Projeto social

687 visualizações

Publicada em

A importância da tecnologia no cotidiano do aluno na escola.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Projeto social

  1. 1. PROJETO SOCIALCONHECENDO A CIDADE COMO CIDADÃO
  2. 2. Público Alvo: Alunos do 2º Ano Ensino Médio Professora : Alcejane de Souza Carneiro Disciplina : Geografia Cursista : Alcejane de Souza CarneiroApoio Geral: Direção e Coordenação da Escola Estadual José Ferreira Lima Local: Escola Estadual José Ferreira Lima Santa Rita do Pardo - MS 2011
  3. 3. Introdução O projeto traz uma relação entre os saberes envolvendo o ideal e a relação com a natureza. Propõe uma análise sobre os espaços ocupados pelo homem seus direitos e deveres em suas relações culturais, sociais, políticas que interferem no desenvolvimento econômico dependendo da maneira como o homem se organiza para a produção e distribuição de bens. Elaborar e realizar projeto na escolacom os educandos, leva a uma reflexão histórica e também trabalha pela conscientização do que pode e deve mudar ou transformar para melhor. Para educar e conscientizar nos direitos e deveres sociais e cristãos é preciso desenvolver projeto e formar valores e atitudes que busquem a transformação social.
  4. 4. Justificativa O projeto justifica-se pela necessidade de se conhecer e de se avaliar criticamente a realidade econômica-politica e social de Santa Rita do Pardo – MS, a fim de se desenvolver atividades culturais que possibilitem ao educando a construção, aplicação e análise dos valores aprendidos para a construção da cidadania. Lembrando que para educar acidadania deve estimular o educando a ter uma atitudecrítica permanente tendo como limite apenas o respeito à democracia, aos direitos humanos e ao necessário cumprimento da lei. É preciso preparar o aluno para que saiba enfrentar uma situação – problema com capacidade de resumir idéias e propor sugestões criativas de mudanças com capacidades argumentativa, não deixando de respeitar todas as culturas com ética e responsabilidade.
  5. 5. Objetivo Geral Conscientizar e sensibilizar os alunos do 2º Ano do Ensino Médio sobre as questões que envolvem a administração de uma cidade e nosso papel enquanto cidadãos responsáveis e interessados e atuar de formapositiva repensando sobre algumas ações públicas e privadascom vista ao bem estar da coletividade e preservação do meio ambiente às gerações futuras.
  6. 6. Metodologia Localização da área e o relevo; Principais colonizadores; Aspectos culturais; Setores econômicos; Principais políticos da cidade; Pontos turísticos; Números de habitantes da cidades; Conhecer as leis de responsabilidades sociais; O orçamento participativo da escola; Acompanhamento a execução orçamentária.
  7. 7. Conteúdo programático Em geral, há duas maneiras de se preencher, por exemplo: a) Por áreas do conhecimento:Matemática – porcentagem, quando o participante aplica 17% sobre o valor de compra de um bem ou mercadoria, para descobrir o valor do ICMS. História: conhecer a historia dos tributos. Filosofia: os valores éticos e sua aplicação na sociedade b) Por assuntos abordados: - Repartição da receita tributária entre as esferas governamentais: Município, Estado e União. - Tributos previstos no Sistema Tributário Nacional, conforme a Constituição Federal de 1988.
  8. 8. Material de apoioComputador;Internet;Máquina fotográfica;D.V.D;Televisão;Som
  9. 9. Desenvolvimento do projeto1º Passo:Coletas de dados ;Divulgação dos temas a serem abordados;Realidade social;Seleção de materiais, textos para leitura que conduzam aos váriostemas propostos.2º Passo:Levantamento de dados das pesquisas e leitura realizadas;Pesquisa de campo.3º Passo:Estabelecer as relações entre os dados coletados e as informaçõesobtidas e visitadas;Leituras, interpretações, análises e comparações;Reflexão crítica ao elaborar o trabalho e estabelecer as relações.4º Passo:Reelaborar e ou complementar o trabalho de pesquisa;Usar as tecnologias na criatividade da elaboração final do trabalho;Apresentar as opiniões divergentes , finalizando com aapresentação do projeto.
  10. 10. Capilaridade do projetoA Câmara Municipal será envolvidas quando os alunos forem aplicar um questionário, ou distribuírem um folder sobre tributos. A sociedade terá participação quando os lojistas forem consultados sobre valores de um bem e quanto é recolhido de imposto sobre certa transação etc. Ou ainda, que projeto modifica a própria escola em tais aspectos como escola /família, sociedade/escola, aluno/professor/família/escola/sociedade.
  11. 11. AvaliaçãoA avaliação será realizada por meio de trabalhos realizados pelos alunos, tais como: entrega para a gestora de questionários aplicados, relatórios de resultado de pesquisa acerca do tema proposto no projeto. A avaliação poderá ser feita conforme a metodologia.
  12. 12. CronogramaO professor poderá adequar o desenvolvimento do projeto através das aulas desenvolvidas em sala, podendo utilizar um bimestre ou semestre.
  13. 13. ReferênciasBRASIL. Ministério da Fazenda; Ministério da Educação. Programa Nacional de Educação Fiscal. Educação fiscal no contexto social. 4ª ed. Brasília: Esaf, 2009. (série Educação Fiscal. Cadernos 1 a 4).CARTA DA TERRA. Disponível em: <http://www.cartadaterrabrasil.org/prt/text.html>. Acesso em: 03 nov. 2011.FERREIRA GULLAR, J. R. Antologia poética. São Paulo: Summus, 1997.Nome do Vídeo. Direção: Fulano de Tal. Vídeo (2,27 min). Disponível em: <http://www.youtube.com/watch? v=27pChzF9UiA&feature=related>. Acesso em: 03 nov. 2011.
  14. 14. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina. (Willian Shaskeapeare)

×