual, leis de incentivo, captação de recursos, coproduções internacionais, business plan, direitos autorais, trabalhistas e digitais, seguros, marketing, distribuição, festivais, vendas internacionais, novas mídias, o panorama do mercado e a experiência de pitching. Coordenação Acadêmica: Alberto Flaksman Roteirista, Diretor, Produtor de cinema e Assessor Internacional da ANCINE Film & Television Business – Formação Executiva em Cinema e TV
  • 8. As etapas do processo de criação e produção de uma obra audiovisual são apresentadas neste projeto. O aluno é levado a compreender o processo de produção de projetos audiovisuais, desde a ideia inicial até a sua finalização e comercialização, bem como conhecer os diferentes elementos artísticos e técnicos envolvidos nas diversas etapas de realização, com ênfase nas exigênciasparticulares de cada tipo de projeto audiovisual. Coordenação Acadêmica: Alberto Flaksman Roteirista, Diretor, Produtor de cinema e Assessor Internacional da ANCINE Cinema & TV – Processos de Criaçãoe Produção
  • 9. O curso busca entender os conceitos básicos e fundamentos do documentário; sua história, formatos e estilos para Cinema e Televisão. As fontes de receita, os segmentos e tendências do mercado, o processo de produção, suas formas de exibição e distribuição no Brasil e no mundo. Discutir leis e técnicas de negociação e captação de recursos. Estimular novos profissionais no desenvolvimento e formatação de projetos, preparando-os para o mercado de trabalho. Coordenação Acadêmica: Daniela Capelato Documentarista e Produtora O Documentário – Gestão de Projetos de Cinema para o Mercado Brasileiro e Internacional
  • 10. O curso tem por objetivo proporcionar aos alunos uma visão abrangente da lógica econômica e dos modelos de negócios em cinema e televisão, tornando-os profissionais aptos a atuar como executivos nos diferentes setores da indústria, como empresas de produção e distribuição filmes, empresas exibidoras, bem como em emissoras de TV aberta ou por assinatura. Coordenação Acadêmica: Alberto Flaksman Roteirista, Diretor, Produtor de cinema e Assessor Internacional da ANCINE O Negócio do Cinema
  • 11. História da Animação tem como principal objetivo ampliar o repertório audiovisual dos alunos. Expandir os conhecimentos dos estudantes sobre a história social da animação e sua relevância para a cultura de massa. Demonstrar e comentar sobre diversas técnicas utilizadas na animação ao longo da história, e sua evolução até o advento da computação gráfica. Coordenação Acadêmica: Alexandre Juruena Diretor do Festival Anim!Arte História da Animação
  • 12. O curso pretende desmistificar o mundo mágico da animação, mostrando que esta é mais uma das atividades produtivas que se enquadram no conceito de Economia criativa. Não é um curso de fazer animação, mas para entender o negócio, conhecer e reconhecer o produto animação (suas técnicas, suas possibilidades), conhecer e reconhecer o negócio com a animação (seus modelos de negócio e viabilidades), e conhecer e reconhecer o mercado de animação (suas oportunidades). Coordenação Acadêmica: Mauro Garcia Diretor de Projetos Especiais da TV Cultura Animação – Negócio e Mercado
  • 13. No século XXI, o entretenimento proporcionado pela indústria audiovisual é o que mais cresce entre todas as modalidades existentes no planeta. A televisão aberta, a TV por assinatura, o cinema, o DVD, os vídeos sob demanda na Internet, as imagens nos telefones celulares, as televisões exibidas nas empresas, a educação à distância e todos os outros processos de uma imagem associada a um som, exigem uma enorme quantidade de conteúdo audiovisual. Existe hoje uma demanda reprimida, uma falta de conteúdo audiovisual no mercado internacional e no mercado brasileiro. Este curso tem como objetivo proporcionar aos participantes uma visão geral das principais etapas da produção audiovisual, possibilitar que cada participante exerça diferentes funções durante os exercícios práticos e mostrar como desenvolver um projeto audiovisual da ideia ao produto final. Coordenação Acadêmica: José Roberto Sanseverino Diretor de Conteúdo da BAND Rio Jorge Espírito Santo Diretor Artístico e de Conteúdo do GNT TV – do Design da Criação à Produção
