Mercado de trabalho e postura profissional

277 visualizações

Publicada em

Apresentação utilizada em palestra para alunos, sobre mercado de trabalho e postura do profissional no ambiente de trabalho

Publicada em: Carreiras
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mercado de trabalho e postura profissional

  1. 1. Tendências no mercado de trabalho... ... e recomendações sobre competências!
  2. 2. Jovens tem crédito? • “Nossa juventude adora o luxo, é mal educada, caçoa da autoridade e não tem o menor respeito pelos mais velhos. Nossos filhos hoje são verdadeiros tiranos. Eles não se levantam quando uma pessoa idosa entra, respondem a seus pais e são simplesmente maus.” – Sócrates (470-399 A. C.) • “Não tenho mais nenhuma esperança no futuro do nosso País se a juventude de hoje tomar o poder amanhã, porque essa juventude é insuportável, desenfreada, simplesmente horrível.” – Hesíodo (720 A.C) • “Nosso mundo atingiu seu ponto crítico. Os filhos não ouvem mais seus pais. O fim do mundo não pode estar muito longe.” – Sacerdote do ano 2000 A.C. • “Essa juventude está estragada até o fundo do coração. Os jovens são malfeitores e preguiçosos. Eles jamais serão como a juventude de antigamente. A juventude de hoje não será capaz de manter a nossa cultura.” – Descoberta nas ruínas da Babilônia (Atual Bagdá). 4000 anos de existência. A.M. Schneider - RH Certel
  3. 3. Diferentes culturas convivem nas empresas • Até 1946: Tradicionais ou “Old Boomers”; – Escassez; Disciplina; revolução feminina; • 1946 a 1960: Baby Boomers; – Otimistas; lidam com tecnologia; consumo; medo da velhice • 1961 a 1979: Geração X; – “geração perdida”; ceticismo; resguardo p/ futuro • 1980 a 2000?!?: Geração Y – Geração “restart”; conectados; foco no pessoal. A.M. Schneider - RH Certel
  4. 4. Somos o que fazemos... ... Mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos! E. Galeano.
  5. 5. Nova geração de jovens • Geração “nem-nem”; – 9,6 milhões (15 a 29 anos); • 19,6% do total – 1 em cada 5; A.M. Schneider - RH Certel
  6. 6. Quem são os jovens “nem-nem” A.M. Schneider - RH Certel
  7. 7. Pesquisa Cia de Talentos: • A empresa dos sonhos dos jovens! – 5 sentimentos, neste momento: A.M. Schneider - RH Certel
  8. 8. Pesquisa Cia de Talentos: • Tempo ideal no cargo: • Realização se... A.M. Schneider - RH Certel
  9. 9. O que o jovem, quer? A.M. Schneider - RH Certel
  10. 10. Estou no caminho certo? • Decidir o futuro não é fácil: – Profissões e competências são criadas, transformadas ou excluídas; – Diferentes períodos marcam nossa história: • Era Agrícola; • Era da Produção; • Era da Informação; • Era da Consciência. – Não há lugar marcado no futuro! • Atenção ao misoneísmo! A.M. Schneider - RH Certel
  11. 11. Áreas promissoras (profissionais em alta) • Engenharia; • Finanças e contabilidade; • Jurídica; • Marketing e Vendas; • Mercado financeiro; • Seguros; • Recursos Humanos; • Tecnologia. • 7ª edição do Guia Salarial Robert Half A.M. Schneider - RH Certel
  12. 12. Você vê a reali(oportuni)dade? A.M. Schneider - RH Certel
  13. 13. Existem contrastes enormes: Cingapura – piscina de cobertura em Hotel Grupo de sem-teto de Karachi (Paquistão) A.M. Schneider - RH Certel
  14. 14. A.M. Schneider - RH Certel
  15. 15. O que a empresa não é/faz: • Playground; • Instituição de caridade; – Pelo que ela paga? • Garante segurança ao “mediano”; • “Centro” da vida; • Sistema de ano letivo; A.M. Schneider - RH Certel
  16. 16. Competências • O que são?!? – Capacidades; • Responsabilidade pessoal de cada indivíduo; • Competência deve ser observável – O quão bom você é?!? Em que?!? – Mostra de forma recorrente e/ou permanente; • Pense numa entrevista: – “Qual seu pulo do gato?”; • “Não é a vontade de fazer que importa; mas sim, a vontade de aprender a fazer! A.M. Schneider - RH Certel
  17. 17. Posturas recomendadas • Integridade; • Responsabilidade – Pelo que é seu e dos outros; – Cumpra o combinado; • Visão de interdependência • Maturidade; – Cuide de sua imagem; • Auto-motivação; • Iniciativa; – !!!! Com competência !!! • Cuide com os erros. A.M. Schneider - RH Certel
  18. 18. Posturas recomendadas • Foco – Mas tenha um (ou mais) “Plano B”; • Sentido de urgência; • SURPREENDA! • Coerência; • Diplomacia – Leia sinais; – Saiba que justiça é conceito relativo; • TALENTO: é se fazer necessário... • ... SEMPRE! A.M. Schneider - RH Certel
  19. 19. Modelo de Kübler-Ross A.M. Schneider - RH Certel
  20. 20. Reflexões: • As pessoas sentem antes de pensar; • Se você fosse seu chefe? – Se fosse demitido... e recontratado...? • Você publicaria seu trabalho ou decisões? • Seus problemas são realmente grandes? • Autonomia não é delegada! – CONQUISTE. A.M. Schneider - RH Certel
  21. 21. Reflexões • Quais sempre os piores profissionais?!? • Simplifique; • Seja engajado; • Pense na sustentabilidade; • Todo sucesso é honroso? – Toda vitória é decente??? • Não faça “o possível”; – Filosofia do BOPE: • Definir objetivos; • Planejar; • Cumprir o plano. A.M. Schneider - RH Certel
  22. 22. Reflexões • Caminho para o insucesso: – Não ensinar o que se sabe; – Não praticar o que se ensina; – Não perguntar o que se ignora. • “São Breda” • O importante não é saber se você acredita em Deus, mas se ele acredita em você! • As pessoas gostam quando você chega ou vai embora? • Pessoas apaixonadas são pessoas apaixonantes! A.M. Schneider - RH Certel
  23. 23. O que você controla? VOCÊ EVENTOSOUTROS - Gerencie-se; - Acompanhe os outros; - Programe os eventos A.M. Schneider - RH Certel
  24. 24. Integre conhecimento, habilidade e atitude Foco VontadeCapacidade Critico de poltrona Mangueira furada Bicicleta ergométrica A.M. Schneider - RH Certel
  25. 25. Lembra da pesquisa da Cia de Talentos?!? A.M. Schneider - RH Certel
  26. 26. • Qual seu maior patrimônio? Porque trabalhamos? Quando você volta de “mãos abanando” (sem uma emoção, conhecimento, surpresa paz ou ideia nova); você perdeu tempo. (Marta Medeiros) “Reze como se tudo dependesse de Deus; mas trabalhe como se tudo dependesse de ti” Francis Spellman / Martinho Lutero Ref.: - Revista Melhor / ABRH -Cia de Talentos; - www.uol.com.br; - Pinterest Alexandre M. Schneider Contatos: rhcertel@certel.com.br Certel / (51) 3762.5555 Apresentação disponível em: http://www.slideshare.net/alexmschneider/clipboards/4882283

×