SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Milena Elizabeth 31
Maria Aparecida 29
Danilo Rodrigues 12
 Profº Maria Ângela
    Turma – 2º A
   O cientificismo e materialismo que predominava na
    sociedade européia na Segunda metade do século XIX,
    não agradava os simbolistas.
   O simbolismo reagia contra tudo que representava o
    materialismo e racionalismo. Ao contrário, pregavam o
    subjetivismo, o misticismo e a sugestão sensorial.
   Tanto o Simbolismo quanto o Parnasianismo se
    preocupavam com a linguagem, talvez porque esses dois
    movimentos tenham nascido na França, na revista
    “Parnasse Contemporain” em 1866.
   O simbolismo buscou uma linguagem que pudesse
    “sugerir” a realidade, em vez de retratá-la de maneira
    tão óbvia como faziam os realistas. Para “sugerir” a
    realidade, os simbolistas usavam símbolos,
    imagens, metáforas, sinestesias*, recursos sonoros e
    cromáticos (cor).
   O precursor do simbolismo foi o poeta
    francês Charles Baudelaire (1821 – 1867). Sua poesia
    buscava abordar temas como miséria, prostituição,
    bêbados, freqüentadores desocupados das tavernas,
    etc. Pode parecer estranho para muitos, mas ele via
    poesia em todos esses assuntos.
   Baudelaire deixou muitos seguidores pelo mundo
    afora.
   OBS: Sinestesia é o cruzamento de campos sensoriais
    diferentes.
    - Ex: Um perfume que evoca uma cor (olfato + visão)
    - Um som que evoca uma imagem. (audição + visão)
   CARACTERÍSTICAS
    - Misticismo, religiosidade
    - Desejo de transcendência e integração com o
    cosmos
    - Interesse pelo inconsciente e subconsciente
    - Subjetivismo
    - Pessimismo
    - Interesse pelo noturno, pelo mistério e pela
    morte
    - Retomada de elementos da tradição romântica
    - Atração pela morte e elementos decadentes da
    condição humana
   SIMBOLISMO NO BRASIL (final do século
    XIX)
   Na Europa, o simbolismo teve muito mais
    destaque do que o Parnasianismo. Aqui no
    Brasil, não foi assim. O Parnasianismo foi
    bastante valorizado pelas camadas cultas da
    sociedade até os primeiros anos do século XX,
    chamando muito mais atenção do que o
    Simbolismo. Mesmo assim, o Simbolismo nos
    deixou obras e escritores muito significativos.
   O marco inicial desse movimento no Brasil foi
    em 1893, com a publicação dos livros “Missal” e
    “Broquéis” de Cruz e Sousa.
   CARACTERÍSTICAS
    - Valorização dos sentimentos individuais
    - Isolamento da sociedade
    - Conteúdo relacionado com o espiritual, o
    místico e o subconsciente
    - Concepção mística da vida
    - Ênfase na imaginação e fantasia
    - Comparação da poesia com a música
    - Enfoque espiritualista da mulher
    envolvendo-a em um clima de sonho
    AUTORES E OBRAS
   - CRUZ E SOUSA (1861 – 1898)
   Filho de ex-escravos, Cruz e Sousa sofreu
    muito com o preconceito racial.
   Considerado um dos mais importantes poetas
    da nossa literatura brasileira é o mais
    importante poeta simbolista.
   Seus livros “Missal” e “Broquéis” (únicos
    publicados em vida), marcam o início desse
    estilo literário no Brasil.
   Características de suas obras
    - Preocupação formal
    - Temas ligados aos mistérios da vida
    - Temas voltados para os marginalizados e
    miseráveis
    - Linguagem rica, utilizando a sonoridade das
    palavras para obter bons efeitos – fônicos e
    musicalidade.
   Obras
   Cruz e Sousa foi apelidado “Dante Negro” e
    escreveu belos poemas:
   “Vida obscura”
   “Triunfo Supremo”
   “Sorriso Interior”
   “Monja Negra”
   Escreveu também alguns livros:
   “Tropos e Fantasias”
   “Evocações”
   “Faróis”
   ”Últimos Sonetos”
   ALPHONSUS DE GUIMARAENS (1870 –
    1921)
   Nasceu em Ouro Preto (Minas Gerais) e foi
    um dos grandes representantes do
    Simbolismo nacional.
   Sua poesia é voltada para o tema da morte da
    mulher amada. Ao explorar esse tema ele se
    aproxima dos escritoresultra-românticos que
    exploravam a literatura gótica e macabra. Sua
    obra possui uma atmosfera mística e
    melancólica.
   Obras
   “Câmara Ardente”
   “Dona Mística”
   “Kiriale”
   “Pastoral aos crentes do amor e da morte”
   Na edição completa de sua obra, feita em 1960
    por Alphonsus de Guimaraens Filho, foram
    incluídos os inéditos: “Escada de Jacó”,
    “Pulvis”, “Nova Primavera” (tradução) e
    “Salmos da Noite”.
   Mais claro e fino do que as finas pratas
        o som da tua voz deliciava…
       Na dolência velada das sonatas
     como um perfume a tudo perfumava.
      Era um som feito luz, eram volatas
      em lânguida espiral que iluminava,
      brancas sonoridades de cascatas…
       Tanta harmonia melancolizava.
      Filtros sutis de melodias, de ondas
      de cantos volutuosos como rondas
      de silfos leves, sensuais, lascivos…
     Como que anseios invisíveis, mudos,
      da brancura das sedas e veludos,
     das virgindades, dos pudores vivos.
                                             Cruz e Sousa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (18)

Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Simbolismo em Portugal e no Brasil
Simbolismo em Portugal e no BrasilSimbolismo em Portugal e no Brasil
Simbolismo em Portugal e no Brasil
 
Simbolismo renan
Simbolismo renanSimbolismo renan
Simbolismo renan
 
O que é simbolismo
O que é simbolismoO que é simbolismo
O que é simbolismo
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Texto Simbolismo
Texto   SimbolismoTexto   Simbolismo
Texto Simbolismo
 
Simbolismo 140117175431-phpapp02
Simbolismo 140117175431-phpapp02Simbolismo 140117175431-phpapp02
Simbolismo 140117175431-phpapp02
 
Simbolismo portugal e brasil
Simbolismo   portugal e brasilSimbolismo   portugal e brasil
Simbolismo portugal e brasil
 
Simbolismo x impressionismo
Simbolismo x impressionismoSimbolismo x impressionismo
Simbolismo x impressionismo
 
Simbolismo 2
Simbolismo 2Simbolismo 2
Simbolismo 2
 
Simbolismo SemináRio
Simbolismo   SemináRioSimbolismo   SemináRio
Simbolismo SemináRio
 
João da cruz e sousa poeta catarinense
João da cruz e sousa poeta catarinenseJoão da cruz e sousa poeta catarinense
João da cruz e sousa poeta catarinense
 
Simbolismo sec. xix 3ªº a
Simbolismo sec. xix 3ªº aSimbolismo sec. xix 3ªº a
Simbolismo sec. xix 3ªº a
 
Simbololismo
SimbololismoSimbololismo
Simbololismo
 
O simbolismo
O simbolismoO simbolismo
O simbolismo
 
A estética simbolista
A estética simbolistaA estética simbolista
A estética simbolista
 
Galeria de arte simbolismo e expressionismo
Galeria de arte simbolismo e expressionismoGaleria de arte simbolismo e expressionismo
Galeria de arte simbolismo e expressionismo
 

Destaque (8)

Slides parnasianismo
Slides parnasianismoSlides parnasianismo
Slides parnasianismo
 
Realismo e naturalismo no brasil
Realismo e naturalismo no brasilRealismo e naturalismo no brasil
Realismo e naturalismo no brasil
 
Principais obras e autores do modernismo
Principais obras e autores do modernismoPrincipais obras e autores do modernismo
Principais obras e autores do modernismo
 
Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..Arcadismo[1]..
Arcadismo[1]..
 
