SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
fe.li.ci.da.de
sf (lat felicitate) 1 Estado de quem é
feliz. 2 Ventura. 3 Bem-
estar, contentamento. 4 Bom resultado, bom
êxito. F. eterna: bem-aventurança.
Platão ( 437 – 347 a.C.)
Ele criou a Teoria das Ideias, onde o
homem se encontra com dois tipos de
realidade : a inteligível e a sensível.
A primeira, a realidade mais
concreta, permanente. A segunda são
todas as coisas que nos afetam os
sentidos, são realidades
dependentes, são imagens das
realidades inteligíveis.
“Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é
um bem e a ignorância que é um mal.”
Aristóteles ( 384-322 a.C.)
Aristóteles acredita que a
felicidade humana está no dom de
pensar, não nas riquezas ou no poder.
Temos a capacidade de pensar, isso é
o melhor do ser humano.
Ele fez uma pesquisa e
percebeu que nem com todos as
riquezas, respeito ou poder o homem
para de ir a busca da felicidade.
“Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um
modo de agir, mas um hábito.”
Epicuro
(341-270 a.C.)
Ter simplicidade nos
desejos e não criar expectativas
demais, faz com que nos
decepcionamos menos e isso
cria prazer e felicidade.
Por isso devemos saber
selecionar muito bem nossas
prioridades e não ter esperança
demais para o luxuoso e o
desnecessário.
“Caráter é aquilo que você é quando ninguém está te olhando.”
Valeska (1998- d.C.)
“O cérebro humano
funciona como um
computador, se você
programá-lo com ideias
positivas, você poderá
estar sempre em
estado de felicidade.”
Franciele (1999 – d.C.)
“Felicidade não é só um
estado, mas sim um sentimento
muito profundo que as pessoas
sentem o prazer de ter. Ser feliz é
estar de bem consigo mesmo, mas
essa felicidade não dura
eternamente.
Não podemos ser sempre
felizes, por que a felicidade
concreta obtemos com o tempo, no
dia a dia, quando conseguimos
algo que queremos.”
Eduarda (1999 – d.C.)
“Felicidade é algo que
construímos no nosso dia a
dia, é algo que quando
acordamos temos que ter em
mente para que consigamos
atingir a esse
objetivo, felicidade é o que
levamos consigo no nosso
corpo e alma.”
Vitória (1999-d.C.)
“Não podemos viver
com excessos de luxos e
poder, ser humildes e
solidários nos torna
mais humanos, nos
torna pessoas boas, nos
traz um prazer que se
chama felicidade.”

Mais conteúdo relacionado

Destaque (7)

Nietzsche 1 2
Nietzsche 1 2Nietzsche 1 2
Nietzsche 1 2
 
Felicidade 2
Felicidade 2Felicidade 2
Felicidade 2
 
Capitalismo (2)
Capitalismo (2)Capitalismo (2)
Capitalismo (2)
 
Positivismo
PositivismoPositivismo
Positivismo
 
Slide filosofia
Slide filosofiaSlide filosofia
Slide filosofia
 
Orientação escolar conselho de classe e grupos de estudos
Orientação escolar   conselho de classe e grupos de estudosOrientação escolar   conselho de classe e grupos de estudos
Orientação escolar conselho de classe e grupos de estudos
 
Comunismo
ComunismoComunismo
Comunismo
 

Semelhante a A origem e conceitos de felicidade ao longo da história

Palestra - Toninha Peressinotto
Palestra - Toninha PeressinottoPalestra - Toninha Peressinotto
Palestra - Toninha Peressinottomarcionora
 
Hermes Trimegisto e a Lei da Atração
Hermes Trimegisto e a Lei da AtraçãoHermes Trimegisto e a Lei da Atração
Hermes Trimegisto e a Lei da AtraçãoProfissional Liberal
 
Hermes Trismegisto
Hermes TrismegistoHermes Trismegisto
Hermes TrismegistoIdemar
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisAmadeu Wolff
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leismig1507
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisilce marinho
 
Substrato ideológico do modernismo
Substrato ideológico do modernismoSubstrato ideológico do modernismo
Substrato ideológico do modernismoFábio Guimarães
 
Felicidade Embasamento CientíFico
Felicidade Embasamento CientíFicoFelicidade Embasamento CientíFico
Felicidade Embasamento CientíFicoLuiz
 
O homem mais_feliz_do_planeta
O homem mais_feliz_do_planetaO homem mais_feliz_do_planeta
O homem mais_feliz_do_planetaflavio oliveira
 
O Homem Mais Feliz Do Planeta
O Homem Mais Feliz Do PlanetaO Homem Mais Feliz Do Planeta
O Homem Mais Feliz Do PlanetaEdu Cezimbra
 
Felicidadeembasamentocientifico
FelicidadeembasamentocientificoFelicidadeembasamentocientifico
FelicidadeembasamentocientificoLuiz
 
O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)
O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)
O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)Doni Cia
 
