SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
DO BATUQUE DA SENZALA A
MPB: A HISTÓRIA ATRAVÉS DA
MÚSICA
DISCIPLINA: ELETIVA III – Turma f
Professora: Clecita Moises
O BRASIL É, SEM DÚVIDA, UMA DAS GRANDES USINAS
SONORAS DO PLANETA E UM LUGAR PRIVILEGIADO
NÃO APENAS PARA OUVIR MÚSICA, MAS TAMBÉM PARA
PENSAR A MÚSICA. TEM SIDO A INTÉRPRETE DE
DILEMAS NACIONAIS E VEÍCULO DE UTOPIAS SOCIAIS;
CANTA O FUTEBOL, O AMOR, A DOR, UM CANTINHO E
UM VIOLÃO. ... MARCOS NAPOLITANO (2002).
A música contribui para formar identidades, para expor emoções: amor, saudade, tristeza, como para
protestar, para lutar por direitos e denunciar situações em que se encontram partes da sociedade, como
violência, ausência do estado, entre tantas outras.
VEM VAMOS EMBORA ESTUDAR HISTÓRIA
ATRAVÉS DA MÚSICA!
Os sons musicais nos embalam desde que somos bebês e continua em nossas vidas, mudamos nossos gostos musicais, mas,
continuamos fiéis aos sons musicais, seja, música sertaneja, funk, Hip hop, rock in rol, metálica, entre tantos outros ritmos.
Que tal estudarmos esses muitos ritmos para agregarmos conhecimentos históricos!!!
Venha fazer parte disso!
PESSOAL TEM O LINK DA MÚSICA, CLICK PARA ABRIR.
A ESCRAVIDÃO PRESENTE NA MÚSICA
A RESISTÊNCIA ATRAVÉS DA
MÚSICA: FREVO, SAMBA DE
RODA E CAPOEIRA
Ontem a noite eu tive um sonho
Ontem a noite eu tive um sonho
ontem a noite eu tive um sonho
que não me sai do pensamento
sonhei com a senzala, para mim foi um
sofrimento
o sonho me lembrou todo aquele tempo
passado
que o negro como um animal, era no
tronco amarrado
acordei tão assustado, e comecei a
pensar
que depois de tanto tempo, o negro
conseguiu se libertar
eu peço aqui agora, para quem estiver
me ouvindo
enquanto o negro apanhava, o branco
estava sorrindo
hoje a escravidão acabou, pois vamos
nos lembrar
da força de Zumbi que lutou até morrer
sua luta nos deixou hoje uma grande
lição
Música de Capoeira
Ontem a noite eu tive um sonho
Ontem a noite eu tive um sonho
ontem a noite eu tive um sonho
que não me sai do pensamento
sonhei com a senzala, para mim foi um sofrimento
o sonho me lembrou todo aquele tempo passado
que o negro como um animal, era no tronco amarrado
acordei tão assustado, e comecei a pensar
que depois de tanto tempo, o negro conseguiu se libertar
eu peço aqui agora, para quem estiver me ouvindo
enquanto o negro apanhava, o branco estava sorrindo
hoje a escravidão acabou, pois vamos nos lembrar
da força de Zumbi que lutou até morrer
sua luta nos deixou hoje uma grande lição
que é lutar por nossos direitos e proteger nossos irmãos
e hoje na nossa história, não se fala nisso mais não
falam que foi a Princesa Isabel que libertou a escravidão
quando eu pego o Berimbau, sinto o corpo arrepiar
lembrando de todo passado que o negro vivia sempre a apanhar
e com a Capoeira de Angola, ele conseguiu se libertar
A HISTÓRIA DA DITADURA MILITAR CONTADA
ATRAVÉS DAS MÚSICAS QUE MARCARAM O
PERÍODO
E PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES
CLICK NO LINK
O QUE MUDOU DE 1978 PARA O ANO 2020?
"Que País É Este" é uma canção da banda de rock brasileira Legião Urbana. Foi escrita por Renato Russo em
1978, quando o mesmo ainda pertencia à banda Aborto Elétrico. Porém, ela só foi lançada com o álbum
Que País É Este, da Legião Urbana, de 1987.
DESIGUALDADE!!!
QUE PAÍS É ESSE?
Nas favelas, no
senado Sujeira pra
todo lado Ninguém
respeita a
constituição Mas
todos acreditam no
futuro da nação Que
país é esse? Que
país é esse? Que
país é esse?
Ao descanso do patrão
Que país é esse? Que
país é esse? Que país é
esse? Que país é esse?
Terceiro mundo, se for
Piada no exterior Mas o
Brasil vai ficar rico Vamos
faturar um milhão
Quando vendermos
todas as almas Dos
nossos índios num leilão
Que país é esse? Que
país é esse? Que país é
esse?
No Amazonas, no Araguaia iá, iá, Na Baixada Fluminense Mato Grosso, nas
Gerais e no Nordeste tudo em paz Na morte o meu descanso, mas o Sangue
anda solto Manchando os papéis e documentos fiéis
A ONDA DE PROTESTOS CONTRA A VIOLÊNCIA
POLICIAL NOS ESTADOS UNIDOS, QUE SE
ESPALHOU POR DIVERSOS PAÍSES DO MUNDO,
TEVE EFEITOS NA INDÚSTRIA CULTURAL: MÚSICAS
EMBLEMÁTICAS DE ARTISTAS NEGROS VOLTARAM
A FIGURAR ENTRE AS MAIS CONSUMIDAS.
MÚSICA VIRA HINO NOS PROTESTOS DOS EUA
DAQUI A POUCO TEM MAIS....
A HISTÓRIA CONTINUA COM VOCÊ.....