  • 14. O curso é uma introdução ao negócio do cinema, abordando a economia do audiovisual e a repartição das receitas entre os agentes econômicos, as diversas fontes de financiamento e os principais modelos de financiamento existentes no Brasil, EUA e Europa; o orçamento e as fases da produção, os custos da obra e o desenvolvimento de projetos. O conteúdo é totalmente focado nas práticas do mercado nacional e internacional. O curso orienta os alunos a entenderem o funcionamento e as práticas comerciais do mercado cinematográfico nacional e internacional; a conhecerem os mecanismos de financiamento existentes; a interagirem com distribuidores, financiadores e exibidores; a prepararem estratégias e planos de financiamento; a entenderem as fases da produção e seus custos e o processo de desenvolvimento de projetos. Coordenação Acadêmica: Leonardo M. Barros Sócio da Conspiração Filmes Film Business – Nível 1
  • 15. O curso é uma imersão no negócio do cinema, abordando o desenvolvimento de roteiros, a aquisição de direitos, as negociações de financiamento (Art 3, Funcines, Fundo Setorial, etc.) e os contratos de distribuição nacional e internacional (incluindo as pré-vendas) bem como as coproduções internacionais, o marketing internacional e a participação em festivais e mercados internacionais. O conteúdo é focado nas práticas do mercado nacional e internacional. Coordenação Acadêmica: Leonardo M. Barros Sócio da Conspiração Filmes Film Business – Nível 2
  • 16. Moda
  • 17. Fashion Business - O Negócio da Moda tem como objetivo capacitar profissionais nas áreas de gerência e administração de um negócio do varejo de moda com total abrangência em gestão de negócios. O curso abrange desde fundamentos sobre moda e comportamento, passando pelo aprendizado da área jurídica e administrativa de um negócio, abordagens sobre o cenário econômico, gestão e o posicionamento da marca. Fashion Business – O Negócio da Moda Coordenação Acadêmica: Paula Acioli Mestre em Moda, Cultura e Arte pelo Centro Universitário SENAC – SP, Especialista em Moda pelo London College of Fashion – UK, Diretora do P/A Profashional Pesquisa de Moda e do GEM – Grupo de Estudos de Moda.
  • 18. A moda é um fenômeno social amplo que precisa ser estudado em toda a sua complexidade. Além de ser um dos grandes negócios do século 21, apresentase, no momento como um dos temas de debate no Brasil, por conta de uma cada vez maior exposição do país como potência emergente, frente ao mercado internacional. Com o crescimento do setor e consequente oferta de cursos específicos na área de moda, notadamente os de estilismo e gestão, a proposta é de oferecer um curso diferenciado e compacto, que provoque reflexões acercada crescente importância da moda e do seu mercado, levando-se em consideração sua relevância no atual cenário mundial, bem como sua interdisciplinaridade.O curso termina com uma banca composta por profissionais atuantes no mercado, que analisarão o trabalho final desenvolvido pelos alunos. 1 Ano de Mercado, Negócios e Cultura de Moda Coordenação Acadêmica: Paula Acioli Mestre em Moda, Cultura e Arte pelo Centro Universitário SENAC – SP, Especialista em Moda pelo London College of Fashion – UK, Diretora do P/A Profashional Pesquisa de Moda e do GEM – Grupo de Estudos de Moda.
