O Jornal da Integração.Volume 1, Edição 2julho de 2004     Interesses     especiais• Saiba os resulta-  dos dos Jogos In- ...
BSB, julho 2004Página 2                                   Cinema - Narradores de Javé.                        Sinopse     ...
BSB, julho 2004                                                                                                           ...
BSB, julho 2004  Página 4                                        Censo Social dos alunos do CED 7                         ...
BSB, julho 2004Sobre o sistema de Ensino do DF.                                                                           ...
7Informa                                                              O Jornal é um projeto apoiado                       ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal 01

125 visualizações

Publicada em

Jornal do CED 07 de Ceilândia - DF

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
125
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal 01

  1. 1. O Jornal da Integração.Volume 1, Edição 2julho de 2004 Interesses especiais• Saiba os resulta- dos dos Jogos In- Conhecendo O c.e.d 07 ter-classes O nosso colégio um processo de reforma na balhando na escola, e este é• Cinema BR teve duas fases: A 1ª foi em estrutura física, a sala dos seu primeiro ano como dire- Narradores de Javé. 1974, com o nome Centro de professores era na pracinha e tor(a). A servidora mais• Índice de Repetên- Ensino 3 de Ceilândia e era ficou ao lado da direção, em antiga é a Dos Anjos. cia cresce em todo o Brasil, principal- o local onde a Regional fun- 2002 e 2003 houve uma re- Existem professo- mente no Ensino cionava. O colégio já era forma na parte elétrica. res que estudaram no 7 e médio. grande mas não tinha as 62 A parte de trás do Hoje dão aula no mesmo, turmas que existem hoje. Em colégio onde praticamos edu- como o professor Lázaro 1985 a escola sofreu sua cação física, já pertencia à que dá aula à noite. O nosso ampliação com a construção escola, era toda murada mas colégio tem 3 projetos que de mais um bloco de aula, e a população acabou quebran- atendem à comunidade que passou a ser chamado de do os muros para “atalho”, a são: xadrez, capoeira, e a Centro Educacional 07, com quadra que hoje só tem as ginástica.Nesta edição: ensino médio e os laborató- barras de ferro era toda telha- E está programada rios passaram a existir junto da mas roubaram as telhas. uma reunião para obras da- com as salas de MCS, PIL, A nossa atual direto- qui do colégio mas será paraCinema 2 PAE. ra, mais conhecida como 2005. Em 1997 passou por Zezé, está há nove anos tra- Por: Ana Lúcia.Torneio 3Inter-classe DIA DOS NAMORADOSCenso 4 realizada no início do A origem do dia memorações da luper- dos namorados esta cália foram incorpora- século pelos comerci- na antiguidade. Iguais das às tradições cris- antes de São Paulo, 4 a outras datas come- tãs e celebradas no para incrementar oAuto suficiente comércio no mês Tra- morativas religiosas, dia 14 de fevereiro, sua origem está na em Memória de são dicionalmente mais Roma antiga, nas fes- Valentim, padre roma- fraco em vendas.Sobre o sistema 5 tas pagãs de Lupercá- no morto em 270. Atéde Ensino lia, que aconteciam hoje , na Europa e na em meados de feve- América do Norte, o 5 reiro. O festival era dia dos namorados éRepetência dedicado a lupercais, comemorado no dia de protetor dos rebanhos são Valentim. No Bra- e pastores, a Juno, a sil, comemoramos o deusa do amor. dia dos namorados em 12 de junho. A data foi Em 496, as co- definida em campanha
