SlideShare uma empresa Scribd logo
O Romantismo
A iconografia romântica caracterizou-se por sua estreita relação com a literatura e a poesia, especialmente com as lendas heróicas medievais e dramas amorosos, assim como com as histórias recolhidas em países exóticos, metaforizando temas políticos ou filosóficos da época e ressaltando o espírito nacional. Não se pode esquecer que o romantismo revalorizou os conceitos de pátria e república. Papel especial desempenharam a morte heróica na guerra e o suicídio por amor.
Grieg Chopin Brahms Verdi Wagner Liszt Tchaikowsky Beethoven
Temáticas da Pintura Romântica: A Natureza, quer assumida como tema, a Paisagem, quer como cenário cúmplice do desenrolar do drama humano. A Pintura Histórica, exaltação do passado histórico numa dimensão nacionalista e ética evocando acontecimentos e personagens exemplares. Esta arte ilustra acontecimentos históricos ou lendários de um modo propositadamente grandioso e nobre (por oposição aos exemplos da antiguidade greco-romana). A Pintura fantástica, temáticas ligadas ao exótico, ao onírico e àquilo que se afasta da razão e da norma. O Retrato, como expressão de uma humanidade particularizada e de uma individualidade com caracterização própria. Exemplos: Delacroix, Géricault
     FIM                                                (adaptado)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Romantismo - Literatura
Romantismo - LiteraturaRomantismo - Literatura
Romantismo - Literatura
Matheus Brito
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
Ana Sales
 
2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história
2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história
2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história
Lilian Lima
 
O movimento romântico
O movimento românticoO movimento romântico
O movimento romântico
Carolina Gomes
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
Cristiane Seibt
 
Características do Romantismo e Romance Romântico
Características do Romantismo e Romance RomânticoCaracterísticas do Romantismo e Romance Romântico
Características do Romantismo e Romance Romântico
Thiago Rodrigues
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Lucas Queiroz
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
Susana Ramada
 
Romantismo breve introd
Romantismo breve introdRomantismo breve introd
Romantismo breve introd
Helena Coutinho
 
Arte romantica
Arte romanticaArte romantica
Arte romantica
Carla Teixeira
 
32 romantismo
32 romantismo32 romantismo
32 romantismo
denise lugli
 
Romantismo na literatura
Romantismo na literaturaRomantismo na literatura
Romantismo na literatura
Marcos Feliciano
 
Romantismo na Europa
Romantismo na EuropaRomantismo na Europa
Romantismo na Europa
Thiago Rodrigues
 
Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...
Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...
Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...
SrtGalaxy
 
Romantismo I
Romantismo IRomantismo I
Romantismo I
Ana Karina Silva
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
cattonia
 
Romantismo em portugal aula 03
Romantismo em portugal   aula 03Romantismo em portugal   aula 03
Romantismo em portugal aula 03
xipolito
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
Marcimária Xavier
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
Vívian mourett
 
Imagens oficina romantismo
Imagens oficina romantismoImagens oficina romantismo
Imagens oficina romantismo
Universidade das Quebradas
 

Mais procurados (20)

Romantismo - Literatura
Romantismo - LiteraturaRomantismo - Literatura
Romantismo - Literatura
 
Romantismo.
Romantismo.Romantismo.
Romantismo.
 
2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história
2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história
2011 2 – língua portuguesa roamantismo_história
 
O movimento romântico
O movimento românticoO movimento romântico
O movimento romântico
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
 
Características do Romantismo e Romance Romântico
Características do Romantismo e Romance RomânticoCaracterísticas do Romantismo e Romance Romântico
Características do Romantismo e Romance Romântico
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Romantismo breve introd
Romantismo breve introdRomantismo breve introd
Romantismo breve introd
 
Arte romantica
Arte romanticaArte romantica
Arte romantica
 
32 romantismo
32 romantismo32 romantismo
32 romantismo
 
Romantismo na literatura
Romantismo na literaturaRomantismo na literatura
Romantismo na literatura
 
Romantismo na Europa
Romantismo na EuropaRomantismo na Europa
Romantismo na Europa
 
Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...
Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...
Movimento Literário Romantismo - " O Romantismo olha o mundo de forma apaixon...
 