  • 19. Durante 3 meses, os alunos do curso têm a oportunidade de trabalhar dentro da marca OESTUDIO, que irá compartilhar metodologias, processos, matéria prima e infraestrutura para criar a coleção a ser desfilada no Fashion Rio, um dos maiores eventos de moda do Brasil. Costurando os Sentidos Coordenação Acadêmica: Anne Gaul Estilista, sócia d’OEstudio, formada pela Cândido Mendes e pela Accademia Italiana de Florença Fabrício DaCosta Mestre em design pela Domus Academy de Milão e sócio d’OEstudio
  • 20. Fashion Innovation é o curso de extensão que oferece a profissionais, estudantes e interessados em moda, a oportunidade de capacitação através de imersão nos temas mais relevantes do setor da moda. Disciplinas criteriosamente selecionadas ministradas por alguns dos profissionais mais renomados do mercado, são alguns dos diferenciais desse curso. Um programa completo que cobre desde as atividades criativas e produtivas até a gestão empresarial. Um curso completo para profissionais que querem se destacar no competitivo mercado da moda. A opção certa para quem quer fazer a diferença. Fashion Innovation Coordenação Acadêmica: Fabrício DaCosta Mestre em design pela Domus Academy de Milão e sócio d’OEstudio
  • 22. Acompanhando o crescimento do mercado gastronômico no país, o curso de Bares & Restaurantes, Design e Negócios tem por objetivo formar profissionais aptos a atuar nas áreas administrativa e empresarial desse segmento, com competência para criação e gerenciamento de um empreendimento gastronômico e todo seu planejamento físico e funcional. O curso apresentará as características específicas e as exigências particulares dos diversos tipos de empreendimentos existentes neste setor: restaurantes, bares, cafeterias, entre outros. Bares & Restaurantes, Design e Negócios Coordenação Acadêmica: Carla Riquet Diretoria de Qualidade e Treinamento do SindRio José A. S. Aranha Diretor do Instituto Gênesis da PUC-Rio
  • 23. O curso aborda a cadeia produtiva da criação de um produto alimentício sob o ponto de vista do design em todas as suas etapas. Desde o formato, cor, textura do produto, à embalagem, apresentação ao consumidor no ponto de venda e/ou consumo. Food Design Coordenação Acadêmica: Lelena César Chef de Cozinha, Consultora da Rede Gula Gula
  • 25. A indústria fonográfica viveu anos de prosperidade e glamour no século XX, adaptou-se e sobreviveu com sucesso às inovações tecnológicas como o vinil, fita cassete e CD. Com o advento da internet, e a possibilidade de downloads, a pirataria torno-se uma realidade mundial inegável. O mercado entrou em crise e procura com urgência novos modelos de negócios para poder reestruturar-se. O curso, idealizado por André Midani, consultor das ONGs VIVA RIO e AFRO REGGAE; busca reunir, em formato de multipainel, profissionais de diferentes áreas deste mercado para debater, refletir e analisar quais são as novas tendências e oportunidades para a indústria fonográfica e todos os envolvidos neste segmento. Music Business – Gestão de Negóciosna Indústria da Música Coordenação Acadêmica: Luiz Carlos Prestes Filho Autor dos estudos "A Cultura no PIB do Estado do Rio de Janeiro", "Cadeia Produtiva da Economia da Música" e "Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval"
  • 27. Os bastidores da indústria do livro, da escolha de títulos à comercialização, integram o conteúdo do Publishing Management, primeiro curso de formação executiva exclusivo para este mercado. O curso sinaliza os novos tempos do mercado editorial brasileiro, que, ultrapassando o antigo modelo das empresas familiares, começa a implantar gestões profissionais e abrir espaço para a contratação de executivos especializados. Coordenação Acadêmica: Carlos Carrenho Economista formado pela FEA-USP e especializado em Editoração na Universidade de Harvard. É editor do PublishNews. Publishing Management
  • 28. Na cadeia de produção do livro, uma das áreas mais complexas é a que diz respeito à parte gráfica – da criação ao acabamento. Neste curso, o aluno aprenderá como trabalham os profissionais da área de criação e produção em uma editora e suas diferentes atribuições: a criação da identidade visual para um selo, a realização de projetos bem-sucedidos de capa e miolo e o acompanhamento para que sua execução seja perfeita. O aluno conhecerá ainda os processos de produção de diferentes gêneros editoriais, como livros de arte e ilustrados, e as novas tendências de mercado, como as novas tecnologias de diagramação e as impressões sob demanda. Coordenação Acadêmica: José Jardim Gerente geral de produção do Grupo Editorial Record Design do Livro
  • 29. Na cadeia de produção de produtos promocionais e editoriais, uma das áreas mais complexas é a que diz respeito à parte gráfica, que abrange desde a criação do projeto até a produção física e acabamento dos produtos. Esse curso tem como objetivo oferecer uma formação especializada a quem quer se dedicar ao design promocional e à produção gráfica editorial, fornecendo aulas teóricas e práticas com alguns dos maiores especialistas. Apresentar os conceitos fundamentais do processo de produção gráfica, da criação ao acabamento,demonstrando as diversas etapas do processo industrial e apresentando seus recursos. Coordenação Acadêmica: José Jardim Gerente geral de produção do Grupo Editorial Record Design e Produção Gráfica – da Criação ao Impresso
