Experiência do usuário na Web Alexandre Formagio
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem é Alexandre Formagio?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Informações importantes <ul><li>Não se preocupem em anotar, estes slides estarão na...
Experiência do usuário na Web Mas o que é isso afinal?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Primeiro lugar, a culpa é nossa... vamos  admitir os erros?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Como são planejados os sites?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Mas como eles são usados?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Opa, mas o que fazer então? <ul><li>Acessibilidade; </li></ul><ul><li>Arquitetura d...
Acessibilidade Trabalhando com sites acessíveis e inclusivos
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que é Acessibilidade? Acessibilidade serve para criar sites que possam ser usados...
 
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem precisa de Acessibilidade?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que é Acessibilidade? Agora que você já sabe quem precisa de Acessibilidade, vamo...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Como funciona a Acessibilidade? <ul><li>A Acessibilidade trabalha com 3 níveis de p...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de má Acessibilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de boa Acessibilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de boa Acessibilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Governo e a Acessibilidade DECRETO Nº 5.296 de 2 de Dezembro De 2004 “Art. 47.  No ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Melhorando a Acessibilidade <ul><li>Conhecer as necessidade especiais;  </li></ul><...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Testar a Acessibilidade? <ul><li>Testando com pessoas deficientes, em diversos nave...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Testar a Acessibilidade? <ul><li>Validar CSS e XHTML em sites especializados neste ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Google e a Acessibilidade Sabe quem é o maior cego na Web? Se você cria um site ace...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Google e a Acessibilidade Mesmo o  Google  sendo o maior cego, ele não é 100% acess...
Arquitetura da Informação Ajudando o usuário a chegar aos seus objetivos
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que é Arquitetura da Informação? A  Arquitetura da Informação  organiza os sistem...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Arquitetura da Informação Vejamos alguns exemplos de Arquitetura da Informação na n...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Organização de mapas
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Organização de bibliotecas
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Arquiteto da Informação A maioria dos Arquitetos da Informação vem do estudo de  bi...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que é Arquitetura da Informação? <ul><li>Fluxo de navegação fácil e lógico; </li>...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Erros de Arquitetura da Informação <ul><li>Resultados de busca mal organizados; </l...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de Arquitetura da Informação <ul><li>Veremos a seguir dois exemplos de ref...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos - Tecnisa Nova interface do site da empresa  Tecnisa , mais clean e consid...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos - Tecnisa <ul><li>Aumento de  96%  de visitas em 2007; </li></ul><ul><li>A...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos - Sky Após a reformulação recente, a taxa de conversão de vendas de  0,2% ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de Arquitetura da Informação Veremos a seguir alguns exemplos do que o Arq...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Wireframes
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Mapa do Site
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Card-Sorting
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Conferir métricas
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Conferir métricas
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Melhorando a Arquitetura da Informação É importante descobrir quais os pontos mais ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Melhorando a Arquitetura da Informação <ul><li>Criar formulários fáceis e acessívei...
Notícia principal em destaque (E que notícia!) Busca visível E-mail  visível SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exempl...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de Arquitetura da Informação Você deve conhecer um dos estudos relacionado...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de Arquitetura da Informação Como você classificaria a imagem abaixo?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de Arquitetura da Informação
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Exemplos de Arquitetura da Informação Folksonomia nada mais é do que a classificaçã...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Melhorando a Arquitetura da Informação “ Se o consumidor não consegue encontrar o p...
Usabilidade Facilitando a vida do usuário
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que é Usabilidade? Usabilidade  é sinônimo de facilidade de uso, ou seja, se é fá...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que é Usabilidade? Usabilidade vem do estudo de Ergonomia, que busca criar que ob...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Princípios da Usabilidade <ul><li>Ser fácil de aprender; </li></ul><ul><li>Ser efic...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Princípios da Usabilidade <ul><li>É essencial uma boa usabilidade porque, diferente...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Onde está o botão ou link de  download  na página a seguir? ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Conseguiu achar facilmente?  Foi intuitivo?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Qual é mais fácil fazer o download? Este...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Ou este abaixo?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Onde posso criar um cadastro no site a seguir? Você consegue...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Bom, vamos clicar em  “ Meu cadastro ”  e ver o que acontece.
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Alguém conseguiu ver onde é possível se cadastrar? Não? Nem ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafio de Usabilidade Como resolver isto? Fácil...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Efeito Las Vegas Como se concentrar com tanta informação?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Boa Usabilidade Links evidentes Resultados visíveis Busca fácil e intuitiva Você sa...
