desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAA Matéria e suas TransformaçõesA Matéria e suas TransformaçõesProf. L...
desenvolvido por: e2 educação e eventosMATÉRIMATÉRIAAMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
desenvolvido por: e2 educação e eventosMATÉRIMATÉRIAAMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
desenvolvido por: e2 educação e eventosCORPOCORPOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
desenvolvido por: e2 educação e eventosCORPOCORPOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
desenvolvido por: e2 educação e eventosOBJETOOBJETOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
desenvolvido por: e2 educação e eventosOBJETOOBJETOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
desenvolvido por: e2 educação e eventosOs Estados Físicos da MatériaOs Estados Físicos da Matériae as suas características...
desenvolvido por: e2 educação e eventosOs Estados Físicos da MatériaOs Estados Físicos da Matériae as suas características...
desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoSUBSTÂNCIA ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURASSS ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA EUT...
desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA EUT...
desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA AZE...
desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA AZE...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS01. O naftaleno, comercialmenteconhecido como naftalina, empreg...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSEsta observação pode ser explicada pelofenômeno da:a) fusão;b) ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS02. Aquecendo-se continuamente umasubstância pura, à pressão co...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSb) é constante, mesmo depois que todo osólido tenha desaparecid...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS03. Dada a tabela:Substância Ponto de fusão (oC) Ponto de ebuli...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS04. Seja dada a seguinte tabela:- De cima para baixo, a 25 oC e...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSa) líquido, sólido, líquido, gás.b) sólido, sólido, gás, gás.c)...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS05. Qual o estado físico (sólido, líquido ougasoso) das substân...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS06. Uma amostra de água a -20 oC é tiradade um congelador e col...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS07. Uma determinada substância apresentaa seguinte curva de aqu...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSConsiderando que a substância no estado sólidoexiste em apenas ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS08. Uma substância sólida é aquecidacontinuamente. O gráfico a ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS08. ...Temperatura(Temperatura(ooC)C)T(min)T(min)15015050501010...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSO ponto de fusão, o ponto de ebulição e otempo durante o qual a...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS09. Alcanos são compostos com a fórmulageral CnH2n+2. Os nomes ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSO gráfico a seguir representa a variação dosPFs e PEs (1 atm) d...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS... Temperatura(Temperatura(ooC)C)Número de átomos de CarbonoNú...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSCom base no gráfico, podemos afirmar:I- Dentre os alcanos citad...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSEstá(ão) correta(s) a(s) afirmação(ões):a) I, II, III e IVb) II...
desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAA Composição da MatériaA Composição da MatériaProf. LAÉRCIO CAVALCANT...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e MisturasSUBSTÂNCIA PURASUBSTÂNCIA PURAQualquer ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e MisturasMISTURAMISTURAMateriais em que a fusão ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e MisturasA maioria dos materiais que nos cercame...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de MisturasMISTURA HOMOGÊNEAMISTURA HOMOGÊNEAToda mistura qu...
desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de Misturas Alguns exemplos:água de torneira, vinagre, ar, ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de MisturasToda mistura que apresenta pelo menosduas fases....
desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de MisturasMISTURA HETEROGÊNEAMISTURA HETEROGÊNEAO granitoap...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasSISTEMA HOMOGÊNEOSISTEMA HOMOGÊNEOApresenta aspecto contínuo, ou se...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasSISTEMA HETEROGÊNEOSISTEMA HETEROGÊNEOApresenta aspecto descontínuo...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasApresenta aspecto descontínuo, ou seja, éconstituído por mais de um...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemas Substância pura: um componente Mistura homogênea: mais de um com...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasEXEMPLOSEXEMPLOSar atmosférico secogás nitrogênio: 78%gás argônio: ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasEXEMPLOSEXEMPLOSágua sal açucar • Sistema homogêneomonofásico• Mist...
desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasEXEMPLOSEXEMPLOSágua sal gelo • Sistema heterogêneotrífásico• Mistu...
desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAProcesso de Separação de MisturasProcesso de Separação de MisturasPro...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise ImediataPara a separação dos componentes de umamistura, ou ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata1. LEVIGAÇÃO1. LEVIGAÇÃOProcesso utilizado para sep...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata2. SEPARAÇÃO MAGNÉTICA2. SEPARAÇÃO MAGNÉTICAMétodo ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata3. EVAPORAÇÃO3. EVAPORAÇÃOPor esse processo separam...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata3. EVAPORAÇÃO3. EVAPORAÇÃOCom a evaporação da água ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata4. CRISTALIZAÇÃO FRACIONADA4. CRISTALIZAÇÃO FRACION...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata5. DISSOLUÇÃO FRACIONADA5. DISSOLUÇÃO FRACIONADAMét...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6. DECANTAÇÃO6. DECANTAÇÃOProcesso utilizado para s...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoA fase sóli...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoPode-se sep...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoPara aceler...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoEm laborató...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.2 Líquidos imiscíveis6.2 Líquidos imiscíveisO líq...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃOPor esse processoseparam-se...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃOAo prepararmos café, adicio...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃO
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃOPodemos aumentar a velocida...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃORecurso utilizado para se...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃONa destilação simples de ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃO
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃO
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.1 Destilação fracionada8.1 Destilação fracionadaN...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.1 Destilação fracionada8.1 Destilação fracionadaÀ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.1 Destilação fracionada8.1 Destilação fracionada
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracioname...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracioname...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracioname...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracioname...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de8.2 Coluna defracionamentofracionament...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de8.2 Coluna defracionamentofracionamento
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADA9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADAPro...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADA9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADA
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICA10. ANÁLISE CROMATOGRÁFIC...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICA10. ANÁLISE CROMATOGRÁFIC...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICA10. ANÁLISE CROMATOGRÁFIC...
desenvolvido por: e2 educação e eventosBalão de Fundo ChatoÉ utilizado para dissoluçãode substâncias medianteagitação. Pod...
desenvolvido por: e2 educação e eventosBalão VolumétricoSão usados para medircom precisão determinadovolume de líquido. Ca...
desenvolvido por: e2 educação e eventosProvetaÉ utilizado para medir, compequena precisão, volumesde líquidos.Análise Imed...
desenvolvido por: e2 educação e eventosPipetasSão utilizadas para medir,com precisão, pequenosvolumes de líquidos.Análise ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosBuretaÉ usada para escoarlíquidos e medir volumescom precisão.Análise ImediataAnáli...
desenvolvido por: e2 educação e eventosPinçaÉ usada para seguraro tubo de ensaiodurante seuaquecimento.Análise ImediataAná...
desenvolvido por: e2 educação e eventosPissetaÉ utilizada para lavagem derecipientes mediante jato deágua.Análise Imediata...
desenvolvido por: e2 educação e eventosEstanteÉ usada para acondicionartubos de ensaio antes eapós a sua utilização.Anális...
desenvolvido por: e2 educação e eventosCadinhoÉ utilizado para aquecersólidos a altastemperaturas.Análise ImediataAnálise ...
desenvolvido por: e2 educação e eventosAlmofariz e PistiloSão usados natrituração de sólidos.Análise ImediataAnálise Imedi...
desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAA Matéria e suas TransformaçõesA Matéria e suas TransformaçõesOBRIGAD...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A matéria e suas transformações prof. laércio cavalcante

1.297 visualizações

Publicada em

PROJETO ALCANCE - A MATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES - AULA DO PROFESSOR LAÉRCIO CAVALCANTE.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A matéria e suas transformações prof. laércio cavalcante

  1. 1. desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAA Matéria e suas TransformaçõesA Matéria e suas TransformaçõesProf. LAÉRCIO CAVALCANTEProf. LAÉRCIO CAVALCANTE
  2. 2. desenvolvido por: e2 educação e eventosMATÉRIMATÉRIAAMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
  3. 3. desenvolvido por: e2 educação e eventosMATÉRIMATÉRIAAMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
  4. 4. desenvolvido por: e2 educação e eventosCORPOCORPOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
  5. 5. desenvolvido por: e2 educação e eventosCORPOCORPOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
  6. 6. desenvolvido por: e2 educação e eventosOBJETOOBJETOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
  7. 7. desenvolvido por: e2 educação e eventosOBJETOOBJETOMatéria, Corpo, ObjetoMatéria, Corpo, Objeto
  8. 8. desenvolvido por: e2 educação e eventosOs Estados Físicos da MatériaOs Estados Físicos da Matériae as suas característicase as suas característicasO estado físico ou estado de agregaçãoda matéria pode ser alterado porvariações de temperatura e de pressão,sem que seja alterada a composição damatéria.MUDANÇA DE ESTADO FÍSICO
  9. 9. desenvolvido por: e2 educação e eventosOs Estados Físicos da MatériaOs Estados Físicos da Matériae as suas característicase as suas característicasCada mudança recebe um nome particular:fusãofusão vaporizaçãovaporizaçãosolidificaçãosolidificação liquefaçãoliquefação(condensação)(condensação)sublimaçãosublimação
  10. 10. desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoSUBSTÂNCIA PURASSS e LS e LLLL e VL e VVVTemperatura(Temperatura(ooC)C)TempoTempo10010000tt11 tt22 tt33 tt44
  11. 11. desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURASSS e LS e LLLL e VL e VVVTemperatura(Temperatura(ooC)C)TempoTempo∆∆ttEE∆∆ttFFtt11 tt22 tt33 tt44
  12. 12. desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA EUTÉTICAAlguns exemplos de mistura eutéticas são: gelo + sal de cozinha; estanho + chumbo (solda).
