01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala.
02. Preencha os dados...
Redação
Comente a questão formulada abaixo,apresentando argumentos que sustentem a relevância de seu ponto de vista:
No Br...
PORTUGUÊS
TEXTO 1
Gramática Tradicional: origem,
características, problemas
(1) Durante mais de dois mil anos,os estudos d...
05. O último parágrafo do texto é bastante significativo,
sobretudo, porque:
A) resume os fundamentos do conceito de liter...
LITERATURA
11. Sobre o estilo romântico, a contextualização daquela
época e a estética dos escritores filiados a tal escol...
16. O romance em questão é constituído pelo encontro de
lendas indígenas (sobretudo as amazônicas) e da vida
brasileira co...
21. The experience of being a victim of human trafficking
A) exerts neither physical nor psychological forces.
B) can be p...
ESPANHOL
Saludando no es gerundio.
No sé si se habrán fijado, aunque supongo que sí. Cada
vez resulta más inusual que algu...
23. En el segundo párrafo del texto, aparece la siguiente
expresión:―cuando nos encontramos con una persona
sólo vagamente...
29. Um plano telefônico custa R$ 50,00 ao mês, com
franquia de 300 minutos, e cada minuto utilizado além
da franquia custa...
HISTÓRIA
35. As religiões tiveram poder no decorrer da história
influenciando as relações políticas e sociais. A Igreja
Ca...
41. A Revolução Russa de 1917 assustou o capitalismo e
animou os socialistas.Uma análise histórica dos seus
governos:
A) m...
45. Leia com atenção o texto a seguir e depois assinale a
sub-região do Nordeste descrita.
―Apesar de sua pequena extensão...
49. Durante uma excursão de estudos geográficos,alunos
da FAVIP observaram uma paisagem, que foi
esboçada,sob a forma de d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

matematica favip

884 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
884
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

matematica favip

  1. 1. 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha os dados pessoais. 03. Autorizado o início da prova, verifique se este caderno contém o Tema da Redação e 50 (cinqüenta) questões, sendo 10 (dez) de Português, 08 (oito) de Literatura, 08 (oito) de Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), 08 (oito) de Matemática, 08 (oito) de História e 08 (oito) de Geografia. Se o Caderno de Provas não estiver completo, exija outro do fiscal da sala. 04. As questões de Língua Estrangeira (Inglês e Espanhol) estão numeradas de 19 a 26. Responda somente a prova de Língua Estrangeira correspondente a sua opção, feita no ato de inscrição. 05. Todas as questões de múltipla escolha apresentam como resposta uma alternativa correta. 06. Ao receber a folha de respostas, confira o nome da prova, o seu nome e o número de inscrição. Qualquer irregularidade observada, comunique imediatamente ao fiscal. 07. Assinale a resposta de cada questão no corpo da prova e, só depois, transfira os resultados para a folha de respostas. 08. Para marcar a folha de respostas, utilize apenas caneta esferográfica preta e faça as marcas de acordo com o modelo ( ).A marcação da folha de respostas é definitiva, não admitindo rasuras. 09. Só marque uma resposta para cada questão. 10. Não risque, não amasse, não dobre e não suje a folha de respostas, pois isto poderá prejudicá-lo. 11. Os fiscais não estão autorizados a emitir opinião nem a prestar esclarecimentos sobre o conteúdo das provas. Cabe única e exclusivamente ao candidato interpretar e decidir. 12. Se a Comissão verificar que a resposta de uma questão é dúbia ou inexistente, a questão será posteriormente anulada, e os pontos a ela correspondentes, distribuídos entre as demais. RReeddaaççããoo,, PPoorrttuugguuêêss,, LLiitteerraattuurraa LLíínngguuaa EEssttrraannggeeiirraa ((IInnggllêêss oouu EEssppaannhhooll)) MMaatteemmááttiiccaa,, HHiissttóórriiaa ee GGeeooggrraaffiiaa Nome: Inscrição: Identidade: Órgão Expedidor: Assinatura: COMISSÃO DE PROCESSOS SELETIVOS E TREINAMENTOS Fone: (81) 3412-0800 Fax: (81) 3412-0805 LEIA COM ATENÇÃO
  2. 2. Redação Comente a questão formulada abaixo,apresentando argumentos que sustentem a relevância de seu ponto de vista: No Brasil, a Educação é, de fato, prioridade dos governos e da sociedade em geral? Título: CRITÉRIOS BÁSICOS DE CORREÇÃO:  fidelidade à temática indicada e originalidade;  coerência, coesão e clareza na exposição das ideias;  atendimento às normas da gramática;  atenção ao limite de linhas (20 a 25).
