SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
GESTÃO DE RECURSOS
HUMANOS
PERSONALIDADE
VALORES
E
ATITUDES
AULA 4
PESSOAS E A
ORGANIZAÇÃOo
• Toda empresa é feita por pessoas.
• Algumas têm máquinas, processos – todas têm pessoas.
• Existem pessoas sem empresas, mas não existem empresas sem
pessoas.
PESSOAS COMO PESSOAS E COMO
RECURSOS
Personalidade e
individualidade,
valores, atitudes,
motivações e
objetivos pessoais
Tratamento
pela media,
igual e
genérico
Fatores que influenciam o
comportamento humano
Fatores internos Fatores externos
•Personalidade
•Aprendizagem
•Motivação
•Percepção
•Valores
•Ambiente organizacional
•Regras e regulamentos
•Cultura
•Políticas
•Métodos e processos
•Recompensas e punições
•Grau de confiança.
A pessoa
na
organizaç
ão
Comporta
mento
da pessoa
dentro
da
organizaçã
o
PERCEPÇÃO
Envolve o conhecimento e a interpretação dos objetos, das situações,
dos símbolos e das pessoas de acordo com experiências anteriores.
• Este processo diferem de indivíduos para indivíduo, dependendo dos
critérios que cada um utiliza para selecionar os estímulos.
• No entanto este processo está sujeito a limitações tais como:
ESTEREÓTIPOS e SELETIVA
LIMITAÇÕES DA
PERCEPÇÃO
ESTEREÓTIPOS: Julgamentos feitos sobre pessoas com base no fato
de elas pertencerem a determinado grupo étnico.
SELETIVA: Não percebem tudo o que ocorre ao seu redor, mas apenas
aquelas partes do ambiente que lhes são relevantes.
A percepção significa a maneira pela qual cada pessoa recebe
informação a respeito do seu mundo ao redor. Está intimamente
relacionada com a cognição:
COGNIÇÃO
• Constitui o filtro pessoal por meio do qual cada pessoa vê a si mesma e
sente e percebe o mundo que a circunda. É a tomada de conhecimento
que estabelece a crença e opinião pessoal a respeito de si ou do
mundo exterior.
• O estudo dos elementos cognitivos podem estar relacionados de três
maneiras: Relação Dissonante, Relação Consoante e Relação
Irrelevante.
TEORIA
• Segundo Leon Festinger e o estudo sobre dissonância cognitiva conclui-se que o
comportamento das pessoas esta baseado em suas percepções pessoais e subjetivas
do que em fatos objetivos e concretos que existem na realidade.
• 1. O homem é um ser transacional – ou seja a vida humana é uma contínua interação com o mundo ao
redor e que as informações obtidas do meio que são consonantes com suas cognições servem para
reforçar e consolidar as suas crenças e convicções pessoais a respeito da realidade externa;
• 2. O homem tem um comportamento dirigido por objetivos – significa que a vida para as pessoas é
uma contínua luta pelo alcance de objetivos pessoais. A motivação humana é fonte inesgotável de
energia que direciona o comportamento das pessoas.
• 3. O homem é um modelo de sistema aberto – o homem é interdependente do meio físico e social e
está ativamente envolvido em transações com o seu ambiente à medida que persegue seus objetivos.
Com isto ele tem que desenvolver continuamente as suas capacidades mentais – pensar, raciocinar,
decidir, etc – adquirindo informações e crenças que lhe permitam conhecer melhor os objetos, pessoas,
ou situações em seu meio para poder enfrentá-los.
ATITUDES
CONCEITOS:
1.São determinantes do comportamento, pois estão relacionadas
com percepção, personalidade, aprendizagem e motivação.
2.É um estado mental de prontidão, organizado pela experiência,
que exerce influência específica a resposta às pessoas, aos
objetos e às situações com as quais uma pessoa se relaciona.
PERSONALIDADE
 CONCEITO- É um conjunto relativamente estável de
características individuais e de temperamento, formado por