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAcrópole - História & Educação
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialÓcio do Ofício
 
atividade de geografia
atividade de geografiaatividade de geografia
atividade de geografiaBroma Spazi
 
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...Prof. Noe Assunção
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarEduardo Mariño Rial
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroferaps
 
Guiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevistaGuiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevistabedjoaoii
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualMaria Cecilia Silva
 
Caça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaCaça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaMary Alvarenga
 
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaExercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaPsicologia_2015
 
Questões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre RenascimentoQuestões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre RenascimentoZé Knust
 

Mais procurados (20)

Prova revoluçao russa
Prova revoluçao russaProva revoluçao russa
Prova revoluçao russa
 
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacinaAvaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
Avaliação 9º ano república velha, guerra de canudos, revolta da vacina
 
Cruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrialCruzadinha revolução industrial
Cruzadinha revolução industrial
 
atividade de geografia
atividade de geografiaatividade de geografia
atividade de geografia
 
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...Aula 2   Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
Aula 2 Mercado de trabalho e desigualdades - 2º Sociologia - Prof. Noe Assu...
 
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo BipolarAtividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
Atividades Guerra Fria e o Mundo Bipolar
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 
Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 
Guiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevistaGuiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevista
 
Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)Lista de exercícios (Sociologia)
Lista de exercícios (Sociologia)
 
Conteúdos do história
Conteúdos do históriaConteúdos do história
Conteúdos do história
 
Caça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonialCaça palavras brasil pre colonial
Caça palavras brasil pre colonial
 
Verbos
VerbosVerbos
Verbos
 
360426450 caca-palavras-sobre-renascimento
360426450 caca-palavras-sobre-renascimento360426450 caca-palavras-sobre-renascimento
360426450 caca-palavras-sobre-renascimento
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
 
Caça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade MédiaCaça palavras sobre a Idade Média
Caça palavras sobre a Idade Média
 
SISTEMAS DE GOVERNO 2ª AULA
SISTEMAS DE GOVERNO 2ª AULASISTEMAS DE GOVERNO 2ª AULA
SISTEMAS DE GOVERNO 2ª AULA
 
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - AntropologiaExercícios de Etnocentrismo - Antropologia
Exercícios de Etnocentrismo - Antropologia
 