  3. 3. PORTUGUÊS TEXTO 1 Gramática Tradicional: origem, características, problemas (1) Durante mais de dois mil anos,os estudos dedicados à linguagem se concentraram exclusivamente na língua literária,nas opções de uso feitas pelos grandes escritores do passado,aqueles que são chamados de ―os clássicos da língua‖. Essa tradição começou por volta do século III a.C., na cidade de Alexandria, no Egito, que nesse tempo era um importante centro de cultura grega. Os estudiosos da literatura clássica da Grécia estavam muito preocupados em preservar na maior ―pureza‖ possível a língua grega, que naquela época já estava muito diferente da língua usada pelos maiores poetas e escritores do passado. (2) Para alcançar seu objetivo, aqueles estudios os, chamados filólogos, resolveram descrever as regras gramaticais empregadas pelos grandes autores clássicos para que elas servissem de modelo para todos os que, a partir de então, quisessem escrever obras literárias em grego. Foi assim que nasceu a gramática, palavra grega que significa exatamente ―a arte de escrever‖. Esse campo de estudo, voltado apenas para os usos literários dos grandes autores do passado, recebe hoje o nome de Gramática Tradicional (GT). (3) Segundo o linguista inglês John Lyons, a abordagem dos fenômenos linguísticos proposta pelos gramáticos alexandrinos incorreu no que ele chama de ―dois equívocos fatais‖:o primeiro,na separação rígida entre língua escrita e língua falada; o segundo, na forma de encarar a mudança das línguas (que é simplesmente mudança, e não ―corrupção‖, ―ruína‖ ou ―decadência‖, como eles acreditavam – e muita gente até hoje acredita). Para Lyons, esses dois equívocos se uniram para formar o ―erro clássico‖ no estudo da linguagem, erro que se perpetuou durante dois milênios e somente no final do século XIX e início do XX começou a ser criticado e revisto. (4) Ao se dedicar exclusivamente à língua escrita, a GT deixou de fora toda a língua falada. Ora, em termos de quantidade de pessoas, as línguas sempre foram muito mais faladas do que escritas. Até hoje, em pleno século XXI, milhões e milhões de pessoas nascem, crescem, vivem e morrem sem saber ler nem escrever,mas sabendo perfeitamente falar a sua língua materna. Só isso basta para mostrar o caráter elitista da Gramática Tradicional,que desprezou todo o uso oral das línguas para se concentrar apenas no uso feito pelas poucas pessoas que sabiam ler e escrever. Mas isso não deve nos espantar, porque essa atitude corresponde perfeitamente ao tipo de sociedade daquela época,em que a cultura letrada era domínio de um número pequeníssimo de pessoas, que pertenciam à aristocracia,isto é,à classe que detinha o poder econômico e político e ditava as normas do que era bom e certo em todos os aspectos da vida social. Os fundadores dos estudos gramaticais da Antiguidade acreditavam que a língua podia ser dividida em partes bem delimitadas e estanques (como,aliás,era dividida a sociedade da época). (Marcos Bagno. Português ou brasileiro: umconvite à pesquisa. São Paulo: Parábola, 2001, p. 15-16.) 01. O Texto, em seu todo e quanto à sua finalidade comunicativa, constitui: A) uma crítica aos autores da literatura clássica,que se centraram apenas na arte de escrever. B) uma análise de como se originou a visão estanque e elitista dos estudos gramaticais. C) um exame de como foi tratada a língua falada pelos estudiosos da filologia grega. D) um comentário sobre o conceito de mudança linguística, proposto pelo linguista inglês Lyons. E) uma notícia sobre as tradições de Alexandria, um respeitável centro de cultura grega. 02. Na visão do autor, os problemas relacionados à forma de encarar os estudos da linguagem deveram -se, fundamentalmente: A) à forma de se enfrentar as mudanças que viriam causar a decadência das línguas. B) ao fato de se terem concentrado apenas na linguagem escrita literária. C) aos autores da literatura clássica, preocupados em preservar a pureza da língua grega. D) às definições pouco consistentes da gramática usada pelos grandes autores clássicos. E) ao desinteresse da população em geral, que reservou à elite, apenas, os modelos da escrita literária. 03. Os ―problemas‖, anunciados desde o título do texto, compreendiam: 1) as dificuldades daqueles que desconheciam ―a arte de escrever‖. 2) a rígida separação entre língua escrita e língua falada. 3) o conceito de mudança,como equivalente a ruína ou decadência. Está(ão) correta(s): A) 1, 2 e 3 B) 1 apenas C) 2 apenas D) 3 apenas E) 2 e 3 apenas 04. Para o autor, o ―caráter elitista da Gramática Tradicional‖: A) se refletia no interesse exclusivo dos estudos da linguagem em torno da oralidade. B) deveu-se ao fato de que poucas pessoas se interessavam por ampliar sua cultura letrada. C) derivou dos que compunham a aristocracia e prescindiam do poder econômico e político. D) reproduzia a concepção de divisão de classe que dominava na época de sua elaboração. E) veio da pequena quantidade de pessoas que conheciam as normas do que era bom e certo.
  4. 4. 05. O último parágrafo do texto é bastante significativo, sobretudo, porque: A) resume os fundamentos do conceito de literatura, conforme a visão dos escritores clássicos. B) explica a divisão das sociedades gregas em classes bem delimitadas e estanques. C) oferece uma visão particular de como eram os fundadores dos estudos gramaticais da Antiguidade. D) apresenta dados históricos consistentes sobre os componentes da Gramática Tradicional e de seus estudos. E) aborda as consequências do problema em foco e argumenta contra a validade de seus pressupostos. 06. Releia o texto e observe os segmentos que, abaixo, estão entre aspas. Os sentidos que tais segmentos expressam estão indicados. Analise-os. 1) ―em termos de quantidade de pessoas‖: sentido de delimitação. 2) ―Segundo o linguista inglês John Lyons‖: sentido de comparação. 3) ―Para alcançar seu objetivo‖: sentido de finalidade. 4) ―Ao se dedicar exclusivamente à língua escrita‖: sentido de causalidade. Estão corretas: A) 1, 2, 3 e 4 B) 1 e 3 apenas C) 2 e 4 apenas D) 1, 3 e 4 apenas E) 1, 2 e 3 apenas 07. No trecho: ―Mas isso não deve nos espantar, porque essa atitude corresponde perfeitamente ao tipo de sociedade daquela época‖, os itens sublinhados são significativos textualmente, porque: A) aproximam o texto do nível mais coloquial da linguagem. B) evitam que se repita uma ou outra palavra do texto, o que prejudicaria a sua coesão. C) têm um sentido preciso, denotativo e não metafórico ou metonímico. D) retomam partes anteriores do texto e promovem a sua continuidade e coerência. E) fazem parte da gramática e não do léxico da língua, bem mais instável que a gramática. 08. Observe o trecho seguinte: ―Para alcançar seu objetivo, aqueles estudiosos, chamados filólogos, resolveram descrever as regras gramaticais empregadas pelos grandes autores clássicos.‖ Analise a seguir as modificações que foram feitas quando à posição do segmento sublinhado e identifique a alternativa que pode ser aceita como apresentando clareza e correção gramatical. A) Aqueles estudiosos, para alcançar seu objetivo, chamados filólogos resolveram descrever as regras gramaticais empregada pelos grandes autores clássicos. B) Aqueles estudiosos, chamados filólogos, para alcançar seu objetivo, resolveram descrever as regras gramaticais empregadas pelos grandes autores clássicos. C) Aqueles estudiosos, chamados filólogos, resolveram descrever as regras gramaticais, para alcançar seu objetivo, empregadas pelos os grandes autores clássicos. D) Aqueles estudiosos, chamados filólogos, resolveram descrever às regras gramaticais empregadas pelos grandes autores clássicos, para alcançar seu objetivo. E) Aqueles, para alcançar seu objetivo, estudiosos chamados filólogos, resolveram descrever as regras gramaticais empregadas pelos grandes autores clássicos. 09. No trecho: ―Mas isso não deve nos espantar, porque essa atitude corresponde perfeitamente ao tipo de sociedade daquela época, em que a cultura letrada era domínio de um número pequeníssimo de pessoas‖, a expressão sublinhada poderia ser substituída por: A) da qual. B) a qual. C) a que. D) na qual. E) à qual. 10. Analise a concordância verbal realizada nos enunciados abaixo e identifique aquela que está conforme as regras da norma-padrão. A) O campo de estudo que se ocupa dos usos literários têm despertado o interesse de grandes pesquisadores. B) Nenhum dos usos literários dos grandes autores do passado deixaram de contar com o interesse da Gramática Tradicional. C) Qual dos grandes autores clássicos se concentraram no estudo da Gramática Tradicional? D) Haviam campos de estudo voltados apenas para os usos literários dos grandes autores do passado. E) Os campos de estudo que se haviam voltado para os usos literários dos grandes autores do passado se mantiveram.
