SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
Anotações do Aluno
uvb



   Aula Nº 7 – Contabilização dos
   Custos – Critério Complexo
Objetivos da aula:
No critério complexo de contabilização dos custos, é possível ter uma
visão mais clara da origem dos custos de produção, somente por meio da
contabilidade, sem recorrer a outras anotações.


O objetivo desta aula é mostrar, por intermédio de um exemplo simples,
como devem ser contabilizados os custos de produção.


Tenha uma ótima aula!


Introdução



                                                                                               Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo
Com a Revolução Industrial e os avanços tecnológicos dela decorrentes, o
processo produtivo passou a incorporar novos valores à matéria-prima, até
então comercializada em seu estado natural. Ao custo do produto passou-
se a agregar mão-de-obra, aluguel do espaço utilizado e a depreciação das
máquinas, tornando o processo de apuração do custo mais complexo.


A contabilidade de custos acompanhou o desenvolvimento industrial e
incorporou novas práticas, princípios, postulados e convenções para fazer
frente à evolução das novas tecnologias. A determinação dos custos de
uma empresa tornou-se um forte instrumento para que os administradores
pudessem desempenhar suas funções com eficiência.
                                                                              Custo Contábil




A contabilidade evoluiu o suficiente para identificar, mensurar, registrar
e tornar públicos todos os eventos de relevância envolvidos no
desenvolvimento das atividades de uma empresa.



                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                         55
Anotações do Aluno
uvb


A contabilidade de custos engloba técnicas para o registro, organização,
análise e interpretação dos dados relacionados à produção ou à prestação
de serviços. Desta forma, essa contabilidade, quando acumula os custos
e os organiza em informações relevantes, pretende atingir três objetivos
principais: a determinação do lucro, o controle das operações e a tomada
de decisões. (LEONE apud CAMPOS, 1996).


Esta é mais uma das técnicas de registro dos custos, atribuindo valor aos
estoques, atendendo aos princípios contábeis, e dando maior transparência
das operações para quem as analisa internamente.


1. Exemplo
Utilizando o mesmo exemplo da aula anterior (aula 6), a apropriação de
custos seria exatamente a mesma, resultando em:

          Matéria-                    E n e r g i aC u s t o   s
produto            Mão-de-obra                                     Total
          prima                       elétrica     indiretos




                                                                                               Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo
Alfa      50.000   40.000             20.000       39.000          149.000
Beta      75.000   35.000             25.000       58.500          193.500
Gama      90.000   25.000             35.000       70.200          220.200
Delta     35.000   60.000             25.000       27.300          147.300
Total     250.000 160.000             105.000      195.000         710.000    Custo Contábil




                                 Faculdade On-Line UVB
                                                                                         56
Anotações do Aluno
uvb


2. Contabilização – Critério Complexo




                                                                 Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo
                                                Custo Contábil




                       Faculdade On-Line UVB
                                                           57
Anotações do Aluno
uvb


Encerrado o período de produção e determinados os custos, procedem-se
os seguintes lançamentos, debitando as contas de estoques e creditando
os custos correspondentes, item por item.




                                                                                           Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo




3. Exercícios
                                                                          Custo Contábil




3.1. A Cia “D” iniciou suas atividades em 01/01/2006 e, em 31/12/2006,
o seu balancete de verificação era formado pelas seguintes contas:




                               Faculdade On-Line UVB
                                                                                     58
Anotações do Aluno
uvb