Caça palavras Era Napoleônica
Caça palavras Era NapoleônicaCaça palavras Era Napoleônica
Caça palavras Era Napoleônica
 
Questões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre RenascimentoQuestões de vestibular sobre Renascimento
Questões de vestibular sobre Renascimento
 

Semelhante a Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita

Anos 60 inesquecíveis
Anos 60 inesquecíveisAnos 60 inesquecíveis
Anos 60 inesquecíveisKeka Nogueira
 
Anos sessenta(1)
Anos sessenta(1)Anos sessenta(1)
Anos sessenta(1)jaguare
 
Cultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptx
Cultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptxCultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptx
Cultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptxEdileneJeronimo1
 
história e música de protesto brasileira
história e música de protesto brasileirahistória e música de protesto brasileira
história e música de protesto brasileiraJailsonRD
 
Redigir: Aula 1 - Apresentação
Redigir: Aula 1 - ApresentaçãoRedigir: Aula 1 - Apresentação
Redigir: Aula 1 - Apresentaçãoyasminabdalla
 
Palco de curiosidade ii
Palco de curiosidade iiPalco de curiosidade ii
Palco de curiosidade iipietra bravo
 
AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011
AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011
AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011oficinativa
 
Os Griôs e a voz dos esquecidos
Os Griôs e a voz dos esquecidosOs Griôs e a voz dos esquecidos
Os Griôs e a voz dos esquecidosLuiz Fernando
 
Antonio Baldo Toninho Cavalo
Antonio Baldo  Toninho CavaloAntonio Baldo  Toninho Cavalo
Antonio Baldo Toninho Cavalonivaldo baldo
 
Passageiros do Tempo
Passageiros do TempoPassageiros do Tempo
Passageiros do Tempopoetadorock
 

Semelhante a Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita (20)

Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Fado portugues
Fado   portuguesFado   portugues
Fado portugues
 
Anos sessentas
Anos sessentasAnos sessentas
Anos sessentas
 
Anos 60 inesquecíveis
Anos 60 inesquecíveisAnos 60 inesquecíveis
Anos 60 inesquecíveis
 
Anos sessenta(1)
Anos sessenta(1)Anos sessenta(1)
Anos sessenta(1)
 
O poeta do povo
O poeta do povoO poeta do povo
O poeta do povo
 
Cultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptx
Cultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptxCultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptx
Cultura Negra no documentário _AmarElo _ É tudo Pra Ontem_.pptx
 
história e música de protesto brasileira
história e música de protesto brasileirahistória e música de protesto brasileira
história e música de protesto brasileira
 
Letra musica
Letra musicaLetra musica
Letra musica
 
Manuel Bandeira (com textos)
Manuel Bandeira (com textos)Manuel Bandeira (com textos)
Manuel Bandeira (com textos)
 
Trabalho música que país é esse
Trabalho música que país é esseTrabalho música que país é esse
Trabalho música que país é esse
 
Jornal Mente Ativa 17
Jornal Mente Ativa 17Jornal Mente Ativa 17
Jornal Mente Ativa 17
 
Redigir: Aula 1 - Apresentação
Redigir: Aula 1 - ApresentaçãoRedigir: Aula 1 - Apresentação
Redigir: Aula 1 - Apresentação
 
Palco de curiosidade ii
Palco de curiosidade iiPalco de curiosidade ii
Palco de curiosidade ii
 
AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011
AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011
AfroPoemas, Biblioteca CEU 3 Pontes, nov 2011
 
Minha Poesia
Minha PoesiaMinha Poesia
Minha Poesia
 
Jornal Mente Ativa 2
Jornal Mente Ativa 2Jornal Mente Ativa 2
Jornal Mente Ativa 2
 
Os Griôs e a voz dos esquecidos
Os Griôs e a voz dos esquecidosOs Griôs e a voz dos esquecidos
Os Griôs e a voz dos esquecidos
 
Antonio Baldo Toninho Cavalo
Antonio Baldo  Toninho CavaloAntonio Baldo  Toninho Cavalo
Antonio Baldo Toninho Cavalo
 
