Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística<br />Formação para o Festejo de Nossa Senhora dos Remédios<br />...
Orientações Gerais<br />01 – O MESCE deve participar da celebração toda (completa) e não apenas do momento da distribuição...
02 – É Conveniente que, por ocasião da celebração, o MESCE esteja vestindo, por sobre sua roupa, o jaleco, assim como esta...
Observação importante:<br />	Que o MESCE não porte durante o serviço ministeral, objetos que tirem a atenção dos fiéis. Co...
03 – O MESCE participa da procissão de entrada, junto com o presidente da celebração e com os demais membros da equipe lit...
04 – O MESCE ocupa, no presbitério ou fora dele, o lugar que de costume lhe é reservado na igreja.<br />Neste festejo os M...
OBSERVAÇÃO<br />Os MESCE farão toda a procissão de entrada e subirão para o presbitério para a reverência ao altar pela es...
05 – É durante a oração do “Cordeiro de Deus” que o MESCE se dirige para onde está o sacrário, abre-o, faz a genuflexão, e...
Apenas dois MESCE irão buscar os cibórios. Estes purificarão as mãos por primeiro, logo em seguida todos os outros.<br />P...
06 – Depois de comungar, o padre oferece a Eucaristia ao MESCE.<br />
Assim como no momento da purificação, os MESCE não precisarão sair de seus lugares, o padre irá dar a comunhão ao MESCE e ...
07 – O MESCE entregará a Eucaristia aos fiéis, depositando-a na mão ou na boca dos mesmos.<br />É importante verificar qua...
Sobre a comunhão na boca:<br />	Alguns casos são importantes para a utilização deste método, por exemplo:<br />Pessoas def...
Outras observações:<br />Sempre certificar-se de que o fiel comungou mesmo! (consumiu a comunhão).<br />Não distribuir a c...
08 – Após a comunhão, O MESCE purifica os dedos (lava-os) e ajuda o presidente da celebração a guardar os cibórios com as ...
Todos os MESCE ao terminar de distribuir a comunhão devem se dirigir à sacristia, aonde estarão os candidatos ao diaconato...
09 – Terminada a celebração, o MESCE acompanha o presidente da celebração e a Equipe Litúrgica, faz com eles a reverência ...
10 – É essencial que o MESCE porte-se, na Igreja e fora dela, com dignidade e decoro.<br />Sejamos exemplo para os irmãos,...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS<br />Manual do Ministro Extraordinário da SAGRADA COMUNHÃO  e das EXÉQUIAS.<br />Pe. Cristovam ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Formação mesce festejo 2010

1.331 visualizações

Publicada em

formação

Publicada em: Espiritual, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.331
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
45
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação mesce festejo 2010