herança e por fatores sociais, culturais e ambientais.
 Esse conjunto de variáveis determina os traços comuns e as
diferenças no comportamento do indivíduo.
 Fatores como hereditariedade, cultural, classe social, relação
familiar, entre outros interferem diretamente na formação da
personalidade do indivíduo.
APRENDIZAGEM
 CONCEITO- É o processo pelo qual se obtém uma mudança de
comportamento relativamente estável resultante da prática, seja por
experiências obtidas seja por treinamento formal dentro das
organizações.
 Esta mudança tem caráter mais ou menos permanente.
 Podemos dizer que a aprendizagem é um processo de condicionamento
da conduta.
Competência e comprometimento
• O sucesso de uma empresa é o resultado do trabalho em equipe, do
comprometimento e adesão a uma meta e a um modelo.
• É preciso dar ênfase as competências, mas para aumentar o capital
intelectual- o comprometimento é fundamental.
• De acordo com Fleury e Fleury (2000), competências organizacionais,
ou essenciais, é um portfólio de recursos físico, financeiro, intangível,
organizacional e recursos humanos. E diz que é esse portfólio que cria
as grandes vantagens competitivas dentro da empresa.
Aspectos relacionados a competência e
comprometimento
• Desenvolvimento de conceitos, habilidades e atitudes;
• Capacitação de pessoas;
• Capacidade de mobilizar recursos;
• Articulação, mobilização;
• Busca de melhores desempenhos, resultados;
• Questionamento constante;
• Autodesenvolvimento continuo;
• Interação, relacionamento interpessoal.
O papel da Gestão e do Gestor de
pessoas.
O PAPEL DA GESTÃO E DO
GESTOR DE PESSOAS.
• Conhecer a importância do papel exercido pelo gestor/ líder no
desenvolvimento e no acompanhamento da equipe.
MUDANÇA DE PAPEL DE
RH
DE PARA
Operacional / Administrativo Estratégico / Consultivo
Preservação Mudança
Procedimentos Resultados
Administração de Pessoal Administração de Talentos
PODER
“Poder é a possibilidade que alguém tem de
influir no comportamento e/ou na vida de
outrem"
Fonte: Max Weber
O poder é exercido pelas pessoas dentro de uma relação, como líder
exerce poder sobre os seus liderados.
ORIGENS DO PODER
• Legal- outorgado, decretado, pela lei (policial, guarda de transito).
• Funcional – função exercida, pelo cargo, papel social ou na
organização (presidente, gerente, pai ou mãe)
• Pessoal – carisma, vêm da atitude e das ações da pessoa( todas
as pessoas com capacidade de influenciar)
FUNÇÕES DE RH E
COMPETÊNCIAS
INTERPESSOAIS
LIDERANÇA:
• Liderança é a capacidade de exercer influência sobre outros
indivíduos; Assim a liderança é relacional, pois só existe líder quando
existem liderados; Têm que ter liderança em todos os níveis
hierárquico da empresa.
• "Liderança é exercício de autoridade e tomada de decisões". (Dubin)
• "Líder é o que consegue fazer com que os outros o sigam". (Cowley)
• "Liderança é o processo de influir nas atividades do grupo com vistas
ao estabelecimento e ao alcance de suas metas". (Stogdill)
LÍDER
• Chefe, dirigente ou guia de qualquer tipo de ação, empresa ou
ideal;
• Representante de um grupo, de uma corrente de opinião ou de
uma bancada parlamentar;
• Indivíduo ou clube que ocupa a primeira posição em qualquer
tipo de competição desportiva;
• Produto de consumo que mais vende dentro do seu tipo.
COMPORTAMENTO DO
LÍDER
• Atitude mental positiva;
• Propósitos bem definidos;
• Planejamento organizado;
• Auto motivação;
• Determinação;
• Conscientização.
CARACTERÍSTICAS DO
LÍDER
• Autenticidade- ser honesto e transparente nas ações;