  5. 5. LITERATURA 11. Sobre o estilo romântico, a contextualização daquela época e a estética dos escritores filiados a tal escola, considere o que se afirma a seguir. 1) A preocupação nacionalista dos poetas e escritores românticos brasileiros irmana-se a um contexto mais amplo, em que as nações europeias também buscavam criar símbolos nacionais. 2) O índio, na visão romântica, foi eleito o símbolo de nossa nação, mas aparecia idealizado como os cavaleiros medievais europeus. 3) Os românticos tinham em comum, em todas as fases dessa estética no Brasil, o espírito da revolta e da melancolia e a crença no ―gênio criador‖. 4) Nos aspectos formais, os românticos não conseguiram se libertar das regras poéticas herdadas do Classicismo. 5) A temática social foi uma das mais recorrentes entre os românticos da chamada terceira geração ou geração condoreira. Estão corretas: A) 1, 2 e 5 apenas B) 2, 3 e 5 apenas C) 1, 2, 3, 4 e 5 D) 1 e 4 apenas E) 1, 2, 3 e 5 apenas 12. Raquel de Queiroz foi uma romancista mais que reconhecida no Brasil, primeira mulher membro da Academia Brasileira de Letras, além de tradutora, jornalista, cronista e dramaturga. Seu universo ficcional de maior destaque é a ficção social ambientada no Nordeste. Que obra pertence a seu acervo literário? A) Terras do Sem-Fim B) A hora da Estrela C) Romance da Inconfidência D) Memorial de Maria Moura E) Bagagem 13. Dos prosadores românticos da literatura brasileira, José de Alencar, sem dúvida,destaca-se como o mais importante, não só pelo seu nacionalismo, dando prioridade à temática brasileira, como pelo seu estilo vigoroso. Uma de suas obras principais é Senhora, romance sobre o qual é correto afirmar o que segue. A) Possui as principais características de uma prosa romântica,mas o traço destoante está no fato de a protagonista ser uma prostituta. B) O verdadeiro heroi no romance é o elemento português, dominante na cultura urbana do Rio de Janeiro. C) Trata-se de um romance que anuncia algumas desconstruções da idealização romântica:apesar do final feliz, é denunciada a hipocrisia do casamento por interesses econômicos. D) Aurélia Camargo é a protagonista, personagem que representa a mulher dissimulada e sonhadora do romantismo. E) Ceci é a mocinha deste romance, que se passa no Ceará, terra natal de José de Alencar. Texto 1 ―Sou pastor; não te nego; os meus montados São esses, que aí vês; vivo contente Ao trazer entre a relva florescente A doce companhia dos meus gados‖ Texto 2 ―Uma confusão de bocas, uma batalha de veias, um rebuliço de ancas; quem diz outra coisa, é besta. Ardor em firme coração nascido; Pranto por belos olhos derramado; Incêndio em mares de água disfarçado; Rio de neve em fogo convertido‖ 14. O texto 1 (convencionado como árcade) e o texto 2 (barroco) pertencem a estilos de época diferentes e, em certa medida,opostos.A estética do Arcadismo se contrapunha à do Barroco, por considerar que os poetas barrocos priorizavam: A) o tratamento impessoal dos temas, com distanciamento crítico da matéria poética. B) a valorização da natureza local, com suas belezas e peculiaridades. C) o engajamento social da poesia, que, para eles, era lugar das denúncias. D) um texto poético repleto de imagens lineares, buscando a comunicação direta com o leitor. E) o engenho e o lúdico da linguagem,com excesso de inversões e metáforas. 15. Apesar de considerado um poeta difícil, às vezes, por seu esmerado trabalho com a linguagem e a forma do poema (foi alcunhado de ―poeta engenheiro‖,por isso), João Cabral de Melo Neto foi fundamental renovador de parâmetros estéticos e formais na poesia brasileira. Sobre ele e sua obra, é correto afirmar que: A) trouxe como marca de toda sua produção o engajamento social. B) sempre defendeu a importância das rimas e da métrica clássicas. C) tinha, em sua ―psicologia da composição‖,a ideia de que o poema é ―uma máquina para emocionar‖. D) escreveu longos poemas exaltando o amor à mulher; seu ―eu lírico‖ é sempre apaixonado e transbordante. E) além de poeta, foi romancista e escreveu diversos textos dramáticos para o teatro.