  2. 2. BSB, julho 2004Página 2 Cinema - Narradores de Javé. Sinopse justificar a sua preser- mente. Apesar de polê- vação. Se até hoje nin- mico, ele terá a permis- Nada mudaria a guém se preocupou em são de todos para ouvir rotina do pequeno vila- escrever a verdadeira e registrar os relatos rejo de Javé se não fos- história de Javé, tal ta- mais importantes que se o fato de cair sobre refa deverá agora ser formarão a trama histó- ele a ameaça repentina executada pelos pró- rica do vilarejo. Uma de uma extinção: Javé prios habitantes. Como tarefa difícil porque deverá desaparecer i- a maioria dos morado- nem sempre os habi- nundado pelas águas de res de Javé são bons tantes concordam sobre uma grande hidrelétri- contadores de histórias qual, dentre todas as ca. Diante da infausta mas mal sabem escre- versões, deverá preva- notícia, a comunidade ver o próprio nome, é lecer na memória do“Como a maioria dos decide ir em defesa de necessário conseguir povoado. Na construção sua existência pondo um escrivão à altura de deste dossiê, inicia-se moradores de Javé em prática uma estraté- um duelo poético entre tal empreendimento. É gia bastante inusitada e designado o nome de os contadores que dis- são bons contadores original: escrever um Antônio Biá, persona- putam com suas histó-de histórias mas mal dossiê que documente o gem anárquico, de ca- rias - muitas vezes fan- que consideram ser os ráter duvidoso, porém o tásticas e lendárias - o sabem escrever o grandes e nobres a- único no povoado que direito de permanece- próprio nome, é contecimentos da histó- sabe escrever fluente- rem no patrimônio de ria do povoado e assim Javé.necessário conseguir um escrivão à altura de tal Narradores de Javé emociona nordestinos de Ceilândia . empreendimento.” No Distrito Federal, no Centro Educacional 07 Ceilândia Norte, no dia 18 de maio, às 19h, aproximadamente 500 pessoas compareceram a exibição do filme Narradores de Javé, de Eliane Caffé, promovida pelo Cinema BR em Movimento (CBRM) A sessão foi direcionada aos alunos do turno da noite e emocionou muitos espectadores que nasceram ou têm família no Nordeste. Extraída do site: www.cinemabremmovimento.com.br
  3. 3. BSB, julho 2004 Página 3 Torneio inter-classeO C.E.D 07 FAZ SUA 1º COMPETI- torneio começou no dia 10/05/2004, gra, se o time ficar com esse núme- ÇÃO ESPORTIVA DO ANO. e é claro que a equipe do 7Informa ro de jogadores, o oponente ganha estava lá. Mas a ver as primeiras de W.O. Mas a Arbitragem mandou O torneio Inter-classe de partidas, notamos a desorganização seguir e o 1º H acabou ganhandoFutsal promoveu uma disputa en- completa. A torcida ficava pratica- por 4x3. Depois de muita discus-tre as turmas do C.ED 07. Mas a mente dentro da quadra. Houve mo- são, o jogo foi anulado e os doisfalta de organização prejudicou a mentos que chegaram a invadir até times jogaram novamente.competição. 3 metros em relação à quadra. Além de todo esse tumulto, Toda semana, todos os Outro ponto fraco também quem veio de manhã viu a totalalunos do C.ED 07 têm três aulas relacionado à segurança foi o fato da disparidade de público nesse turno.de Educação física (2 para os alu- própria torcida subir nos arcos de Enquanto à tarde, havia em voltanos do Ensino médio). Mas vai ferro que “cobrem” a quadra. Uma do campo de 60 a 80 pessoas apro-sempre ficando entediante jogar queda de até 10m de altura poderia ximadamente de manhã havia qua-com as mesmas pessoas toda causar muitos ferimentos à pessoa se 200.bendita semana. Entendo que foi que cai e até comprometer o anda- No final os dois primeiroscom esse objetivo que foi criado o mento dos Jogos. A arbitragem tam- anos disputaram a final. Melhortorneio Inter-classe e também bém pode ser questionada. na maio- para o 1ºI que ganhou do 1ºH decomo incentivo à prática das aulas ria dos Jogos, os alunos é que apita- 11 a 7. No Feminino, o time do 2ºEde Educação Física. Foram dois ram