Compras de matérias-primas                       $ 10.000.000
Vendas                                           $ 15.500.000
Mão-de-obra Indireta                             $ 3.000.000
Gastos com Entrega                               $ 200.000
Gastos Administrativos                           $ 1.800.000
Materiais Diversos Consumidos na Fábrica         $ 400.000
Gastos com Materiais de Escritório               $ 240.000
Equipamentos de Entrega                          $ 1.000.000
Duplicatas a Receber                             $ 2.500.000
Depreciação dos equipamentos de entrega          $ 100.000
Depreciação dos equipamentos de produção         $ 200.000
Caixa                                            $ 1.500.000
Estoque de produtos em elaboração                $ 550.000
Gastos Financeiros                               $ 260.000
Empréstimos                                      $ 4.000.000
Capital                                          $ 15.000.000
Estoque de produtos acabados                     $ 600.000
Equipamentos de produção                         $ 2.000.000
Mão-de-obra direta                               $ 6.000.000




                                                                                            Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo
Depreciação Acumulada de equipamentos de entrega $ 100.000
Depreciação Acumulada de equipamentos de
                                                 $ 200.000
produção


Sabendo-se que o estoque inicial de matéria-prima era de R$ 3.000.000 e
o estoque final de R$ 2.500.000, pede-se:


    a) Qual o valor dos custos de produção do período?
    b) Qual o valor dos custos variáveis do período?
    c) Qual o valor dos custos fixos do período?
    d) Qual o valor das despesas do período?
    e) Qual o custo dos produtos vendidos?
    f) Contabilizar os custos de produção e os estoques pelo critério
                                                                           Custo Contábil




        complexo.
    g) Preparar a demonstração do resultado do período.




                                Faculdade On-Line UVB
                                                                                      59
Anotações do Aluno
uvb


3.2. * Adaptado do livro de exercícios Contabilidade de Custos, do
Prof. Eliseu Martins.


Na linha de produção da “Só Sabão S.A.”, foram produzidas, durante o mês
de agosto de 2006, 20.000 caixas de sabão em pó e 14.800 litros de sabão
líquido.


Quanto foi gasto de matéria-prima na produção de sabão em pó e na
produção de sabão líquido?


Para essa produção, foram utilizadas 12.000 Kg. e 7.400 Kg., respectivamente,
de matéria-prima, no valor global de R$ 485.000. Sabe-se que, para
produzir 20.000 caixas de sabão em pó, gasta-se o dobro de mão-de-obra
direta que para produzir 14.800 litros de sabão líquido. O total de mão-de-
obra direta foi de R$ 34.500.


Quanto foi gasto de mão-de-obra na produção de sabão em pó e na
produção de sabão líquido?




                                                                                                  Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo
Essa empresa utiliza uma máquina que, por problemas de corrosão causada
pela matéria-prima, tem sua depreciação alocada em função da matéria-
prima utilizada. A máquina foi adquirida por R$ 456.960 e tem sua vida útil
limitada ao processamento de 268.800 Kg. de matéria-prima.


Nesse caso, o gasto com depreciação é um custo direto ou indireto?
Qual valor de depreciação deve ser apropriado em cada produto?


Existem, ainda, os Custos Indiretos de Fabricação, dos quais R$ 11.100 são
de supervisão da fábrica no mês, R$ 144.000 são de consumo de energia
elétrica, R$ 140.000 são de depreciações de outras máquinas e outros
custos diversos que somam R$ 161.860. Todos esses custos são rateados
                                                                                 Custo Contábil




aos produtos, de acordo com as horas dispensadas na fabricação de um e
de outro produto. Sabe-se que são necessários 36 minutos para produzir
uma caixa de sabão em pó e 24 minutos para produzir um litro de sabão
líquido.



                                   Faculdade On-Line UVB
                                                                                            60
Anotações do Aluno
uvb


Após efetuado o rateio, quanto cada produto receberá de custos
indiretos?


Qual o custo de produção do sabão em pó e do sabão líquido? E o custo
unitário?


Contabilize todos os custos pelo critério complexo.


Síntese
Nesta aula, estudamos o critério complexo de contabilização dos custos. E
nem é tão complexo assim, apenas um pouco mais trabalhoso para quem
executa a contabilidade.


Na próxima aula, vamos estudar a departamentalização dos custos, um
processo que, em algumas empresas, ajuda na apuração mais precisa dos
custos.