  13. 13. desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA EUTÉTICASSS e LS e LLLL e VL e VVVTemperatura(Temperatura(ooC)C)TempoTempoPFPFtt11 tt22 tt33 tt44∆∆ttEE
  14. 14. desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA AZEOTRÓPICAUm exemplo desse tipo de mistura é aformada por 96% de álcool comum e 4%de água.
  15. 15. desenvolvido por: e2 educação e eventosDiagramas de MudançaDiagramas de Mudançade Estado Físicode Estado FísicoMISTURA AZEOTRÓPICASSS e LS e LLLL e VL e VVVTemperatura(Temperatura(ooC)C)TempoTempo∆∆ttEEtt11 tt22 tt33 tt44PEPE
  16. 16. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS01. O naftaleno, comercialmenteconhecido como naftalina, empregadopara evitar baratas em roupas, funde emtemperaturas superiores a 80º C. Sabe-seque bolinhas de naftalina, à temperaturaambiente, têm suas massasconstantemente diminuídas, terminandopor desaparecer sem deixar resíduo.
  17. 17. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSEsta observação pode ser explicada pelofenômeno da:a) fusão;b) condensação;c) sublimação;d) liquefação;e) vaporização.
  18. 18. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS02. Aquecendo-se continuamente umasubstância pura, à pressão constante,quando se observa a passagem do estadosólido para o líquido, a temperatura dosistema:a) é constante e igual ao ponto deebulição.
  19. 19. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSb) é constante, mesmo depois que todo osólido tenha desaparecido.c) constante, enquanto há sólido.d) aumenta gradativamente.e) aumenta até acabar todo sólido.
  20. 20. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS03. Dada a tabela:Substância Ponto de fusão (oC) Ponto de ebulição (oC)Oxigênio -218,4 -183Fenol 43 182Pentano -130 36,1- Qual o estado físico dessas substâncias àtemperatura ambiente?
  21. 21. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS04. Seja dada a seguinte tabela:- De cima para baixo, a 25 oC e 1 atm, osestados físicos dos compostos sãorespectivamente?Substância PF (1 atm, oC) PE (1 atm, oC)pentano -130 36,1fenol 43 182clorofórmio -63 61cloro -101 -34,5
  22. 22. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSa) líquido, sólido, líquido, gás.b) sólido, sólido, gás, gás.c) líquido, líquido, sólido, gás.d) sólido, sólido, gás, líquido.e) líquido, líquido, líquido, gás.
  23. 23. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS05. Qual o estado físico (sólido, líquido ougasoso) das substâncias da tabela a seguir,quando as mesmas se encontram nodeserto da Arábia, à temperatura de 50 oC(pressão ambiente= 1 atm)?Substância TF (oC) TE (oC)I- Clorofórmio -63 61II- Éter etílico -116 34III- Etanol -117 78IV- Fenol 41 182V- Pentano -130 36
  24. 24. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS06. Uma amostra de água a -20 oC é tiradade um congelador e colocada num forno a150 oC. Considere que a temperatura daamostra varie lentamente com o tempo eque seja idêntica em todos os seus pontos.A pressão ambiente é 1 atm. Esquematizeum gráfico mostrando como a temperaturada amostra varia com o tempo. Indique oque ocorre em cada região do gráfico.
