Desenvolvimento sexual

5.303 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.303
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desenvolvimento sexual

  1. 1. Desenvolvimento Sexual Alex Vicente SpadiniPowerpoint Templates Page 1
  2. 2. Apresentação O Grupo de Estudos de Psiquiatria da UFCSPA é composto por alunos e demais interessados no tema. As atividades são organizadas pelos diretores e abertas a todos. Os encontros constituir-se-ão em discussões de artigos de periódicos e revistas, casos clínicos e assuntos relevantes atualmente na Psiquiatria. Powerpoint Templates Page 2
  3. 3. Dinâmica de Reunião A atividade será uma discussão sobre Desenvolvimento Sexual baseada nos Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade de Freud. A discussão será guiada pelos facilitadores por meio de uma apresentação objetiva do tema. O moderador coordenará o debate. O encontro terá duração de 1h e 15min. Powerpoint Templates Page 3
  4. 4. Dinâmica de Reunião Para falar, levante a mão sinalizando ao moderador para entrar na fila e aguarde sua vez. O tempo máximo para expor sua opinião é de 2 minutos por vez. Não há direito de réplica, para responder, entre na fila novamente. Conversas paralelas atrapalham o bom funcionamento da atividade. Powerpoint Templates Page 4
  5. 5. Conceitos BásicosSexo GêneroPowerpoint Templates Page 5
  6. 6. Desenvolvimento do Conceito de GêneroIdentidade de Gênero• A criança se classifica e categoriza os outros corretamente como homem ou mulher.Estabilidade de Gênero• A criança compreende que o gênero de uma pessoa continua estável pelo resto da vida.Constância de Gênero• A criança compreende que o gênero não muda, mesmo que haja mudanças externas na roupa ou noTemplates Powerpoint comprimento do cabelo. Page 6
  7. 7. Determinismo Psíquico Powerpoint Templates Page 7
  8. 8. Hipótese Sexual das NeurosesNeuroses• Transtornos fóbicos-ansiosos e outros transtornos de ansiedade;• Transtorno obsessivo-compulsivo;• Transtorno dissociativo (de conversão);• Transtornos somatoformes;• Distimia e determinados tipos de depressão;• Neurastenia; Powerpoint Templates Page 8
  9. 9. « Descobertas » de Freud  A função sexual existe desde o princípio de vida, logo após o nascimento e não só a partir da puberdade como afirmavam as ideias dominantes.  O período da sexualidade é longo e complexo até chegar a sexualidade adulta, onde as funções de reprodução e de obtenção de prazer podem estar associadas, tanto no homem como na mulher. Esta afirmação contrariava as ideias predominantes de que o sexo estava associado, exclusivamente a reprodução.  A libido, nas palavras de Freud, é a "energia dos instintos sexuais e só deles". Powerpoint Templates Page 9
  10. 10. Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade O indivíduo encontra o prazer no próprio corpo, pois nos primeiros tempos de vida, a função sexual está intimamente ligada à sobrevivência. O corpo é erotizado, isto é, as excitações sexuais estão localizadas em partes do corpo (zonas erógenas). Há um desenvolvimento progressivo também ligado as modificações das formas de gratificação e de relação com o objeto. Powerpoint Templates Page 10
  11. 11. Fase Oral (0-2 anos) A zona de erotização é a bocae o prazer ainda está ligado à ingestãode alimentos e à excitação da mucosados lábios e da cavidade bucal.Objetivo sexual consiste naincorporação do objeto. Powerpoint Templates Page 11
  12. 12. Fase Anal (2-4 anos) A zona de erotização é o ânus eo modo de relação do objeto é de"ativo" e "passivo", intimamente ligadoao controle dos esfíncteres (anal euretral). Este controle é uma novafonte de prazer. Powerpoint Templates Page 12
  13. 13. Complexo de Édipo A mãe é o objeto de desejo domenino e o pai (ou a figura masculinaque represente o pai) é o rival queimpede seu acesso ao objeto desejado.Ele procura então assemelhar-se ao paipara "ter" a mãe, escolhendo-o comomodelo de comportamento, passandoa internalizar as regras e as normassociais representadas e impostas pelaautoridade paterna. Powerpoint Templates Page 13
  14. 14. Complexo de Édipo Posteriormente por medo dopai, "desiste" da mãe, isto é, a mãe é"trocada" pela riqueza do mundosocial e cultural e o garoto pode, então,participar do mundo social, pois temsuas regras básicas internalizadasatravés da identificação com o pai. Powerpoint Templates Page 14
  15. 15. Fase Fálica (4-6 anos) A zona de erotização é o órgãosexual. Apresenta um objeto sexual e algumaconvergência dos impulsos sexuais sobreesse objeto. Assinala o ponto culminante e odeclínio do complexo de Édipo pela ameaçade castração. No caso do menino, a fasefálica se caracteriza por um interessenarcísico que ele tem pelo próprio pênis emcontraposição à descoberta da ausência depênis na menina. Powerpoint Templates Page 15
  16. 16. Fase Fálica (4-6 anos) É essa diferença que vai marcar aoposição fálico-castrado que substitui, nessafase, o par atividade-passividade da faseanal. Na menina esta constatação determinao surgimento da "inveja do pênis" e oconsequente ressentimento para com a mãe"porque esta não lhe deu um pênis, o queserá compensado com o desejo de ter umfilho. Powerpoint Templates Page 16
  17. 17. Fase de latência (6 anos – puberdade) Os impulsos instintivos do id sãoinacessíveis para o ego, pois seusmecanismos de defesa reprimem-losdurante a fase fálica. Então, como essesimpulsos estão latentes e a gratificaçãopostergada - ao contrário do que ocorriadurante as últimas fases - a criança devederivar o prazer da gratificação de processosecundário de pensamento que direcionaos impulsos libidinais para atividadesexternas, tais como escolaridade. Powerpoint Templates Page 17
  18. 18. Fase Genital E, finalmente, na adolescência éatingida a última fase quando o objeto deerotização ou de desejo não está mais nopróprio corpo, mas em um objeto externoao indivíduo - o outro. Neste momentomeninos e meninas estão conscientes desuas identidades sexuais distintas ecomeçam a buscar formas de satisfazersuas necessidades eróticas einterpessoais. Powerpoint Templates Page 18
  19. 19. Preocupações dos Pais « Masturbação precoce » « Exibicionismo » Jogos sexuais com outras crianças « De onde vêm os bebês? Início do erotismo Falar sobre sexo Powerpoint Templates Page 19
  20. 20. Muito obrigado! Powerpoint Templates Page 20

×