o que causa muita polêmica. que estava invicto desde o começotorneios: o do matutino e o do A arbitragem também foi do campeonato acabou derrotadovespertino. responsável por um dos fatos que na final pelas meninas do 3ºD. Veja O Feminino se realizou demonstraram a total desorganiza- os Resultados.reunindo os dois turnos já que ção dos Jogos: no dia 14/05, no Jogonão houve times suficientes para Por:Alex da silva Neres. entre 1ºH e 2ºE, o 1ºH ficou comfazer dois torneios distintos. O apenas 3 jogadores. Segundo a re-Ganhadores: Masculino Feminino Vespertino: 1º I 3ºD
  4. 4. BSB, julho 2004 Página 4 Censo Social dos alunos do CED 7 Em recente pesquisa afirmam ter um contato freqüente desinteresse de uma parte dos realizada no Centro Educacio- com a literatura, já uma maioria alunos e de alguns professores, nal 07 com alunos entre 12 e 22 afirma não gostar de ler, estudar e ocasionando as dificuldades em anos constatou-se que 11% dizem não gostar de assistir ou algumas disciplinas como mate- deles moram com os pais e 7% ouvir programas de informações mática e português. moram com parentes, ou são durante suas horas vagas, não Mas como toda histo- casados, e 5% tem pais divorci- gostam de ter um contato áudio- ria tem seu lado bom, muitos ados. visual com programas que forne- afirmam que ainda há professo- Não se obteve recla- cem informações sobre a atual res de boa qualidade e que a “Mas como toda mações sobre convivência em situação do mundo. Muitos estão atitude da direção é favorável família, a maioria confirma que a par dos acontecimentos e possu- aos alunos, e sua principal moti- história tem seu lado os pais mesmo com dificulda- em sua própria opinião sobre vação é a idéia de que com estu- des conseguem sustentar a fa- assuntos como, por exemplo, o do terão um futuro, e a possibili- bom, muitos afirmam mília com renda de 2 a 5 salá- modo de governo do presidente e dade de se fazer novas amizades que ainda há rios mínimos, e mesmo assim não concordam com suas atitudes. e aprender a viver em sociedade. não estão livres de problemas. Já uma boa parte gosta do gover- professores de boa A maioria dos pais desses alu- no Roriz, pois obtém ajuda de Por: Aline Miriam , nos não possuem 2º grau com- custo com os programas sociais Aline Cristina e Ivaneide qualidade e que a pleto e uma pequena parte está que ele oferece a população. atitude da direção é cursando o ensino médio ou uma faculdade, já mais da me- Referente a escola onde favorável aos tade não teve oportunidade de estudam, muitos discordam das estudar ou desistiu por motivo maneiras de alguns professores e alunos...” de força maior. Poucos alunos alunos agirem, pois percebem o07: Auto suficiente?! Entrevistando professores próprios recursos. há carência de desatualizado e em péssimo estado tudo é possível, claro, quem quer de várias áreas da escola, descobri- coordenador na área de humanas. de conservação. Um professor realmente um futuro baseado em mos que ao contrário do que alguns Quando perguntamos disse: “ Andei consultando a bibli- bons estudos tem que ter garra, alunos pensam, as matéria dadas são aos professores sobre os materiais oteca, eu achei... é lógico não é coragem, e disposição, mas não as mesmas em todos os turnos e há de trabalho que a escola oferece uma ótima biblioteca mas o básico se esqueçam que a escola é de contato entre os professores no disseram-nos que não há material tem.” , mas parece que há um pro- vocês, alunos, colaborem com o horário de coordenação, e quando suficiente mas que a direção faz o jeto de revitalização da biblioteca, que puderem para que a escola não há contato os coordenadores possível para suprir as necessida- mas enquanto isso não se torna possa se tornar boa, ou no