 
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Melhorando a Usabilidade <ul><li>Conhecendo os usuários e como eles usam o site; </...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Teste de Usabilidade Veja um pequeno teste de Usabilidade em um “dispositivo móvel”.
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Teste de Usabilidade Que tal fazemos um pequeno teste em um site? Quem se candidata?
Experiência do Usuário Este é o próximo desafio
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Second Life
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Nintendo Wii
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  IPhone X
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Cirque Du Soleil e Blue Man Group
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Caixa Econômica
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Caixa Econômica
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Caixa Econômica
Conhecendo o usuário Saiba como as pessoas utilizam a web hoje
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Conhecendo o Usuário <ul><li>Texto chamam mais atenção do que gráficos; </li></ul><...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Conhecendo o Usuário <ul><li>Gostam de números como numerais e não escrito; </li></...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Conhecendo o Usuário <ul><li>Grandes blocos de texto são ignorados; </li></ul><ul><...
Mitos do foco no usuário Conheça as verdades e mentiras desta tendência
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Mitos do foco no usuário <ul><li>Site fácil de usar e acessível, não é sinônimo de ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Mitos do foco no usuário <ul><li>Nós achamos que sabemos o que é bom para nosso usu...
O que devemos fazer? O que fazer para obter melhores resultados
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? <ul><li>Trabalhar com padrões web, mas por que?  </li></ul><ul...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? <ul><li>Começar a entender REALMENTE seu cliente, seu mercado,...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Trabalhar com a simplicidade, objetividade e facilidade sempre...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Google em 1998 Quer exemplos de que isto dá certo?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Google em 2007
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Altavista em 1998
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Altavista em 2001
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Altavista em 2007
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Criar diferenciais competitivos, não adianta ser mais um no me...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  O que devemos fazer? Trabalhar sempre focado no usuário (Vale ressaltar!).
Quem ganha com o foco no usuário? Por que ter este trabalho todo?
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem ganha com o foco no usuário? Nós que somos usuários, que alcançamos nossos obj...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem ganha com o foco no usuário? Você desenvolvedor, que cria projetos bons e será...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem ganha com o foco no usuário? Sua empresa, que será reconhecida por criar proje...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem ganha com o foco no usuário? O cliente, que terá retorno de várias formas, com...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Quem ganha com o foco no usuário? Ou seja, todos nós ganhamos quando trabalhamos fo...
Desafios para o futuro O que devemos esperar e buscar
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafios para o futuro <ul><li>Criar soluções agradáveis que sejam fáceis de usar; ...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafios para o futuro <ul><li>Criar conteúdo realmente relevante, de preferência c...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Desafios para o futuro <ul><li>Criar experiências ricas, apenas ler não satisfaz ma...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  A internet mudou e você? <ul><li>As pessoas têm pouco tempo; </li></ul><ul><li>A In...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  A internet tem que mudar? Sim,  97%  dos sites atuais no mundo todo,  não são acess...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Reflexão <ul><li>O que você pode fazer pelo usuário? </li></ul><ul><li>Como criar e...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Referências Design de Interação : Além da Interação Homem-Computador Jennifer Preec...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Referências Projetando websites com Usabilidade Jakob Nielsen e Hoa Loranger Design...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Referências Não me faça pensar Steve Krug Webwriting Bruno Rodrigues Usabilidade na...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio  Referências Usabilidoido:  www.usabilidoido.com.br Luiz Agner:  www.agner.com.br  C...
SEMINF - CEFET-RR  Alexandre Formagio
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Experiência do Usuário - CEFET - RR

3.466 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada na CEFET de Roraima a respeito da Experiência do usuário na web. Abordando os temas de usabilidade, arquitetura da informação, usabilidade e experiências ricas na internet.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Experiência do Usuário - CEFET - RR

  1. 1. Experiência do usuário na Web Alexandre Formagio
  2. 2. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem é Alexandre Formagio?
  3. 3. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Informações importantes <ul><li>Não se preocupem em anotar, estes slides estarão na segunda-feira no SlideShare e no meu blog; </li></ul><ul><li>Fiquem a vontade para perguntar quando surgirem dúvidas. </li></ul>
  4. 4. Experiência do usuário na Web Mas o que é isso afinal?
  5. 5. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Primeiro lugar, a culpa é nossa... vamos admitir os erros?
  6. 6. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Como são planejados os sites?