Felicidadeembasamentocientifico
FelicidadeembasamentocientificoFelicidadeembasamentocientifico
Felicidadeembasamentocientificogueste0066a5
 
O homem mais feliz do planeta
O homem mais feliz do planetaO homem mais feliz do planeta
O homem mais feliz do planetaAmadeu Wolff
 

Semelhante a A origem e conceitos de felicidade ao longo da história (20)

Palestra - Toninha Peressinotto
Palestra - Toninha PeressinottoPalestra - Toninha Peressinotto
Palestra - Toninha Peressinotto
 
Curso - Prosperidade Só tem Riqueza.com
Curso - Prosperidade Só tem Riqueza.comCurso - Prosperidade Só tem Riqueza.com
Curso - Prosperidade Só tem Riqueza.com
 
Trabalho filosofia
Trabalho filosofiaTrabalho filosofia
Trabalho filosofia
 
Alegria
AlegriaAlegria
Alegria
 
Hermes Trimegisto e a Lei da Atração
Hermes Trimegisto e a Lei da AtraçãoHermes Trimegisto e a Lei da Atração
Hermes Trimegisto e a Lei da Atração
 
Hermes Trismegisto
Hermes TrismegistoHermes Trismegisto
Hermes Trismegisto
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leis
 
O Homem Mais Feliz Do Planeta
O  Homem Mais Feliz Do  PlanetaO  Homem Mais Feliz Do  Planeta
O Homem Mais Feliz Do Planeta
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leis
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leis
 
Hermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leisHermes trimegisto leis
Hermes trimegisto leis
 
Substrato ideológico do modernismo
Substrato ideológico do modernismoSubstrato ideológico do modernismo
Substrato ideológico do modernismo
 
Felicidade Embasamento CientíFico
Felicidade Embasamento CientíFicoFelicidade Embasamento CientíFico
Felicidade Embasamento CientíFico
 
Felicidade 2018
Felicidade 2018Felicidade 2018
Felicidade 2018
 
O homem mais_feliz_do_planeta
O homem mais_feliz_do_planetaO homem mais_feliz_do_planeta
O homem mais_feliz_do_planeta
 
O Homem Mais Feliz Do Planeta
O Homem Mais Feliz Do PlanetaO Homem Mais Feliz Do Planeta
O Homem Mais Feliz Do Planeta
 
Felicidadeembasamentocientifico
FelicidadeembasamentocientificoFelicidadeembasamentocientifico
Felicidadeembasamentocientifico
 
O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)
O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)
O Homem Mais Feliz Do Planeta (2)
 
Felicidadeembasamentocientifico
FelicidadeembasamentocientificoFelicidadeembasamentocientifico
Felicidadeembasamentocientifico
 
O homem mais feliz do planeta
O homem mais feliz do planetaO homem mais feliz do planeta
O homem mais feliz do planeta
 

Mais de Alexandre Misturini

Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais  21032017 2 e 3 º anosReunião de pais  21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anosAlexandre Misturini
 
Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais  21032017 2 e 3 º anosReunião de pais  21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anosAlexandre Misturini
 
Reunião de pais 20032017 1º anos
Reunião de pais  20032017 1º anosReunião de pais  20032017 1º anos
Reunião de pais 20032017 1º anosAlexandre Misturini
 
Reunião de pais 20032017 1º anos
Reunião de pais  20032017 1º anosReunião de pais  20032017 1º anos
Reunião de pais 20032017 1º anosAlexandre Misturini
 
Filosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mp
Filosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mpFilosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mp
Filosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mpAlexandre Misturini
 
Modelo de divulgação do projeto social
Modelo de divulgação do projeto socialModelo de divulgação do projeto social
Modelo de divulgação do projeto socialAlexandre Misturini
 
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilianFilosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilianAlexandre Misturini
 
(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza
(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza
(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calzaAlexandre Misturini
 
Trabalho 26 tp mateus e pedro - escolástica e patrística
Trabalho 26 tp   mateus e pedro - escolástica e patrísticaTrabalho 26 tp   mateus e pedro - escolástica e patrística
Trabalho 26 tp mateus e pedro - escolástica e patrísticaAlexandre Misturini
 

Mais de Alexandre Misturini (20)

Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais  21032017 2 e 3 º anosReunião de pais  21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anos
 
Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais  21032017 2 e 3 º anosReunião de pais  21032017 2 e 3 º anos
Reunião de pais 21032017 2 e 3 º anos
 
Reunião de pais 20032017 1º anos
Reunião de pais  20032017 1º anosReunião de pais  20032017 1º anos
Reunião de pais 20032017 1º anos
 
Reunião de pais 20032017 1º anos
Reunião de pais  20032017 1º anosReunião de pais  20032017 1º anos
Reunião de pais 20032017 1º anos
 
Política filo 33 mp
Política filo 33 mpPolítica filo 33 mp
Política filo 33 mp
 
Filosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mp
Filosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mpFilosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mp
Filosofia eduarda, ana laura e jaqueline 11 mp
 
