Apresentação - Mulheres Mil

1.673 visualizações

Publicada em

A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputada Inês Pandeló (PT), defendeu a ampliação, no Rio, do programa Mulheres Mil, uma iniciativa do Governo federal, durante audiência pública nesta terça-feira (08/05). A reunião, cuja finalidade era discutir a inserção da mulher no mercado de trabalho, teve como referência os dias Nacional da Trabalhadora Doméstica, 27 de abril, e Nacional do Trabalho, 1º de maio. “Iremos enviar moções de apoio a todos os projetos de igualdade que estão tramitando no Congresso Nacional. Por isso, gostaria de parabenizar a presidenta Dilma Rousseff pelo incentivo que tem dado ao Mulheres Mil. Lutarei pela ampliação desse programa em todo o estado”, disse Pandeló.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA EM http://j.mp/JeafWV

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.673
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
62
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação - Mulheres Mil

  1. 1. “Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.” Paulo Freire
  2. 2. - Programa Mulheres Mil surgiu em 2005 como uma política pública de acesso à educação profissional para beneficiar mulheres brasileiras em vulnerabilidade social.- Inicialmente implantado pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, contou com a parceria da Agência Brasileira de Cooperação (MRE), da Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional e da Associação dos Colleges Comunitários do Canadá.- Até 2011, a execução era realizada apenas pelos Institutos Federais da região Norte e Nordeste.- O Programa está sendo ampliado a todas as unidades da Rede Federal e até o final do mandato da presidente Dilma Rousseff chegaremos a atender 100 mil mulheres, promovendo a emancipação social, econômica e educacional das mulheres.- Metas do governo – promoção de políticas públicas em prol da melhoria de vida da população mais carente por meio de projetos e programas que atuem pela erradicação da pobreza.
  3. 3. - Esta iniciativa vem ao encontro dos objetivos principais dos Institutos Federais que buscam democratizar o acesso à educação, promovendo a emancipação econômica e social da sociedade brasileira, especialmente daqueles que historicamente foram marginalizados.- Integrar o Programa Mulheres Mil nos permite oferecer, além de educação gratuita e de qualidade a estas mulheres, também criar formas de superação da pobreza e de construção da cidadania.- O Programa é baseado em uma metodologia que reconhece os saberes que essas cidadãs acumularam no decorrer da vida, valorizando seus talentos e aprimorados. Garantindo também o acolhimento, o acesso, a permanência em sala de aula e a articulação com o mundo do trabalho, permitindo a recuperação da autoestima, dando um novo sentido ao processo educativo.- Não podemos esquecer que muitas mulheres brasileiras é que estruturam suas famílias e fortalecem suas comunidades.
  4. 4. PACTUAÇÃO IFRJ – 2011 Cursos de Formação Inicial e Continuada• Campus Paracambi – Curso de Corte e Costura - 100 mulheres• Campus Nilo Peçanha – Pinheiral – Cursos de Salgadeira e Confeiteiro - 100 mulheres• Campus São Gonçalo – Curso de Jardinagem e Paisagismo - 100 mulheres Edital de Seleção Pública simplificada das candidatas ao Programa.
  5. 5. Construção dos Planos de Trabalhos dos Campienvolvidos na ação.Estabelecimento de parcerias com as prefeituras esecretarias municipais de Educação e Assistência Socialdas localidades beneficiadas pelo Programa.Constituição dos escritórios modelos para atendimentodas alunas inscritas e/ou matriculadas, tendo em vista oatendimento psicossocial e para estudos de diagnósticodas realidades sociais das localidades alvos do Programa.
  6. 6. Produção do folder explicativo “Direitos da Mulher”
  7. 7. Produção do Kit Mulheres Mil, composto de sacola, camiseta comas logomarcas do Programa, do IFRJ, do MEC, do Ministério deDesenvolvimento Social e de Combate à Fome e das Secretarias dePolíticas para as Mulheres e de Direitos Humanos, folderes emateriais explicativos sobre direitos da mulher e sua inserção sociale no mercado de trabalho.
  8. 8. Dados das Alunas – Exemplo do Campus Nilo Peçanha - Pinheiral
  9. 9. Dados das Alunas – Exemplo do Campus São Gonçalo Faixa Etária Grau de Instrução 0% 17% 7 27% 6 28% 3 28% 1 1 Ensino Ensino Ensino Médio Ensino Médio Ensino Fundamental Fundamental Incompleto Completo Superior Incompleto Completo Completo 20 - 30 31-40 41-50 51-60 61-70 Expectativas quanto ao Curso 10 3 3 2 Empreender na área Consegui r um emprego Busca de quali fi cação Atendimento de profissi onal exi gênci as do mercado
  10. 10. Dados da Mulher no Mercado de Trabalho – IBGE/Março de 2012
  11. 11. PACTUAÇÃO IFRJ – 2012 Cursos de Formação Inicial e Continuada- Campus Avançado Engenheiro Paulo de Frontin- Campus Volta Redonda- Campus Realengo-Campus Rio de Janeiro – MaracanãCapacitação dos Gestores – 11 a 15 de junho de 2012Orçamento: R$ 100.000,00 (cem mil reais) por Campus paraauxílio financeiro a estudante, material consumo eequipamentos e material permanente
  12. 12. Propostas de Ações para 2012Pesquisa de monitoramento e avaliação do cursoAplicação dos questionários avaliativosPesquisa de conhecimento da rede de serviçospúblicos da regiãoEncontros temáticos por CampusEncontro de encerramento dos Campi envolvidos noprograma (novembro de 2012)
  13. 13. Nilo Peçanha - Pinheiral Paracambi São Gonçalo

×