SlideShare uma empresa Scribd logo

Vih Sida

Vih Sida

1 de 211
Apresentação concebida por: Andreia Rosa Carla Porto Cláudia Ferreira Maria João Sá Marisa Santos Neuza Paiva Nuno Duarte Patrícia Santos Revisão Técnica – Maria João Alvarez OS JOVENS E O VIH/SIDA
Informação Geral Teste do VIH OS JOVENS E O VIH/SIDA Preservativo Testemunhos de jovens infectados Jogos Como podes apoiar pessoas infectadas Contactos de Instituições Dúvidas de jovens como tu Dados sobre VIH/SIDA Tratamento Links Curiosidades Autores
O que é o  VIH 1 ?   A sigla  VIH  significa: V írus I munodeficiência H umana O VIH  actua no sistema imunitário diminuindo as defesas do organismo e pode causar o  síndrome da imunodeficiência adquirida  (SIDA). Quando o sistema imunitário é atingido perde essa capacidade de defesa e podem aparecer diversas infecções. Estas infecções chamam-se  oportunistas  porque se aproveitam do enfraquecimento das defesas do organismo. 1- Em Inglês, diz-se HIV- Human Immunodeficiency Virus.
[object Object],[object Object],O que é o  VIH ? Muito importante :  As  pessoas com um aspecto saudável  podem, sem o saber,  estar infectadas com o VIH  e  transmitir o vírus a outras pessoas!
O que é a  SIDA? É a forma mais grave de infecção pelo VIH A sigla  SIDA   significa:  S índrome  –  conjunto de manifestações, sintomas e sinais que caracterizam uma doença I muno  -  O sistema imunitário é responsável pela defesa do nosso organismo antes de possíveis doenças D eficiência -  Falta, ausência   A dquirida -  Não é hereditária mas sim causada pelo contacto com o vírus
[object Object],[object Object],[object Object],O que é a  SIDA ?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Apresentação aids
Apresentação aidsApresentação aids
Apresentação aids
 
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?O que é HIV ? Como se contrai o vírus?  O que é AIDS?
O que é HIV ? Como se contrai o vírus? O que é AIDS?
 
Cancro Mole
Cancro MoleCancro Mole
Cancro Mole
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa GobbiDoenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
 
Palestra hpv
Palestra hpvPalestra hpv
Palestra hpv
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Hiv
Hiv Hiv
Hiv
 
HIV vs. AIDS
HIV vs. AIDSHIV vs. AIDS
HIV vs. AIDS
 
Gravidez na adolescencia 2
Gravidez na adolescencia 2Gravidez na adolescencia 2
Gravidez na adolescencia 2
 
SIDA
SIDASIDA
SIDA
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Violência doméstica
Violência domésticaViolência doméstica
Violência doméstica
 
Violência Doméstica.
Violência Doméstica.Violência Doméstica.
Violência Doméstica.
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Hepatite B
Hepatite BHepatite B
Hepatite B
 
Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
 
Aids[1]
Aids[1]Aids[1]
Aids[1]
 
Orientações sobre hpv e vacinação
Orientações sobre hpv e vacinaçãoOrientações sobre hpv e vacinação
Orientações sobre hpv e vacinação
 
UFCD 6578 - cuidados-na-saude-materna.pptx
UFCD 6578 - cuidados-na-saude-materna.pptxUFCD 6578 - cuidados-na-saude-materna.pptx
UFCD 6578 - cuidados-na-saude-materna.pptx
 
Slides gravidez adolescencia
Slides gravidez adolescenciaSlides gravidez adolescencia
Slides gravidez adolescencia
 

Destaque (20)

Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1Power Point Sobre A Sida 1
Power Point Sobre A Sida 1
 
Sida
SidaSida
Sida
 
Aspectos básicos sobre VIH/Sida
Aspectos básicos sobre VIH/SidaAspectos básicos sobre VIH/Sida
Aspectos básicos sobre VIH/Sida
 