  25. 25. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS07. Uma determinada substância apresentaa seguinte curva de aquecimento:Temperatura(K)Temperatura(K)T(min)T(min)27927955 1010 1515 2020483483
  26. 26. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSConsiderando que a substância no estado sólidoexiste em apenas uma forma, assinale aalternativa correta.a) A substância é um sólido a 200 K.b) A substância é um gás a 300 K.c) Entre 5 e 10 minutos de aquecimento, asubstância existe somente na forma líquida.d) Entre 10 e 15 minutos de aquecimento, asubstância existe como uma mistura emequilíbrio das fases líquida e gasosa.e) A substância é um gás a 450 K.
  27. 27. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS08. Uma substância sólida é aquecidacontinuamente. O gráfico a seguir mostraa variação da temperatura (ordenada) como tempo (abscissa):
  28. 28. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS08. ...Temperatura(Temperatura(ooC)C)T(min)T(min)15015050501010 2020 3030
  29. 29. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSO ponto de fusão, o ponto de ebulição e otempo durante o qual a substânciapermanece no estado líquido são,respectivamente:a) 150, 50 e 5.b) 50, 150 e 25.c) 150, 50 e 25.d) 50, 150 e 5.e) 50, 150 e 10.
  30. 30. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS09. Alcanos são compostos com a fórmulageral CnH2n+2. Os nomes dos alcanos com1 a 12 átomos de carbono são:CH4 metanoC9H10 nonanoC6H14 hexanoC3H8 propanoC11H24 undecanoC8H18 octanoC5H12 pentanoC2H6 etanoC10H22 decanoC7H16 heptanoC4H10 butanoC12H26 dodecano
  31. 31. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSO gráfico a seguir representa a variação dosPFs e PEs (1 atm) dos alcanos normais citadosanteriormente.
  32. 32. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS... Temperatura(Temperatura(ooC)C)Número de átomos de CarbonoNúmero de átomos de Carbono-200-2001120020000100100-100-10022 33 44 55 66 77 88 99 1010Pontos de EbuliçãoPontos de EbuliçãoPontos de FusãoPontos de Fusão
  33. 33. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSCom base no gráfico, podemos afirmar:I- Dentre os alcanos citados não há nenhumsólido nas condições ambientes (25 °C, 1atm).II- Num dia frio, onde a temperatura ambienteé -5 °C, o butano é líquido (1 atm).III- O pentano é líquido a -100 °C (1 atm) egasoso a 100 oC (1 atm).IV- O decano é sólido a -50 °C (1 atm) elíquido a 50 °C (1 atm).
  34. 34. desenvolvido por: e2 educação e eventosEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSEstá(ão) correta(s) a(s) afirmação(ões):a) I, II, III e IVb) II, III e IV, somentec) II e IV, somented) I e III, somentee) I, somente
  35. 35. desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAA Composição da MatériaA Composição da MatériaProf. LAÉRCIO CAVALCANTEProf. LAÉRCIO CAVALCANTE
  36. 36. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e MisturasSUBSTÂNCIA PURASUBSTÂNCIA PURAQualquer material que apresenta PF e PEconstantes a uma dada pressão, edensidade característica em determinadatemperatura e pressão.
  37. 37. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e MisturasMISTURAMISTURAMateriais em que a fusão e a ebuliçãoocorrem em determinada faixa detemperatura e apresentam densidadesdiferentes em função de sua composição,pois são constituídos por mais de umasubstância.
  38. 38. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e MisturasA maioria dos materiais que nos cercame que utilizamos são misturas. Vejamosalguns exemplos:
  39. 39. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
  40. 40. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
  41. 41. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
  42. 42. desenvolvido por: e2 educação e eventosSubstâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
  43. 43. desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de MisturasMISTURA HOMOGÊNEAMISTURA HOMOGÊNEAToda mistura que apresenta uma únicafase. As misturas homogêneas são chamadassoluções.