míni- pedagógicos passam as informações des dos professores. real, os alunos têm que recorrer à mo um pouco melhor. necessárias aos professores, os co- Afirmaram que os labo- biblioteca pública, ou até mesmo a ordenadores da escola são o profes- ratórios são bem equipados princi- outras bibliotecas. Por: Rosana Lima sor Janduí de física, e a professora palmente o de química, mas as A escola precisa de ma- Repórteres: Alerson Gomes, Luzia de inglês, das áreas de exatas vezes faltam reagentes, mas como teriais mais diversificados, a sala Caio Henrique, Marlon Henrique e códigos e linguagens, respectiva- foi dito a direção faz o possível de vídeo é inadequada e às vezes Professores colaboradores: mente. Eles oferecem ajuda aos para que não falte o material de oferece problemas, praticamente Eduardo (historia/filosofia) professores quando necessitam de que os professores necessitam. não existem recursos áudios- Horlei (matemática) algum material, sempre dentro das Falando sobre a biblio- visuais, e outra professora afirma Shirley (química) limitações da escola, apesar de uma teca os professores afirmaram que “...é tudo muito sacrificado o pro- Teresa (português) professora afirmar que o coordena- é bastante desfalcada, já houve fessor que quiser fazer algo dife- dor de sua área oferece somente alagamento que levou à perda de rente tem que fazer isso por conta uma ajuda parcial e que normal- parte do pouco material que tinha. própria.” . Aos mente os professores trabalham É razoável, tem o básico, falta alunos fica a mensagem de que sozinhos e tem que buscar seus variedade de autores, o material é nada é muito favorável mas que
  5. 5. BSB, julho 2004Sobre o sistema de Ensino do DF. Página 5 Entrevista com professor zação, então estou aliando esses Eu diria que sim, porque o ensino mesmo uma universidade? Erismar oliveira Santos dois fatores. Voltando ao cerne público de Brasília tem mostrado Bom, eu não me sinto tão bem formado na cadeira de da questão; a qualidade é boa? É um bom trabalho com base no preparado já que no Ensino pú- Pisicopedagogia /UFG . boa, não é ótima, seria ótima se que as pesquisas nos mostram, no blico tem uma grande defasagem nós garantíssemos a todas as meu caso eu me sinto bem prepa- em relação ao que se aprende e - Em tese os alunos da rede crianças o acesso a um ensino de rado, estou fazendo o PAS, e também falta conteúdo, nós não pública têm um dos menores qualidade. Eu fiz afirmativa que nesses 3 anos de ensino público temos que nos contentar com o índices de reprovação compa- sim, que o ensino do DF é bom no Centro Educacional 07 eu que se passa aqui, também temos rado com os demais estados. pelo fato de que um maior núme- posso dizer que as notas que que buscar estudo por fora para Em sua opinião a qualidade de ro de professores tem especiali- adquiri são resultado do ensino melhorar ou preencher aquilo ensino do DF é realmente boa? zação com mestrado e doutorado. que eu tive, neste caso eu posso que faltou no decorrer desses Essa qualificação reflete na qua- dizer que para mim foi bom, tem três anos. É importante mencio- lidade de Ensino, não só para os aquela defasagem, falta matéria, 7Informa: Se fosse possível dar nar dois aspectos antes que eu alunos, mas também nos contatos só que tem atendido à necessida- uma nota para o ensino públi- venha responder à pergunta: o pedagógicos com os professo- de do aluno, basta também o co e seus conhecimentos qual aspecto inicial é a questão geo- res, que não têm essa especializa- aluno ter interesse com o ensino seria? Para o Ensino público gráfica. No DF nós temos a ção. e aproveitar bem o que é passado um Seis, mais pelos professores ausência do interior como dos É bom também estar- para ele. que são