• Percepção- perceber e confrontar com a realidade;
• Comunicação- Informar não é suficiente.
• Flexibilidade- capacidade de aprendizado.
• Empatia com firmeza- duro com os problemas e suave com pessoas.
• Resiliência - transformar problemas em desafios.
CARACTERÍSTICAS DO
LÍDER
• Tem visão e partilha a visão;
• Justiça e Honestidade;
• Um líder olha sempre para a frente e nunca para trás;
• Anuncia coisas novas;
• Elogiar e Repreender ;
• O líder contagia;
• Líder é aquele que atraca;
• Líder é aquele que comete erros e se responsabiliza por eles;
CHEFES X LÍDERES
• Chefiar é fazer com que as pessoas façam o que é preciso (X)
Liderar é fazer com que as pessoas queiram fazer o que é
preciso.
• O líder pertence à área das relações interpessoais (X) O chefe
pertence à área dos recursos organizacionais,
• Os líderes podem ocupar uma posição de chefia, mas nem todo
o chefe é um líder de verdade.
PAPEL DO LÍDER
• Ter objetividade nos seus propósitos;
• Ser imparcial e livre em seus julgamentos;
• Ter sempre algo para ensinar;
• Permite erros dos outros;
• Assume seus próprios erros;
• Nunca perde o foco de suas metas;
• Dedica tempo para conversar com cada um dos seus subordinados;
• Trata seus subordinados como gostaria de ser tratado.
UM LÍDER DENTRO DE UMA
ORGANIZAÇÃO DEVE
• Ter uma visão de organização;
• Ter um claro sentido de hierarquia;
• Conhecer os objetivos e metas da organização;
• Ser uma reflexão do que os seus seguidores devem ser;
• Ter a comunicação como uma grande chave;
• Transmitir de forma clara o conhecimento e a experiência técnica;
• Ser capaz de avaliar situações, pesar os prós e contras de cada decisão e procurar
ativamente uma solução;
• O líder sabe delegar (dar sentido de importância aos seus seguidores).
AÇÕES PARA ATUAR NA GESTÃO DE PESSOAS
• Desenvolvimento das competências;
• Coaching (liderança);
• Avaliação de desempenho entre outras.
COACHING- CONCEITOS
“Processo utilizado pela liderança quando se quer melhorar o
comportamento no trabalho ou perfil do colaborador”. (BROCATO,
2003).
Coaching é um processo estruturado e focado em ações, para ajudar a
pessoa progredir em direção às suas metas mais importantes,
conquistar seus objetivos e criar sua versão da vida ideal e carreira
ideal.
• A palavra Coaching significa “treinamento”, é um processo de
desenvolvimento de competências;
• Um processo de Coaching é conduzido por um profissional denominado
coach e o seu cliente é intitulado coachee.
COACHING
A essência do coaching é:
• Ajudar a pessoa a mudar na maneira que ela quer, ajudando-a a
caminhar na direção que ela quer ir.
• O coaching apoia a pessoa em todos os níveis do processo de tornar-se
quem ela quer ser e ser o melhor que ela pode.
• O coaching, mais do que ensinar, ajuda às pessoas a aprender.
• O coaching é uma parceria entre o coach e o cliente.
COACH
O termo coach representa o profissional que faz coaching, e sua função
é alinhar-se com as metas que o cliente quer atingir e colaborar para
que este se responsabilize em consegui-las.
 Ele orienta o cliente na expansão de suas crenças, de seu poder
interno, e o treina nos novos comportamentos e habilidades que o
apoiam na conquista de seus objetivos.
 Coach, pode ser um líder interno ou um consultor externo.
RESULTADOS
Aumento de
produtividade
Qualidade
Organização
Retenção dos executivos
Atendimento ao cliente
Redução de custos
Redução de conflitos
Trabalho em equipe
Relacionamento com pares
Satisfação no trabalho
Comprometimento com a
organização.
Boa Noite!
OBRIGADO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de Trabalho
Nyedson Barbosa
 