  44. 44. desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de Misturas Alguns exemplos:água de torneira, vinagre, ar, álcoolhidratado, pinga, gasolina, soro caseira,soro fisiológico e algumas ligas metálicas.Além dessas, todas as misturas dequaisquer gases são sempre misturashomogêneas.MISTURA HOMOGÊNEAMISTURA HOMOGÊNEA
  45. 45. desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de MisturasToda mistura que apresenta pelo menosduas fases. Alguns exemplos:água e óleo, areia, granito, madeira,sangue, leite, água com gás. As misturasformadas por n sólidos apresentam nfases, desde que estes sólidos não formemuma liga ou um cristal misto.MISTURA HETEROGÊNEAMISTURA HETEROGÊNEA
  46. 46. desenvolvido por: e2 educação e eventosTipos de MisturasTipos de MisturasMISTURA HETEROGÊNEAMISTURA HETEROGÊNEAO granitoapresenta trêsfases: o quartzo,feldspato emica.
  47. 47. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasSISTEMA HOMOGÊNEOSISTEMA HOMOGÊNEOApresenta aspecto contínuo, ou seja, éconstituído por uma única fase.Substância Pura Mistura
  48. 48. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasSISTEMA HETEROGÊNEOSISTEMA HETEROGÊNEOApresenta aspecto descontínuo, ou seja, éconstituído por mais de uma fase.No sistema água e gelo há duas fases.Cada uma delas, porém, apresenta nasua constituição somente água; logo,este sistema é heterogêneo, constituídopor uma substância pura em diferentesestados físicos.
  49. 49. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasApresenta aspecto descontínuo, ou seja, éconstituído por mais de uma fase.No sistema água e óleo tambémapresenta duas fases. Cada umadelas, é constituída por umasubstância diferente; logo, estesistema é heterogêneo, formado poruma mistura de substâncias.SISTEMA HETEROGÊNEOSISTEMA HETEROGÊNEO
  50. 50. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemas Substância pura: um componente Mistura homogênea: mais de um componente.SISTEMAS HOMOGÊNEO(uma fase) Substância pura: um componente emdiferentes estados físicos. Mistura heterogênea: mais de umcomponente.SISTEMAS HETEROGÊNEO(+de uma fase)
  51. 51. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasEXEMPLOSEXEMPLOSar atmosférico secogás nitrogênio: 78%gás argônio: 1%gás oxigênio: 21%gás carbônico: 0,03%• Sistema homogêneomonofásico• Mistura homogênea• 4 componentes
  52. 52. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasEXEMPLOSEXEMPLOSágua sal açucar • Sistema homogêneomonofásico• Mistura homogênea• 3 componentes
  53. 53. desenvolvido por: e2 educação e eventosSistemasSistemasEXEMPLOSEXEMPLOSágua sal gelo • Sistema heterogêneotrífásico• Mistura heterogênea• 2 componentes
  54. 54. desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAProcesso de Separação de MisturasProcesso de Separação de MisturasProf. LAÉRCIO CAVALCANTEProf. LAÉRCIO CAVALCANTE
  55. 55. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise ImediataPara a separação dos componentes de umamistura, ou seja, para a obtenção emseparado de cada uma das substâncias purasque deram origem à mistura, utilizamos umconjunto de processos físicos denominadosanálise imediata. Esses processos deseparação são possíveis devido ao fato denão ocorrer, numa mistura, alterações daspropriedades físicas de seus componentes(PF, PE, densidade etc.)
  56. 56. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata1. LEVIGAÇÃO1. LEVIGAÇÃOProcesso utilizado para separar sólidos dediferentes densidades, geralmente por meiode corrente de água.Nos garimpos de aluvião, alevigação é aplicada para separarareia de ouro: a areia é menosdensa e, por isso, é arrastada pelaágua corrente; o ouro, por ser maisdenso, permanece no fundo dabateia.
  57. 57. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata2. SEPARAÇÃO MAGNÉTICA2. SEPARAÇÃO MAGNÉTICAMétodo usado para separar sólidos quandoum deles é atraído por ímã.Esse método é aplicado emlarga escala para separar algunsminérios de ferro de suasimpurezas. O ferro pode serseparado da areia com o auxíliode um ímã.
  58. 58. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata3. EVAPORAÇÃO3. EVAPORAÇÃOPor esse processo separam-se misturashomogêneas sólido-líquido (soluções). Amistura é deixada em repouso ou é aquecidaaté que o líquido (componente mais volátil)sofra evaporação. Este processo apresentaum inconveniente: a perda do componentelíquido.
  59. 59. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata3. EVAPORAÇÃO3. EVAPORAÇÃOCom a evaporação da água nas salinas,obtém-se o sal de cozinha.
