Escola de frankfurt 31mp 31

296 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
153
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escola de frankfurt 31mp 31

  1. 1. Escola de Frankfurt Componentes: Marcos, Felipe, Mauricio, Andrei, Gustavo e Leonardo
  2. 2. Fundadores  Foi fundada em 1924.  Foi liderada inicialmente por Felix Weil, Max Horkheimer, Theodor Adorno e Herbert Marcuse.
  3. 3.  Foi uma escola formada por intelectuais que na metade do século passado tinha um pensamento conhecido como Teoria Critica. Dentre os fundadores temos também Theodor Adorno, Max Horkheimer, Hebert Marcuse e Walter Benjamim. Com a Segunda Guerra Mundial acontecendo, foram forçados a se refugiar nos Estados Unidos. Voltando só na década de 1950.
  4. 4.  Na Europa, alguns rumos políticos tiveram feitos em nome do proletariado da ideologia marxista, e alguns intelectuais começaram a ser mais rígidos com esta teoria. A ideia era saber se a luta que os burgueses tinham com o proletariado iria resolver coisas que eram questionada ao se perceber que a classe media estava crescendo.
  5. 5.  O marxismo era um partido da social democracia, o qual a teoria entendia é que eram palavras sinônimas. Por volta de 1898-1900 ocorreu uma clivagem, no qual a teoria e a pratica discutiam decidiam o rumo que o marxismo deveria tomar. Enquanto teoria, o marxismo era totalmente diferente do que posteriormente aconteceu, acarretando como o ponto mais alto da intelectualidade marxista. Estavam se afastando do passado que tiveram e no mesmo tempo reavaliavam no marxismo existente.
  6. 6.  As consequências construtivas que acarretaram esse futuro, foi a criação da escola de Frankfurt, a qual teve como foco principal discutir assuntos como estudo de problemas tradicionais do movimento operário. Com a perda do intelectualismo, o marxismo é visto como algo de autorreflexão para os frankfurtianos. Segundo Danilo Marcomendedes, os autores que estavam ligados a escola de Frankfurt, não pretendiam comentários realmente do pensamento de Marx e sim, tinham uma proposta de inspiração do marxismo em uma sociedade.
  7. 7.  Assim, a escola de Frankfurt e seus intelectuais tinha pensamentos de esfera física e reflexivas com suas obras sobre o marxismo, absorvendo conceitos que dizem sobre os rumos e consequências da pratica marxista. Logo, será preocupação da em surgir a realidade reificada e contaminada pela logica capitalista que foram criados tais trabalhos.

×