                                                                                              Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo
Não falte!


Referências
CREPALDI, Silvio Aparecido. Curso Básico de Contabilidade de Custos. São
Paulo: Atlas, 2005.


LEONE, George S. G. Curso de Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas,
1997.


MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2003.
                                                                             Custo Contábil




                                  Faculdade On-Line UVB
                                                                                        61

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Questoes respondidas custos
Questoes respondidas custosQuestoes respondidas custos
Questoes respondidas custos
simuladocontabil
 
Contabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exerciciosContabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exercicios
custos contabil
 
A postila contabilidade de custos
A postila contabilidade de custosA postila contabilidade de custos
A postila contabilidade de custos
simuladocontabil
 
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custosExercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
simuladocontabil
 
Cco aula12 custos
Cco aula12 custosCco aula12 custos
Cco aula12 custos
albumina
 
Lista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custos
Lista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custosLista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custos
Lista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custos
fapealunospe
 
Unidade iv contabilidade custos - exercicios
Unidade iv   contabilidade custos - exerciciosUnidade iv   contabilidade custos - exercicios
Unidade iv contabilidade custos - exercicios
custos contabil
 
Contabilidade de custos slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...
Contabilidade de custos   slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...Contabilidade de custos   slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...
Contabilidade de custos slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...
Leonardo Souza de Almeida
 
Aulas de Custos (Componentes de Custos)
Aulas de Custos (Componentes de Custos)Aulas de Custos (Componentes de Custos)
Aulas de Custos (Componentes de Custos)
Adriano Bruni
 
Apostila custos industriais a
Apostila custos industriais aApostila custos industriais a
Apostila custos industriais a
custos contabil
 
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-201152972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
Raquel Rocha
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
contacontabil
 
Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03
capitulocontabil
 
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
Unidade vii   contabilidade custos - exerciciosUnidade vii   contabilidade custos - exercicios
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
custos contabil
 

Mais procurados (20)

Questoes respondidas custos
Questoes respondidas custosQuestoes respondidas custos
Questoes respondidas custos
 
Contabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exerciciosContabilidade de custos exercicios
Contabilidade de custos exercicios
 
Werneckcontcustoexer
WerneckcontcustoexerWerneckcontcustoexer
Werneckcontcustoexer
 
A postila contabilidade de custos
A postila contabilidade de custosA postila contabilidade de custos
A postila contabilidade de custos
 
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custosExercicios classificações e nomeclaturas de custos
Exercicios classificações e nomeclaturas de custos
 
Cco aula12 custos
Cco aula12 custosCco aula12 custos
Cco aula12 custos
 
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
Aula3unid2cco310 130128143739-phpapp01 (1)
 
Lista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custos
Lista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custosLista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custos
Lista de-exerc%a1cios-com-resposta-gestao-de-custos
 
Unidade iv contabilidade custos - exercicios
Unidade iv   contabilidade custos - exerciciosUnidade iv   contabilidade custos - exercicios
Unidade iv contabilidade custos - exercicios
 
Contabilidade de custos_mota
Contabilidade de custos_motaContabilidade de custos_mota
Contabilidade de custos_mota
 
Contabilidade de custos slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...
Contabilidade de custos   slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...Contabilidade de custos   slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...
Contabilidade de custos slides 01 e 02 - leonardo almeida - introdução e no...
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
 
Aulas de Custos (Componentes de Custos)
Aulas de Custos (Componentes de Custos)Aulas de Custos (Componentes de Custos)
Aulas de Custos (Componentes de Custos)
 
Exercicio custos 2
Exercicio custos 2Exercicio custos 2
Exercicio custos 2
 
Apostila custos industriais a
Apostila custos industriais aApostila custos industriais a
Apostila custos industriais a
 
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-201152972784 contabilidade-custos-alunos-2011
52972784 contabilidade-custos-alunos-2011
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02Exercicios resolvidos contabilidade   aula 02
Exercicios resolvidos contabilidade aula 02
 
Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1Análise de-custos-vol-1
Análise de-custos-vol-1
 
Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03Exercicios contabilidade 03
Exercicios contabilidade 03
 
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
Unidade vii   contabilidade custos - exerciciosUnidade vii   contabilidade custos - exercicios
Unidade vii contabilidade custos - exercicios
 

Destaque

Cco aula10 custos
Cco aula10 custosCco aula10 custos
Cco aula10 custos
albumina
 
Cco aula03 custos
Cco aula03 custosCco aula03 custos
Cco aula03 custos
albumina
 
Cco aula11 custos
Cco aula11 custosCco aula11 custos
Cco aula11 custos
albumina
 
Cco aula08 custos
Cco aula08 custosCco aula08 custos
Cco aula08 custos
albumina
 
Cco aula04 custos
Cco aula04 custosCco aula04 custos
Cco aula04 custos
albumina
 
Cco aula09 custos
Cco aula09 custosCco aula09 custos
Cco aula09 custos
albumina
 
Novas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidadeNovas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidade
albumina
 
Cco aula13 custos
Cco aula13 custosCco aula13 custos
Cco aula13 custos
albumina
 
Cco aula15 custos
Cco aula15 custosCco aula15 custos
Cco aula15 custos
albumina
 
Ajustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisAjustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeis
albumina
 
Conceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisConceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeis
albumina
 
Cco aula14 custos
Cco aula14 custosCco aula14 custos
Cco aula14 custos
albumina
 
Princípios contábeis
Princípios contábeisPrincípios contábeis
Princípios contábeis
albumina
 

Destaque (15)

Cco aula01 custos
Cco aula01 custosCco aula01 custos
Cco aula01 custos
 
Cco aula10 custos
Cco aula10 custosCco aula10 custos
Cco aula10 custos
 
Cco aula03 custos
Cco aula03 custosCco aula03 custos
Cco aula03 custos
 
Cco aula11 custos
Cco aula11 custosCco aula11 custos
Cco aula11 custos
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
 
Cco aula08 custos
Cco aula08 custosCco aula08 custos
Cco aula08 custos
 
Cco aula04 custos
Cco aula04 custosCco aula04 custos
Cco aula04 custos
 
Cco aula09 custos
Cco aula09 custosCco aula09 custos
Cco aula09 custos
 
Novas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidadeNovas regras de contabilidade
Novas regras de contabilidade
 
Cco aula13 custos
Cco aula13 custosCco aula13 custos
Cco aula13 custos
 
Cco aula15 custos
Cco aula15 custosCco aula15 custos
Cco aula15 custos
 
Ajustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeisAjustes demonstrações contábeis
Ajustes demonstrações contábeis
 
Conceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeisConceitos de contas contábeis
Conceitos de contas contábeis
 
Cco aula14 custos
Cco aula14 custosCco aula14 custos
Cco aula14 custos
 
Princípios contábeis
Princípios contábeisPrincípios contábeis
Princípios contábeis
 

Semelhante a Cco aula07 custos

Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Diego Lopes
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
albumina
 
Apostila de topicos vi custos ii
Apostila de topicos vi   custos iiApostila de topicos vi   custos ii
Apostila de topicos vi custos ii
zeramento contabil
 
Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17
simuladocontabil
 
Exercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeioExercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeio
simuladocontabil
 

Semelhante a Cco aula07 custos (20)

Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de CustosCaderno - Gestão e Contabilidade de Custos
Caderno - Gestão e Contabilidade de Custos
 
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
Contabilidade de Custos - Classificação dos Custos - Parte 2
 
Cco aula02 custos
Cco aula02 custosCco aula02 custos
Cco aula02 custos
 
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
Adm5 contabilidade de_custos_teleaula_7_tema_8
 