Fundamentos da Administração
Fundamentos da AdministraçãoFundamentos da Administração
Fundamentos da Administração
alemartins10
 
Trabalho Em Equipe
Trabalho Em EquipeTrabalho Em Equipe
Trabalho Em Equipe
aavbatista
 
Apresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresApresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valores
Mariana Rezende
 
ética e deontologia profissional (apresentação)
ética e deontologia profissional  (apresentação)ética e deontologia profissional  (apresentação)
ética e deontologia profissional (apresentação)
Sérgio Rocha
 

Mais procurados (20)

Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
O Papel Do Novo LíDer
O Papel Do Novo LíDerO Papel Do Novo LíDer
O Papel Do Novo LíDer
 
Etica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de TrabalhoEtica no Ambiente de Trabalho
Etica no Ambiente de Trabalho
 
Cultura Organizacional
Cultura OrganizacionalCultura Organizacional
Cultura Organizacional
 
Tomada de decisão
Tomada de decisãoTomada de decisão
Tomada de decisão
 
Relacionamento Interpessoal
Relacionamento Interpessoal Relacionamento Interpessoal
Relacionamento Interpessoal
 
Personalidade e Emoções
Personalidade e EmoçõesPersonalidade e Emoções
Personalidade e Emoções
 
Fundamentos da Administração
Fundamentos da AdministraçãoFundamentos da Administração
Fundamentos da Administração
 
Aula 1 Ética
Aula 1 ÉticaAula 1 Ética
Aula 1 Ética
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Motivação
MotivaçãoMotivação
Motivação
 
Behaviorismo
BehaviorismoBehaviorismo
Behaviorismo
 
Trabalho Em Equipe
Trabalho Em EquipeTrabalho Em Equipe
Trabalho Em Equipe
 
Apresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresApresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valores
 
ética e deontologia profissional (apresentação)
ética e deontologia profissional  (apresentação)ética e deontologia profissional  (apresentação)
ética e deontologia profissional (apresentação)
 
Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Missão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitosMissão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitos
 
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalhoMelhorando a comunicação no ambiente de trabalho
Melhorando a comunicação no ambiente de trabalho
 
éTica profissional
éTica profissionaléTica profissional
éTica profissional
 

Semelhante a Personalidade valores e atitudes

LiderançA[1]..
LiderançA[1]..LiderançA[1]..
LiderançA[1]..
nzucolotto
 
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Tania Montandon
 
Silid modelo de liderança
Silid modelo de liderançaSilid modelo de liderança
Silid modelo de liderança
profmariaduarte
 
Aula 1 Fundamentos E Conceitos
Aula 1 Fundamentos E ConceitosAula 1 Fundamentos E Conceitos
Aula 1 Fundamentos E Conceitos
Universidade
 
Liderança coaching e mentoring apresentação
Liderança coaching e mentoring   apresentaçãoLiderança coaching e mentoring   apresentação
Liderança coaching e mentoring apresentação
MBIANCHINI CONSULTING
 

Semelhante a Personalidade valores e atitudes (20)

comportamento mesoorganizacional
comportamento mesoorganizacionalcomportamento mesoorganizacional
comportamento mesoorganizacional
 
LiderançA[1]..
LiderançA[1]..LiderançA[1]..
LiderançA[1]..
 
Aula 4 comportamento mesoorganizacional
Aula 4   comportamento mesoorganizacionalAula 4   comportamento mesoorganizacional
Aula 4 comportamento mesoorganizacional
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de Liderança
 
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
Motivao Liderana Empreendedorismo 1202230573380806 3
 
Motivação, Liderança e Empreendedorismo
Motivação, Liderança e EmpreendedorismoMotivação, Liderança e Empreendedorismo
Motivação, Liderança e Empreendedorismo
 
Motivação Liderança Empreendedorismo
Motivação Liderança EmpreendedorismoMotivação Liderança Empreendedorismo
Motivação Liderança Empreendedorismo
 
Gestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de LiderançaGestão de equipes e sistema de Liderança
Gestão de equipes e sistema de Liderança
 
.10.10.intelig.emocional.
.10.10.intelig.emocional..10.10.intelig.emocional.
.10.10.intelig.emocional.
 