  6. 6. 16. O romance em questão é constituído pelo encontro de lendas indígenas (sobretudo as amazônicas) e da vida brasileira cotidiana,da mistura entre lendas e tradições populares. O espaço e o tempo são arbitrários; o fantástico assume ar de acontecimentos corriqueiros e o lirismo da mitologia se funde constantemente com a piada, a brincadeira, a malandragem nacional, que o personagem principal (o ―heroi sem nenhum caráter‖) encarna. Trata-se de: A) Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antonio de Almeida. B) Macunaíma, de Mário de Andrade. C) Serafim Ponte Grande, de Oswald de Andrade. D) Memórias Póstumas de Brás Cubas,de Machado de Assis. E) Memórias Sentimentais de João Miramar, de Oswald de Andrade. 17. ―A literatura que se escreve no Brasil é já a expressão de um pensamento e sentimento que se não confundem mais com o português, e em forma que, apesar da comunidade da língua, não é mais inteiramente portuguesa. É isto absolutamente certo desde o Romantismo, que foi a nossa emancipação literária, seguindo-se naturalmente à nossa independência política. Mas o sentimento que o promoveu e principalmente o distinguiu, o espírito nativista primeiro e o nacionalista depois, esse se veio formando desde as nossas primeiras manifestações literárias, sem que a vassalagem ao pensamento e ao espírito português lograsse jamais abafá-lo. É exatamente essa persistência no tempo e no espaço de tal sentimento, manifestado literariamente, que dá à nossa literatura a unidade e lhe justifica a autonomia.‖ (José Veríssimo: História da Literatura Brasileira) Em quais períodos podemos ver destacadamente este espírito nativista/nacionalista, antes do Romantismo? A) Na literatura informativa e de viagens dos cronistas do descobrimento. B) Na obra poética dos árcades, como Tomás Antônio Gonzaga e Basílio da Gama. C) Na poética do padre Anchieta e em seu teatro. D) Nas obras de Bento Teixeira Pinto. E) Na própria carta de Pero Vaz de Caminha a El- Rei. 18. As manifestações desta escola estética deram à nossa literatura boa parte de sua feição particular e foram fundamentais na formação de nosso espírito de povo. Entre tais características, destacam-se, nomeadamente:o indianismo,a inspiração patriótica e o propósito nacionalista, o espiritualismo filosófico, o sentimentalismo, a religiosidade e a intenção moralizante. Trata-se de que período literário? A) Romantismo B) Barroco C) Pré-Modernismo D) Arcadismo E) Modernismo INGLÊS Text 1 Put a Stop to Modern Day Slavery Human trafficking isn‘t just something you hear about. It‘s very real. It's happening all over the world. It could be happening near you, right now. You just need to open your eyes and know the signs.It‘s organised crime on a massive scale.It‘s worldwide and generates income equal to manyof the world‘s largest corporations. In fact, there are reports that some trafficking groups are switching their cargo from drugs to human beings in search of high profits at lower risks. It‘s a global problem that‘s right here on your doorstep. Victims are coerced, exploited, kidnapped, held captive and often raped.It happens to children too. Try to imagine being promised a good job abroad. You‘re taken thousands of miles awayfrom home to a strange country. The job doesn‘t exist. Your passport is taken from you. You‘re intimidated, petrified, penniless and trapped in a vicious cycle of debt. And you‘ve no idea what your rights are. You could be sold on to become forced labour on a farm, in a cannabis factory or as a domestic slave. If you‘re a teenage girl,you could be tricked into forced prostitution and made to have sex with 40 strangers a day. You‘re held against your will, physically and emotionally. Try to escape and you, or worse, your entire family face the threat of violent retribution, even death. The psychological torture is immense. It could be happening on your street. Innocent looking suburban homes are easily converted into cannabis factories or brothels. Farms and factories could be involved in this exploitation. But the signs are there. You just need to know what to look for. If we all open our eyes, we can stop human trafficking.Get behind the Blue Blindfold campaign – the international fight against human trafficking. Adaptado de: <http://www.blueblindfold.co.uk/index.php>acessdo em 2 de outubro de 2011. Answer the following 4 questions based on Text 1. 19. Concerning human trafficking one can say that A) it is something that happened mostly in the past. B) it is a pervasive crime but has poor organization. C) the world‘s largest corporations are involved in this crime. D) it is a local problem with minute global repercussion. E) its profits are high and it‘s not so risky as drug trafficking. 20. Victims of human trafficking A) excludes those who have not come of age. B) may be enslaved and suffer sexual assault. C) often get good jobs in foreign countries. D) keep their passports with them at all times. E) can often pay the money they owe to gain liberty.
  7. 7. 21. The experience of being a victim of human trafficking A) exerts neither physical nor psychological forces. B) can be physically but not emotionally painful. C) should produce pleasant sensations. D) yields both emotional and physical marks. E) may affect a person but not his/her relatives. 22. As regards human trafficking, it is true to say that A) evidence of this activity is not at all hard to find. B) suspicious homes should be the focus of investigation. C) there‘s no institution concerned about the problem. D) it is unlikely farms are part of the scheme. E) it is an all urban undertaking. Text 2 Brazilian politics TO THE outside world, Brazil‘s last elections seem like yesterday. But the country is already gearing up for the next round in October 2012. That is when city mayors and councillors will be elected—and nowhere is more closely watched than São Paulo, a municipality bigger than many countries. Its mayoral race has national implications. São Paulo is the stronghold of the largest opposition party (PSDB). Its choice of candidate will shed lighton its strategy in the race for president in 2014. José Serra, its defeated presidential candidate in 2002 and 2010, stepped down halfway through his previous mayoral term in order to stand for state governor, despite having promised before the election that he would serve a full term. A repeat performance would weaken his credibility. So if he does stand for mayor, it suggests that he has given up hope of another presidential run. Mr Serra‘s departure would leave the way clear for Aécio Neves to stand as the PSDB‘s presidential candidate in 2014.The party‘s biggestvote winner in 2010 and regarded as its best hope of regaining the presidency, he has disappointed admirers who thoughthe would use his current role as senator for the state to set out his vision for the country. Instead, he seems to be waiting to see who he might be standing against—Dilma Rousseff, the current president, or Luiz Inácio Lula da Silva, her predecessor— before deciding whether he is willing to run. That may be prudent, but it hardly suggests political courage. Just as internal party politics are hotting up, the dividing lines between parties are blurring. In recent weeks Ms Rousseff has defined her partnership with São Paulo‘s governor, the PSDB‘s Geraldo Alckmin, as ―exceptional‖, and has spoken warmly of Brazil‘s period under Fernando Henrique Cardoso. For admirers of Mr Cardoso, that is a welcome,ifbelated,recognition of his achievements.But for the PSDB, it will make it harder to carve out a distinct political identity. Adaptado de: <http://www.economist.com/blogs/americasview/2011/09/brazilian- politics> Acessado em 30 de setembro de 2011. Answer the following 4 questions based on Text 2. 23. The next elections in Brazil A) and their results in São Paulo should not impact national political life. B) will decide who will run the country for the next 4 years. C) should lay the basis for the next moves concerning presidential elections. D) have already gotten candidates entangled in easy-going disputes. E) has stirred no enthusiasm in the political circles of the nation. 24. José Serra A) has already given up the hope of becoming the country‘s president. B) may signal his willingness to run for president if he stands for mayor. C) has supported Aécio Neves‘ candidacy for president for a long time. D) ran twice for president and was defeated in both elections. E) fulfilled his pledge to serve as São Paulo‘s mayor for a full term. 25. Aecio Neves‘ indecision can be described as an act of A) bravery B) cowardice C) wisdom D) loyalty E) indifference 26. Ms. Roussef‘s complimentary notes on Fernando Henrique‘s accomplishments in office A) has made things even tougher for PSDB concerning its identity. B) has pleased her party comrades but irritated opposition leaders. C) has been taken by his peers as an undue recognition of his efforts. D) makes her submissive to PSDB‘s political ideas and decisions. E) might be a strategy to make her party members jealous of him.