  • 31. O entretenimento moderno envolve meios e veículos de comunicação e uma ampla gama de serviços voltados à venda dos produtos culturais. Utiliza-se, ainda, uma sofisticada infra-estrutura para o suprimento das necessidades geradas por eventos ou pelos próprios pontos-de-venda. O curso Gestão do Entretenimento destina-se à formação de profissionais voltados a gestão dos diversos segmentos do entretenimento. Divide-se em seis módulos: Audiovisual, Editorial e Fonográfico, Eventos, Turismo, Comunicações digitais e Desenvolvimento de Projetos, abordando os principais setores da indústria do entretenimento com uma ampla discussão sobre casos concretos de sucesso de empresas ou profissionais de cada setor. Coordenação Acadêmica: Luiz Gonzaga de Luca Diretor-Geral do Grupo Severiano Ribeiro André Porto Alegre Diretor Comercial do Circuito Digital Gestão do Entretenimento
  • 32. Nos últimos anos, a propriedade intelectual adquiriu importância nunca antes vista. Com o advento da Internet, a produção cultural, que durante séculos restringiuseàqueles que dispunham dos escassos e complicados meios econômicos e técnicos, tornou-se possível a todos. Naturalmente, a popularização das mídias digitais e o surgimento de novos meios de negócio tiveram como consequência uma infinidade de indagações jurídicas. Dessa forma, este curso tem por objetivo apresentar, de maneira sucinta e aprofundada, as mais importantes questões teóricas e práticas relacionadas aos aspectos jurídicos da produção cultural. Sendo assim, entre outras matérias, serão analisadas as leis de direitos autorais e as leis de incentivo fiscal (como a Lei Rouanet e a Lei do Audiovisual), os modelos de negócio tradicionais e os modelos de negócio possibilitados pelas novas tecnologias, bem como aspectos relevantes relacionados às empresas que produzem bens culturais. Coordenação Acadêmica: Sérgio Branco Líder de Projetos do Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV Direito Rio Fábio de Sá Cesnik Sócio-diretor do escritório jurídico especializado em cultura e esporte Cesnik, Quintino & Salinas Legislação do Entretenimento
  • 33. Os principais objetivos deste curso são demonstrar a complexidade do mercado de entretenimento infantil através dos conceitos básicos, as fontes de receita, as diversas plataformas de exibição de conteúdo e o processo de produção de uma propriedade infantil. Com um quadro de professores altamente qualificados, o curso possibilitará ao aluno compartilhar um pouco da experiência dos grandes executivos do mercado nacional de entretenimento infantil. Kids Business
  • 35. Em parceria com o escritório Cesnik, Quintino e Salinas prestamos consultoria no enquadramento de projetos em leis de incentivo, captação de recursos para financiamento, prestação de contas e outros serviços para diversas áreas do entretenimento.
  • 36. Além disso, a ART A2 desenvolve projetos customizados, complementares ao portfólio de cursos apresentados, buscando atender empresas com necessidades específicas.
  • 37. Apresentamos algumas propostas de projetos especiais e consultorias que desenvolvemos:
  • 38. Livro Film Business – O Negócio do Cinema A ART A2 Consultoria e Projetos em parceria com a Editora CAMPUS/Elsevier organizou produção do livro Film Business - O Negócio do Cinema.A ART A2 reuniu grandes profissionais do mercado audiovisual brasileiro e professores parceiros do curso Film & Television Business, para produzir o primeiro livro de referência sobre a indústria cinematográfica no Brasil. Os autores são Iafa Britz, Luiz Gonzaga de Luca e Rodrigo Saturnino Braga. O lançamento aconteceu em outubro de 2010.
  • 39. Você em Hollywood É um programa criado pelo PEC em parceria com a Ana Maria Bahiana que pretende levar tanto cinéfilos como profissionais do mercado audiovisual brasileiro para conhecer e se especializar na capital mundial do cinema e da TV, Hollywood. O programa divide-se em dois perfis: Você em Hollywood - Profissional: Programa de especialização e aperfeiçoamento intensivo dirigido a profissionais do mercado audiovisual. Você em Hollywood - Turismo: Programa de lazer e entretenimento dirigido a pessoas que tenham interesse pelo mundo do cinema. Ana Maria Bahiana é jornalista e escritora. Ana Maria cobre Hollywood há duas décadas, incluindo 18 coberturas do Oscar e 12 coberturas do festival de Cannes. De 1992 a 1995 foi a chefe do escritório de Los Angeles da revista inglesa de cinema Screen International, e, de 1996 a 2002, representante, produtora, e correspondente de entretenimento da rede Telecine e da Rede Globo em Los Angeles. Além disso, escreveu para New York Times Syndicate, Escape e Beat, nos Estados Unidos; Le Film Français na França; Jornal do Brasil, O Globo, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, Opinião e Rolling Stone, no Brasil; Follow Me, HQ e Cinema Papers na Austrália. Tendo finalizado a edição brasileira de Easy Riders, Raging Bulls, de Peter Biskind (sobre Hollywood nos anos 70) para a Editora Intrínseca, atualmente escreve o livro "Como Ver um Filme".