  1. 1. Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística<br />Formação para o Festejo de Nossa Senhora dos Remédios<br />Ano 2010<br />
  2. 2. Orientações Gerais<br />01 – O MESCE deve participar da celebração toda (completa) e não apenas do momento da distribuição da Eucaristia<br /> Devemos dar exemplo aos demais fiéis, controlando nossas conversas, sorrisos, pensamentos, críticas ou sugestões durante a celebração.<br />
  3. 3. 02 – É Conveniente que, por ocasião da celebração, o MESCE esteja vestindo, por sobre sua roupa, o jaleco, assim como estar com roupas brancas segundo o costume de nossa Diocese.<br />
  4. 4. Observação importante:<br /> Que o MESCE não porte durante o serviço ministeral, objetos que tirem a atenção dos fiéis. Como exemplo:<br />Relógios, pulseiras, brincos, colares e anéis extravagantes. <br />Roupas transparentes, curtas ou sujas. <br />Perfume em excesso ou em falta<br />Celulares, bolsas ou qualquer outro objeto à mostra que chame a atenção.<br />
  5. 5. 03 – O MESCE participa da procissão de entrada, junto com o presidente da celebração e com os demais membros da equipe litúrgica.<br /> Os ministros que servirão nas novenas deverão chegar com antecedência, se posicionar em frente à sacristia (05 minutos antes) em ordem de duas filas para a procissão de entrada, com ou sem a presença dos padres.<br />EVITEM CIRCULAR NA SACRISTIA <br />
  6. 6. 04 – O MESCE ocupa, no presbitério ou fora dele, o lugar que de costume lhe é reservado na igreja.<br />Neste festejo os MESCE que servirão durante as novenas terão os seus lugares entre as duas escadas do patamar da Igreja Matriz, em frente à mesa da Eucaristia.<br />
  7. 7. OBSERVAÇÃO<br />Os MESCE farão toda a procissão de entrada e subirão para o presbitério para a reverência ao altar pela escada à esquerda e sairão do presbitério pela outra escada (direita) procurando, conforme a ordem, sentar-se em seus lugares, de uma forma que não tumultuem a celebração, tanto no presbitério, quanto nos seus lugares.<br />
  8. 8. 05 – É durante a oração do “Cordeiro de Deus” que o MESCE se dirige para onde está o sacrário, abre-o, faz a genuflexão, e leva ao altar os cibórios com as Hóstias Consagradas, depositando-as sobre o corporal. Antes disso, lava as mãos para purificá-las.<br />
  9. 9. Apenas dois MESCE irão buscar os cibórios. Estes purificarão as mãos por primeiro, logo em seguida todos os outros.<br />Para o momento da purificação das mãos, os acólitos irão até o local onde estarão os MESCE, não precisando ninguém sair dos seus lugares.<br />
  10. 10. 06 – Depois de comungar, o padre oferece a Eucaristia ao MESCE.<br />
  11. 11. Assim como no momento da purificação, os MESCE não precisarão sair de seus lugares, o padre irá dar a comunhão ao MESCE e junto a ele estarão dois candidatos ao diaconato com algumas bandejas com âmbulas.<br />Terminando de comungar o Ministro se dirige ao seu local de distribuição da Comunhão. Este ano alguns jovens ficarão com placas indicando os locais para a distribuição. <br /> É importante que cada um inicie a celebração sabendo qual seu lugar de distribuição e evitar a distribuição em local diferente.<br />
  12. 12. 07 – O MESCE entregará a Eucaristia aos fiéis, depositando-a na mão ou na boca dos mesmos.<br />É importante verificar quais são os casos da comunhão na boca, e sempre pronunciar a profissão de fé:<br />O CORPO DE CRISTO<br /> E esperar (ou incentivar) a resposta do fiel<br />AMÉM<br />
  13. 13. Sobre a comunhão na boca:<br /> Alguns casos são importantes para a utilização deste método, por exemplo:<br />Pessoas deficientes, que têm dificuldade em recebê-las nas mãos, ou dificuldade de levá-las à boca.<br />Pessoas com crianças no colo, ou com algum objeto que não possam largar.<br />Idosos que não podem sair de suas cadeiras (que o MESCE vá ao seu encontro, APÓS a distribuição para os demais).<br />
  14. 14. Outras observações:<br />Sempre certificar-se de que o fiel comungou mesmo! (consumiu a comunhão).<br />Não distribuir a comunhão a outro fiel, antes que o último tenha consumido.<br />Ficar atento às crianças e perguntar educadamente se a mesma já fez a primeira Eucaristia.<br />Segurar a âmbula com firmeza e ter cuidado com o vento.<br />Se acabarem as hóstias e ainda tiverem pessoas para comungar, procure o MESCE mais próximo para reabastecer sua âmbula. (NÃO DEIXE NINGUÉM NA VONTADE!)<br />
  15. 15. 08 – Após a comunhão, O MESCE purifica os dedos (lava-os) e ajuda o presidente da celebração a guardar os cibórios com as Hóstias Consagradas.<br />
  16. 16. Todos os MESCE ao terminar de distribuir a comunhão devem se dirigir à sacristia, aonde estarão os candidatos ao diaconato fazendo a purificação das âmbulas, assim como será o local onde farão a purificação dos dedos.<br />Não será preciso subir ao presbitério, os MESCE que levarem os cibórios, serãos os mesmos que os guardarão.<br />
  17. 17. 09 – Terminada a celebração, o MESCE acompanha o presidente da celebração e a Equipe Litúrgica, faz com eles a reverência e dirige-se para a sacristia.<br />Os MESCE farão a reverência de seus lugares e após a saída dos celebrantes, estão dispensados do serviço, podendo tirar os seus jalecos, não precisando ir mais à sacristia.<br />
  18. 18. 10 – É essencial que o MESCE porte-se, na Igreja e fora dela, com dignidade e decoro.<br />Sejamos exemplo para os irmãos, afinal somos os administradores extraordinários do Corpo de Nosso Senhor!<br />Somos convidados a ser incomuns ao mundo e comuns a Jesus Cristo, presente na Eucaristia.<br />
  19. 19. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS<br />Manual do Ministro Extraordinário da SAGRADA COMUNHÃO e das EXÉQUIAS.<br />Pe. Cristovam Iubel<br /> Editora Pão e Vinho - Guarapava – 2005<br />Páginas: 24 e 25<br />Adaptação e comentários:Carlos Souza<br />Revisão:Frei Fernandes Barros e Conceição Barbosa.<br />

×