  8. 8. ESPANHOL Saludando no es gerundio. No sé si se habrán fijado, aunque supongo que sí. Cada vez resulta más inusual que alguien, al interpelar a otro en busca de un servicio o una información, recurra a la correctísima y tradicional fórmula «por favor», y mucho menos que anteponga un cortés «buenos días». Por lo común, la peña suele abordarse sin prolegómenos, a bocajarro, en plan compadres que frecuenten el mismo local de alterne, sustituyendo el saludo de toda la vida por una frase absurda que en los últimos tiempos ha hecho fortuna en España, y que permite identificar de lejos a un compatriota, o lo que seamos ahora, en cualquier latitud y longitud: ese bajuno «oye, perdona», acentuado por el infame tuteo con que resolvemos, tanto con abuelos como con niños,nuestra vida social. No hace mucho, en un local muy correcto de París, tras escuchar en una mesa vecina un sonoro «oye, perdona», vi a un estirado camarero gabacho hacerse el sueco ante dos turistas españoles ya maduritos. Con mi silencioso, íntimo y -no me avergüenza confesarlo- perverso regodeo. En cuanto al «buenos días» cuando nos cruzamos con un presunto semejante, ni les cuento. No hay quien lo extraiga ni con alicates.Naturalmente,no hablo de ir por las ramblas de Barcelona o la Puerta del Sol de Madrid diciendo buenos días a todo cristo, como un imbécil. Hay momentos y momentos. Pero es cierto que cualquier clase de saludo, cuando nos encontramos con una persona sólo vagamente conocida,o con desconocidos a quienes las circunstancias acercan de modo particular, se hace cada vez más raro. Incluso cuando eres tú quien toma la iniciativa y saluda primero, hay muchas probabilidades de que el interpelado no responda y pase por tu lado sin decir esta boca es mía. Un ejemplo personal, aunque transferible: vivo en la sierra de Madrid y camino a diario. A veces encuentro a otros paseantes, y es pintoresca la actitud de buena parte de ellos.Mientras se acercan desvían la mirada, como si no te vieran; y si no dices nada, pasan vueltos hacia otro lado, mudos. Sólo cuando apuntas «buenos días» responden apresuradamente, a veces cuando ya están a tu espalda. Quienes lo hacen. Otros siguen adelante, imperturbables. No va con ellos. La más notable es una señora con la que me encuentro a menudo. La he visto hacerse mayor, dos veces embarazada, y ahora camina con dificultad a causa de un accidente o una dolencia. Ni una sola vez ese trozo de carne con patas respondió al «buenos días» que le dirigí durante veinte años. Hasta que me cansé de hacerlo. Supongo que cualquiera de ustedes conoce casos parecidos en los que oficie de protagonista activo o pasivo. Pero no creo que deban atribuirse siempre a grosería o mala voluntad.Muchas veces se trata sólo de incertidumbre y timidez social, fruto de una educación deficiente: la inseguridad de no tener claros, desde niños, los usos elementales de cortesía y convivencia. Y no deja de ser contradictorio, en esta España saturada de demagogia idiota, buen rollito y compadreo cantamañanas, que despreciemos de ese modo las fórmulas que,precisamente, ayudan a que la sociedad de los seres humanos sea soportable. Arturo Pérez Reverte, XL Semanal - 12/9/2011 19. Una vez leído el texto en su totalidad, podemos afirmar que, según lo que en él se expresa: A) el autor es partidario de dar los ―buenos días‖ a cualquier persona con que se cruce en la calle. B) al autor le parece bien que un camarero francés no responda a turistas españoles por discriminación en cuanto a su origen o procedência. C) el autor está enfadado con una vecina de la Sierra de Madrid porque no le saludó cuando estaba embarazada. D) según el entendimiento del autor, la falta de criterio a la hora de saludar por parte de las personas es solo fruto de la timidez de quien no lo hace. E) las actitudes sociales poco corteses se hallan enmarcadas en una demagogia de compadreo que no debe ser tal, sino al contrario. 20. Para el autor del texto, el saludo entre dos personas debería producirse: A) empleando la fórmula de confianza del tuteo. B) no diciendo nada, pues se puede molestar al interlocutor. C) manifestando de forma clara y educada la fórmula ―buenos días‖. D) compaginando el uso del ―buenos días‖ con ―oye, perdona‖. E) mirando fijamente a la cara a quien no te saluda previamente, para avergonzarlo. 21. El motivo aducido por el autor para explicar los hábitos actuales en el tratamiento a nivel social es que: A) las costumbres sociales han cambiado de forma acorde a los nuevos tiempos. B) ahora,las personas son,sin duda,más groseras y maleducadas que antiguamente. C) en la actualidad se impone un tratamiento de franca confianza y camaradería. D) se trata de una especie de timidezsocial debida a una educación deficiente en lo referente a las formas de cortesia. E) los niños no han aprendido las antiguas formas de cortesía y han acabado por caer en desuso. 22. La ―frase bajuna‖, referida por el autor en el primer párrafo del texto, que caracteriza a un español de hoy en cualquier lugar del mundo, es: A) por favor. B) buenos días. C) por favor, buenos días. D) oye, perdona. E) no me avergüenza confesarlo.