VIH sida
VIH sidaVIH sida
VIH sida
 
VIH - SIDA
VIH - SIDAVIH - SIDA
VIH - SIDA
 
Vhi sida
Vhi sidaVhi sida
Vhi sida
 
Apresentação slids
Apresentação slidsApresentação slids
Apresentação slids
 
A Condição do Vulnerável na Sociedade Contemporânea
A Condição do Vulnerável na Sociedade ContemporâneaA Condição do Vulnerável na Sociedade Contemporânea
A Condição do Vulnerável na Sociedade Contemporânea
 
Victimology
VictimologyVictimology
Victimology
 
ApresentaçãO
ApresentaçãOApresentaçãO
ApresentaçãO
 
Soluções para o subdesenvolimento
Soluções para o subdesenvolimentoSoluções para o subdesenvolimento
Soluções para o subdesenvolimento
 
A sexualidade
A sexualidadeA sexualidade
A sexualidade
 
VIH/SIDA
VIH/SIDAVIH/SIDA
VIH/SIDA
 
Contrastes De Desenvolvimento Sida
Contrastes De Desenvolvimento SidaContrastes De Desenvolvimento Sida
Contrastes De Desenvolvimento Sida
 
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sidaDoenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
 
A Sida
A SidaA Sida
A Sida
 
Doencas infetocontagiosas
Doencas infetocontagiosasDoencas infetocontagiosas
Doencas infetocontagiosas
 
U. 21 - Cuidados na Saúde Infantil - Sintomas de Doença
U. 21 - Cuidados na Saúde Infantil -  Sintomas de Doença U. 21 - Cuidados na Saúde Infantil -  Sintomas de Doença
U. 21 - Cuidados na Saúde Infantil - Sintomas de Doença
 
Seminário - Tema: Malária
Seminário - Tema: MaláriaSeminário - Tema: Malária
Seminário - Tema: Malária
 
Slids
SlidsSlids
Slids
 

Semelhante a Vih Sida (20)

Sidahiv
SidahivSidahiv
Sidahiv
 
Sidahiv
SidahivSidahiv
Sidahiv
 
Sidahiv
SidahivSidahiv
Sidahiv
 
Dst
DstDst
Dst
 
ABCDAIDS
ABCDAIDSABCDAIDS
ABCDAIDS
 
Abc da aids
Abc da aidsAbc da aids
Abc da aids
 
Abc da aids
Abc da aidsAbc da aids
Abc da aids
 
Abcdaids
AbcdaidsAbcdaids
Abcdaids
 
Abcdaids -spe
Abcdaids  -speAbcdaids  -spe
Abcdaids -spe
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Abcd aids -
Abcd   aids -Abcd   aids -
Abcd aids -
 
Abc da aids apresentação power point
Abc da aids   apresentação power pointAbc da aids   apresentação power point
Abc da aids apresentação power point
 
Abcd aids
Abcd   aidsAbcd   aids
Abcd aids
 
Slides aids
Slides aidsSlides aids
Slides aids
 
Apresentacao dst aids
Apresentacao dst aidsApresentacao dst aids
Apresentacao dst aids
 
Aids (1)
Aids (1)Aids (1)
Aids (1)
 
Aids
AidsAids
Aids
 
O QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DST
O QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DSTO QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DST
O QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DST
 
Abcaids(1)
Abcaids(1)Abcaids(1)
Abcaids(1)
 
Dia mundial da luta contra a sida
Dia mundial da luta contra a sidaDia mundial da luta contra a sida
Dia mundial da luta contra a sida
 

Mais de Alfredo Garcia

Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduoAi mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduoAlfredo Garcia
 
Area de integracao modulo 6
Area de integracao   modulo 6Area de integracao   modulo 6
Area de integracao modulo 6Alfredo Garcia
 
Area de integracao modulo 3
Area de integracao   modulo 3Area de integracao   modulo 3
Area de integracao modulo 3Alfredo Garcia
 
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueEuropa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueAlfredo Garcia
 