  7. 7. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Mas como eles são usados?
  8. 8. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Opa, mas o que fazer então? <ul><li>Acessibilidade; </li></ul><ul><li>Arquitetura da Informação; </li></ul><ul><li>Usabilidade; </li></ul><ul><li>Experiência do usuário. </li></ul>Vamos discutir e aprender mais sobre foco no usuário, abordando os seguintes assuntos:
  9. 9. Acessibilidade Trabalhando com sites acessíveis e inclusivos
  10. 10. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que é Acessibilidade? Acessibilidade serve para criar sites que possam ser usados por qualquer pessoa, inclusive com algum tipo de deficiência, palms, celulares, navegadores diversos e etc.
  11. 12. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem precisa de Acessibilidade?
  12. 13. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que é Acessibilidade? Agora que você já sabe quem precisa de Acessibilidade, vamos imaginar o mundo ao contrário?
  13. 14. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Como funciona a Acessibilidade? <ul><li>A Acessibilidade trabalha com 3 níveis de prioridades: </li></ul><ul><li>Prioridade 1 – Requisitos mínimos de acesso; </li></ul><ul><li>Prioridade 2 – Requisitos recomendados; </li></ul><ul><li>Prioridade 3 – Requisitos para acesso sem dificuldades; </li></ul>
  14. 15. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de má Acessibilidade
  15. 16. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de boa Acessibilidade
  16. 17. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de boa Acessibilidade
  17. 18. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Governo e a Acessibilidade DECRETO Nº 5.296 de 2 de Dezembro De 2004 “Art. 47.  No prazo de até doze meses a contar da data de publicação deste Decreto, será obrigatória a acessibilidade nos portais e sítios eletrônicos da administração pública na rede mundial de computadores (internet), para o uso das pessoas portadoras de deficiência visual , garantindo-lhes o pleno acesso às informações disponíveis.“
  18. 19. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Melhorando a Acessibilidade <ul><li>Conhecer as necessidade especiais; </li></ul><ul><li>Seguindo os padrões web e diretrizes da WCAG; </li></ul><ul><li>Testando em situações reais; </li></ul>
  19. 20. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Testar a Acessibilidade? <ul><li>Testando com pessoas deficientes, em diversos navegadores, em palm’s, conexões lentas e etc. </li></ul>
  20. 21. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Testar a Acessibilidade? <ul><li>Validar CSS e XHTML em sites especializados neste ramo, alguns exemplos: </li></ul>
  21. 22. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Google e a Acessibilidade Sabe quem é o maior cego na Web? Se você cria um site acessível, você ajuda o Google ao posicionar o seu site.
  22. 23. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Google e a Acessibilidade Mesmo o Google sendo o maior cego, ele não é 100% acessível, ele pode ser considerado razoavelmente acessível segundo Lêda Lucia Spelta do Acesso digital .
  23. 24. Arquitetura da Informação Ajudando o usuário a chegar aos seus objetivos
  24. 25. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que é Arquitetura da Informação? A Arquitetura da Informação organiza os sistemas de informação, para que as pessoas possam encontrar de forma fácil o que desejam e não se percam pelo site.
  25. 26. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Arquitetura da Informação Vejamos alguns exemplos de Arquitetura da Informação na nossa vida.
  26. 27. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Organização de mapas
  27. 28. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Organização de bibliotecas
  28. 29. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Arquiteto da Informação A maioria dos Arquitetos da Informação vem do estudo de biblioteconomia , que vem do estudo de como catalogar e administrar informações, como por exemplo, em bibliotecas de forma a auxiliar a vida das pessoas.
  29. 30. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que é Arquitetura da Informação? <ul><li>Fluxo de navegação fácil e lógico; </li></ul><ul><li>Disposição dos elementos na melhor forma possível; </li></ul><ul><li>Pontos importantes visíveis e destacados; </li></ul><ul><li>Nomes de seções, campos de formulário e etc, devem ser intuitivas para qualquer pessoa; </li></ul><ul><li>Texto direto, fácil e na linguagem do usuário. </li></ul>
  30. 31. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Erros de Arquitetura da Informação <ul><li>Resultados de busca mal organizados; </li></ul><ul><li>Nomes confusos (campos, seções); </li></ul><ul><li>Página desorganizada; </li></ul><ul><li>Performance lenta; </li></ul><ul><li>Navegação inconsistente. </li></ul>
  31. 32. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação <ul><li>Veremos a seguir dois exemplos de reformulação de Arquitetura da Informação: </li></ul><ul><li>Tecnisa; </li></ul><ul><li>Sky e-commerce. </li></ul>
  32. 33. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos - Tecnisa Nova interface do site da empresa Tecnisa , mais clean e consideravelmente mais organizado. Quer saber os resultados?