Romantismo I
Romantismo IRomantismo I
Romantismo I
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo em portugal aula 03
Romantismo em portugal   aula 03Romantismo em portugal   aula 03
Romantismo em portugal aula 03
 
ROMANTISMO
ROMANTISMOROMANTISMO
ROMANTISMO
 
Romantismo em Portugal
Romantismo em PortugalRomantismo em Portugal
Romantismo em Portugal
 
Imagens oficina romantismo
Imagens oficina romantismoImagens oficina romantismo
Imagens oficina romantismo
 

Destaque

1 geração e distribuição
1 geração e distribuição1 geração e distribuição
1 geração e distribuição
jailtonrleite
 
romantismo terceira geração
romantismo terceira geraçãoromantismo terceira geração
romantismo terceira geração
Gabriell Duarte
 
Tarsila Do Amaral
Tarsila Do AmaralTarsila Do Amaral
Tarsila Do Amaral
Maria José Alves
 
3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira
letosgirl
 
3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!
3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!
3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!
Elayne Beatriz de Farias Pereira
 

Destaque (6)

Meu prezi 35 tp
Meu prezi 35 tpMeu prezi 35 tp
Meu prezi 35 tp
 
1 geração e distribuição
1 geração e distribuição1 geração e distribuição
1 geração e distribuição
 
romantismo terceira geração
romantismo terceira geraçãoromantismo terceira geração
romantismo terceira geração
 
Tarsila Do Amaral
Tarsila Do AmaralTarsila Do Amaral
Tarsila Do Amaral
 
3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira3º geração romântica condoreira
3º geração romântica condoreira
 
3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!
3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!
3ª geração do Romantismo By: Elayne Farias!
 

Semelhante a Apresentação1 romantismo[1]

Romanticismo base.ppt
Romanticismo base.pptRomanticismo base.ppt
Romanticismo base.ppt
AldenoraMarciaChaves
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
CEF16
 
Romantismo -slides (2)
Romantismo  -slides (2)Romantismo  -slides (2)
Romantismo -slides (2)
Aparecida Mallagoli
 
Rayane, Jordana, Karl
Rayane, Jordana, KarlRayane, Jordana, Karl
Rayane, Jordana, Karl
martinsramon
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Joyce Micielle
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Pedro Klein Garcia
 
Trabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssss
Trabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssssTrabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssss
Trabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssss
JooMazzaropi
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Daniel Leitão
 
Romantismo,versao atualizada
Romantismo,versao atualizadaRomantismo,versao atualizada
Romantismo,versao atualizada
Isabella Silva
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Arieli Bis Sobbis
 
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Alexandre Barbosa
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Evandro Batista
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Evandro Batista
 
O romantismo em_portugal
O romantismo em_portugalO romantismo em_portugal
O romantismo em_portugal
DaianniSilv
 
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
WandersonBarros16
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Trabalho de artes .
Trabalho de artes .Trabalho de artes .
Trabalho de artes .
blogdo2d
 
romantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdf
romantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdfromantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdf
romantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdf
ANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo português
Karen Olivan
 

Semelhante a Apresentação1 romantismo[1] (20)

Romanticismo base.ppt
Romanticismo base.pptRomanticismo base.ppt
Romanticismo base.ppt
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo -slides (2)
Romantismo  -slides (2)Romantismo  -slides (2)
Romantismo -slides (2)
 
Rayane, Jordana, Karl
Rayane, Jordana, KarlRayane, Jordana, Karl
Rayane, Jordana, Karl
 
O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Trabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssss
Trabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssssTrabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssss
Trabalhjijijsijijijo.pdfasssssssssssssss
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo,versao atualizada
Romantismo,versao atualizadaRomantismo,versao atualizada
Romantismo,versao atualizada
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
Romantismo1836 1881-121031124003-phpapp02
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
O romantismo em_portugal
O romantismo em_portugalO romantismo em_portugal
O romantismo em_portugal
 
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
03a37350dc3539a02f66d544e6326e74.pdf
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Trabalho de artes .
Trabalho de artes .Trabalho de artes .
Trabalho de artes .
 
romantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdf
romantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdfromantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdf
romantismo1836-1881-121031124003-phpapp02.pdf
 
Romantismo português
Romantismo portuguêsRomantismo português
Romantismo português
 

Mais de António Luís Catarino

A ii revolucao-industrial[1]
A ii revolucao-industrial[1]A ii revolucao-industrial[1]
A ii revolucao-industrial[1]
António Luís Catarino
 
A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]
A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]
A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]
António Luís Catarino
 
Teletrabalho
TeletrabalhoTeletrabalho
Organização da rede urbana
Organização da rede urbanaOrganização da rede urbana
Organização da rede urbana
António Luís Catarino
 
A vegetação
A vegetação A vegetação
A vegetação
António Luís Catarino
 
As trocas intercontinentais[1]
As trocas intercontinentais[1]As trocas intercontinentais[1]
As trocas intercontinentais[1]
António Luís Catarino
 
Ws2[1]correcção[1]
Ws2[1]correcção[1]Ws2[1]correcção[1]
Ws2[1]correcção[1]
António Luís Catarino
 
Indústria[1]..[2]
Indústria[1]..[2]Indústria[1]..[2]
Indústria[1]..[2]
António Luís Catarino
 
Vestuário %201,8[1]
Vestuário %201,8[1]Vestuário %201,8[1]
Vestuário %201,8[1]
António Luís Catarino
 