  9. 9. 23. En el segundo párrafo del texto, aparece la siguiente expresión:―cuando nos encontramos con una persona sólo vagamente conocida‖. Con relación a la palabra que aparece subrayada, sólo es correcto afirmar que: 1) podría ir sin acento gráfico según las recomendaciones de la última reforma ortográfica de la lengua española. 2) es equivalente en este contexto a la palabra portuguesa ―apenas‖. 3) se refiere en el texto a ―una persona‖. 4) sería aceptable modificar el orden de su colocación en el texto, sin cambio de significado: cuando nos encontramos con sólo una persona vagamente conocida. 5) como la palabra ―persona‖ que le antecede puede referirse a hombre o mujer, podría también haberse escrito, sin cambio de sentido: cuando nos encontramos con una persona sola vagamente conocida. Son correctas: A) 1, 2, 3, 4 y 5 B) 2, 4 y 5 solamente C) 1 y 2 solamente D) 3 y 5 solamente E) 3, 4 y 5 solamente 24. Considere el siguiente fragmento extraído del tercer párrafo del texto: ―Sólo cuando apuntas «buenos días» responden apresuradamente,a veces cuando ya están a tu espalda. Quienes lo hacen‖. Con relación a la forma subrayada, lo, teniendo en cuenta el contexto en el que se enmarca la frase, es correcto afirmar que: A) se refiere a los paseantes que se cruzan en el camino con el autor. B) sustituye en el discurso al saludo de ―buenos días‖ que pronuncia el autor del texto. C) se refiere sólo a aquellos caminantes que pasan vueltos para no saludar. D) se refiere al hecho de que algunos paseantes se quedan mudos una vez que han sido saludados por el autor. E) indica el tipo de saludo apresurado que algunos paseantes emiten como respuesta al autor. 25. Al final del segundo párrafo del texto, puede leerse la siguiente frase:―haymuchas probabilidades de que el interpelado no responda y pase por tu lado sin decir esta boca es mía‖. La expresión subrayada en español posee el sentido de A) no decir absolutamente nada. B) que sólo se habla cuando es para hacer una reclamación. C) que sólo se habla para tratar de temas que son de la incumbencia de quien se pronuncia. D) que se reserva el derecho de opinar cuando el caso tiene interés para quien habla. E) que quien no saluda se comporta siempre de forma maleducada. 26. En el segundo párrafo del texto se lee: ―incluso cuando eres tú quien toma la iniciativa…‖. Dicho segmento podría ser expresado en español, sin cambio de sentido: 1) incluso cuando sos vos el que toma la iniciativa… 2) incluso cuando es uno mismo quien toma la iniciativa… 3) incluso cuando es uno quien toma la iniciativa… 4) incluso cuando es usted quien toma la iniciativa… 5) incluso cuando es aquel quien toma la iniciativa… Son correctas: A) 1, 2, 3, 4 y 5 B) 1, 2 y 3 solamente C) 2, 3, 4 y 5 solamente D) 1, 2, 3 y 4 solamente E) 2, 3 y 4 solamente MATEMÁTICA 27. Dos 700 estudantes de uma escola,130 jogam futebol, 90 jogam vôlei, e 80 jogam basquete. Se 25 estudantes jogam exatamente dois, dentre os três esportes, e 12 estudantes jogam os três esportes, quantos estudantes da escola não jogam nenhum dos três esportes? A) 440 B) 443 C) 446 D) 448 E) 449 28. Na ilustração abaixo, temos dois cilindros retos. A superfície lateral do cilindro da esquerda é um retângulo com base 10cm e altura 4cm, e a superfície lateral do cilindro da direita é um retângulo com base 4cm e altura 10cm. Qual a razão entre os volumes do cilindro da esquerda e do da direita? A) 2,4 B) 2,5 C) 2,6 D) 2,7 E) 2,8
  10. 10. 29. Um plano telefônico custa R$ 50,00 ao mês, com franquia de 300 minutos, e cada minuto utilizado além da franquia custa R$ 0,60. Se a conta de um usuário, em determinado mês, foi de R$ 125,00, quantos minutos foram utilizados neste mês? A) 410 minutos. B) 415 minutos. C) 420 minutos. D) 425 minutos. E) 430 minutos. 30. Se a probabilidade de chover amanhã é de 30%, e o mesmo ocorre com cada um dos dois dias seguintes a amanhã,qual a probabilidade percentual de chover em ao menos um dos três dias? A) 65,4% B) 65,5% C) 65,6% D) 65,7% E) 65,8% 31. Joana dirigiu ao longo de um trecho de 910km. Se sua velocidade média fosse maior em 5km/h, o tempo gasto teria sido de uma hora a menos. Qual foi a velocidade média, em km/h? A) 61km/h B) 62km/h C) 63km/h D) 64km/h E) 65km/h 32. Seja f: [6,8] IR a função dada por f(X) = 48X142XX102X  . Qual o valor máximo de f? A) 62 B) 63 C) 64 D) 65 E) 66 33. Suponha que a população de determinado país cresce, cumulativamente, à taxa anual de 5%. A população do país hoje é de 1,5 milhões de habitantes e o seu território corresponde a uma área de 3 milhões de km 2 . Em quantos anos haverá um habitante no país para cada km 2 ? Dado: use as aproximações ln (2) ≈ 0,7 e ln (1,05) ≈ 0,05. A) 11 B) 12 C) 13 D) 14 E) 15 34. O icosaedro regular ilustrado a seguir,juntamente com sua planificação, tem sua superfície formada por 20 triângulos equiláteros com lado medindo 2 cm. Assinale a alternativa incorreta referente ao icosaedro. A) O icosaedro tem 30 arestas. B) O icosaedro tem 14 vértices. C) A área da superfície do icosaedro mede 20 3 cm 2 . D) O icosaedro tem 66 diagonais. E) Usando 5 cores diferentes podemos colorir as faces do icosaedro, de tal maneira que faces adjacentes tenham cores distintas.