  33. 34. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos - Tecnisa <ul><li>Aumento de 96% de visitas em 2007; </li></ul><ul><li>Aumento de 81% em vendas; </li></ul><ul><li>Aumento de 29% de taxa de conversão visita/chat; </li></ul><ul><li>Aumento de 50% de taxa de conversão visita/cadastro </li></ul>
  34. 35. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos - Sky Após a reformulação recente, a taxa de conversão de vendas de 0,2% para 50% em 4 meses
  35. 36. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação Veremos a seguir alguns exemplos do que o Arquiteto da Informação, é responsável em um projeto.
  36. 37. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Wireframes
  37. 38. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Mapa do Site
  38. 39. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Card-Sorting
  39. 40. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Conferir métricas
  40. 41. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Conferir métricas
  41. 42. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Melhorando a Arquitetura da Informação É importante descobrir quais os pontos mais importantes da página e trabalhar em cima deles. Para isso existe o método “Eye-tracking”
  42. 43. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio
  43. 44. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Melhorando a Arquitetura da Informação <ul><li>Criar formulários fáceis e acessíveis; </li></ul><ul><li>Elementos importantes devem estar destacados e bem posicionados; </li></ul><ul><li>Buscas eficientes, trazendo o que o usuário quer; </li></ul><ul><li>Poucos cliques para chegar ao conteúdo; </li></ul><ul><li>Evitar erros de fluxo na navegação. </li></ul>
  44. 45. Notícia principal em destaque (E que notícia!) Busca visível E-mail visível SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação
  45. 46. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação Você deve conhecer um dos estudos relacionados a Arquitetura da Informação mais conhecido hoje, a Folksonomia... Não sabe o que é isso?
  46. 47. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação Como você classificaria a imagem abaixo?
  47. 48. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação
  48. 49. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Exemplos de Arquitetura da Informação Folksonomia nada mais é do que a classificação de informações pelos próprios usuários. Exemplo: Flickr , del.icio.us e YoutTube
  49. 50. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Melhorando a Arquitetura da Informação “ Se o consumidor não consegue encontrar o produto, ele não poderá comprá-lo” Jakob Nielsen (2003)
  50. 51. Usabilidade Facilitando a vida do usuário
  51. 52. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que é Usabilidade? Usabilidade é sinônimo de facilidade de uso, ou seja, se é fácil de usar, o usuário aprende rápido a usar, memoriza as operações, comete menos erros e chega aos seus objetivos.
  52. 53. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que é Usabilidade? Usabilidade vem do estudo de Ergonomia, que busca criar que objetos, sistemas e etc sejam fáceis de serem utilizados. Por exemplo:
  53. 54. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Princípios da Usabilidade <ul><li>Ser fácil de aprender; </li></ul><ul><li>Ser eficiente na utilização; </li></ul><ul><li>Ser fácil de ser recordado; </li></ul><ul><li>Ter poucos erros; </li></ul><ul><li>Ser agradável. Jakob Nielsen (2003) </li></ul>
  54. 55. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Princípios da Usabilidade <ul><li>É essencial uma boa usabilidade porque, diferente da TV, na web o usuário tem um comportamento ativo e interage com o site; </li></ul><ul><li>O usuário nunca erra, quem erra é quem projetou o site e não pensou nas prováveis situações de uso e nos possíveis erros dos usuários; </li></ul>
  55. 56. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Onde está o botão ou link de download na página a seguir? Você consegue encontrá-lo em menos de 5 segundos ?
  56. 57. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade
  57. 58. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Conseguiu achar facilmente? Foi intuitivo?
  58. 59. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade
  59. 60. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Qual é mais fácil fazer o download? Este...
  60. 61. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Ou este abaixo?
  61. 62. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Onde posso criar um cadastro no site a seguir? Você consegue encontrá-lo em menos de 10 segundos ?
  62. 63. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade
  63. 64. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Bom, vamos clicar em “ Meu cadastro ” e ver o que acontece.
  64. 65. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade
  65. 66. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade
  66. 67. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Alguém conseguiu ver onde é possível se cadastrar? Não? Nem eu!
  67. 68. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafio de Usabilidade Como resolver isto? Fácil...