Oficina de lideranca diretores
Oficina de lideranca diretoresOficina de lideranca diretores
Oficina de lideranca diretores
 
Gestao de equipas
Gestao de equipasGestao de equipas
Gestao de equipas
 
Gestão Aplicada - LIDERANÇA
Gestão Aplicada - LIDERANÇAGestão Aplicada - LIDERANÇA
Gestão Aplicada - LIDERANÇA
 
Lideranca e motivacao - Conceitos e teorias
Lideranca e motivacao - Conceitos e teoriasLideranca e motivacao - Conceitos e teorias
Lideranca e motivacao - Conceitos e teorias
 
EXPRESS LIDER - LIDERANÇA
EXPRESS LIDER - LIDERANÇAEXPRESS LIDER - LIDERANÇA
EXPRESS LIDER - LIDERANÇA
 
Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
 
Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01Introdução a administração 2012_01
Introdução a administração 2012_01
 
Silid modelo de liderança
Silid modelo de liderançaSilid modelo de liderança
Silid modelo de liderança
 
Curso formação de líderes eficazes
Curso formação de líderes eficazesCurso formação de líderes eficazes
Curso formação de líderes eficazes
 
Aula 1 Fundamentos E Conceitos
Aula 1 Fundamentos E ConceitosAula 1 Fundamentos E Conceitos
Aula 1 Fundamentos E Conceitos
 
Liderança coaching e mentoring apresentação
Liderança coaching e mentoring   apresentaçãoLiderança coaching e mentoring   apresentação
Liderança coaching e mentoring apresentação
 

Mais de Alexandre Cavalcanti

Informática hospitalar-Carlos Souza
Informática hospitalar-Carlos SouzaInformática hospitalar-Carlos Souza
Informática hospitalar-Carlos Souza
Alexandre Cavalcanti
 
Linguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais Pompeu
Linguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais PompeuLinguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais Pompeu
Linguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais Pompeu
Alexandre Cavalcanti
 
5 estrategias empresariais Ramón Jr
5 estrategias empresariais Ramón Jr5 estrategias empresariais Ramón Jr
5 estrategias empresariais Ramón Jr
Alexandre Cavalcanti
 
Sistema financeiro nacional fmn bélem
Sistema financeiro nacional fmn bélemSistema financeiro nacional fmn bélem
Sistema financeiro nacional fmn bélem
Alexandre Cavalcanti
 

Mais de Alexandre Cavalcanti (20)

Atividade de apoio à prova da prof dalva.
Atividade de apoio à prova da prof dalva.Atividade de apoio à prova da prof dalva.
Atividade de apoio à prova da prof dalva.
 
Trabalho em equipe Rh
Trabalho em equipe RhTrabalho em equipe Rh
Trabalho em equipe Rh
 
Postura profissional
Postura profissionalPostura profissional
Postura profissional
 
Histórico de recursos humanos
Histórico de recursos humanosHistórico de recursos humanos
Histórico de recursos humanos
 
Desafios para gestão de Rh.
Desafios para gestão de Rh.Desafios para gestão de Rh.
Desafios para gestão de Rh.
 
Chefia e liderança
Chefia e liderançaChefia e liderança
Chefia e liderança
 
Trabalho em equipe.Karla Rh
Trabalho em equipe.Karla RhTrabalho em equipe.Karla Rh
Trabalho em equipe.Karla Rh
 
Informática hospitalar-Carlos Souza
Informática hospitalar-Carlos SouzaInformática hospitalar-Carlos Souza
Informática hospitalar-Carlos Souza
 
O texto não verbal thais pompeu2
O texto não verbal thais pompeu2O texto não verbal thais pompeu2
O texto não verbal thais pompeu2
 
Atividade 1- Thais Pompeu
Atividade 1- Thais PompeuAtividade 1- Thais Pompeu
Atividade 1- Thais Pompeu
 
Linguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais Pompeu
Linguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais PompeuLinguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais Pompeu
Linguagem e teoria da comunicação gestão.-Thais Pompeu
 
2 estrategia de_gestão - Ramón Jr.
2 estrategia de_gestão - Ramón Jr.2 estrategia de_gestão - Ramón Jr.
2 estrategia de_gestão - Ramón Jr.
 