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações   mod 2 - legislação laboralDireito das organizações   mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações mod 2 - legislação laboralAlfredo Garcia
 
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas   desenhos - estampas - fotografiasAguarelas   desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas desenhos - estampas - fotografiasAlfredo Garcia
 
Resultados do lançamento
Resultados do lançamentoResultados do lançamento
Resultados do lançamentoAlfredo Garcia
 
Tratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteTratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteAlfredo Garcia
 
Resultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteResultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteAlfredo Garcia
 
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAssembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAlfredo Garcia
 
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAlfredo Garcia
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraAlfredo Garcia
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraAlfredo Garcia
 
Percurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoPercurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoAlfredo Garcia
 
Esquizofrenia Amadora 2009
Esquizofrenia   Amadora 2009Esquizofrenia   Amadora 2009
Esquizofrenia Amadora 2009Alfredo Garcia
 
Apresentação das Flappers
Apresentação das FlappersApresentação das Flappers
Apresentação das FlappersAlfredo Garcia
 

Mais de Alfredo Garcia (20)

Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduoAi mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
Ai mod 2 1.3 comunicação e construção do indivíduo
 
Area de integracao modulo 6
Area de integracao   modulo 6Area de integracao   modulo 6
Area de integracao modulo 6
 
Area de integracao modulo 3
Area de integracao   modulo 3Area de integracao   modulo 3
Area de integracao modulo 3
 
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ueEuropa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
Europa/União Europeia/Zona Euro e Espaço Schengen ue
 
Igreja Museu S. Roque
Igreja Museu S. RoqueIgreja Museu S. Roque
Igreja Museu S. Roque
 
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações   mod 2 - legislação laboralDireito das organizações   mod 2 - legislação laboral
Direito das organizações mod 2 - legislação laboral
 
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas   desenhos - estampas - fotografiasAguarelas   desenhos - estampas - fotografias
Aguarelas desenhos - estampas - fotografias
 
Resultados do lançamento
Resultados do lançamentoResultados do lançamento
Resultados do lançamento
 
Tratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do fogueteTratamento resultados do lançamento do foguete
Tratamento resultados do lançamento do foguete
 
Resultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do fogueteResultados do lançamento do foguete
Resultados do lançamento do foguete
 
Qim ocultar objectos
Qim   ocultar objectosQim   ocultar objectos
Qim ocultar objectos
 
Qim ocultar objectos
Qim   ocultar objectosQim   ocultar objectos
Qim ocultar objectos
 
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de EstudoAssembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
Assembleia da Republica - Folheto Visita de Estudo
 
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAOAREA DE PROJECTO - AVALIACAO
AREA DE PROJECTO - AVALIACAO
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
 
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da AmadoraPercursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
Percursos Georeferenciados - Parques e Jardins da Amadora
 
Percurso Geo Referenciado
Percurso Geo ReferenciadoPercurso Geo Referenciado
Percurso Geo Referenciado
 
Esquizofrenia Amadora 2009
Esquizofrenia   Amadora 2009Esquizofrenia   Amadora 2009
Esquizofrenia Amadora 2009
 
Apresentação das Flappers
Apresentação das FlappersApresentação das Flappers
Apresentação das Flappers
 
Edgar Fox
Edgar FoxEdgar Fox
Edgar Fox
 

Último

Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfPedroGual4
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Livro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfLivro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfDinisOliveira30
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...pj989014
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfkeiciany
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxrafabebum
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 

Último (20)

Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdfQ20 - Reações fotoquímicas.pdf
Q20 - Reações fotoquímicas.pdf
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Livro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdfLivro de Português- Santillana.pdf
Livro de Português- Santillana.pdf
 
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
2024 Tec Subsequente em Adm Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnolog...
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 9º ANO.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
Slides Lição 7, BETEL, Família, os cuidados com a era digital a com os idosos...
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsxLITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
LITERATURA, 3.º EM, apostila 1, frentes 2 e 3, módulo 3.ppsx
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 