  • 40. TVi Paulínea A ART A2 prestou consultoria de conteúdo, on air look e grade de programação (além da comunicação à população) no desenvolvimento do primeiro canal de TV Digital Interativo do Brasil, situado em Paulínea. O projeto contou com asseguintes fases: • Criação (nome, identidade Audivisual, layout, personagem garoto-propaganda) • Programação e Serviços (aquisição e montagem) • Promoção Para a escolha do nome do canal levamos em conta o seu aspecto mais inovador, a interatividade. Sendo assim, foi batizado de TV iNTERATIVA. Os múltiplos “i”s representam o poder de escolha do público, suas alternativas. Cada “i”, composto de cabeça e corpo, simboliza também uma pessoa diferente, assim o desenho do logo pretende passar a ideia de uma TV mais democrática contando cada vez mais com a participação do telespectador e de produtores independentes.
  • 41. TVi Paulínea Foi importante explicar estes conceitos para que população soubesse quais são os benefícios obtidos ao receber o sinal da TVi. Nesta 1ª fase - mês de promoção -, a programação da TVi teve uma duração de cerca de 60 minutos. A grade consistiu em programas cedidos por realizadores/produtores independentes e de produção própria o vídeo institucional e as cabeças de vídeo para os programas com conteúdo cedido. Também foram exibidas imagens de Paulínia e trechos de filmes filmados e finalizados em HD para mostrar a diferença da qualidade da imagem. Para receber o sinal e usufruir de todos os serviços, o cidadão receberá em casa: • Um set-top box (ou conversor) • Um controle remoto • Um teclado • Um mouse Com a TVi Paulínia será possível assistir os canais de TV aberta (e os canais de TV por assinatura para quem contrata este serviço), e receber, com exclusividade, o sinal da TVi e os serviços que a interatividade permite.
  • 42. Photon 3D Em 2010, Hélio Godoy, sócio da Photon 3D, empresa vencedora do Prêmio PRIME da FINEP, contratou a consultoria da ART A2 para a inserção no mercado audiovisual no eixo Rio-SP posto que a Photon 3D tem a sua sede em Campo Grande (MS).
  • 43. Projeto Autoria – Criando Multiplicadores O projeto premiado pelo Ministério da Educação, tem como objetivo ensinar os alunos a escreverem roteiros a partir da ferramenta chamada “Autoria”, desenvolvida pela doutora e escritora Sonia Rodrigues em parceria com a ART A2.
  • 44. Programa Mercosul O trabalho da ART A2 consistiu em criar um edital de seleção de empresas educacionais para a reallização de oficinas e workshops relacionados ao universo audiovisual no Paraguai. Além da elaboração do edital, a ART A2 também foi responsável pela indição dos conteúdos, metodologias e profissionais de cada um dos programas.
  • 45. Festival de Bandas A ART A2 Consultoria e Projetos em parceria com a FIRJAN, projetou o Festival Matriz de Música Contemporânea, um evento de capacitação, promoção e divulgação de bandas de bairro do Rio de Janeiro, que acontecerá em março de 2012. Através de chamada pública para inscrição em edital, uma comissão de curadores selecionará doze bandas em três categorias. As bandas selecionadas participarão do evento com oficinas e shows, concorrendo a prêmios em dinheiro e apresentação posterior no Teatro Odisséia da Lapa. Para além da busca de novos talentos, o Festival Matriz de Música Contemporânea, pretende capacitar os selecionados para seu lançamento comercial e inserção no mercado de entretenimento, considerando todas as mudanças ocorridas no setor com o advento das novas tecnologias digitais e da forma de se ouvir música atualmente. Motivando as bandas de bairro do estado do Rio de Janeiro a inscreverem-se no concurso, o Festival Matriz de Música Contemporânea, deseja fortalecer a produção local e incentivar a criação de novos grupos, além de promover o intercâmbio entre artistas amadores e profissionais, troca de informação e aprendizado prático.