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de CustosTurma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
Turma Qualifica CFC 2017.2 - Contabilidade de Custos
 
Aula07
Aula07Aula07
Aula07
 
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
Aula de Custos - Exame CFC 2018.2
 
Cc exercicios revisão
Cc exercicios revisãoCc exercicios revisão
Cc exercicios revisão
 
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptxSISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
SISTEMAS DE CUSTEIO.pptx
 
Apostila de topicos vi custos ii
Apostila de topicos vi   custos iiApostila de topicos vi   custos ii
Apostila de topicos vi custos ii
 
Exerc res
Exerc resExerc res
Exerc res
 
Aula03 calcula
Aula03 calculaAula03 calcula
Aula03 calcula
 
Workshop Lean + Time Driven Activity Based Costing
Workshop Lean + Time Driven Activity Based CostingWorkshop Lean + Time Driven Activity Based Costing
Workshop Lean + Time Driven Activity Based Costing
 
Apresentação workshop lean + tdabc eseig maio 2011
Apresentação workshop lean + tdabc eseig maio 2011Apresentação workshop lean + tdabc eseig maio 2011
Apresentação workshop lean + tdabc eseig maio 2011
 
Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17Contabilidade decifrada 17
Contabilidade decifrada 17
 
Classifique os custos 11
Classifique os custos 11Classifique os custos 11
Classifique os custos 11
 
ESTAGIO CONTABEIS.pdf
ESTAGIO CONTABEIS.pdfESTAGIO CONTABEIS.pdf
ESTAGIO CONTABEIS.pdf
 
Contabilidade de custos slides 06 - leonardo almeida - custeio por absorção...
Contabilidade de custos   slides 06 - leonardo almeida - custeio por absorção...Contabilidade de custos   slides 06 - leonardo almeida - custeio por absorção...
Contabilidade de custos slides 06 - leonardo almeida - custeio por absorção...
 
Exercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeioExercicios comentados custeio
Exercicios comentados custeio
 
INDUSTRIAL FAZ TUDO LTDA.pdf
INDUSTRIAL FAZ TUDO LTDA.pdfINDUSTRIAL FAZ TUDO LTDA.pdf
INDUSTRIAL FAZ TUDO LTDA.pdf
 

Mais de albumina

D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
albumina
 
D f c 0000
D f c 0000D f c 0000
D f c 0000
albumina
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
albumina
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
albumina
 
Analise de balancos resumo
Analise de balancos resumoAnalise de balancos resumo
Analise de balancos resumo
albumina
 
Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000
albumina
 
Teoria concursos
Teoria concursosTeoria concursos
Teoria concursos
albumina
 
Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000
albumina
 
Aula 001 finanças
Aula 001 finançasAula 001 finanças
Aula 001 finanças
albumina
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentos
albumina
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
albumina
 
Estudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passarEstudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passar
albumina
 
Comercio exterior
Comercio exteriorComercio exterior
Comercio exterior
albumina
 

Mais de albumina (18)

D f c 0001
D f c 0001D f c 0001
D f c 0001
 
D f c 0000
D f c 0000D f c 0000
D f c 0000
 
Origens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeirasOrigens aplicações – demonstrações financeiras
Origens aplicações – demonstrações financeiras
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
 
Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001Fluxo de caixa 0001
Fluxo de caixa 0001
 
Analise de balancos resumo
Analise de balancos resumoAnalise de balancos resumo
Analise de balancos resumo
 
Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000Fluxo de caixa 0000
Fluxo de caixa 0000
 
Teoria concursos
Teoria concursosTeoria concursos
Teoria concursos
 
Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000Apostila contabilidade tributaria 0000
Apostila contabilidade tributaria 0000
 
Teoria
TeoriaTeoria
Teoria
 
Custos
CustosCustos
Custos
 
Doar 0000
Doar 0000Doar 0000
Doar 0000
 
Aula 001 finanças
Aula 001 finançasAula 001 finanças
Aula 001 finanças
 
Exel
ExelExel
Exel
 
Contabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentosContabilidade lançamentos
Contabilidade lançamentos
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Estudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passarEstudarei contabilidade ate passar
Estudarei contabilidade ate passar
 