  60. 60. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata4. CRISTALIZAÇÃO FRACIONADA4. CRISTALIZAÇÃO FRACIONADARecurso usado para separar substâncias sólidasque se encontram dissolvidas em líquido.A CF não ocorre somente em misturas desólidos dissolvidos em líquidos. Ela podeocorrer em misturas líquidas de sólidosfundidos. À medida que a mistura seresfria lentamente, os sólidos cristalizam-se, separando-se um do outro.Durante o processo de resfriamento daTerra, as pedras preciosas e os cristaisformaram-se pelo processo decristalização fracionada.
  61. 61. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata5. DISSOLUÇÃO FRACIONADA5. DISSOLUÇÃO FRACIONADAMétodo aplicado para separar os componentesde uma mistura sólida. Um dos componentessólidos da mistura é dissolvido em um líquido.sal +areiaágua +salareia+ água
  62. 62. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6. DECANTAÇÃO6. DECANTAÇÃOProcesso utilizado para separar dois tipos demisturas heterogêneas.Esse processo subdivide-se em dois tipos.Entre Líquido e Sólido e Líquidos Imiscíveis.
  63. 63. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
  64. 64. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoA fase sólida (barro), por ser mais densa,sedimenta-se, ou seja, deposita-se no fundodo recipiente, e a fase líquida pode sertransferida para outro frasco.A decantação é usada, por exemplo, nasestações de tratamento de água.
  65. 65. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
  66. 66. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoPode-se separar a fase líquida de outramaneira. Após a sedimentação da fasesólida, a transferência do líquido é feita pormeio de um sifão, iniciando-se o fluxo porsucção.
  67. 67. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
  68. 68. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoPara acelerar o processo de decantaçãoutiliza-se um aparelho denominadocentrífuga. Nela, devido ao movimento derotação, as partículas de maior densidade,por inércia, são arremessadas para o fundodo tubo.
  69. 69. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
  70. 70. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólidoEm laboratórios e indústrias são utilizadosaparelhos de centrifugação maissofisticados. Observe o aspecto do sangueapós a centrifugação.
  71. 71. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.1 Líquido e sólido6.1 Líquido e sólido
  72. 72. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata6.2 Líquidos imiscíveis6.2 Líquidos imiscíveisO líquido maisdenso permanece naparte inferior dofunil e é escoadocontrolando-se aabertura da torneira.
  73. 73. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃOPor esse processoseparam-se substânciaspresente em misturasheterogêneasenvolvendo sólidos elíquidos.
  74. 74. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃOAo prepararmos café, adicionamos águaquente para fazermos a extração desubstâncias solúveis presentes no pó docafé. Ao efetuarmos a filtração, a borra ficaretida no filtro, passando apenas a água coma substância nela dissolvidas. O filtro deágua é um outro exemplo de processo defiltração.
  75. 75. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃO
  76. 76. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata7. FILTRAÇÃO7. FILTRAÇÃOPodemos aumentar a velocidade desseprocesso através da filtração a vácuo.
  77. 77. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃORecurso utilizado para separar cada uma dassubstâncias presentes em misturashomogêneas envolvendo sólidos dissolvidosem líquidos e líquidos misturados miscíveisentre si .
  78. 78. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃONa destilação simples de sólidos dissolvidosem líquidos, a mistura é aquecida, e os vaporesproduzidos no balão de destilação passam pelocondensador, onde são resfriados pelapassagem de água corrente no tubo externo, secondensam e são recolhidos no erlenmeyer. Aparte sólida da mistura, por não ser volátil, nãoevapora e permanece no balão de destilação.
  79. 79. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃO
  80. 80. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8. DESTILAÇÃO8. DESTILAÇÃO
  81. 81. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.1 Destilação fracionada8.1 Destilação fracionadaNa destilação fracionada são separadoslíquidos miscíveis cujos pontos de ebulição(PE) não sejam muito próximos. Durante oaquecimento da mistura, é separado,inicialmente, o líquido de menor PE; depois, olíquido com PE intermediário, e assimsucessivamente, até o líquido de maior PE.
  82. 82. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.1 Destilação fracionada8.1 Destilação fracionadaÀ aparelhagem da destilação simples éacoplada uma coluna de fracionamento.Conhecendo-se o PE de cada líquido, pode-sesaber, pela temperatura indicada notermômetro, qual deles está sendo destilado.