éTica
éTicaéTica
éTica
 
Modelo de divulgação do projeto social
Modelo de divulgação do projeto socialModelo de divulgação do projeto social
Modelo de divulgação do projeto social
 
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilianFilosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
 
Filosofia medieval raiana 27 np
Filosofia medieval raiana 27 npFilosofia medieval raiana 27 np
Filosofia medieval raiana 27 np
 
Filosofia medieval 27 np
Filosofia medieval 27 npFilosofia medieval 27 np
Filosofia medieval 27 np
 
(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza
(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza
(Bruna castro, gabrielle rohden e helen calza
 
Filosofia medieval julia 22mp
Filosofia medieval julia 22mpFilosofia medieval julia 22mp
Filosofia medieval julia 22mp
 
Fslide de filo 22mpppppp
Fslide de filo 22mppppppFslide de filo 22mpppppp
Fslide de filo 22mpppppp
 
Filosofia medieval 01 pimel 24
Filosofia medieval 01 pimel 24Filosofia medieval 01 pimel 24
Filosofia medieval 01 pimel 24
 
Filo 02 26tptptptp
Filo 02 26tptptptpFilo 02 26tptptptp
Filo 02 26tptptptp
 
Filosofia medieval 24
Filosofia medieval 24Filosofia medieval 24
Filosofia medieval 24
 
Trabalho ética 15 tp
Trabalho ética 15 tpTrabalho ética 15 tp
Trabalho ética 15 tp
 
Trabalho 26 tp mateus e pedro - escolástica e patrística
Trabalho 26 tp   mateus e pedro - escolástica e patrísticaTrabalho 26 tp   mateus e pedro - escolástica e patrística
Trabalho 26 tp mateus e pedro - escolástica e patrística
 
Filosofia medieval 25tp
Filosofia medieval 25tpFilosofia medieval 25tp
Filosofia medieval 25tp
 

Último

Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADOcarolinacespedes23
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarIedaGoethe
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinhaMary Alvarenga
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADOactivIDADES CUENTO  lobo esta  CUENTO CUARTO GRADO
activIDADES CUENTO lobo esta CUENTO CUARTO GRADO
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogarCaixa jogo da onça. para imprimir e jogar
Caixa jogo da onça. para imprimir e jogar
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Bullying - Texto e cruzadinha
Bullying        -     Texto e cruzadinhaBullying        -     Texto e cruzadinha
Bullying - Texto e cruzadinha
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

A origem e conceitos de felicidade ao longo da história

  • 1. fe.li.ci.da.de sf (lat felicitate) 1 Estado de quem é feliz. 2 Ventura. 3 Bem- estar, contentamento. 4 Bom resultado, bom êxito. F. eterna: bem-aventurança.
  • 2. Platão ( 437 – 347 a.C.) Ele criou a Teoria das Ideias, onde o homem se encontra com dois tipos de realidade : a inteligível e a sensível. A primeira, a realidade mais concreta, permanente. A segunda são todas as coisas que nos afetam os sentidos, são realidades dependentes, são imagens das realidades inteligíveis. “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.”
  • 3. Aristóteles ( 384-322 a.C.) Aristóteles acredita que a felicidade humana está no dom de pensar, não nas riquezas ou no poder. Temos a capacidade de pensar, isso é o melhor do ser humano. Ele fez uma pesquisa e percebeu que nem com todos as riquezas, respeito ou poder o homem para de ir a busca da felicidade. “Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito.”
  • 4. Epicuro (341-270 a.C.) Ter simplicidade nos desejos e não criar expectativas demais, faz com que nos decepcionamos menos e isso cria prazer e felicidade. Por isso devemos saber selecionar muito bem nossas prioridades e não ter esperança demais para o luxuoso e o desnecessário. “Caráter é aquilo que você é quando ninguém está te olhando.”
  • 5. Valeska (1998- d.C.) “O cérebro humano funciona como um computador, se você programá-lo com ideias positivas, você poderá estar sempre em estado de felicidade.”
  • 6. Franciele (1999 – d.C.) “Felicidade não é só um estado, mas sim um sentimento muito profundo que as pessoas sentem o prazer de ter. Ser feliz é estar de bem consigo mesmo, mas essa felicidade não dura eternamente. Não podemos ser sempre felizes, por que a felicidade concreta obtemos com o tempo, no dia a dia, quando conseguimos algo que queremos.”
  • 7. Eduarda (1999 – d.C.) “Felicidade é algo que construímos no nosso dia a dia, é algo que quando acordamos temos que ter em mente para que consigamos atingir a esse objetivo, felicidade é o que levamos consigo no nosso corpo e alma.”
  • 8. Vitória (1999-d.C.) “Não podemos viver com excessos de luxos e poder, ser humildes e solidários nos torna mais humanos, nos torna pessoas boas, nos traz um prazer que se chama felicidade.”