Saúde mental no sus

8.302 visualizações

Publicada em

0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
217
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Saúde mental no sus

  1. 1. SAÚDE MENTAL NO SUS E O CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS – CAPSAD
  2. 2. REFORMA PSIQUIÁTRICA • Ampla mudança do atendimento público em Saúde Mental, objetivando garantir o acesso da população aos serviços e o respeito a seus direitos e liberdade • Significa mudança do modelo de tratamento: do isolamento ao convívio na família e na comunidade
  3. 3. LEI NO 10.216 DE 6 DE ABRIL DE 2001       • Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.
  4. 4. DIRETRIZES DA POLÍTICA SAÚDE MENTAL • Desinstitucionalização • Reorientação do modelo assistencial • Modelo descentralizado e de base comunitária • Redução gradual dos leitos psiquiátricos (PT 251/02) • Ampliação da rede extra-hospitalar (PT 336/02) - CRIAÇÃO DOS CAPS- CENTRO DE APOIO PSICOSOCIAL.
  5. 5. PORTARIA N.º 336/GM EM 19 DE FEVEREIRO DE 2002. • Os CAPS são instituições destinadas a acolher os pacientes com transtornos mentais, estimular sua integração social e familiar, apoiá-los em suas iniciativas de busca da autonomia, oferecer-lhes atendimento médico e psicológico. • Sua característica principal é buscar integrá-los a um ambiente social e cultural concreto, designado como seu “território”, o espaço da cidade onde se desenvolve a vida quotidiana de usuários e familiares. • Os CAPS constituem a principal estratégia do processo de reforma psiquiátrica.
  6. 6. QUEM PODE SER ATENDIDO NOS CAPS? São, preferencialmente, pessoas com transtornos mentais severos e/ou persistentes, ou seja, pessoas com grave comprometimento psíquico, incluindo os transtornos relacionados às substâncias psicoativas (álcool e outras drogas) e também crianças e adolescentes com transtornos mentais.
  7. 7. CAPSad Paraipaba - CE O CAPSad é uma unidade de saúde que presta atendimento a pessoas com transtornos decorrentes do uso de substâncias psicoativas, e seus familiares.  Fundamenta-se no pressuposto de que o cuidado à usuários de drogas exige condições que respeitem o indivíduo enquanto pessoa, possibilitando sua inclusão social, profissional e familiar, ampliando as ações em saúde mental na sua intensidade e diversidade.
  8. 8. • Objetivos: Oferecer atendimento/cuidados intermediários (entre o regime ambulatorial e a internação hospitalar) com ênfase numa abordagem compreensiva e com suporte educacional, social, recreacional, reabilitação psicossocial e reinserção profissional; Estimular a melhoria da qualidade de vida dos usuários e seus familiares através do autocuidado; Intervir junto à comunidade com ações educativas em saúde como forma de reduzir os danos sociais, psíquicos e físicos consequentes do uso de drogas;
  9. 9. • Clientela: Pessoas com transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substâncias psicotrópicas; Homens e mulheres a partir de 6 anos de idade; Pertencer a área de abrangência; Familiares, cuidadores, etc.
  10. 10. • Atividades no CAPSad: Acolhimento de usuários com SDQ e seus familiares; Atendimento individual; Atendimento em grupos: psicoeducação, família, música, dependência química, etc.; Visitas domiciliares; Oficinas terapêuticas.
  11. 11. Critérios para plano terapêutico: Comprometimento intenso dos vínculos sociais e familiares; Acentuada diminuição da capacidade laborativa (estudo e trabalho), interrompendo frequentemente estas atividades devido ao uso/dependência de substâncias psicoativas; Pessoas em Síndrome de Abstinência leve e moderada que não requerem hospitalização; Dificuldade de iniciar ou manter voluntariamente abstinência ou diminuição do uso de substâncias psicoativas.
  12. 12. • Equipe: interdisciplinar Assistente social Enfermeiro Psicólogo Médicos psiquiatra e clínico Terapeuta ocupacional Recepcionista Técnico de enfermagem Artesão Auxiliar administrativo Vigia Auxiliar de Serviços Gerais Cozinheira
  13. 13. • Funcionamento: 2ª à 6ª feiras, das 8:00 às 17 horas; Horários de acolhimento: 8:00 às 9:00 horas; 13:00 às 14:00 horas Endereço: Antônio Euzébio, Nº 29, Bairro Lagoa de beber

×