  83. 83. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.1 Destilação fracionada8.1 Destilação fracionada
  84. 84. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracionamentoO tipo mais comum apresenta grande númerode bolinhas de vidro, em cuja superfície ocorrea condensação dos vapores do líquido de maiorPE, que voltam para o balão. Os vapores dolíquido de menor PE atravessam a coluna epassam para o condensador.
  85. 85. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracionamento
  86. 86. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracionamentoEsse processo é muito utilizado,principalmente em indústrias petroquímicas, naseparação dos diferentes derivados do petróleo.Nesse caso, as colunas de fracionamento sãodivididas em bandejas ou pratos.(1)
  87. 87. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de fracionamento8.2 Coluna de fracionamentoA destilação fracionada também é utilizada noprocesso de obtenção de bebidas alcoólicas. Amaioria dos pequenos produtores deaguardente de cana, no Brasil, utilizam aindaum equipamento rudimentar: o alambique.(2)
  88. 88. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de8.2 Coluna defracionamentofracionamento(2)(1)
  89. 89. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata8.2 Coluna de8.2 Coluna defracionamentofracionamento
  90. 90. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADA9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADAProcesso pelo qual se separam os componentesse uma mistura gasosa (solução gasosa) atravésde liquefação e posterior destilação fracionada.Uma aplicação desse processo consiste naseparação dos componentes do ar atmosférico:
  91. 91. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADA9. LIQUEFAÇÃO FRACIONADA
  92. 92. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICA10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICANesse processo, os componentes de umamistura de sólidos em solução são separados eidentificados pela cor. Um dos primeiroprocessos usados foi a cromatografia em papel.
  93. 93. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICA10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICAPinga-se uma gota da mistura a ser analisadanuma extremidade de uma tira de papel defiltro. Depois de seca, essa extremidade dopapel é colocada em contato com um solventeapropriado. À medida que o solvente éabsorvido pela tira, os diferentes componentesda mistura “sobem” por ela com velocidadesvariadas.
  94. 94. desenvolvido por: e2 educação e eventosAnálise ImediataAnálise Imediata10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICA10. ANÁLISE CROMATOGRÁFICAAssim, separados em diferentes regiões da tirade papel, os componentes da mistura podemser devidamente identificados.
  95. 95. desenvolvido por: e2 educação e eventosBalão de Fundo ChatoÉ utilizado para dissoluçãode substâncias medianteagitação. Pode ser usadopara aquecimento delíquidos.Análise ImediataAnálise Imediata
  96. 96. desenvolvido por: e2 educação e eventosBalão VolumétricoSão usados para medircom precisão determinadovolume de líquido. Cadaum desses balõesapresenta uma únicagraduação.Análise ImediataAnálise Imediata
  97. 97. desenvolvido por: e2 educação e eventosProvetaÉ utilizado para medir, compequena precisão, volumesde líquidos.Análise ImediataAnálise Imediata
  98. 98. desenvolvido por: e2 educação e eventosPipetasSão utilizadas para medir,com precisão, pequenosvolumes de líquidos.Análise ImediataAnálise Imediata
  99. 99. desenvolvido por: e2 educação e eventosBuretaÉ usada para escoarlíquidos e medir volumescom precisão.Análise ImediataAnálise Imediata
  100. 100. desenvolvido por: e2 educação e eventosPinçaÉ usada para seguraro tubo de ensaiodurante seuaquecimento.Análise ImediataAnálise Imediata
  101. 101. desenvolvido por: e2 educação e eventosPissetaÉ utilizada para lavagem derecipientes mediante jato deágua.Análise ImediataAnálise Imediata
  102. 102. desenvolvido por: e2 educação e eventosEstanteÉ usada para acondicionartubos de ensaio antes eapós a sua utilização.Análise ImediataAnálise Imediata
  103. 103. desenvolvido por: e2 educação e eventosCadinhoÉ utilizado para aquecersólidos a altastemperaturas.Análise ImediataAnálise Imediata
  104. 104. desenvolvido por: e2 educação e eventosAlmofariz e PistiloSão usados natrituração de sólidos.Análise ImediataAnálise Imediata
  105. 105. desenvolvido por: e2 educação e eventosQUÍMICAQUÍMICAA Matéria e suas TransformaçõesA Matéria e suas TransformaçõesOBRIGADO !!!OBRIGADO !!!

×