O Barroco No Brasil
O Barroco No BrasilO Barroco No Brasil
O Barroco No Brasil
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 

Semelhante a O Simbolismo no Brasil e seus principais autores

Semelhante a O Simbolismo no Brasil e seus principais autores (20)

Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
simbolismo-120918170412-phpapp02 (2).pdf
simbolismo-120918170412-phpapp02 (2).pdfsimbolismo-120918170412-phpapp02 (2).pdf
simbolismo-120918170412-phpapp02 (2).pdf
 
Aula 18 simbolismo em portugal e no brasil
Aula 18   simbolismo em portugal e no brasilAula 18   simbolismo em portugal e no brasil
Aula 18 simbolismo em portugal e no brasil
 
18 simbolismo-em-portugal-e-no-brasil
18 simbolismo-em-portugal-e-no-brasil18 simbolismo-em-portugal-e-no-brasil
18 simbolismo-em-portugal-e-no-brasil
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo Parnasianismo e simbolismo
Parnasianismo e simbolismo
 
Literatura simbolismo
Literatura simbolismoLiteratura simbolismo
Literatura simbolismo
 
Simbolismo/Decadentismo
Simbolismo/DecadentismoSimbolismo/Decadentismo
Simbolismo/Decadentismo
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Modernismo iii fase(7)
Modernismo iii fase(7)Modernismo iii fase(7)
Modernismo iii fase(7)
 
Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)Modernismo 2 fase (geração de 30)
Modernismo 2 fase (geração de 30)
 
SIMBOLISMO em Portugal e no Brasil1.pptx
SIMBOLISMO em Portugal e no Brasil1.pptxSIMBOLISMO em Portugal e no Brasil1.pptx
SIMBOLISMO em Portugal e no Brasil1.pptx
 
Panorama do modernismo no brasil
Panorama do modernismo no brasilPanorama do modernismo no brasil
Panorama do modernismo no brasil
 
Simbol+pré+mod
Simbol+pré+modSimbol+pré+mod
Simbol+pré+mod
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
 
Alphonsus de Guimaraens
Alphonsus de GuimaraensAlphonsus de Guimaraens
Alphonsus de Guimaraens
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Revisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercíciosRevisão literatura - com exercícios
Revisão literatura - com exercícios
 
Simbolismo Site
Simbolismo SiteSimbolismo Site
Simbolismo Site
 
Literatura simbolismo
Literatura simbolismoLiteratura simbolismo
Literatura simbolismo
 

Mais de Alef Santana

Til josé de alencar
Til  josé de alencarTil  josé de alencar
Til josé de alencarAlef Santana
 
Trabalho portugues til !
Trabalho portugues til !Trabalho portugues til !
Trabalho portugues til !Alef Santana
 
Vidas secas de graciliano ramos
Vidas secas de graciliano ramosVidas secas de graciliano ramos
Vidas secas de graciliano ramosAlef Santana
 
Realismo e naturalismo flavia
Realismo e naturalismo flaviaRealismo e naturalismo flavia
Realismo e naturalismo flaviaAlef Santana
 

Mais de Alef Santana (6)

Til josé de alencar
Til  josé de alencarTil  josé de alencar
Til josé de alencar
 
Trabalho portugues til !
Trabalho portugues til !Trabalho portugues til !
Trabalho portugues til !
 
Vidas secas de graciliano ramos
Vidas secas de graciliano ramosVidas secas de graciliano ramos
Vidas secas de graciliano ramos
 
Realismo e naturalismo flavia
Realismo e naturalismo flaviaRealismo e naturalismo flavia
Realismo e naturalismo flavia
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
Capitaesdeareira
CapitaesdeareiraCapitaesdeareira
Capitaesdeareira
 

Último

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 

Último (20)