Transportes porto 100_anos[2]
Transportes porto 100_anos[2]Transportes porto 100_anos[2]
Transportes porto 100_anos[2]
António Luís Catarino
 
Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]
Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]
Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]
António Luís Catarino
 
Rua%20da%20 constituição 1,11[1]
Rua%20da%20 constituição 1,11[1]Rua%20da%20 constituição 1,11[1]
Rua%20da%20 constituição 1,11[1]
António Luís Catarino
 
Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]
Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]
Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]
António Luís Catarino
 
Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]
Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]
Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]
António Luís Catarino
 
Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]
Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]
Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]
António Luís Catarino
 
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
António Luís Catarino
 
Pedro,guilherme,carolina conde[2]
Pedro,guilherme,carolina conde[2]Pedro,guilherme,carolina conde[2]
Pedro,guilherme,carolina conde[2]
António Luís Catarino
 
O%20 porto%20há%20100%20anos[1]
O%20 porto%20há%20100%20anos[1]O%20 porto%20há%20100%20anos[1]
O%20 porto%20há%20100%20anos[1]
António Luís Catarino
 

Mais de António Luís Catarino (20)

A ii revolucao-industrial[1]
A ii revolucao-industrial[1]A ii revolucao-industrial[1]
A ii revolucao-industrial[1]
 
A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]
A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]
A sociedade industrial_e_urbana,_ppt[1]
 
Teletrabalho
TeletrabalhoTeletrabalho
Teletrabalho
 
Organização da rede urbana
Organização da rede urbanaOrganização da rede urbana
Organização da rede urbana
 
A vegetação
A vegetação A vegetação
A vegetação
 
As trocas intercontinentais[1]
As trocas intercontinentais[1]As trocas intercontinentais[1]
As trocas intercontinentais[1]
 
Ws2[1]correcção[1]
Ws2[1]correcção[1]Ws2[1]correcção[1]
Ws2[1]correcção[1]
 
Shopping final (2)[1]
Shopping final (2)[1]Shopping final (2)[1]
Shopping final (2)[1]
 
Clothes shop[3]
Clothes shop[3]Clothes shop[3]
Clothes shop[3]
 
Indústria[1]..[2]
Indústria[1]..[2]Indústria[1]..[2]
Indústria[1]..[2]
 
Vestuário %201,8[1]
Vestuário %201,8[1]Vestuário %201,8[1]
Vestuário %201,8[1]
 
Transportes porto 100_anos[2]
Transportes porto 100_anos[2]Transportes porto 100_anos[2]
Transportes porto 100_anos[2]
 
Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]
Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]
Rua 31 de_janeiro-14,18,24[2]
 
Rua%20da%20 constituição 1,11[1]
Rua%20da%20 constituição 1,11[1]Rua%20da%20 constituição 1,11[1]
Rua%20da%20 constituição 1,11[1]
 
Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]
Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]
Rainha%20 d.amélia 6,12,25[1]
 
Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]
Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]
Porto%20no%20século%20 xix 1,23,24[2]
 
Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]
Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]
Porto%20 há%20100%20anos%20 2,3,14%20power%20point[1]
 
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
Porto%20 há%20cem%20anos 10[2]
 
Pedro,guilherme,carolina conde[2]
Pedro,guilherme,carolina conde[2]Pedro,guilherme,carolina conde[2]
Pedro,guilherme,carolina conde[2]
 
O%20 porto%20há%20100%20anos[1]
O%20 porto%20há%20100%20anos[1]O%20 porto%20há%20100%20anos[1]
O%20 porto%20há%20100%20anos[1]
 

Último

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 

Último (20)

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 

Apresentação1 romantismo[1]

  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. A iconografia romântica caracterizou-se por sua estreita relação com a literatura e a poesia, especialmente com as lendas heróicas medievais e dramas amorosos, assim como com as histórias recolhidas em países exóticos, metaforizando temas políticos ou filosóficos da época e ressaltando o espírito nacional. Não se pode esquecer que o romantismo revalorizou os conceitos de pátria e república. Papel especial desempenharam a morte heróica na guerra e o suicídio por amor.
  • 9.
  • 10. Grieg Chopin Brahms Verdi Wagner Liszt Tchaikowsky Beethoven
  • 11. Temáticas da Pintura Romântica: A Natureza, quer assumida como tema, a Paisagem, quer como cenário cúmplice do desenrolar do drama humano. A Pintura Histórica, exaltação do passado histórico numa dimensão nacionalista e ética evocando acontecimentos e personagens exemplares. Esta arte ilustra acontecimentos históricos ou lendários de um modo propositadamente grandioso e nobre (por oposição aos exemplos da antiguidade greco-romana). A Pintura fantástica, temáticas ligadas ao exótico, ao onírico e àquilo que se afasta da razão e da norma. O Retrato, como expressão de uma humanidade particularizada e de uma individualidade com caracterização própria. Exemplos: Delacroix, Géricault
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. FIM (adaptado)