Escola de frankfurt 35 kn

401 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Escola de frankfurt 35 kn

  1. 1. ESCOLA DE FRANKFURT Gabriel Kinalski Gabriel Marini Rogério Palamar 35 TP
  2. 2. Criação da Escola de Frankfurt A Escola de Frankfurt foi fundada em 1924 por iniciativa de Félix Weil, filho de um grande negociante de grãos de trigo na Argentina. Antes dessa denominação tardia (só viria a ser adotada, e com reservas, por Horkheimer na década de 1950), cogitou-se o nome Instituto para o Marxismo, mas optou-se por Instituto para a Pesquisa Social.
  3. 3. Criação da Escola de Frankfurt ● Seja pelo anticomunismo reinante nos meios acadêmicos alemães nos anos 1920-1939, seja pelo fato de seus colaboradores não adotarem o espírito e a letra do pensamento de Marx e do marxismo da época, o Instituto recém-fundado preenchia uma lacuna existente na universidade alemã quanto à história do movimento trabalhista e do socialismo.
  4. 4. Características ● Refere-se a uma escola de teoria interdisciplinar neomarxista, particularmente associada com o Instituto para Pesquisa Social da Universidade de Frankfurt.
  5. 5. Características ● Desprezo pelo revolucionarismo material ou físico alheio as ações contínuas e culturais; ● Reinterpretação do marxismo e do mundo através da ideologia marxista; ● Critica ferrenha a alienação e imperialismo oriundos da cultura ocidental que inibia as classes menos favorecidas; ● Desenvolvimento do senso crítico e medidas para promover a quebra dos valores sociais já instaurados.
  6. 6. A Teoria Crítica ● O pensamento dos filósofos da Escola de Frankfurt têm em comum o direcionamento de suas críticas à ordem política e econômica do mundo. Essa ordem vigora aos moldes de um aparato tecnológico que, de certa forma, incide na sociedade o seu condicionamento padronizado, homogêneo e, sobretudo, sem a perspectiva de empreender a vida de cada indivíduo de forma autônoma.
  7. 7. Pesquisas ● Lowenthal notabilizou-se por suas análises da cultura de massa; ● Marcuse foi o membro da Escola de maior destaque na década de 60, com estudos sobre uma sociedade unidimensional que anula o espaço do pensamento crítico; ● Habermas, destaca-se com estudos sobre a opinião pública.
  8. 8. Principais Filósofos .
  9. 9. Max Horkheimer 6
  10. 10. Max Horkheimer ● Nasceu em 1885, Stuttgard, e faleceu em 1973. Como todos os intelectuais da Escola de Frankfurt, era judeu de origem-, ele próprio estava destinado a dar continuidade aos negócios paternos. Por intermédio de seu amigo Pollock, Horkheimer associou-se em 1923 à criação do Instituto para a Pesquisa Social, do qual foi diretor, em 1931 sucedendo o historiador austríaco Carl Grünberg.
  11. 11. Theodor Adorno ,
  12. 12. Theodor Adorno ● Theodor Wiesengrund Adorno nasceu em 1903 em Frankfurt- judeu assimilado. Cedo em sua vida intelectual, descobriu a obra de Kant por intermédio de seu amigo Kracauer, especialista em sociologia do conhecimento. Adorno vinha de um meio de musicistas e amantes de músicas e logo se orientou para a estética musical.
  13. 13. Theodor Adorno ● Com o fim da Guerra, Adorno é um dos que mais desejam o retorno a Frankfurt, tornando- se diretor-adjunto do Instituto Para Pesquisa Social e seu co-diretor em 1955, com a aposentadoria de Horkheimer, Adorno torna- se o novo diretor.
  14. 14. Herbert Marcuse 1
  15. 15. Herbert Marcuse ● Herbert Marcuse nasceu em Berlim numa família de judeus assimilados. Foi membro do Partido Sicial-Democráta Alemão entre 1917 e 1918, tendo participado de um Conselho de Soldados durante a revolução berlinence de 1919, na sequência da qual deixou o partido. Estudou filosofia em Berlim e Freiburg, onde conheceu os filósofos e professores de filosofia Husserl e Heidegger e se doutorou com a tese "Romance de artista".

×