O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Entrámos no autocarro esentámo-nos nos nossos lugarescom o cinto de segurança.   Depois de uma longa viagem… ufa!   Lá com...
Tivemos de nos abrigar por causa da…chuva e fomos para a entrada do      Chovia a potes… só os patos seMuseu de Arte Antig...
Fizemos uma pausa para o almoçoE muito                    fizemos a nossa tão esperada refeição…o              nos visitou...
o                                           Percorremos o                                           jardim…A chuva parou e...
Entramos no Museu              Calouste Gulbenkian                                    para ver                            ...
…continuamos a nossa viagem pelo tempo através das                     obras de arte…                                     ...
…as obras de arte…                                                       Diana ou Artemis, a deusa da                     ...
Por fim… entramos no mundo de          O artista inspirava-se totalmente na                     para fazer as suas obras /...
ao..não sem antes fazer umlanchinho … que a fome jáapertava                            Ainda houve tempo para uma fotograf...
…A nossa guia pede                                           atenção e segue-se aUau!! Que lindo                          ...
Colecção Permanente                            As Obras de Arte…                                  Almada Negreiros – 1925 ...
Rui ChafesÉ pesada? Qual é o seu material? É                                       Pedro Croftuma bola, leve ou pesada? É ...
Nas salas das exposições temporárias estavam expostos quadros daBeatriz Milhazes e um mobile enorme de Rosângela Rennôduas...
Para finalizar vimos uma instalação da dupla de dois artistas portugueses Hugo Canoilas eJoão Ferro Martins que se intitul...
Depois de um dia em cheio,                     …mais algumas fotos
Para mais tarde recordar …
 visita ao museu gulbenkian
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

visita ao museu gulbenkian

881 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

visita ao museu gulbenkian

  1. 1. Entrámos no autocarro esentámo-nos nos nossos lugarescom o cinto de segurança. Depois de uma longa viagem… ufa! Lá começámos a nossa aventura com um tempo ‘maravilhoso’…
  2. 2. Tivemos de nos abrigar por causa da…chuva e fomos para a entrada do Chovia a potes… só os patos seMuseu de Arte Antiga aventuraram…
  3. 3. Fizemos uma pausa para o almoçoE muito fizemos a nossa tão esperada refeição…o nos visitou… mas todos ficámos de barriga cheia preparados para anossa visita Uns de pé… E umas sortudas sentadas nos canteiros das flores… Outros ... novamente em pé…
  4. 4. o Percorremos o jardim…A chuva parou enós entramospor uma obradentro … que parecia um labirinto Vimos patinhos no Tiramos fotografias lago... a acenar
  5. 5. Entramos no Museu Calouste Gulbenkian para ver Ouvimos com atenção as explicações das nossas guias. Ficámos a saber que o Sr. Gulbenkian gostava muito de arte era colecionador. Comprou cerca de 6000 obras…A primeira obra… Demos um salto até Estamos no Egipto 4000 a.c. … à Grécia 440 a.c.… A morte era o começo de Vaso feito em cerâmica para a outra vida. Os egípcios mistura da agua e do vinho que precisavam de muitas conta histórias. Duas coisas incluindo riquezas e princesas foram raptadas, mas proteção. Os escaravelhos ficaram contentes, pois os eram sagrados e colocados casamentos eram combinados pelos junto do coração das pais e os seus salvadores são os seus múmias. Acreditavam que amados. É de barro alaranjado e foi era o coração que abarcava pintado de preto. o pensamento. 6
  6. 6. …continuamos a nossa viagem pelo tempo através das obras de arte… Passámos na Turquia… Visitámos a Pérsia…… ainda na Grécia…. Moedas gregas Cada cidade tinha a Painel de Azulejos séc. XVI - sua moeda com decoração das paredes Tapete Persa (Irão)séc. XVI- XVII figuras do seu rei. Ou animais. Contêm flores e elementos da natureza. Viviam no deserto e Agora no Extremo faziam-nos para terem um Oriente… pouco de contacto com a … e também ao Japão natureza . Demos um pulinho à China … Cães de Fó de porcelana (pasta branca e fina) e pintados à mão… Conjunto de piquenique. Feito de madeira com laca e com serviam como proteção das casas. ouro em pó. Continha caixinhas.
  7. 7. …as obras de arte… Diana ou Artemis, a deusa da caça e da lua, tem uma lua naSéc. XVIII – secretário do cabeça e uma seta na mão.rei Luís XVNão havia máquinasfotográficas e os pintoresretratavam todos ospormenores. Estivemos muito atentos às explicações das nossas guias
  8. 8. Por fim… entramos no mundo de O artista inspirava-se totalmente na para fazer as suas obras /jóias. Muitas delas são animais e flores . Introduz na ourivesaria materiais muito diferentes, ouro, pedras preciosas, vidro, ossos, esmalte, diamantes…
  9. 9. ao..não sem antes fazer umlanchinho … que a fome jáapertava Ainda houve tempo para uma fotografia feita com poses de muita alegria E umas belas piscadelas de olho
  10. 10. …A nossa guia pede atenção e segue-se aUau!! Que lindo explicaçãomobile… Descobrimos que a exposição se chama…
  11. 11. Colecção Permanente As Obras de Arte… Almada Negreiros – 1925 Auto- retrato num grupo. As mulheres já iam os cafés e vestiam-se de uma forma mais livre – direitos iguais. Foi exposto na Brasileira – Café Lisboeta.Amadeu de Souza Cardoso - 1916 Helena Almeida – Fotografias 1975Cortou tudo aos bocadinhos e São fotografias da própria artista a alertar para amisturou… os espelhos são para nós liberdade, também das obras de arte. Podem-se fazertambém fazermos parte da obra de arte com vários materiais e não só de pintura. Novasporque a observamos e imaginamos … linguagens para comunicar e contar histórias. Tentasenão fica incompleta romper com a tela … de tecido semi transparente Quem é que nos faz pensar nestas coisas todas? Os artistas fazem-nos interpretar tantos assuntos através dos nossos cérebros.
  12. 12. Rui ChafesÉ pesada? Qual é o seu material? É Pedro Croftuma bola, leve ou pesada? É umaescultura feita de ferro, mas Dizemos que é feito de ferro eparece flutuar através destas vidro, o espelho . Todos nósfitinhas todas onduladas e apoiadas fazemos parte desta obra e selevemente no chão. É uma nos afastarmos ou vieremcontradição o ferro parecer um outras pessoas a obra ficamaterial leve.. Nem tudo o que diferente.parece é…
  13. 13. Nas salas das exposições temporárias estavam expostos quadros daBeatriz Milhazes e um mobile enorme de Rosângela Rennôduas artistas brasileiras. Utilizou sempre formas geométricas para elaborar as suas flores que representavam as quatro estações do ano e muitos materiais reciclados nomeadamente os papeis dos chocolates. Alguns quadros eram gigantes e todos muito coloridos…
  14. 14. Para finalizar vimos uma instalação da dupla de dois artistas portugueses Hugo Canoilas eJoão Ferro Martins que se intitulam de … Entramos para dentro da obra e tornámo-nos parte dela, fomos espetadores e usufruímo-la. Isto da Arte dá muito que pensar.. e além disso foi muito divertido… As obras de arte são um rio de ideias… Temos de ver para podermos interpretar. Afinal não basta só olhar é preciso ter consciência, imaginar e interpretar com atenção. ‘As Obras de Arte vão pela mão do artista e crescem em cada um de nós de muitas formas diferentes.
  15. 15. Depois de um dia em cheio, …mais algumas fotos
  16. 16. Para mais tarde recordar …

×