  • 47. Visando um dos principais objetivos da empresa, a democratização da cultura, a ART A2 levou fora do eixo RIO-SP oficinas e seminários de capacitação audiovisual através de Festivais.
  • 48. Exemplos das oficinas e seminários já realizados:
  • 50. Nesta oficina o aluno aprende quais sãos os passos que todo projeto deve seguir para desenvolver o conteúdo com coerência e eficiência. Os professores ensinarão aos alunos o método de desenvolvimento de projetos e a ferramenta de venda Pitching, usada em várias indústrias para expor a possíveis financiadores, o projeto em apenas 7 minutos. Instrutores: Victor Lopes Daniela Capelato Oficina de Desenvolvimento de Projeto e Pitching
  • 51. A oficina tem por objetivo oferecer aos alunos as ferramentas necessárias para a utilização das leis de incentivo fiscal à produção, distribuição ou exibição de obras audiovisuais. Os mecanismos de incentivo fiscal ao audiovisual tornaram-se, ao longo dos últimos 15 anos, o principal canal de financiamento à indústria e, recentemente, a criação de novos mecanismos de incentivo e a ampliação dos mecanismos existentes alteraram substancialmente este panorama. Abordando a questão dos pontos de vista prático e teórico, o curso cobre as questões mais relevantes no dia a dia de todos aqueles que trabalham ou desejam trabalhar na indústria audiovisual, possibilitando uma utilização eficiente dos mecanismos de incentivo existentes. Instrutores: José Maurício Fittipaldi Roberto Jucá Oficina de Enquadramento de Projetos Audiovisuais em Leis de Incentivo
  • 53. O Animart nasceu como Festival Estudantil de Animação e criou subprodutos de capacitação na área de animação. Ns oficina ANIMART, o aluno aprende as técnicas de animação Stop Motion e 2D com Zootropo. A oficina pode ser acompanhada pela mostra Animart de filmes de animação. Oficina ANIMART Instrutores: Equipe ANIMART
  • 55. Na oficina de realização, o aluno passa por todas as etapas de produção de um filme e tem a possibilidade de vivenciar o processo criativo em todos os estágios. No final dos encontros, os filmes dos alunos são exibidos e analisados em grupo. Instrutores:Equipe TV Zero Oficina de Realização Digital
  • 57. O cinema é uma arte coletiva, porém o ator é único que se expõe 100%: seu corpo, sua voz, tudo nele é visível, inclusive as emoções. O ator precisa estar preparando e treinado para saber usá-las na hora certa. Mas, diferente do teatro, ele não pode se preparar cronologicamente para isso e nem pode usar o espaço da forma que conhecemos. Atuar para uma câmera, seja de cinema seja de TV, requer capacitação prévia para lidar com a câmera, o espaço, a filmagem fora de cronologia.Esta oficina visa mostrar ao ator quais são as ferramentas para que ele possa desempenhar seu trabalho do melhor jeito possível. Instrutores: Roberto GervitzNara Sakarê Oficina de Preparação de Atores para Cinema e TV
  • 58. Utilizando a técnica de simulação, a oficina tem como objetivo treinar atores para a adequação da linguagem ao meio publicitário. Instrutora: Sonaira D'Ávila Oficina de Atuação para Publicidade
  • 59. Com o objetivo de discutir as possibilidades de atuação nas diversas linguagens audiovisuais, narrativas digital e estéticas, os participantes da oficina têm a sua disposição atores convidados para exercitarem a direção de elenco. Instrutora: Sonaira D'Ávila Oficina de Direção de Atores
  • 60. O curso, voltado para crianças de 8 a 12 anos, tem como principal objetivo a tríade: o ator, a cena e o espectador. Através da experimentação desta tríade, passa por diversos outros conceitos do estudo da interpretação, tais como: o corpo (gesto, ação e movimento), o espaço (espaço real, imaginário e corporal), o olhar (foco) e a fala (texto, respiração). A partir desses norteadores, promove uma iniciação e uma experimentação do ofício do ator e os caminhos que este universo compreende, buscando um estímulo da criatividade e um constante contato com a sensibilização. Instrutora: Marina Monteiro Oficina de Interpretação para Crianças