1 analise conjuntural Ramón Jr
1 analise conjuntural Ramón Jr1 analise conjuntural Ramón Jr
1 analise conjuntural Ramón Jr
 
4 teorias motivacionais Ramónjr
4 teorias motivacionais Ramónjr4 teorias motivacionais Ramónjr
4 teorias motivacionais Ramónjr
 
5 estrategias empresariais Ramón Jr
5 estrategias empresariais Ramón Jr5 estrategias empresariais Ramón Jr
5 estrategias empresariais Ramón Jr
 
3 taylor e_fayol Ramón jr
3 taylor e_fayol Ramón jr3 taylor e_fayol Ramón jr
3 taylor e_fayol Ramón jr
 
Gestão financeira -Sílvio ronaldo doc8
Gestão financeira -Sílvio ronaldo doc8Gestão financeira -Sílvio ronaldo doc8
Gestão financeira -Sílvio ronaldo doc8
 
Sistema financeiro nacional fmn bélem
Sistema financeiro nacional fmn bélemSistema financeiro nacional fmn bélem
Sistema financeiro nacional fmn bélem
 
Historia do dinheiro_no_brasil-silvio ronaldo
Historia do dinheiro_no_brasil-silvio ronaldoHistoria do dinheiro_no_brasil-silvio ronaldo
Historia do dinheiro_no_brasil-silvio ronaldo
 
Historia do dinheiro_banco_central doc 3
Historia do dinheiro_banco_central doc 3Historia do dinheiro_banco_central doc 3
Historia do dinheiro_banco_central doc 3
 