  68. 69. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Efeito Las Vegas Como se concentrar com tanta informação?
  69. 70. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Boa Usabilidade Links evidentes Resultados visíveis Busca fácil e intuitiva Você sabe onde está
  70. 72. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Melhorando a Usabilidade <ul><li>Conhecendo os usuários e como eles usam o site; </li></ul><ul><li>Dando prioridade a estas pessoas ao invés das tecnologias; </li></ul><ul><li>Seguindo os estudos e pesquisadores; </li></ul><ul><li>Testando em situações reais; </li></ul>
  71. 73. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Teste de Usabilidade Veja um pequeno teste de Usabilidade em um “dispositivo móvel”.
  72. 74. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Teste de Usabilidade Que tal fazemos um pequeno teste em um site? Quem se candidata?
  73. 75. Experiência do Usuário Este é o próximo desafio
  74. 76. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Second Life
  75. 77. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Nintendo Wii
  76. 78. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio IPhone X
  77. 79. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Cirque Du Soleil e Blue Man Group
  78. 80. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Caixa Econômica
  79. 81. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Caixa Econômica
  80. 82. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Caixa Econômica
  81. 83. Conhecendo o usuário Saiba como as pessoas utilizam a web hoje
  82. 84. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Conhecendo o Usuário <ul><li>Texto chamam mais atenção do que gráficos; </li></ul><ul><li>Olhos começam a olhar do canto esquerdo (Triangulo visual); </li></ul><ul><li>Usuário olham o site como um “F”; </li></ul><ul><li>Leitores ignoram banners; </li></ul><ul><li>Fontes sofisticadas remetem a publicidade e muitas vezes são ignoradas. </li></ul>
  83. 85. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Conhecendo o Usuário <ul><li>Gostam de números como numerais e não escrito; </li></ul><ul><li>Tamanho de fonte influencia no comportamento do usuário (Pequena ele lê, grande ele “scaneia”); </li></ul><ul><li>As pessoas só dão uma leve olhada na parte baixa do site; </li></ul><ul><li>Listas fazem sucesso (isto é um exemplo de lista); </li></ul><ul><li>Menus no topo são melhores; </li></ul>
  84. 86. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Conhecendo o Usuário <ul><li>Grandes blocos de texto são ignorados; </li></ul><ul><li>Imagens extremamente elaboradas não chamam tanta a atenção como foto de pessoas comuns por exemplo; </li></ul><ul><li>Propaganda próximas ao melhor conteúdo da página chamam mais a atenção; </li></ul><ul><li>Usuários adoram manchetes. </li></ul>
  85. 87. Mitos do foco no usuário Conheça as verdades e mentiras desta tendência
  86. 88. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Mitos do foco no usuário <ul><li>Site fácil de usar e acessível, não é sinônimo de interfaces extremamente limpas; </li></ul><ul><li>Acessibilidade não é cara, muito menos demorada e complexa para ser aplicada; </li></ul><ul><li>Acessibilidade NÃO é apenas para pessoas com deficiência visual; </li></ul><ul><li>Não são poucos os usuários beneficiados pela Acessibilidade; </li></ul>
  87. 89. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Mitos do foco no usuário <ul><li>Nós achamos que sabemos o que é bom para nosso usuário (Isto serve para o desenvolvedor e para o cliente), mas definitivamente não sabemos; </li></ul><ul><li>Usabilidade e Arquitetura da Informação não são baratos, mas trazem retorno. </li></ul><ul><li>Todos os projetos necessitam focar no usuário, independente do tamanho do projeto. </li></ul>
  88. 90. O que devemos fazer? O que fazer para obter melhores resultados
  89. 91. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? <ul><li>Trabalhar com padrões web, mas por que? </li></ul><ul><li>Fácil manutenção de código; </li></ul><ul><li>Redução de até 50% de código e peso dos arquivos; </li></ul><ul><li>Sites acessíveis para dispositivos móveis, deficientes, diversos navegadores e etc; </li></ul><ul><li>Bom posicionamento no Google. </li></ul>
  90. 92. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? <ul><li>Começar a entender REALMENTE seu cliente, seu mercado, seu público alvo e etc; </li></ul><ul><li>Acompanhar e entender as mudanças da WEB, AJAX, métricas, RSS, Mashup, acessibilidade, design de interação e por aí vai; </li></ul><ul><li>Trabalhar com planejamento e com métricas; </li></ul>
  91. 93. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Trabalhar com a simplicidade, objetividade e facilidade sempre! Quer exemplos de que isto dá certo?