bem preparados e têm outros estados, as cidades satéli- mos no centro do poder e por 7Informa: Se fosse possível dar vontade de ensinar e de melhorar tes são muito mais próximas termos aqui as principais redes de uma nota para o ensino público as aulas no possível. Agora os uma das outras, facilitando as- televisão do País, tocando o DF, e seus conhecimentos qual meus conhecimentos também sim o poder central, (no caso a essas informações fazem com seria? Para o Ensino público dou um seis. secretaria de Educação e a regio- que a cidadania possa estar palpi- eu do um sete, não do um dez por nal de ensino) essa centraliza- Por: Rodrigo Muniz tante. O que eu entendo por cida- falta de estrutura, aos meus co- ção e essa proximidade fazem dania, a uma consciência crítica e nhecimentos um oito, agora o com que as escolas tenham um a busca de seus direitos. estudo por fora é muito importan- pouco mais de controle sobre a te para complementar aquilo que qualidade de Ensino. Agora a Entrevista com alunos do falta. outra questão é que o Df por 3ºano. concentra os poderes executivo, Entrevista com Nerivaldo legislativo, judiciário. Isso ajuda Erick Marques, 3º B Pereira da Silva. 3ºE. que a população venha a ter o maior acesso à informação au- 7Informa: com o término do 7Informa: com o término do mentando assim consequente- Curso você se sente preparado Curso você se sente preparado mente o seu nível de conscienti- pro mercado de trabalho ou até pro mercado de trabalho ou até mesmo uma universidade?REPETÊNCIA, HÁ SOLUÇÃO? O Brasil, um dos maio- em 2001. (folha de SP). Aos alunos que lêem cola suarem a camisa pois háres países do mundo, mostra com Esses dados mostraram esta reportagem fica o aviso de um futuro massacrante que oevidência a queda no ensino, prin- nos anos de 1998 para 1999, uma que estudar não é brincadeira, espera.cipalmente público, dados recém taxa de repetência de 17,2%, a uma série atrasada no seu históri-tabulados pelo INEP (instituto mais baixa em quase 20 anos. e co pode não ser uma boa idéia,nacional de estudos e pesquisas cresceu nos anos de 2001/2002 tenha a consciência de que o Por: Alexandreeducacionais) comprovam que um para 20,2%. Aproximadamente mercado de trabalho que o esperaem cada cinco estudantes do ensi- 1,7 milhão de alunos reprovados futuramente é bastante perigoso,no fundamental e médio repetiu, só no Brasil, quase 1% da popu- cheio de armadilhas. É recomen-em 2002, a mesma série cursada lação brasileira. dável aos “repetentes” desta es-
  6. 6. 7Informa O Jornal é um projeto apoiado pelo Instituto Airton Senna e pela DÊ A SUA OPINIÃO!! fundação Athos bulcão. A nossa turma, (2ª E) foi escolhida dentre as demais da Endereço principal Escola, Para fazer o Jornal. Acolhemos Centro educacional 07 de ceilândia QNN 13 Área Especial “A” a idéia e a colocamos em prática, não é Tel.: 92934786 fácil mas Deus nos ajuda. E-mail: alexandrexsb@yahoo.com.br Estaremos na Web , Colabore com o seu futuro, Em breve contribua, mesmo que seja com 1 real!!!!! Envie seu currículo para Internet no Site www.catho.com.br. Não perca essa chance!! Procure emprego no site Classificados www.empregos.com.br e saia da lista dos desempregados!!!!!Anuncie aqui!!!! Parabenizamos todos aqueles que contribuíram comprando uma rifa, que sorteamos no dia 09/06/04,para a impressão deste Jornal escolar. Em especial nós da Equipe do 7Informa, agradecemos as professoras; Te-resa, regente deste projeto incrível, (o Jornal) que mais nos incentiva, a professora Seli que contribuiu com umaquantia favorável, com as rifas e um belíssimo apoio Moral, sincero e estimado, a diretora Zezé, Rosaina, An-dréia, (auxiliares de direção) e os demais professores que dão o maior apoio. Muito Obrigado !!!

×