Comercio exterior
Comercio exteriorComercio exterior
Comercio exterior
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 

Cco aula07 custos

  • 1. Anotações do Aluno uvb Aula Nº 7 – Contabilização dos Custos – Critério Complexo Objetivos da aula: No critério complexo de contabilização dos custos, é possível ter uma visão mais clara da origem dos custos de produção, somente por meio da contabilidade, sem recorrer a outras anotações. O objetivo desta aula é mostrar, por intermédio de um exemplo simples, como devem ser contabilizados os custos de produção. Tenha uma ótima aula! Introdução Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo Com a Revolução Industrial e os avanços tecnológicos dela decorrentes, o processo produtivo passou a incorporar novos valores à matéria-prima, até então comercializada em seu estado natural. Ao custo do produto passou- se a agregar mão-de-obra, aluguel do espaço utilizado e a depreciação das máquinas, tornando o processo de apuração do custo mais complexo. A contabilidade de custos acompanhou o desenvolvimento industrial e incorporou novas práticas, princípios, postulados e convenções para fazer frente à evolução das novas tecnologias. A determinação dos custos de uma empresa tornou-se um forte instrumento para que os administradores pudessem desempenhar suas funções com eficiência. Custo Contábil A contabilidade evoluiu o suficiente para identificar, mensurar, registrar e tornar públicos todos os eventos de relevância envolvidos no desenvolvimento das atividades de uma empresa. Faculdade On-Line UVB 55
  • 2. Anotações do Aluno uvb A contabilidade de custos engloba técnicas para o registro, organização, análise e interpretação dos dados relacionados à produção ou à prestação de serviços. Desta forma, essa contabilidade, quando acumula os custos e os organiza em informações relevantes, pretende atingir três objetivos principais: a determinação do lucro, o controle das operações e a tomada de decisões. (LEONE apud CAMPOS, 1996). Esta é mais uma das técnicas de registro dos custos, atribuindo valor aos estoques, atendendo aos princípios contábeis, e dando maior transparência das operações para quem as analisa internamente. 1. Exemplo Utilizando o mesmo exemplo da aula anterior (aula 6), a apropriação de custos seria exatamente a mesma, resultando em: Matéria- E n e r g i aC u s t o s produto Mão-de-obra Total prima elétrica indiretos Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo Alfa 50.000 40.000 20.000 39.000 149.000 Beta 75.000 35.000 25.000 58.500 193.500 Gama 90.000 25.000 35.000 70.200 220.200 Delta 35.000 60.000 25.000 27.300 147.300 Total 250.000 160.000 105.000 195.000 710.000 Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 56
  • 3. Anotações do Aluno uvb 2. Contabilização – Critério Complexo Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 57
  • 4. Anotações do Aluno uvb Encerrado o período de produção e determinados os custos, procedem-se os seguintes lançamentos, debitando as contas de estoques e creditando os custos correspondentes, item por item. Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo 3. Exercícios Custo Contábil 3.1. A Cia “D” iniciou suas atividades em 01/01/2006 e, em 31/12/2006, o seu balancete de verificação era formado pelas seguintes contas: Faculdade On-Line UVB 58