Vih Sida

  • 1. Apresentação concebida por: Andreia Rosa Carla Porto Cláudia Ferreira Maria João Sá Marisa Santos Neuza Paiva Nuno Duarte Patrícia Santos Revisão Técnica – Maria João Alvarez OS JOVENS E O VIH/SIDA
  • 2. Informação Geral Teste do VIH OS JOVENS E O VIH/SIDA Preservativo Testemunhos de jovens infectados Jogos Como podes apoiar pessoas infectadas Contactos de Instituições Dúvidas de jovens como tu Dados sobre VIH/SIDA Tratamento Links Curiosidades Autores
  • 3. O que é o VIH 1 ? A sigla VIH significa: V írus I munodeficiência H umana O VIH actua no sistema imunitário diminuindo as defesas do organismo e pode causar o síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA). Quando o sistema imunitário é atingido perde essa capacidade de defesa e podem aparecer diversas infecções. Estas infecções chamam-se oportunistas porque se aproveitam do enfraquecimento das defesas do organismo. 1- Em Inglês, diz-se HIV- Human Immunodeficiency Virus.
  • 4.
  • 5. O que é a SIDA? É a forma mais grave de infecção pelo VIH A sigla SIDA significa: S índrome – conjunto de manifestações, sintomas e sinais que caracterizam uma doença I muno - O sistema imunitário é responsável pela defesa do nosso organismo antes de possíveis doenças D eficiência - Falta, ausência A dquirida - Não é hereditária mas sim causada pelo contacto com o vírus
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. Todos podem ser infectados pelo VIH ? SIM! O VIH não escolhe sexo, nacionalidade, idade, cultura, etnia, religião ou classe sócio-económica. Não interessa quem és, mas o que fazes! Basta que tenhas comportamentos de risco como, por exemplo, ter relações sexuais sem preservativo ou partilhar seringas usadas, para que possas ser infectado. Voltar à página inicial
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.  
  • 34.
  • 35.  
  • 36.
  • 37.
  • 38. Mapa 1 Infecções de VIH: casos diagnosticados em 2003 por milhão de habitante - Casos de VIH por milhão 200 + 100 - 20 - 99 < 20 NA - Não disponível Update 7 9 52 14 72 3 8 10 6 45 635 26 28 † 20 22 39 6 35 46 48 25 175 32 104 0.5 23 60 52* 50 16 11 276 2 7 43 108 7 3 206 117 70 9 NA NA NA NA 100 NA 200 + 100 - 199 20 - 99 < 20 Update at 31 December 2003 7 9 52 14 72 3 8 10 6 635 26 28 † 20 22 39 6 35 101 48 25 175 32 104 0.5 23 60 50 16 228 11 276 145 2 7 43 108 7 3 206 117 70 9 NA NA NA NA 100 NA
  • 39. Mapa 2 Casos de SIDA diagnosticados em 2003 por milhão de habitante Casos de SIDA por milhão 50 + 20 - 49 5 - 19 < 5 2 3 5 2 3 8 1 0.6* 3 0.8 8 8 5 11 † 8 4 7 3 3 2 12 31 1 25 3 18 0 5 10 0 9 4 81 9 0* 0.4 3 33 6 31 0 0.7 37 14 0.3* 6 NA NA NA NA NA NA 20 - 49 - 19 < 5 NA - Não disponível Update at 31 December 2003 2 3 5 2 3 8 1 0.6* 3 0.8 8 8 5 11 † 8 4 7 3 3 2 12 31 1 25 3 18 0 5 10 0 9 4 81 9 0* 0.4 3 33 6 31 0 0.7 37 14 0.3* 6 NA NA NA NA NA 2 3 5 2 3 8 1 0.6 * 3 0.8 8 8 5 11 † 8 4 7 3 3 2 12 31 1 25 3 18 0 5 10 0 9 4 81 9 0* 0.4 3 33 6 31 0 0.7 37 14 0.3* 6 NA NA NA NA NA NA
  • 40.
  • 41.
  • 42. Regra geral, quando qualquer coisa estranha entra no nosso corpo (por exemplo, o VIH ), as nossas defesas (sistema imunitário) reagem, produzindo substâncias contra o invasor. Entre tais substâncias encontram-se os anticorpos . Existem vários tipos de teste que permitem saber se a pessoa está infectada com o VIH. Estes testes identificam os tais anticorpos contra o VIH. Para que esses anticorpos surjam na circulação sanguínea é necessário esperar algum tempo, geralmente, 3 meses . O Teste…