Personalidade valores e atitudes

  • 3. PESSOAS E A ORGANIZAÇÃOo • Toda empresa é feita por pessoas. • Algumas têm máquinas, processos – todas têm pessoas. • Existem pessoas sem empresas, mas não existem empresas sem pessoas. PESSOAS COMO PESSOAS E COMO RECURSOS Personalidade e individualidade, valores, atitudes, motivações e objetivos pessoais Tratamento pela media, igual e genérico
  • 4. Fatores que influenciam o comportamento humano Fatores internos Fatores externos •Personalidade •Aprendizagem •Motivação •Percepção •Valores •Ambiente organizacional •Regras e regulamentos •Cultura •Políticas •Métodos e processos •Recompensas e punições •Grau de confiança. A pessoa na organizaç ão Comporta mento da pessoa dentro da organizaçã o
  • 5. PERCEPÇÃO Envolve o conhecimento e a interpretação dos objetos, das situações, dos símbolos e das pessoas de acordo com experiências anteriores. • Este processo diferem de indivíduos para indivíduo, dependendo dos critérios que cada um utiliza para selecionar os estímulos. • No entanto este processo está sujeito a limitações tais como: ESTEREÓTIPOS e SELETIVA
  • 6. LIMITAÇÕES DA PERCEPÇÃO ESTEREÓTIPOS: Julgamentos feitos sobre pessoas com base no fato de elas pertencerem a determinado grupo étnico. SELETIVA: Não percebem tudo o que ocorre ao seu redor, mas apenas aquelas partes do ambiente que lhes são relevantes. A percepção significa a maneira pela qual cada pessoa recebe informação a respeito do seu mundo ao redor. Está intimamente relacionada com a cognição:
  • 7. COGNIÇÃO • Constitui o filtro pessoal por meio do qual cada pessoa vê a si mesma e sente e percebe o mundo que a circunda. É a tomada de conhecimento que estabelece a crença e opinião pessoal a respeito de si ou do mundo exterior. • O estudo dos elementos cognitivos podem estar relacionados de três maneiras: Relação Dissonante, Relação Consoante e Relação Irrelevante.
  • 8. TEORIA • Segundo Leon Festinger e o estudo sobre dissonância cognitiva conclui-se que o comportamento das pessoas esta baseado em suas percepções pessoais e subjetivas do que em fatos objetivos e concretos que existem na realidade. • 1. O homem é um ser transacional – ou seja a vida humana é uma contínua interação com o mundo ao redor e que as informações obtidas do meio que são consonantes com suas cognições servem para reforçar e consolidar as suas crenças e convicções pessoais a respeito da realidade externa; • 2. O homem tem um comportamento dirigido por objetivos – significa que a vida para as pessoas é uma contínua luta pelo alcance de objetivos pessoais. A motivação humana é fonte inesgotável de energia que direciona o comportamento das pessoas. • 3. O homem é um modelo de sistema aberto – o homem é interdependente do meio físico e social e está ativamente envolvido em transações com o seu ambiente à medida que persegue seus objetivos. Com isto ele tem que desenvolver continuamente as suas capacidades mentais – pensar, raciocinar, decidir, etc – adquirindo informações e crenças que lhe permitam conhecer melhor os objetos, pessoas, ou situações em seu meio para poder enfrentá-los.
  • 9. ATITUDES CONCEITOS: 1.São determinantes do comportamento, pois estão relacionadas com percepção, personalidade, aprendizagem e motivação. 2.É um estado mental de prontidão, organizado pela experiência, que exerce influência específica a resposta às pessoas, aos objetos e às situações com as quais uma pessoa se relaciona.
  • 10. PERSONALIDADE  CONCEITO- É um conjunto relativamente estável de características individuais e de temperamento, formado por herança e por fatores sociais, culturais e ambientais.  Esse conjunto de variáveis determina os traços comuns e as diferenças no comportamento do indivíduo.  Fatores como hereditariedade, cultural, classe social, relação familiar, entre outros interferem diretamente na formação da personalidade do indivíduo.
  • 11. APRENDIZAGEM  CONCEITO- É o processo pelo qual se obtém uma mudança de comportamento relativamente estável resultante da prática, seja por experiências obtidas seja por treinamento formal dentro das organizações.  Esta mudança tem caráter mais ou menos permanente.  Podemos dizer que a aprendizagem é um processo de condicionamento da conduta.
  • 12. Competência e comprometimento • O sucesso de uma empresa é o resultado do trabalho em equipe, do comprometimento e adesão a uma meta e a um modelo. • É preciso dar ênfase as competências, mas para aumentar o capital intelectual- o comprometimento é fundamental. • De acordo com Fleury e Fleury (2000), competências organizacionais, ou essenciais, é um portfólio de recursos físico, financeiro, intangível, organizacional e recursos humanos. E diz que é esse portfólio que cria as grandes vantagens competitivas dentro da empresa.
  • 13. Aspectos relacionados a competência e comprometimento • Desenvolvimento de conceitos, habilidades e atitudes; • Capacitação de pessoas; • Capacidade de mobilizar recursos; • Articulação, mobilização; • Busca de melhores desempenhos, resultados; • Questionamento constante; • Autodesenvolvimento continuo; • Interação, relacionamento interpessoal.
  • 14. O papel da Gestão e do Gestor de pessoas.
  • 15. O PAPEL DA GESTÃO E DO GESTOR DE PESSOAS. • Conhecer a importância do papel exercido pelo gestor/ líder no desenvolvimento e no acompanhamento da equipe.