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 

O Simbolismo no Brasil e seus principais autores

  • 1. Milena Elizabeth 31 Maria Aparecida 29 Danilo Rodrigues 12 Profº Maria Ângela Turma – 2º A
  • 2. O cientificismo e materialismo que predominava na sociedade européia na Segunda metade do século XIX, não agradava os simbolistas.  O simbolismo reagia contra tudo que representava o materialismo e racionalismo. Ao contrário, pregavam o subjetivismo, o misticismo e a sugestão sensorial.  Tanto o Simbolismo quanto o Parnasianismo se preocupavam com a linguagem, talvez porque esses dois movimentos tenham nascido na França, na revista “Parnasse Contemporain” em 1866.  O simbolismo buscou uma linguagem que pudesse “sugerir” a realidade, em vez de retratá-la de maneira tão óbvia como faziam os realistas. Para “sugerir” a realidade, os simbolistas usavam símbolos, imagens, metáforas, sinestesias*, recursos sonoros e cromáticos (cor).
  • 3. O precursor do simbolismo foi o poeta francês Charles Baudelaire (1821 – 1867). Sua poesia buscava abordar temas como miséria, prostituição, bêbados, freqüentadores desocupados das tavernas, etc. Pode parecer estranho para muitos, mas ele via poesia em todos esses assuntos.  Baudelaire deixou muitos seguidores pelo mundo afora.  OBS: Sinestesia é o cruzamento de campos sensoriais diferentes. - Ex: Um perfume que evoca uma cor (olfato + visão) - Um som que evoca uma imagem. (audição + visão)
  • 4. CARACTERÍSTICAS - Misticismo, religiosidade - Desejo de transcendência e integração com o cosmos - Interesse pelo inconsciente e subconsciente - Subjetivismo - Pessimismo - Interesse pelo noturno, pelo mistério e pela morte - Retomada de elementos da tradição romântica - Atração pela morte e elementos decadentes da condição humana
  • 5. SIMBOLISMO NO BRASIL (final do século XIX)  Na Europa, o simbolismo teve muito mais destaque do que o Parnasianismo. Aqui no Brasil, não foi assim. O Parnasianismo foi bastante valorizado pelas camadas cultas da sociedade até os primeiros anos do século XX, chamando muito mais atenção do que o Simbolismo. Mesmo assim, o Simbolismo nos deixou obras e escritores muito significativos.  O marco inicial desse movimento no Brasil foi em 1893, com a publicação dos livros “Missal” e “Broquéis” de Cruz e Sousa.
  • 6. CARACTERÍSTICAS - Valorização dos sentimentos individuais - Isolamento da sociedade - Conteúdo relacionado com o espiritual, o místico e o subconsciente - Concepção mística da vida - Ênfase na imaginação e fantasia - Comparação da poesia com a música - Enfoque espiritualista da mulher envolvendo-a em um clima de sonho
  • 7. AUTORES E OBRAS  - CRUZ E SOUSA (1861 – 1898)  Filho de ex-escravos, Cruz e Sousa sofreu muito com o preconceito racial.  Considerado um dos mais importantes poetas da nossa literatura brasileira é o mais importante poeta simbolista.  Seus livros “Missal” e “Broquéis” (únicos publicados em vida), marcam o início desse estilo literário no Brasil.
  • 8. Características de suas obras - Preocupação formal - Temas ligados aos mistérios da vida - Temas voltados para os marginalizados e miseráveis - Linguagem rica, utilizando a sonoridade das palavras para obter bons efeitos – fônicos e musicalidade.
  • 9. Obras  Cruz e Sousa foi apelidado “Dante Negro” e escreveu belos poemas:  “Vida obscura”  “Triunfo Supremo”  “Sorriso Interior”  “Monja Negra”  Escreveu também alguns livros:  “Tropos e Fantasias”  “Evocações”  “Faróis”  ”Últimos Sonetos”
  • 10. ALPHONSUS DE GUIMARAENS (1870 – 1921)  Nasceu em Ouro Preto (Minas Gerais) e foi um dos grandes representantes do Simbolismo nacional.  Sua poesia é voltada para o tema da morte da mulher amada. Ao explorar esse tema ele se aproxima dos escritoresultra-românticos que exploravam a literatura gótica e macabra. Sua obra possui uma atmosfera mística e melancólica.
  • 11. Obras  “Câmara Ardente”  “Dona Mística”  “Kiriale”  “Pastoral aos crentes do amor e da morte”  Na edição completa de sua obra, feita em 1960 por Alphonsus de Guimaraens Filho, foram incluídos os inéditos: “Escada de Jacó”, “Pulvis”, “Nova Primavera” (tradução) e “Salmos da Noite”.
  • 12. Mais claro e fino do que as finas pratas o som da tua voz deliciava… Na dolência velada das sonatas como um perfume a tudo perfumava. Era um som feito luz, eram volatas em lânguida espiral que iluminava, brancas sonoridades de cascatas… Tanta harmonia melancolizava. Filtros sutis de melodias, de ondas de cantos volutuosos como rondas de silfos leves, sensuais, lascivos… Como que anseios invisíveis, mudos, da brancura das sedas e veludos, das virgindades, dos pudores vivos. Cruz e Sousa