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49. Dúvidas de Jovens como TU!!!
  • 50. Morte Gravidez Transmissão Preservativo Teste de Despistagem Tratamento Voltar à página inicial
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55. Será que uma pessoa pode ter SIDA, sem passar pela fase de VIH? Quando uma pessoa se infecta, o vírus começa a destruir o sistema imunitário. Passado algum tempo a pessoa pode começar a contrair diferentes tipos de doenças que deterioram a sua saúde. É neste momento que se pode falar de SIDA. De qualquer modo todas as pessoas que chegam à fase de SIDA têm de passar obrigatoriamente pela fase de VIH , mas a duração deste processo pode variar de pessoa para pessoa. Voltar à página inicial
  • 57.
  • 58.
  • 60.
  • 61.
  • 62.
  • 63.
  • 64.
  • 65.
  • 66.
  • 67.
  • 69.
  • 70.
  • 72.
  • 73.
  • 74. Morte
  • 75.
  • 76.
  • 77.
  • 78. Testemunhos de JOVENS como TU... Textos retirados do livro Testemunhos da Comissão Nacional de Luta Contra a SIDA (CNLCS)
  • 79. Isabel (Infectada com 15 anos) Ricardo (Infectado com 16 anos) Carlos (Infectado com 15 anos) * * * * Os nomes das pessoas foram alterados para os proteger de uma possível identificação... Voltar à página inicial
  • 80.
  • 81.
  • 82.
  • 83. Não discrimines ninguém que tenha VIH/SIDA! Estamos a discriminar sempre que tratamos alguém de forma injusta ou desfavorável por causa da sua raça, religião, sexo, ou por acharmos que está doente.
  • 84.
  • 85.
  • 86.
  • 87.
  • 88.
  • 89.
  • 90.
  • 91.
  • 92. O que sabes sobre o VIH/ SIDA? Clica na resposta que achares correcta… 5. Uma pessoa pode contrair o VIH por partilhar agulhas com outra pessoa. V F V F 1. Ter o VIH ou SIDA é a mesma “coisa”. V F 2. Existe cura para a SIDA. V F 3. Uma pessoa pode contrair o VIH em casas de banho públicas. V F 4. O VIH não é disseminado através da tosse ou espirros.
  • 93. V F 6. Uma pessoa pode contrair o VIH se tiver relações sexuais com alguém que injecta drogas. V F 7. O VIH pode ser transmitido por picadas de mosquitos. V F 8. Uma pessoa pode contrair o VIH ao partilhar um copo de água com alguém que está infectado pelo vírus. V F 9. Uma pessoa pode contrair o VIH ao apertar a mão de alguém que está infectado pelo vírus.
  • 94. F V 10. É possível contrair o VIH ao fazer uma tatuagem F V 11. Um homem pode contrair o VIH se tiver relações sexuais anais não protegidas com outro homem. F V 12. Uma mulher grávida com o VIH pode transmitir o vírus ao seu bebé antes dele nascer. F V 13. Uma mulher pode contrair o VIH se praticar sexo anal sem preservativo com um homem.
  • 95. V F 14. Um homem pode contrair o VIH se tiver relações sexuais vaginais não protegidas com uma mulher. V F 15. O uso de um preservativo de borracha pode impedir uma pessoa de contrair o VIH. V F 16. Tomar a pílula anti-concepcional impede uma mulher de contrair o VIH. V F 17. A maior parte das pessoas com SIDA morrerão da doença. V F 18. Uma pessoa infectada pelo VIH pode parecer e sentir-se saudável.
  • 96. F V 19. Uma pessoa pode estar infectada pelo VIH durante 5 ou mais anos sem ter SIDA. F V 20. Existe um teste sanguíneo para detectar se a pessoa está infectada com VIH. F V 21. Uma pessoa pode contrair o VIH por praticar sexo oral (boca no pénis) não protegido, com um homem. F V 22. Uma pessoa pode contrair o VIH mesmo se tiver relações sexuais com outra pessoa uma única vez.