  11. 11. HISTÓRIA 35. As religiões tiveram poder no decorrer da história influenciando as relações políticas e sociais. A Igreja Católica, por exemplo: A) conseguiu manter-se poderosa durante toda a Idade Média, embora, atualmente, esteja passando por dificuldades,devido à concorrência de outras religiões. B) foi importante para assegurar a existência de princípios éticos, combatendo as ditaduras e colocando-se contra a escravidão nas colônias europeias. C) criticou os atos imperialistas dos Estados Unidos nos anos 1960 e defendeu a democracia nos países onde, no século XX, prevaleciam os totalitarismos. D) esteve, sempre, na defesa da igualdade social, apoiando instituições que defendiam a liberdade de expressão e procuravam erradicar o trabalho escravo. E) continua poderosa na Europa, mas sofre críticas frequentes nos países da América Latina, devido às relações com os governos autoritários. 36. A construção da democracia é marcada por contrapontos e críticas significativos. Desde os primeiros tempos da democracia grega, pode-se observar: A) dificuldade em assegurar a igualdade social e o respeito pela cidadania, contrariando as práticas de liberdade existentes na Antiguidade. B) frustrações frequentes devido à manutenção de preconceitos sociais e a exploração de trabalhadores em várias regiões do mundo. C) práticas políticas que combatem as desigualdades, mas que só se afirmaram na Europa. D) conquistas fundamentais alcançadas com a realização de mudanças políticas importantes, que evitaram os totalitarismos. E) ampliação de direitos vindos dos tempos de Platão e Aristóteles,defensores da liberdade e do antropocentrismo. 37. A chegada dos portugueses ao Brasil despertou interesses de outros países europeus. De fato, Portugal: A) efetivou a ocupação imediata das terras e garantiu seu poder incontestável diante das outras potências. B) teve dificuldade para assegurar sua conquista, devido a problemas na administração política da colônia. C) fez alianças políticas importantes com a França e com a Holanda, para combater as ambições da Espanha. D) implantou o sistema de capitanias hereditárias, com o êxito que foi destacado pelos seus inimigos europeus. E) desprezou a ocupação da colônia, devido à fragilidade da sua organização militar e a pressão exercida pela Espanha. 38. As alianças políticas são importantes para fortalecer a democracia e dinamizar a vida social. Com a existência dos governos totalitários e ditatoriais houve perdas para a democracia. No mundo atual, os totalitarismos: A) deixaram de existir, depois da derrota sofrida pelo nazismo e com a queda do salazarismo. B) permanecem incomodando, com frequência, os países marcados pela desigualdade social na América Latina. C) são atuantes, apresentando estratégias semelhantes às construídas por Mussolini e Franco no século XX. D) organizam-se em alguns países, usando a censura e a violência, embora, por vezes, não se apresentem como tal. E) foram derrotados pela força dos governos democráticos e pela flexibilidade das alianças políticas. 39. A Reforma trouxe mudanças políticas, religiosas e culturais. Foi importante para a Modernidade. Seus entendimentos com a burguesia: A) foram cheios de conflitos,pois a burguesia queria que o catolicismo prevalecesse em toda a Europa. B) tiveram pactos significativos, pois Lutero não aceitava o poder da nobreza nem o militarismo dos reis. C) conseguiram êxitos, pois a burguesia queria espaço para defender seus projetos contrários aos da Igreja Católica. D) fracassaram na Europa Ocidental; apenas se estenderam de forma ampla na Inglaterra e na América. E) consolidaram-se no século XVII, com a vitória da Revolução Francesa e o fim das monarquias absolutistas. 40. Em Pernambuco, as rebeliões contra a metrópole portuguesa e o governo de D. Pedro I ganharam dimensões importantes no século XIX. Essas rebeliões: A) defendiam as ideias liberais e o fim da escravidão na colônia. B) contavam com o apoio decisivo da Igreja Católica na divulgação das ideias. C) conseguiram a independência política de Pernambuco, na época de D. Pedro I. D) combateram a opressão, mas tiveram dificuldades na organização militar. E) contaram com o apoio de intelectuais, embora sem a presença das elites açucareiras.