  • 5. Anotações do Aluno uvb Compras de matérias-primas $ 10.000.000 Vendas $ 15.500.000 Mão-de-obra Indireta $ 3.000.000 Gastos com Entrega $ 200.000 Gastos Administrativos $ 1.800.000 Materiais Diversos Consumidos na Fábrica $ 400.000 Gastos com Materiais de Escritório $ 240.000 Equipamentos de Entrega $ 1.000.000 Duplicatas a Receber $ 2.500.000 Depreciação dos equipamentos de entrega $ 100.000 Depreciação dos equipamentos de produção $ 200.000 Caixa $ 1.500.000 Estoque de produtos em elaboração $ 550.000 Gastos Financeiros $ 260.000 Empréstimos $ 4.000.000 Capital $ 15.000.000 Estoque de produtos acabados $ 600.000 Equipamentos de produção $ 2.000.000 Mão-de-obra direta $ 6.000.000 Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo Depreciação Acumulada de equipamentos de entrega $ 100.000 Depreciação Acumulada de equipamentos de $ 200.000 produção Sabendo-se que o estoque inicial de matéria-prima era de R$ 3.000.000 e o estoque final de R$ 2.500.000, pede-se: a) Qual o valor dos custos de produção do período? b) Qual o valor dos custos variáveis do período? c) Qual o valor dos custos fixos do período? d) Qual o valor das despesas do período? e) Qual o custo dos produtos vendidos? f) Contabilizar os custos de produção e os estoques pelo critério Custo Contábil complexo. g) Preparar a demonstração do resultado do período. Faculdade On-Line UVB 59
  • 6. Anotações do Aluno uvb 3.2. * Adaptado do livro de exercícios Contabilidade de Custos, do Prof. Eliseu Martins. Na linha de produção da “Só Sabão S.A.”, foram produzidas, durante o mês de agosto de 2006, 20.000 caixas de sabão em pó e 14.800 litros de sabão líquido. Quanto foi gasto de matéria-prima na produção de sabão em pó e na produção de sabão líquido? Para essa produção, foram utilizadas 12.000 Kg. e 7.400 Kg., respectivamente, de matéria-prima, no valor global de R$ 485.000. Sabe-se que, para produzir 20.000 caixas de sabão em pó, gasta-se o dobro de mão-de-obra direta que para produzir 14.800 litros de sabão líquido. O total de mão-de- obra direta foi de R$ 34.500. Quanto foi gasto de mão-de-obra na produção de sabão em pó e na produção de sabão líquido? Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo Essa empresa utiliza uma máquina que, por problemas de corrosão causada pela matéria-prima, tem sua depreciação alocada em função da matéria- prima utilizada. A máquina foi adquirida por R$ 456.960 e tem sua vida útil limitada ao processamento de 268.800 Kg. de matéria-prima. Nesse caso, o gasto com depreciação é um custo direto ou indireto? Qual valor de depreciação deve ser apropriado em cada produto? Existem, ainda, os Custos Indiretos de Fabricação, dos quais R$ 11.100 são de supervisão da fábrica no mês, R$ 144.000 são de consumo de energia elétrica, R$ 140.000 são de depreciações de outras máquinas e outros custos diversos que somam R$ 161.860. Todos esses custos são rateados Custo Contábil aos produtos, de acordo com as horas dispensadas na fabricação de um e de outro produto. Sabe-se que são necessários 36 minutos para produzir uma caixa de sabão em pó e 24 minutos para produzir um litro de sabão líquido. Faculdade On-Line UVB 60
  • 7. Anotações do Aluno uvb Após efetuado o rateio, quanto cada produto receberá de custos indiretos? Qual o custo de produção do sabão em pó e do sabão líquido? E o custo unitário? Contabilize todos os custos pelo critério complexo. Síntese Nesta aula, estudamos o critério complexo de contabilização dos custos. E nem é tão complexo assim, apenas um pouco mais trabalhoso para quem executa a contabilidade. Na próxima aula, vamos estudar a departamentalização dos custos, um processo que, em algumas empresas, ajuda na apuração mais precisa dos custos. Aula 07 - Contabilização dos Custos – Critério Complexo Não falte! Referências CREPALDI, Silvio Aparecido. Curso Básico de Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas, 2005. LEONE, George S. G. Curso de Contabilidade de Custos. São Paulo: Atlas, 1997. MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2003. Custo Contábil Faculdade On-Line UVB 61