  • 97. V F 23. Usar um preservativo é a melhor protecção contra a infecção do VIH. V F 24. É praticamente impossível que as pessoas contraiam o VIH através de beijos “profundos”, em que põem a língua na boca de um parceiro infectado pelo VIH. V F 25. Geralmente, podemos determinar se alguém está infectado olhando para a pessoa. V F 26. Uma pessoa pode contrair o VIH ao receber sangue durante uma operação cirúrgica.
  • 98. F V 27. Ter relações com mais de um parceiro pode aumentar a possibilidade de uma pessoa ser infectada pelo VIH. F V 28. Uma pessoa pode contrair o VIH dentro de uma banheira ou de uma piscina se lá estiver uma pessoa infectada pelo VIH. F V 29. Uma pessoa pode contrair o VIH através do contacto com saliva, lágrimas, suor ou urina. F V 30. Uma pessoa pode contrair o VIH tendo sexo oral (boca na vagina da mulher) não protegido, com uma mulher.
  • 99. V F 31. A lavagem com água fria do “equipamento” utilizado no uso de drogas elimina o VIH. V F 32. Uma mulher pode contrair o VIH tendo relações sexuais vaginais não protegidas com um homem.
  • 100.
  • 101.
  • 102.
  • 103.
  • 104.
  • 105.
  • 106.
  • 107.
  • 108.
  • 109.
  • 110.
  • 111.
  • 112.
  • 113.
  • 114.
  • 115.
  • 116.
  • 117.
  • 118.
  • 119.
  • 120.
  • 121.
  • 122.
  • 123.
  • 124.
  • 125.
  • 126.
  • 127.
  • 128.
  • 129.
  • 130.
  • 131.
  • 132.
  • 133.
  • 134. Muitas vezes, nas relações íntimas, as pessoas tentam levar as outras a dizer “sim”, quando na realidade elas querem dizer “não”. Lê cada um dos motivos usados para que a pessoa diga “não”. Clica em cima da situação e escolhe a melhor das respostas possíveis para dizer “não”. Existem várias alternativas possíveis... Ajuda essas pessoas a dizerem não… Dizer Não
  • 135.
  • 136. Para quê usar preservativo? Não se engravida na 1ª vez! Situação 1 A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças. A , B , C , D , E , F , G , H , I
  • 137. Situação 2 Gostava de ter relações sexuais contigo. Vais ficar aí parado? Ou ainda não te sentes preparado? A , B , C , D , E , F , G , H , I A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças.
  • 138. Anda lá, já não és nenhuma criança… Situação 3 A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças. A , B , C , D , E , F , G , H , I
  • 139. Situação 4 Anda lá, bebe um copo, vais ver que ficas mais descontraída… A , B , C, D , E , F, G , H , I A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças.
  • 140. Somos mais que amigos… Sinto-me mesmo atraída por ti. Não queres ir para um sítio mais calmo? Situação 5 A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças. A , B , C , D, E , F , G , H , I
  • 141. Queres que use preservativo? Não estás a pensar que tenho uma doença, pois não? Situação 6 A, B, C, D, E, F, G, H, I A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças.
  • 142. Não queres ir para um sítio mais calmo? Olha que podes não vir a ter outra oportunidade como esta… Situação 7 A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças. A , B , C, D , E , F, G , H , I
  • 143. Todas as pessoas têm relações sexuais… Anda lá… Situação 8 A , B , C, D , E , F, G , H , I A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças.
  • 144. Eu sei que tu também queres, estás é com medo, mas isto não custa nada… Situação 9 A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças. A , B , C , D , E, F , G , H , I
