O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
REABILITAÇÃO COGNITIVA E A
PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS
PERPETUADO NOS CONTEXTOS
FAMILIARES
Carla Bicca
Psiquiatra
Especiali...
Conflitos de interesse!
Não tenho qualquer relação
com a indústria farmacêutica
ou qualquer outro comércio
Reabilitar
• recuperação ao nível máximo possível de
adaptação física, psicológica e social
• objetivo de reduzir o impact...
5 regras de ouro
• 1a. FALE SOBRE O PROBLEMA
• aborde o tema com a família / rede
• promova discussões
• divida emoções e ...
5 regras de ouro
• 2a. DESFAÇA MITOS / LIMITAÇÕES
• compartilhe os fatos e as reais consequências
• converse com profissio...
5 regras de ouro• 3a. SEJA ENGAJADO
• procure suporte
• (instituições, organizações e grupos de apoio e
pesquisa)
• envolv...
5 regras de ouro
• 4a. NÃO DESANIME
• cuidar visão ou uma atitude pessimista
• cada caso é um caso
• como ver uma situação...
5 regras de ouro
• 5a. FAÇA PARTE DA SOLUÇÃO
• sensibilize as pessoas
• advogue pela causa que você está inserido
• você v...
Reabilitação
• Diagnósticos:
• quadros neurológicos
• quadros neuropsiquiátricos
• TDAH
• depressão
• compulsões
www.nnce....
Reabilitação• Processo de reabilitação cognitiva
• equipe multiprofissional
• avaliação da medicação
• testagem neuropsico...
Reabilitação• desenvolver e aprimorar a capacidade de cognição
e raciocínio do paciente
• estimular motivação para resoluç...
Reabilitação
• ? Plasticidade neuronal ?
• capacidade dos neurônios de estabelecer novas
conexões sinápticas
• uma área ce...
Reabilitação• Modificabilidade Cognitiva
• cognição não é estática
• processos mentais, afetivos e intelectuais são
modifi...
Famílias
• conhecer as características
• psicoeducar
• avaliar limitações
• avaliar disponibilidades
• PREVENÇÃO ao uso dr...
Família Tradicional
Família Tradicional
Perfil conservador
Matrimonializada
Patriarcal
Patrimonializada
Indissolúvel
Hierarquizada
Heterossexu...
Família Pós-Moderna
Organização flexível
Separação é possível
Amplo espaço individual
Relações sociais independentes
Juan Linhares
Família Pós...
Conceito de família
Não mais se identifica pela celebração do
matrimônio
Relações familiares definidas pelo afeto
Família ...
Infância mais curta
Adolescência mais precoce e prolongada
Maior expectativa de vida
Família Pós-Moderna
Filhos
Pai e mãe
Casal
Validação
Reabilitação
Cegueira familiar
Fator motivacional
Ambivalência
Funcionamento familiar
Família e DQ
Experimentação
Álcool
Tabaco
Benzodiazepínicos
Voláteis
cerveja e vinho
bebidas destiladas e tabaco
cannabis
cocaína
Sequência de uso de drogas no Brasil
Ecstasy/crack
opiáceos
L...
Problemas com uso de drogas
CREMESP/AMB
Famílias
Multiproblemáticas
• A dependência química é uma entre várias
demandas da família!!!!
Famílias invalidantes
• Passam à pessoa a idéia de que ela está errada ou
enganada em ambas (descrição e análise) de suas
...
Famílias Invalidantes
•As experiências são atribuídas a características
socialmente inaceitáveis ou traços de personalidade
Famílias invalidantes
•Ambiente invalidante é aquele no qual a
comunicação de experiências privadas é percebida
como equiv...
Membros invalidantes são?
vigorosos na promulgação de seus pontos de vista
comunicam ativamente a frustração com indivíduo...
Narrativas familiares
Muitas vezes voltada ao ataque pessoal e não ao
enfrentamento dos problemas
Recaídas
Família terra arrasada!!!!
Não adianta!!!
Fizemos de tudo, se ele (a) não quer, nada que
fizermos vai funciona...
Metas
Proceder encaminhamentos necessários
Trabalhar em equipe
Clarificar os impedimentos
Eleger oportunidades de muda...
Obrigada!
carlabicca10@gmail.com
Reabilitação
Reabilitação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reabilitação