  92. 94. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Google em 1998 Quer exemplos de que isto dá certo?
  93. 95. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Google em 2007
  94. 96. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Altavista em 1998
  95. 97. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Altavista em 2001
  96. 98. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Altavista em 2007
  97. 99. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Criar diferenciais competitivos, não adianta ser mais um no meio de tantos. Qual a diferença entre os 2 automóveis abaixo?
  98. 100. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio O que devemos fazer? Trabalhar sempre focado no usuário (Vale ressaltar!).
  99. 101. Quem ganha com o foco no usuário? Por que ter este trabalho todo?
  100. 102. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem ganha com o foco no usuário? Nós que somos usuários, que alcançamos nossos objetivos ao navegar em um site.
  101. 103. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem ganha com o foco no usuário? Você desenvolvedor, que cria projetos bons e será reconhecido no mercado;
  102. 104. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem ganha com o foco no usuário? Sua empresa, que será reconhecida por criar projetos úteis e fáceis;
  103. 105. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem ganha com o foco no usuário? O cliente, que terá retorno de várias formas, como mais contatos, melhores posições em buscadores, aumento de seu público, maior retorno e etc;
  104. 106. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Quem ganha com o foco no usuário? Ou seja, todos nós ganhamos quando trabalhamos focados no usuário final.
  105. 107. Desafios para o futuro O que devemos esperar e buscar
  106. 108. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafios para o futuro <ul><li>Criar soluções agradáveis que sejam fáceis de usar; </li></ul><ul><li>Estar bem posicionado em buscadores; </li></ul><ul><li>Criar projetos que se integrem com outras soluções (Celulares, pal-m’s, TV Digital e etc); </li></ul><ul><li>Acompanhar o ritmo do mercado, os próximos 5 anos mudarão mais do que os últimos 30 anos; </li></ul>
  107. 109. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafios para o futuro <ul><li>Criar conteúdo realmente relevante, de preferência com poucas linhas; </li></ul><ul><li>Alinhar necessidades do cliente e de seu usuário (Cliente quer dados do usuário, usuário quer manter sua privacidade, por exemplo); </li></ul><ul><li>Tratar o excesso de informações da melhor forma possível; </li></ul>
  108. 110. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Desafios para o futuro <ul><li>Criar experiências ricas, apenas ler não satisfaz mais o usuário; </li></ul><ul><li>Trabalhar sempre focado no usuário (Vale ressaltar pela última vez!); </li></ul>
  109. 111. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio A internet mudou e você? <ul><li>As pessoas têm pouco tempo; </li></ul><ul><li>A Internet agora está ao alcance de pessoas de qualquer nível social ou de conhecimento; </li></ul><ul><li>A concorrência cresceu. </li></ul>
  110. 112. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio A internet tem que mudar? Sim, 97% dos sites atuais no mundo todo, não são acessíveis e foram projetados em cima das necessidades dos clientes e não dos usuários. Ou seja, nada de web 2.0, foco no usuário e etc.
  111. 113. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Reflexão <ul><li>O que você pode fazer pelo usuário? </li></ul><ul><li>Como criar experiências ricas para o usuário? </li></ul><ul><li>Como vou me manter informado o bastante? </li></ul>
  112. 114. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Referências Design de Interação : Além da Interação Homem-Computador Jennifer Preece Information Architecture Louis Rosenfeld e Peter Morville Projetando website compatíveis Jeffrey Zeldman Mirando Resultados Ricardo Almeida
  113. 115. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Referências Projetando websites com Usabilidade Jakob Nielsen e Hoa Loranger Design para a Internet Felipe Memória Projetando websites Jakob Nielsen Ergodesign e Arquitetura da Informação Luiz Agner
  114. 116. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Referências Não me faça pensar Steve Krug Webwriting Bruno Rodrigues Usabilidade na Web Cláudia Dias A cauda longa Chris Anderson
  115. 117. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio Referências Usabilidoido: www.usabilidoido.com.br Luiz Agner: www.agner.com.br Complicado: www.complicado.wordpress.com Acesso Digital: www.acessodigital.net FatorW: www.fatorw.com Revolução e Etc: www.revolucao.etc.br Tableless: www.tableless.com.br Planta Baixa: www.plantabaixa.wordpress.com Petitpois: www.lulileslie.com
  116. 118. SEMINF - CEFET-RR Alexandre Formagio

×