  • 61. Durante a oficina, o aluno terá a possibilidade de conhecer a arte da dublagem através do mesmo procedimento usado nos estúdios de dublagem: assistir a cena proposta, formatar a versão brasileira e depois inserir sua voz. Através de noções de impostação vocal, oratória e respiração, busca-se promover a perfeita dicção – item essencial para um ator em dublagem e incentivar o aluno a descobrir muitas possibilidades vocais, criando vozes que se adéquem melhor aos personagens. Instrutora: Mabel Cezar Oficina de Dublagem
  • 63. Ao contrário do que se pensa escrever um roteiro para cinema ou para TV não é igual a escrever um romance, um conto ou uma peça de teatro. O audiovisual tem como maior diferencial a manipulação do tempo e espaço criando assim milhares de possibilidades.Na oficina de roteiro o aluno aprenderá as técnicas próprias da escritura de um roteiro e entrará nas especificidades de cada tipo de produto audiovisual. No documentário serão aprofundados conteúdos de pesquisa, enfoque e escolha do tema. Oficina de Roteiro para Documentário Instrutores: Daniela Capelato Marcelo Gomes
  • 64. Dando continuidade aos estudos anteriores, na Oficina de Roteiro para Ficção são abordados conceitos para a criação de personagens e enredo. Oficina de Roteiro para Ficção Instrutores: Daniela Capelato Marcelo Gomes
  • 65. Já na última oficina, temas como o formato de cada programa, no ritmo e no gênero do programa recebem atenção especial. Oficina de Roteiro para TV Instrutores: Daniela Capelato Marcelo Gomes
  • 67. Iesa Rodrigues levará o aluno por uma viagem no mun do da Moda e do Cinema. A sutil linha entre a arte imitando a vida e a vida imitando a arte. Os personagens se vestem como nós? Ou nós nos vestimos imitando o cinema? Oficina de Figurino e Moda Instrutor: Iesa Rodrigues
  • 69. Neste seminário o aluno conhecerá todas as etapas de um filme para cinema desde a ideia ao filme sendo exibindo na televisão. No meio muito trabalho e pessoas se envolvem neste processo. Seminário sobre a Cadeia Produtiva Mediador: Alberto Flaksman Roteirista, Diretor, Produtor de cinema e Assessor Internacional da ANCINE
  • 70. O seminário de Formação Executiva busca introduzir no business do cinema àquela pessoa que fez um filme, mas não consegue “sair da lata”, se perde na burocracia e nãosabe lidar com o cinema como negócio. Também busca unir o administrador nato que tem uma veia artística forte e quer unir o útil ao agradável. A sétima arte também é negócio e neste seminário abordaremos o cinema e a TV como tal mostrando o caminho de como é possível fazer do seu filme um produto vendável e viável. Seminário Film & Television Business – Formação executiva em Cinema em TV Mediador: Alberto Flaksman Roteirista, Diretor, Produtor de cinema e Assessor Internacional da ANCINE
  • 72. A era digital já começou e veio pra ficar. O Brasil entra nesta nova etapa com um sistema próprio (ginga) e precisa rever e atualizar seu modo de fazer TV e cinema para não ficar obsoleto. Abrem-se novas portas e oportunidades principalmente para o produtor independente e o conteúdo regional é valorizado. Esta oficina visa mostrar como aproveitar esta nova era para se inserir no mercado com seu próprio conteúdo. Oficina de Mídias Digitais e Vídeo Online Instrutor: Fábio Lima Diretor Executivo da Mobz
  • 74. Curso intensivo de formação executiva em cinema e TV. O curso tem por objetivo proporcionar aos alunos uma visão abrangente da lógica econômica e dos modelos de negócios em cinema e televisão, tornando-os profissionais aptos a atuar como executivos nos diferentes setores da indústria, como empresas de produção e distribuição filmes, empresas exibidoras, bem como em emissoras de TV aberta ou por assinatura. O Negócio do Cinema e da TV.ZIP Coordenação Acadêmica: Alberto Flaksman Roteirista, Diretor, Produtor de cinema e Assessor Internacional da ANCINE
  • 76.
  • 78. Adriana Dias (21) 96845 2981 adrianadias@mac.com Aline Nazato (41) 87362626 alinenazato@icloud.com