Code

149 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
149
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Code

  1. 1. CODE 2.0 - Lessig Alícia Morete Barros 12.113.033-0
  2. 2. Lawrence Lessig• Escritor norte –americano• Professor de direito de Harvard• Um dos fundadores do Creative Commons;• Um dos maiores defensores da Internet livre;• Defende que a cultura seria mais rica se as leis que regulam os direitos autorais fossem mais flexíveis.• Obras: Code and Other Laws of Cyberspace, The Future os Ideas, Cultura Livre, Code 2.0 e Remix;
  3. 3. CODENo CODE 2.0 atualiza a obra original, sendo queo objetivo da atualização foi a reformulação doargumento. Lessig argumenta que, assim como aarquitetura no espaço físico, o código servecomo limitador da ação na Internet (nãonecessariamente no sentido negativo, masmuitas vezes usado para restringirexcessivamente a liberdade do internauta).
  4. 4. CODE IS LAW
  5. 5. Cyberspace x Internet• Internet - é a rede global de comunicação, hardware e infra-estrutura de software que liga redes menores de computadores em todo o mundo.• Cyberspace - é o espaço mediador da convivência digital entre seres humanos, em criação a partir da disseminação e evolução da Internet e da Web no seio da sociedade. O termo pode incluir todo o conteúdo na internet, bem como os objetos criados por meio de simulações de realidade virtual e jogos de computador. ( Exemplo: Second Life/AOL)
  6. 6. Regulability Imperfeições: 1-) Não saber quem é 2-)Não saber de onde é 3-)Não saber o que esta fazendo Corrigir tais imperfeições facilita o controle Exemplo: caso da proibição da pornografia na Pensilvânia.
  7. 7. Architectures of Control• TCP/IP• Cookies• Single Sign On (SSO)• Identify Layer
  8. 8. Regulating CODE• Não é dificil para o governo controlar a arquitetura da Internet• Governo induz um desenvolvimento da arquitetura da internet para que esta se torne mais regulada.• Este desenvolvimento pode ser feito de maneira simples. Exemplo: Governo obriga os sites a pedirem um tipo de credencial• Ou este desenvolvimento pode ser feito através de interesses comerciais. Exemplo: Google na China.
  9. 9. What things regulate
  10. 10. The Limits in open code• Open code – é um código (hardware ou software) cuja a funcionalidade é transparente. Exemplo: HTML• Closed code- é um código (hardware ou software) cuja a funcionalidade é opaca.• Como regular um código aberto?
  11. 11. Latent ambiguities• A tradução das leis depende de como são interpretadas.• Copyright – direitos autorais• Privacidade• Discurso livre• Para saber quais valores são relevantes, é necessário um método. Os valores precisam ser interpretados no contexto real. (Exemplo: permission culture x free).
  12. 12. Responses• Problemas com a corte, legislação e code• Respostas para o judiciário, para o code, para a democracia.
  13. 13. TED• Larry Lessig fala sobre o que Democratas podem aprender sobre direitos autorais com o partido oposto, considerado mais conservador. Um olhar surpreendente sobre a cultura remix (que representa uma sociedade acostumada a compartilhar, transformar e editar obras previamente conhecidas e protegidas por direitos autorais. A prática não é só presente na música, mas também na produção audiovisual e literária, utilizando da popularização dos recursos de produção de conteúdo e da facilidade de divulgá-los através das plataformas na internet).• http://www.ted.com/talks/lessig_nyed.html
  14. 14. Aaron Swartz• Nascimento: 8 de novembro de 1986, Chicago• Morte: 11 de janeiro de 2013 (26 anos), Nova Iorque• Foi um programador americano, escritor, organizador político e ativista da Internet.• É co-autor da especificação RSS• Foi um dos fundadores do Reddit• Era membro do Centro Experimental de ética da Universidade de Harvard
  15. 15. Aaron Swartz• Em 6 de janeiro de 2011, Swartz foi preso pelas autoridades federais dos Estados Unidos por compartilhar artigos em domínio público distribuídos sob cobrança pela revista científica JSTOR.• A Justiça dos EUA afirmou que Swartz roubou 4,8 milhões de artigos de setembro de 2010 a janeiro de 2011 após invadir um computador que estava no campus do MIT.• Swartz era contrário à prática da JSTOR de compensar financeiramente as editoras, e não os autores, e de cobrar o acesso aos artigos, limitando o accesso para finalidade acadêmicas.• Dois anos depois, na manhã de 11 de janeiro de 2013, Aaron Swartz foi encontrado enforcado em seu apartamento no Brooklyn num aparente suicídio.• Após sua morte a promotoria federal de Boston retirou as acusações contra ele.
  16. 16. Dúvidas ? Obrigada!

×