  • 16. MUDANÇA DE PAPEL DE RH DE PARA Operacional / Administrativo Estratégico / Consultivo Preservação Mudança Procedimentos Resultados Administração de Pessoal Administração de Talentos
  • 17. PODER “Poder é a possibilidade que alguém tem de influir no comportamento e/ou na vida de outrem" Fonte: Max Weber O poder é exercido pelas pessoas dentro de uma relação, como líder exerce poder sobre os seus liderados.
  • 18. ORIGENS DO PODER • Legal- outorgado, decretado, pela lei (policial, guarda de transito). • Funcional – função exercida, pelo cargo, papel social ou na organização (presidente, gerente, pai ou mãe) • Pessoal – carisma, vêm da atitude e das ações da pessoa( todas as pessoas com capacidade de influenciar)
  • 19. FUNÇÕES DE RH E COMPETÊNCIAS INTERPESSOAIS LIDERANÇA: • Liderança é a capacidade de exercer influência sobre outros indivíduos; Assim a liderança é relacional, pois só existe líder quando existem liderados; Têm que ter liderança em todos os níveis hierárquico da empresa. • "Liderança é exercício de autoridade e tomada de decisões". (Dubin) • "Líder é o que consegue fazer com que os outros o sigam". (Cowley) • "Liderança é o processo de influir nas atividades do grupo com vistas ao estabelecimento e ao alcance de suas metas". (Stogdill)
  • 20. LÍDER • Chefe, dirigente ou guia de qualquer tipo de ação, empresa ou ideal; • Representante de um grupo, de uma corrente de opinião ou de uma bancada parlamentar; • Indivíduo ou clube que ocupa a primeira posição em qualquer tipo de competição desportiva; • Produto de consumo que mais vende dentro do seu tipo.
  • 21. COMPORTAMENTO DO LÍDER • Atitude mental positiva; • Propósitos bem definidos; • Planejamento organizado; • Auto motivação; • Determinação; • Conscientização.
  • 22. CARACTERÍSTICAS DO LÍDER • Autenticidade- ser honesto e transparente nas ações; • Percepção- perceber e confrontar com a realidade; • Comunicação- Informar não é suficiente. • Flexibilidade- capacidade de aprendizado. • Empatia com firmeza- duro com os problemas e suave com pessoas. • Resiliência - transformar problemas em desafios.
  • 23. CARACTERÍSTICAS DO LÍDER • Tem visão e partilha a visão; • Justiça e Honestidade; • Um líder olha sempre para a frente e nunca para trás; • Anuncia coisas novas; • Elogiar e Repreender ; • O líder contagia; • Líder é aquele que atraca; • Líder é aquele que comete erros e se responsabiliza por eles;
  • 24. CHEFES X LÍDERES • Chefiar é fazer com que as pessoas façam o que é preciso (X) Liderar é fazer com que as pessoas queiram fazer o que é preciso. • O líder pertence à área das relações interpessoais (X) O chefe pertence à área dos recursos organizacionais, • Os líderes podem ocupar uma posição de chefia, mas nem todo o chefe é um líder de verdade.
  • 25. PAPEL DO LÍDER • Ter objetividade nos seus propósitos; • Ser imparcial e livre em seus julgamentos; • Ter sempre algo para ensinar; • Permite erros dos outros; • Assume seus próprios erros; • Nunca perde o foco de suas metas; • Dedica tempo para conversar com cada um dos seus subordinados; • Trata seus subordinados como gostaria de ser tratado.
  • 26. UM LÍDER DENTRO DE UMA ORGANIZAÇÃO DEVE • Ter uma visão de organização; • Ter um claro sentido de hierarquia; • Conhecer os objetivos e metas da organização; • Ser uma reflexão do que os seus seguidores devem ser; • Ter a comunicação como uma grande chave; • Transmitir de forma clara o conhecimento e a experiência técnica; • Ser capaz de avaliar situações, pesar os prós e contras de cada decisão e procurar ativamente uma solução; • O líder sabe delegar (dar sentido de importância aos seus seguidores).
  • 27. AÇÕES PARA ATUAR NA GESTÃO DE PESSOAS • Desenvolvimento das competências; • Coaching (liderança); • Avaliação de desempenho entre outras.
  • 28. COACHING- CONCEITOS “Processo utilizado pela liderança quando se quer melhorar o comportamento no trabalho ou perfil do colaborador”. (BROCATO, 2003). Coaching é um processo estruturado e focado em ações, para ajudar a pessoa progredir em direção às suas metas mais importantes, conquistar seus objetivos e criar sua versão da vida ideal e carreira ideal. • A palavra Coaching significa “treinamento”, é um processo de desenvolvimento de competências; • Um processo de Coaching é conduzido por um profissional denominado coach e o seu cliente é intitulado coachee.
  • 29. COACHING A essência do coaching é: • Ajudar a pessoa a mudar na maneira que ela quer, ajudando-a a caminhar na direção que ela quer ir. • O coaching apoia a pessoa em todos os níveis do processo de tornar-se quem ela quer ser e ser o melhor que ela pode. • O coaching, mais do que ensinar, ajuda às pessoas a aprender. • O coaching é uma parceria entre o coach e o cliente.
  • 30. COACH O termo coach representa o profissional que faz coaching, e sua função é alinhar-se com as metas que o cliente quer atingir e colaborar para que este se responsabilize em consegui-las.  Ele orienta o cliente na expansão de suas crenças, de seu poder interno, e o treina nos novos comportamentos e habilidades que o apoiam na conquista de seus objetivos.  Coach, pode ser um líder interno ou um consultor externo.
  • 31. RESULTADOS Aumento de produtividade Qualidade Organização Retenção dos executivos Atendimento ao cliente Redução de custos Redução de conflitos Trabalho em equipe Relacionamento com pares Satisfação no trabalho Comprometimento com a organização. Boa Noite! OBRIGADO!