Passageiros do Tempo
Passageiros do TempoPassageiros do Tempo
Passageiros do Tempo
 

Mais de Alaor

Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor LeandroEletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor LeandroAlaor
 
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanasEletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanasAlaor
 
Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Alaor
 
Resíduos sólidos a experiência da coleta
Resíduos sólidos   a experiência da coletaResíduos sólidos   a experiência da coleta
Resíduos sólidos a experiência da coletaAlaor
 
Palestra meio ambiente munic.ddos
Palestra meio ambiente   munic.ddosPalestra meio ambiente   munic.ddos
Palestra meio ambiente munic.ddosAlaor
 
Sr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola MenodoraSr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola MenodoraAlaor
 
Slide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_salaSlide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_salaAlaor
 
O homem e o planeta
O homem  e o planetaO homem  e o planeta
O homem e o planetaAlaor
 
Brasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisaBrasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisaAlaor
 
Cubismo ii
Cubismo iiCubismo ii
Cubismo iiAlaor
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
PrimaveraAlaor
 
Trabalho de literatura
Trabalho de literaturaTrabalho de literatura
Trabalho de literaturaAlaor
 
José sousa saramago
José sousa saramagoJosé sousa saramago
José sousa saramagoAlaor
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoaAlaor
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
DadaísmoAlaor
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
DadaísmoAlaor
 
Slide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo CoresSlide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo CoresAlaor
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
SurrealismoAlaor
 
A cor
A corA cor
A corAlaor
 
1ºE
1ºE1ºE
1ºEAlaor
 

Mais de Alaor (20)

Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor LeandroEletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
 
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanasEletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
 
Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012
 
Resíduos sólidos a experiência da coleta
Resíduos sólidos   a experiência da coletaResíduos sólidos   a experiência da coleta
Resíduos sólidos a experiência da coleta
 
Palestra meio ambiente munic.ddos
Palestra meio ambiente   munic.ddosPalestra meio ambiente   munic.ddos
Palestra meio ambiente munic.ddos
 
Sr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola MenodoraSr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola Menodora
 
Slide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_salaSlide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_sala
 
O homem e o planeta
O homem  e o planetaO homem  e o planeta
O homem e o planeta
 
Brasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisaBrasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisa
 
Cubismo ii
Cubismo iiCubismo ii
Cubismo ii
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
 
Trabalho de literatura
Trabalho de literaturaTrabalho de literatura
Trabalho de literatura
 
José sousa saramago
José sousa saramagoJosé sousa saramago
José sousa saramago
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Slide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo CoresSlide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo Cores
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
A cor
A corA cor
A cor
 
1ºE
1ºE1ºE
1ºE
 

Último

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 

Último (20)

Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 

Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita

  • 1. DO BATUQUE DA SENZALA A MPB: A HISTÓRIA ATRAVÉS DA MÚSICA DISCIPLINA: ELETIVA III – Turma f Professora: Clecita Moises
  • 2. O BRASIL É, SEM DÚVIDA, UMA DAS GRANDES USINAS SONORAS DO PLANETA E UM LUGAR PRIVILEGIADO NÃO APENAS PARA OUVIR MÚSICA, MAS TAMBÉM PARA PENSAR A MÚSICA. TEM SIDO A INTÉRPRETE DE DILEMAS NACIONAIS E VEÍCULO DE UTOPIAS SOCIAIS; CANTA O FUTEBOL, O AMOR, A DOR, UM CANTINHO E UM VIOLÃO. ... MARCOS NAPOLITANO (2002). A música contribui para formar identidades, para expor emoções: amor, saudade, tristeza, como para protestar, para lutar por direitos e denunciar situações em que se encontram partes da sociedade, como violência, ausência do estado, entre tantas outras.
  • 3. VEM VAMOS EMBORA ESTUDAR HISTÓRIA ATRAVÉS DA MÚSICA! Os sons musicais nos embalam desde que somos bebês e continua em nossas vidas, mudamos nossos gostos musicais, mas, continuamos fiéis aos sons musicais, seja, música sertaneja, funk, Hip hop, rock in rol, metálica, entre tantos outros ritmos. Que tal estudarmos esses muitos ritmos para agregarmos conhecimentos históricos!!! Venha fazer parte disso! PESSOAL TEM O LINK DA MÚSICA, CLICK PARA ABRIR.
  • 5. A RESISTÊNCIA ATRAVÉS DA MÚSICA: FREVO, SAMBA DE RODA E CAPOEIRA Ontem a noite eu tive um sonho Ontem a noite eu tive um sonho ontem a noite eu tive um sonho que não me sai do pensamento sonhei com a senzala, para mim foi um sofrimento o sonho me lembrou todo aquele tempo passado que o negro como um animal, era no tronco amarrado acordei tão assustado, e comecei a pensar que depois de tanto tempo, o negro conseguiu se libertar eu peço aqui agora, para quem estiver me ouvindo enquanto o negro apanhava, o branco estava sorrindo hoje a escravidão acabou, pois vamos nos lembrar da força de Zumbi que lutou até morrer sua luta nos deixou hoje uma grande lição
  • 6. Música de Capoeira Ontem a noite eu tive um sonho Ontem a noite eu tive um sonho ontem a noite eu tive um sonho que não me sai do pensamento sonhei com a senzala, para mim foi um sofrimento o sonho me lembrou todo aquele tempo passado que o negro como um animal, era no tronco amarrado acordei tão assustado, e comecei a pensar que depois de tanto tempo, o negro conseguiu se libertar eu peço aqui agora, para quem estiver me ouvindo enquanto o negro apanhava, o branco estava sorrindo hoje a escravidão acabou, pois vamos nos lembrar da força de Zumbi que lutou até morrer sua luta nos deixou hoje uma grande lição que é lutar por nossos direitos e proteger nossos irmãos e hoje na nossa história, não se fala nisso mais não falam que foi a Princesa Isabel que libertou a escravidão quando eu pego o Berimbau, sinto o corpo arrepiar lembrando de todo passado que o negro vivia sempre a apanhar e com a Capoeira de Angola, ele conseguiu se libertar
  • 7. A HISTÓRIA DA DITADURA MILITAR CONTADA ATRAVÉS DAS MÚSICAS QUE MARCARAM O PERÍODO
  • 8. E PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES CLICK NO LINK
  • 9. O QUE MUDOU DE 1978 PARA O ANO 2020? "Que País É Este" é uma canção da banda de rock brasileira Legião Urbana. Foi escrita por Renato Russo em 1978, quando o mesmo ainda pertencia à banda Aborto Elétrico. Porém, ela só foi lançada com o álbum Que País É Este, da Legião Urbana, de 1987.
  • 11. QUE PAÍS É ESSE? Nas favelas, no senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? Ao descanso do patrão Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? Terceiro mundo, se for Piada no exterior Mas o Brasil vai ficar rico Vamos faturar um milhão Quando vendermos todas as almas Dos nossos índios num leilão Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? No Amazonas, no Araguaia iá, iá, Na Baixada Fluminense Mato Grosso, nas Gerais e no Nordeste tudo em paz Na morte o meu descanso, mas o Sangue anda solto Manchando os papéis e documentos fiéis
  • 12. A ONDA DE PROTESTOS CONTRA A VIOLÊNCIA POLICIAL NOS ESTADOS UNIDOS, QUE SE ESPALHOU POR DIVERSOS PAÍSES DO MUNDO, TEVE EFEITOS NA INDÚSTRIA CULTURAL: MÚSICAS EMBLEMÁTICAS DE ARTISTAS NEGROS VOLTARAM A FIGURAR ENTRE AS MAIS CONSUMIDAS.
  • 13. MÚSICA VIRA HINO NOS PROTESTOS DOS EUA
  • 14. DAQUI A POUCO TEM MAIS.... A HISTÓRIA CONTINUA COM VOCÊ.....