1.112 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Reabilitação

  1. 1. REABILITAÇÃO COGNITIVA E A PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS PERPETUADO NOS CONTEXTOS FAMILIARES Carla Bicca Psiquiatra Especialista em DQ FIPAD/UNIFESP Terapeuta Cognitiva / Beck Institute Mestre em Ciências Médicas / UFRGS Coordenadora do departamento de DQ / APRS Tesoureira ABEAD carlabicca10@gmail.com
  2. 2. Conflitos de interesse! Não tenho qualquer relação com a indústria farmacêutica ou qualquer outro comércio
  3. 3. Reabilitar • recuperação ao nível máximo possível de adaptação física, psicológica e social • objetivo de reduzir o impacto de uma incapacidade ou deficiência • proporcionar uma maior integração social do indivíduo
  4. 4. 5 regras de ouro • 1a. FALE SOBRE O PROBLEMA • aborde o tema com a família / rede • promova discussões • divida emoções e crie novas possibilidades • fingir que não existe, não resolve e pode piorarGindri et all, 2012
  5. 5. 5 regras de ouro • 2a. DESFAÇA MITOS / LIMITAÇÕES • compartilhe os fatos e as reais consequências • converse com profissionais • doença crônica significa uma série de limites • necessário avaliar limites reais Gindri et all, 2012
  6. 6. 5 regras de ouro• 3a. SEJA ENGAJADO • procure suporte • (instituições, organizações e grupos de apoio e pesquisa) • envolver-se de forma física ou virtual • (tirar dúvidas, conhecer pessoas e lutar por direitos) • pesquise atividades e participe delas Gindri et all, 2012
  7. 7. 5 regras de ouro • 4a. NÃO DESANIME • cuidar visão ou uma atitude pessimista • cada caso é um caso • como ver uma situação pode ser crucial para o sucesso ou o fracasso Gindri et all, 2012
  8. 8. 5 regras de ouro • 5a. FAÇA PARTE DA SOLUÇÃO • sensibilize as pessoas • advogue pela causa que você está inserido • você vai ajudar a si e a outros Gindri et all, 2012
  9. 9. Reabilitação • Diagnósticos: • quadros neurológicos • quadros neuropsiquiátricos • TDAH • depressão • compulsões www.nnce.org/Arquivos/Artigos/2012/gindri_etal_2012.pdf
  10. 10. Reabilitação• Processo de reabilitação cognitiva • equipe multiprofissional • avaliação da medicação • testagem neuropsicológica • psicoeducação (quadro clínico e prognóstico) • estabelecimento de metas realistas
  11. 11. Reabilitação• desenvolver e aprimorar a capacidade de cognição e raciocínio do paciente • estimular motivação para resolução de problemas • oferecer recursos de exposição gradual • promover desafios
  12. 12. Reabilitação • ? Plasticidade neuronal ? • capacidade dos neurônios de estabelecer novas conexões sinápticas • uma área cerebral é capaz de adaptar funções de área lesionada
  13. 13. Reabilitação• Modificabilidade Cognitiva • cognição não é estática • processos mentais, afetivos e intelectuais são modificáveis • estímulos ambientais e motivação do paciente www.nnce.org/Arquivos/Artigos/2012/gindri_etal_2012.pdf
  14. 14. Famílias • conhecer as características • psicoeducar • avaliar limitações • avaliar disponibilidades • PREVENÇÃO ao uso drogas
  15. 15. Família Tradicional
  16. 16. Família Tradicional Perfil conservador Matrimonializada Patriarcal Patrimonializada Indissolúvel Hierarquizada Heterossexual
  17. 17. Família Pós-Moderna
  18. 18. Organização flexível Separação é possível Amplo espaço individual Relações sociais independentes Juan Linhares Família Pós-Moderna
  19. 19. Conceito de família Não mais se identifica pela celebração do matrimônio Relações familiares definidas pelo afeto Família Pós-Moderna
  20. 20. Infância mais curta Adolescência mais precoce e prolongada Maior expectativa de vida Família Pós-Moderna
  21. 21. Filhos Pai e mãe Casal Validação Reabilitação
  22. 22. Cegueira familiar Fator motivacional Ambivalência Funcionamento familiar Família e DQ
  23. 23. Experimentação Álcool Tabaco Benzodiazepínicos Voláteis
  24. 24. cerveja e vinho bebidas destiladas e tabaco cannabis cocaína Sequência de uso de drogas no Brasil Ecstasy/crack opiáceos LSD Medicações para emagrecer, acalmar, dormir,etc.
  25. 25. Problemas com uso de drogas CREMESP/AMB
  26. 26. Famílias Multiproblemáticas • A dependência química é uma entre várias demandas da família!!!!
  27. 27. Famílias invalidantes • Passam à pessoa a idéia de que ela está errada ou enganada em ambas (descrição e análise) de suas próprias experiências
  28. 28. Famílias Invalidantes •As experiências são atribuídas a características socialmente inaceitáveis ou traços de personalidade
  29. 29. Famílias invalidantes •Ambiente invalidante é aquele no qual a comunicação de experiências privadas é percebida como equivocada, inapropriada e exagerada
  30. 30. Membros invalidantes são? vigorosos na promulgação de seus pontos de vista comunicam ativamente a frustração com indivíduos inábeis para aderir a um ponto de vista similar
  31. 31. Narrativas familiares Muitas vezes voltada ao ataque pessoal e não ao enfrentamento dos problemas
  32. 32. Recaídas Família terra arrasada!!!! Não adianta!!! Fizemos de tudo, se ele (a) não quer, nada que fizermos vai funcionar! Somos impotentes para resolver esse problema
  33. 33. Metas Proceder encaminhamentos necessários Trabalhar em equipe Clarificar os impedimentos Eleger oportunidades de mudança Construir um contrato terapêutico viável
  34. 34. Obrigada! carlabicca10@gmail.com

×