  12. 12. 41. A Revolução Russa de 1917 assustou o capitalismo e animou os socialistas.Uma análise histórica dos seus governos: A) mostra a conquista de mudanças econômicas, garantindo melhores condições de vida. B) coloca em questão o autoritarismo de certas medidas, embora não tivessem o apoio do Partido Comunista. C) enfatiza a força democrática de suas lideranças, com o fim do czarismo e da violência. D) consagra as ideias do marxismo, que foram seguidas com cuidado e coerência. E) destaca a capacidade de se executar reformas administrativas, sem intimidar a diversidade de opiniões. 42. No mundo contemporâneo, tem sido frequente a ocorrência de polêmicas sobre o uso das drogas e o peso do prematuro sucesso pessoal.Recentemente, a morte da cantora inglesa Amy Winehouse reativou as reflexões sobre a forma de como responder aos apelos de uma cultura marcada pela supervalorização do ‗prazer imediato‘ e do fácil sucesso material. Nessa perspectiva, é importante ressaltar: A) as medidas tomadas para tentar coibir o uso das drogas e seu mercado internacional; essas medidas são restritas aos consumidores reincidentes e têm apoio unânime da sociedade. B) a falta de melhor preparação dos governos para combaterem o tráfico e o poder do crime organizado, embora os debates sobre essa questão tenham merecido atenção constante. C) a reformulação do mercado de espetáculos musicais,com maior fiscalização e ampliação de leis que controlem o consumo de drogas e o individualismo. D) o descaso e a omissão da sociedade em relação ao aumento do consumo de drogas, o que evidencia a necessidade de mudanças na forma de educar e valorizar outros aspectos da cultura. E) o lado traiçoeiro do sucesso,que quebra padrões de comportamento e cria exageros na idolatria de artistas, marcada por euforias passageiras, embora restritas às sociedades mais ricas. GEOGRAFIA 43. Leia, com atenção, a notícia a seguir. ―O Conselho de Segurança da ONU cancelou nesta quinta- feira as operações militares no país que levaram à derrubada e à morte do líder líbio Muammar Gaddafi. O conselho de quinze países aprovou de forma unânime uma resolução pondo fim ao mandado da ONU,que estabeleceu uma zona de exclusão aérea sobre a país e permitia que forças militares estrangeiras, inclusive a OTAN, adotassem "todas as medidas necessárias" para proteger os civis . A resolução dizque a autorização da ONU para as operações militares estrangeiras no país vai acabar às 23h59 de 31 de outubro, horário do país.‖ (Adaptado do jornal Estado de São Paulo, 27/10/2011) Reconheça no mapa a seguir o país a que se refere o texto acima. 1 2 3 4 5 A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 5. 44. O Brasil possui uma grande variedade de tipos de solos.Alguns são ricos e extremamente úteis para as atividades agrícolas, enquanto outros são pobres em nutrientes. Entre esses solos, destacam-se os latossolos, os quais: A) são típicos das áreas arenosas litorâneas e se destacam pela pobreza de nutrientes. B) desenvolvem-se apenas nas áreas de encostas íngremes e não se prestam às atividades agrícolas. C) são profundos, fortemente meteorizados e mais ou menos ricos em matéria orgânica. D) apresentam um perfil pouco desenvolvido e não possuem horizonte do tipo A, rico em matéria orgânica. E) têm uma forte acidez, o que o impede de ser útil para as atividades agrícolas, sobretudo para o cultivo da cana de açúcar no Nordeste.
  13. 13. 45. Leia com atenção o texto a seguir e depois assinale a sub-região do Nordeste descrita. ―Apesar de sua pequena extensão,tem elevada população. Estende-se como uma faixa estreita e comprida na direção Norte-Sul,aproximadamente desde o Rio Grande do Norte à Bahia, correspondendo, na sua porção setentrional, à porção oriental da Borborema. Como sub-região de transição, apresenta-se ora com clima quase tão úmido como o da parte oriental do Nordeste, ora com clima seco.‖ (ANDRADE, Manuel Correia de . Geografia Econômica do Nordeste. Adaptado). A) Planalto da Borborema. B) Vale do São Francisco Setentrional. C) Meio Norte D) Agreste E) Depressão Sertaneja. 46. Qual o tipo climático,segundo a classificação climática de Koppen,em que se desenvolve a formação vegetal observada na fotografia a seguir? A) Af B) Am C) Cfa D) As‘ E) BSh. 47. Considerando aspectos geopolíticos da América Latina, analise as afirmativas a seguir. 1) A constituição dos Estados nacionais latino- americanos foi um processo ligado à independência das colônias, no início do século XIX. Nesse processo, a América Hispânica se fragmentou em diversas repúblicas. 2) Atualmente, o que melhor caracteriza e identifica os países latino-americanos são suas características econômicas e suas dificuldades de desenvolvimento, comuns desde a época da colonização. 3) Apesar de tanta diversidade e da certa singularidade das culturas produzidas pelos vários grupos sociais, os povos americanos têm muitos pontos em comum, pois compartilham de uma história mais ampla, na qual os processos de mercantilização e de expansão marítima europeia exerceram significativa influência. 4) As colônias espanholas e portuguesas na América são exemplos de colônias de povoamento, tendo, assim, um caráter ocupacional que se revelou no tipo de uso do solo desde o início do processo de colonização. 5) As singularidades populacionais da América Latina geraram uma homogeneidade étnica e cultural que repercutiram fundamentalmente nas singularidades históricas da região. Estão corretas apenas: A) 1 e 5 B) 2 e 4 C) 1, 2 e 3 D) 2, 3 e 5 E) 1, 2, 3 e 4 48. O desmatamento no cerrado brasileiro, segundo estimativas, aumentará cerca de 14 % até o ano de 2011, reduzindo, assim, a área preservada. Atualmente, essa devastação está sendo fundamentalmente determinada pelo (a): A) avanço da fronteira agrícola e pecuária. B) cultivo de cana-de-açúcar em áreas colinosas. C) extração de tungstênio nos vales fluviais. D) extração de madeira para abastecer as serrarias do Centro-Oeste. E) caprinocultura nas áreas tabulares.
  14. 14. 49. Durante uma excursão de estudos geográficos,alunos da FAVIP observaram uma paisagem, que foi esboçada,sob a forma de desenho, conforme a figura a seguir. Com base na figura, é correto afirmar que essa paisagem é do tipo: A) Escarpa de flexura. B) Serra cristalina. C) Escarpa de falha. D) Cuesta. E) Domo. 50. Nos estudos de climatologia, a análise dos dados térmicos e pluviométricos se reveste de uma particular importância. Esses dados podem dar origem ao pluviograma, como o que é apresentado a seguir. Analise-o. J F M A M J J A S O N D 0 50 100 150 200 250 300 350 400 14 16 18 20 22 24 26 28 30 mm ºC Esse gráfico permite as seguintes conclusões corretas: 1) A localidade estudada encontra-se no hemisfério norte. 2) A época mais seca ocorre no inverno e primavera. 3) O regime de chuvas é de verão-outono. 4) Os rios da região são todos permanentes. 5) A precipitação anual excede a evapotranspiração potencial anual. Está(ão) correta(s) apenas: A) 1 B) 2 e 3 C) 3 e 5 D) 1, 2 e 4 E) 3, 4 e 5.

×