  • 145. Anda lá, vamos ter relações. Ninguém vai ficar a saber! Situação 10 A , B , C, D , E , F, G , H , I A. Eu sei que nem todas as pessoas têm relações sexuais. Além disso, não me sinto preparado(a) para dar esse passo. B. Eu sei o que quero, e neste momento, não quero ter relações sexuais. C. Acho que ainda não nos conhecemos suficientemente bem para termos relações sexuais. D. E se apenas nos beijássemos e trocássemos carinhos. E. Eu adoro-te, mas não quero que nenhum de nós corra riscos. F. Sinto-me bem contigo, mas não quero que a nossa amizade vá mais longe. G. Eu gosto muito de ti, mas prefiro esperar mais algum tempo. H. Não me apetece beber nada, e também não quero ter relações sexuais. I. Não quero que nenhum de nós corra o risco de contrair doenças.
  • 146.
  • 147.
  • 148.
  • 149.
  • 150.
  • 151.
  • 152.
  • 153.
  • 154.
  • 155.
  • 156. Uma pessoa assertiva é aquela que defende os seus direitos sem desprezar os direitos dos outros, e que é capaz de mostrar pensamentos positivos e negativos. Em todas as situações é importante que saibas ser assertivo, e não agressivo (passando por cima dos direitos dos outros) ou passivo (não defendendo os teus direitos e opiniões). Instruções: Para cada situação que a seguir te apresentamos, escolhe a resposta que te parece mais assertiva. Será que sabes defender a tua vontade?
  • 157.
  • 158.
  • 159. A tua namorada já teve relações sexuais, mas tu ainda és virgem. Ela anda sempre a pressionar-te para que tenham relações sexuais, mas tu achas que ainda não é o momento certo. O que fazes?  Dizes que ela bem pode desistir de tentar ter relações sexuais contigo porque tu só as terás quando te apetecer.  Tens relações sexuais com ela porque tens vergonha que ela vá contar às amigas que tu não queres.  Explicas-lhe que gostas muito dela, mas que ainda não te sentes preparado, e que podem mostrar o amor que sentem de outra forma. 
  • 160. Diz Não às Relações Sexuais Sem o Preservativo! Razões usadas para não utilizar o preservativo “ Estamos ambos de boa saúde… não precisamos de usar preservativo” “ Os preservativos são uma chatice… não dão prazer e são caros” “ Tenho vergonha de ir comprar preservativos” “ Para a próxima fazemos com preservativo, é que agora não tenho nenhum comigo” “ Para quê o preservativo? Achas que sou infiel?” Não te deixes levar em conversas!!! Por vezes, um “ sim ” pode querer dizer FICAR INFECTADO PELO VIH .
  • 161.
  • 162.
  • 163. Tu e a tua namorada sempre tiveram relações com preservativo, mas ela está sempre a insistir para não o usarem. Desta vez, tu não tens nenhum contigo e ela insiste para que tenham relações mesmo assim. O que fazes?  Dizes para ela parar com essas insistências ou vais ter que arranjar outra namorada porque não queres apanhar doenças.  Mesmo sabendo dos riscos, tens relações sem preservativo, porque será só desta vez.  Explicas-lhe os riscos de ter relações sexuais sem preservativo.  Voltar à página inicial
  • 164. Jogo das Situações! Rapazes Raparigas
  • 165.
  • 166.
  • 167.
  • 168.
  • 169.
  • 170.
  • 171.
  • 172.
  • 173.
  • 174.
  • 175.
  • 176.
  • 177.
  • 178.
  • 179.
  • 180.
  • 181.
  • 182.
  • 183.
  • 184.
  • 185.
  • 186.
  • 187.
  • 188.
  • 189.
  • 190.
  • 191.
  • 192.
  • 193.
  • 194.
  • 195.
  • 196.
  • 197.
  • 198.
  • 199.
  • 200.